TRABALHO DE CONCLUSÃO DE CURSO - TCC

Texto

(1)

TRABALHO DE CONCLUSÃO DE CURSO - TCC

O Trabalho de Conclusão de Curso (TCC) constitui um instrumento que possibilita ao acadêmico a oportunidade de demonstrar o grau de habilitação adquirida e os conhecimentos assimilados durante o curso.

Na medida em que o processo educativo da formação leva o aluno a prover seu próprio desenvolvimento, a faculdade deve proporcionar-lhe condições e requisitos essenciais para que direcione seus projetos de vida, sólida formação teórico-prática para a compreensão do mundo físico e social e atuação e liderança na sociedade.

A formação baseada em aspectos de articulação entre ensino, pesquisa e extensão, integração entre teoria e prática, traduz também qualificação e dedicação do corpo docente às atividades acadêmicas e à produção científica.

Todo aluno deverá apresentar o TCC, no último semestre letivo, sob a forma de artigo científico, preferencialmente a partir de dados experimentais coletados em ensaios de pesquisa a campo ou de mercado, ou através de estudo de caso.

11.1 Regulamento do Trabalho de Conclusão de Curso

TÍTULO I

DISPOSIÇÕES PRELIMINARES

Art. 1º - O presente regulamento dispõe sobre o Trabalho de Conclusão de

Curso do curso superior de Tecnologia em cafeicultura. O Trabalho de Conclusão de Curso, doravante denominado TCC, faz parte do projeto pedagógico do curso de Tecnologia em Cafeicultura, como ferramenta para o desenvolvimento de competências desejáveis na formação do perfil do Tecnólogo em Cafeicultura.

(2)

TÍTULO II

DA CARACTERIZAÇÃO

Art. 2º - O TCC do curso superior de tecnologia em cafeicultura se realizará

sob a supervisão da coordenação do curso, seguindo as etapas abaixo:

I - opção por um campo de conhecimento e levantamento de seu referencial teórico;

II – elaboração do projeto de pesquisa; III – execução do projeto de pesquisa;

IV - elaboração final do TCC, individual, na forma de artigo científico ou estudo de caso;

V - apresentação do TCC perante uma banca examinadora;

§ 1º - Todas as etapas supra citadas serão submetidas à apreciação e

considerações do professor orientador. Entretanto, não se confunde o papel do professor orientador com o da banca examinadora.

§ 2º - O TCC, figura como disciplina integrante da grade curricular no 6º

período do curso de Cafeicultura, pelo que, será considerado aprovado o acadêmico que obtiver nota conforme o sistema de avaliação da instituição.

CAPÍTULO I DO CONCEITO

Art. 3º - Entende-se por Trabalho de Conclusão de Curso o trabalho científico

correlacionado ao setor cafeeiro, levando em consideração as suas habilitações. O TCC é composto por um projeto no qual o aluno demonstrará a sua competência para desenvolver pesquisa, aplicar metodologia apropriada, identificar as variáveis e correlaciona-las e, ao final de um período de um semestre, elaborar o texto de conclusão da pesquisa, segundo as normas do UNICERP, na forma de um artigo científico ou estudo de caso.

(3)

DOS OBJETIVOS

Art. 4º - O TCC no curso de Cafeicultura, realizado em consonância com o seu

projeto pedagógico, tem por objetivo consolidar o conhecimento acumulado durante o curso, possibilitando ao aluno demonstrar, por meio de uma pesquisa, sua competência em sistematizar seus conhecimentos teórico-práticos em sua área de atuação, procurando alcançar, igualmente, os seguintes objetivos específicos:

I - propiciar ao aluno condições de refletir criticamente sobre os conteúdos teóricos do curso, analisando a relação causa-efeito das variáveis envolvidas na pesquisa;

II - identificar um problema, que orientará a pesquisa, propondo a sua sistematização por meio da metodologia adequada;

III - realizar, mediante análises proporcionadas pelas atividades do TCC, revisão das disciplinas necessárias para o desenvolvimento do trabalho;

IV - transformar as atividades de TCC em oportunidades para estabelecer contatos e intercâmbios com diferentes segmentos da sociedade, durante o processo de pesquisa, ampliando desta forma sua rede de relações pessoais e profissionais;

V - proporcionar ao aluno a possibilidade de colocar em evidência os conhecimentos construídos durante o tempo de permanência na faculdade. VI – Treinar o aluno para as atividades específicas de pesquisa, com vista a sua inserção na pós-graduação.

CAPÍTULO III DA DURAÇÃO

Art. 5º - O TCC será desenvolvido por meio de disciplina obrigatória,

denominada Trabalho de Conclusão de Curso (TCC). A carga horária total desta disciplina é de 40 horas/aula, a serem cumpridas fora do horário normal de aula e desenvolvidas durante o 6º período, destinadas à orientação dos acadêmicos.

(4)

§ 1º - No que diz respeito à frequência na disciplina de Trabalho de Conclusão

de Curso, considerará as participações nos encontros de orientação na data definida pela coordenação geral do TCC.

CAPÍTULO IV

DO COORDENADOR GERAL DO TCC

Art. 6º - O coordenador geral do TCC será o coordenador do curso de superior

de Tecnologia em Cafeicultura e compete ao mesmo:

I. Coordenar a elaboração do regulamento específico do TCC, a ser aprovado pelo Colegiado de Curso;

II. Convocar, sempre que necessário, os professores orientadores para discutir questões relativas à organização, planejamento, desenvolvimento e avaliação das atividades relativas à disciplina Orientação do Trabalho de Conclusão de Curso;

III. Coordenar o processo de constituição das Bancas Examinadoras e definir o cronograma de apresentação de trabalhos a cada semestre letivo;

IV. Divulgar, por meio de documentos afixados em murais do UNICERP, a listagem dos alunos orientados e a composição da Banca Examinadora;

V. Arquivar os documentos referentes ao TCC, na Coordenação do Curso após a entrega pelos professores orientadores;

VI. Encaminhar à Secretaria, no final do período letivo, as folhas individuais de frequência/nota final.

CAPÍTULO V

DO PROFESSOR ORIENTADOR

Art. 7º - Professores Orientadores serão os professores que assinaram a carta

de aceite de convite de orientação (MODELO II), conforme sua especialidade e o enquadramento do projeto proposto pelo acadêmico e será de competência do mesmo:

I - Apresentar ao aluno a sistemática geral do Trabalho de Conclusão de Curso; II - Orientar, acompanhar e avaliar o desenvolvimento do trabalho em todas as suas fases;

(5)

III - Atender aos alunos orientandos nas diversas etapas do TCC, de modo a esclarecer dúvidas sobre os procedimentos metodológicos;

IV - Informar o orientando sobre as normas, procedimentos e critérios de avaliação respectivos;

V - Avaliar o TCC, em todas as suas fases de elaboração, inclusive, procedendo aos registros de frequência em formulário apropriado (memória de orientação ao Trabalho de Conclusão de Curso, constante no modelo I deste regimento) encaminhando-o para a banca examinadora.

VI - Presidir a banca examinadora durante a apresentação do TCC dos seus alunos orientandos;

VII - Registrar, em formulário apropriado, todas as informações relativas ao procedimento de apresentação do aluno orientando diante da Banca Examinadora;

VIII - Entregar na coordenação os documentos memória assinada por docente e acadêmico, referente ao TCC.

IX – Deferir o encaminhamento, ou não, do trabalho de conclusão de curso para a apresentação, mediante um parecer por escrito, enviado à Coordenação Geral do TCC (com cópia para o aluno), para que esta providencie formalmente a organização da banca examinadora – modelo III;

CAPÍTULO VI

DO ALUNO ORIENTANDO

Art. 8º - Será considerado Aluno Orientando aquele que estiver regularmente

matriculado na disciplina de Trabalho de Conclusão de Curso do curso superior de Tecnologia em Cafeicultura do UNICERP e compete ao mesmo:

I - informar-se sobre as normas e regulamentos do TCC, cumprindo-as;

II - cumprir o plano e cronograma estabelecido em conjunto com o professor orientador;

III - verificar o horário de orientação e cumpri-lo;

IV - rubricar o formulário memória de orientação ao trabalho de conclusão de curso (MODELO I), por ocasião das sessões de orientação;

(6)

V - entregar o relatório final do TCC em 03 (três) cópias impressas e uma cópia em arquivo digital gravados em CD ou DVD, na data afixada no cronograma divulgado pela Coordenação Geral do TCC.

VI - apresentar-se para a apresentação do TCC, conforme convocação afixada em mural e divulgada no site do UNICERP.

VII – entregar o relatório final do TCC corrigido conforme sugestões da banca, se existirem, no prazo máximo de 15 (quinze) dias ininterruptos após a apresentação do TCC.

Parágrafo único – o descumprimento de quaisquer itens VI, VII e VIII a que se

refere esse artigo implica em reprovação na disciplina de Trabalho de Conclusão de Curso.

TÍTULO III DAS EXIGÊNCIAS Art. 9º - São condições para aprovação do TCC:

I - Cumprimento efetivo de participação nas atividades diversas da disciplina de TCC;

II - Obtenção de no mínimo, média sessenta (60,0), numa escala de zero (0,0) a cem (100,0), considerando-se cada um dos itens avaliados pela banca examinadora; III - Entregar o TCC na data afixada no cronograma previamente divulgado pela Coordenação Geral do TCC e comparecer para a sua apresentação para banca examinadora, conforme convocação afixada em mural. O descumprimento desses quesitos implica em reprovação automática na disciplina de TCC.

Parágrafo único - não há exame final da nota atribuída pela banca

examinadora à apresentação do TCC. No caso de reprovação, esta será considerada definitiva.

Art. 10º - O relatório final de TCC, entregue na forma de artigo científico

oriundo de trabalho experimental, deverá conter obrigatoriamente:

I – Elementos pré-textuais – capa, folha de rosto, folha de aprovação, resumo e abstract;

(7)

II – Introdução – delimitando o assunto foco do estudo de caso, o problema que deu origem a pesquisa, o referencial teórico, a hipótese do estudo e o objetivo da pesquisa;

III – Material e Métodos; IV – Resultados e Discussão; V – Conclusão;

VI – Referências.

Parágrafo único – o professor orientador poderá sugerir ao aluno que

acrescente a essa estrutura algum conteúdo que seja necessário, tais como: dedicatória, agradecimentos e anexos.

Art. 11º - O relatório final do TCC, entregue como estudo de caso desenvolvido

em uma organização inserida no agronegócio, deverá conter obrigatoriamente: I – Elementos pré-textuais – capa, folha de rosto, folha de aprovação, resumo e sumário.

II – Introdução – delimitando o assunto foco do estudo de caso, o problema que deu origem a pesquisa, o objetivo geral do estudo de caso, os objetivos específicos e justificativa;

III – Revisão de bibliografia – relacionando o problema da pesquisa à bibliografia existente;

IV – Histórico e Diagnóstico Organizacional – contendo o histórico resumido da empresa, dados gerais da empresa (localização, número de funcionários, filiais, etc.), estrutura organizacional, negócio, missão, visão, valores, mercado (clientes, parceiros, intermediários, fornecedores, entre outros) e concorrentes; V – Estudo de Caso – subdividido em: 1)descrição do processo onde se situa o problema – contendo os dados levantados na pesquisa de campo necessários à análise do problema, 2)perdas e ganhos que o problema gera organização, 3)sugestões de melhoria e 4)possíveis ganhos com a implantação das melhorias;

VI – Considerações Finais; VII – Referências.

Parágrafo único – o professor orientador poderá sugerir ao aluno que

acrescente a essa estrutura algum conteúdo que seja necessário, tais como: dedicatória, agradecimentos, anexos, etc.

(8)

TÍTULO IV

DA ELABORAÇÃO DO TCC

Art. 12º – A elaboração do TCC se dará no 6º (sexto) período do curso de

Cafeicultura e obedecerá as seguintes instruções:

I – No 6º período do curso, o aluno orientando, sob a orientação do professor orientador, dará início ao TCC, após a aprovação do mesmo pelo professor; II - Durante todas as etapas da investigação, o aluno orientando contará com o apoio direto do professor orientador e indireto do coordenador geral do TCC; III - O professor orientador e o aluno orientando deverão estabelecer, em conjunto, um cronograma de trabalho que contemple todas as fases do projeto, bem como as orientações necessárias para a discussão e o desenvolvimento das atividades pertinentes. São previstos um mínimo de 05 (cinco) encontros; IV - Todos os encontros entre professor orientador e o aluno orientando deverão ser registrados em formulário próprio (Memória de Orientação ao TCC – Modelo I), com a assinatura de ambos. Este documento deverá ser utilizado para controle das etapas cumpridas no desenvolvimento das atividades do aluno;

V - Além dos encontros com o orientador, o aluno orientando deverá participar, nas datas definidas pela Coordenação Geral do TCC, de seminários e outras atividades, a se realizar periodicamente, com objetivo de integrar docentes e discentes em eventos de natureza científica. Estes eventos terão por fim permitir também o acompanhamento das atividades de pesquisa dos alunos, além de se constituir como preparação à banca examinadora;

VI - A entrega do Trabalho de Conclusão de Curso deverá ser feita no protocolo do UNICERP em três vias impressas com uma cópia digital em CD ou DVD, devidamente acompanhadas do Termo de Qualificação para Apresentação (Modelo III) assinado pelo professor orientador;

VII - A data de apresentação dos Trabalhos de Conclusão de Curso será determinada pela Coordenação Geral do TCC, em conjunto com os professores orientadores partícipes do evento.

(9)

Parágrafo único: Os trabalhos de pesquisa experimental, que demandam

mais tempo, poderão ser iniciados antecipadamente, em qualquer período do curso, desde que o projeto de pesquisa seja encaminhado para a coordenação de TCC, já com o aval do orientador.

TÍTULO V

DA APRESENTAÇÃO DO TCC

Art. 13º - Na apresentação do TCC a Banca Examinadora seguirá os seguintes

critérios:

I - Para a apresentação do TCC será designada pela Coordenação do Curso, uma banca examinadora que será composta por três professores, a saber: o professor orientador e dois professores convidados, por indicação da coordenação, que tenha aceitado o convite para participação em banca;

II - A Coordenação Geral do TCC encaminhará aos membros da banca examinadora, com antecedência mínima de 10 (dez) dias da apresentação, cópia do TCC;

III - Os membros da banca examinadora aprovarão ou não o TCC, levando em conta o disposto no artigo 14;

IV - O aluno orientando terá 20 (vinte) minutos para apresentação de seu TCC e cada integrante da banca contará com 10 (dez) minutos para as considerações sobre o trabalho e argüição ao aluno, caso julgue necessário; V - A Banca Examinadora emitirá o parecer de Aprovação ou Reprovação na mesma data da apresentação do artigo que deverá ser assinado pelos seus membros e encaminhado imediatamente à Coordenação Geral do TCC;

VI – Somente será divulgado ao aluno na data da apresentação a sua aprovação ou reprovação ficando a nota para ser divulgada em data futura pela Coordenação Geral do TCC;

VII - Os locais e prazos de entrega do TCC à Coordenação Geral do TCC, bem como as apresentações, serão divulgados em Cronograma afixados em mural ou no site da Instituição.

TÍTULO VI

(10)

Art. 14º – A avaliação do Trabalho de Conclusão de Curso em sua fase de

elaboração, será feita pelo Professor Orientador.

§ 1º - Cabe ao Professor Orientador avaliar as possibilidades efetivas de apresentação do TCC pelo Aluno Orientando. Este somente será submetido à Banca Examinadora se “Qualificado” pelo Orientador mediante termo específico conforme modelo III.

§ 2º - A “Não Qualificação” do TCC pelo orientador implica na impossibilidade de apresentação do mesmo junto a Banca Examinadora, logo, resulta na reprovação do acadêmico na disciplina de TCC.

Art. 15º - Após ter sido qualificado pelo professor orientador o aluno será

submetido a uma Banca Examinadora composta pelo professor orientador e um professor convidados que seguirão os critérios estabelecidos na tabela abaixo para avaliar o TCC:

ITEM ASPECTOS TEÓRICOS/PRÁTICOS E COMPORTAMENTAIS Fraco 0 à 20 Regular 30 à 50 Bom 60 à 80 Ótimo 90 à 100 01 Revisão bibliográfica

02 Conhecimento Teórico Demonstrado

03 Prazo de duração da apresentação

04 Clareza e objetividade na apresentação

05 Coerência nas respostas à banca

06 Aplicação da teoria à prática 07 Correlação lingüística utilizada na

apresentação

08 Capacidade analítica de aspectos pertinentes a área agronômica, demonstrada na monografia.

09 Aspectos técnicos da apresentação (normas do UNICERP)

10 Aspectos teóricos, metodológicos da pesquisa.

Nota Final

§ 1º – A nota final será obtida através da média das avaliações feita pelos dois professores que compuserem a banca.

(11)

§ 2º - Somente será considerado aprovado na disciplina de TCC o aluno que obtiver média igual ou superior a 60,0 (sessenta) pontos na apresentação.

§ 3º - Em caso de reprovação do aluno, a banca examinadora listará os pontos negativos que fundamentam a reprovação e este deverá: 1) refazer a disciplina Trabalho de Conclusão de Curso e 2) reescrever o TCC com base no mesmo ou em outro tema.

§ 4º - A nota mínima para que um exemplar da monografia faça parte do acervo da Biblioteca é 90,0 (noventa) pontos.

TÍTULO VII

DAS DISPOSIÇÕES FINAIS

Art. 16º - A divulgação do resultado final na disciplina de Trabalho de

Conclusão de Curso estará condicionada à entrega da monografia em meio digital (CD ou DVD) no formato PDF e em papel (exemplar encadernado em capa dura cor azul royal) à Coordenação Geral do TCC mediante protocolo, devidamente corrigido segundo as recomendações da Banca Examinadora, quando for o caso, para ser arquivado, e/ou disponibilizado na biblioteca;

Art. 17º - Os casos omissos serão resolvidos pelo conselho do curso de

Imagem

Referências