Liderança situacional

Top PDF Liderança situacional:

UM ESTUDO SOBRE A LIDERANÇA SITUACIONAL E AS SUAS CONTRIBUIÇÕES PARA O DESENVOLVIMENTO DAS ORGANIZAÇÕES DOI: http://dx.doi.org/10.5892/ruvrd.v14i1.3124

UM ESTUDO SOBRE A LIDERANÇA SITUACIONAL E AS SUAS CONTRIBUIÇÕES PARA O DESENVOLVIMENTO DAS ORGANIZAÇÕES DOI: http://dx.doi.org/10.5892/ruvrd.v14i1.3124

No entanto, como as organizações se encontram em um ambiente aberto e, em consequência, suscetível às exigências e mudanças de um mercado cada vez mais dinâmico, explicitou-se a necessidade de se promover também aos estilos de liderança essa intensa necessidade de adaptabilidade vigente agora no mercado. Com isso, nasceu a Teoria da Liderança Situacional constituída da adaptação do líder ao ambiente mercadológico ao qual a organização está inserida. A pesquisa tem, portanto, a missão de demonstrar a aplicabilidade da liderança situacional e de sua forma de liderar atrelando técnicas de análise da situação e posterior adaptabilidade ao meio na intenção final de atingir os objetivos organizacionais tornando- se uma empresa eficiente e eficaz. Procura
Mostrar mais

12 Ler mais

Liderança situacional: estrutura de referência para o trabalho do enfermeiro-líder no contexto hospitalar.

Liderança situacional: estrutura de referência para o trabalho do enfermeiro-líder no contexto hospitalar.

Frente ao exposto, acreditamos que nas instituições de saúde o preparo em liderança de seus profissionais, sobretudo daqueles que se ocupam de funções gerenciais, é essencial para a prática.Desta forma, a presente investigação pretende focalizar a contribuição que a Liderança Situacional poderá propiciar aos enfermeiros-líderes. Apesar de restrições que o modelo possa oferecer acreditamos que o seu conhecimento, a sua compreensão e a sua aplicação constituem um dos caminhos para viabilizarmos o aprendizado sobre liderança na formação de enfermeiros-líderes. Assim, o objetivo deste estudo consistiu em identificar e analisar os comportamentos dos enfermeiros de unidade de internação cirúrgica, segundo relato do pessoal auxiliar, com vistas à possível utilização da Liderança Situacional como estrutura de referência para o trabalho do enfermeiro-líder no contexto hospitalar. A seguir, de forma sucinta apresentamos os conceitos-chaves do modelo de liderança selecionado.
Mostrar mais

10 Ler mais

O estilo de liderança exercido pelo enfermeiro de unidade de internação cirúrgica sob o enfoque da liderança situacional.

O estilo de liderança exercido pelo enfermeiro de unidade de internação cirúrgica sob o enfoque da liderança situacional.

Questões como estas são fundamentais e precisam ser aprofundadas em nosso meio para que possamos utilizar mais plenamente o potencial de nossos recursos humanos e a liderança por parte do enfermeiro. Desta forma, é necessário que o enfermeiro, além de compreender o processo de liderança relativo a uma determinada situação, precisa também conhecer e conciliar o nível de maturidade dos liderados, com o estilo de liderança apropriado. Assim, acreditamos que a Liderança Situacional poderá fornecer contribuição fundamental para o desempenho do enfermeiro-líder e de modo especial no que tange à articulação entre maturidade do liderado e estilo de liderança.
Mostrar mais

9 Ler mais

Aplicação da Liderança Situacional na enfermagem de centro cirúrgico.

Aplicação da Liderança Situacional na enfermagem de centro cirúrgico.

Podemos observar no Quadro 1, que obtivemos 90 parea- mentos ocorridos entre enfermeiro e técnico ou auxiliar de enfermagem e em 24 deles (marcados com asteriscos) houve correspondências de opinião, quanto ao estilo de liderança exercido pelo enfermeiro nas atividades desenvolvidas na sala de operações. Ao analisarmos o índice de correspon- dência de opinião entre os sujeitos participantes da investi- gação, podemos afirmar que houve baixa correspondência de opinião entre líder e liderado sugerindo-nos que o enfer- meiro tem utilizado inadequadamente o seu estilo de lideran- ça. Assim, de acordo com os conceitos da Liderança Situacional, o grau que o enfermeiro conseguir adaptar o seu estilo de liderança em relação ao nível de maturidade do liderado frente a uma determinada atividade indicará o seu sucesso ou não como líder.
Mostrar mais

9 Ler mais

Liderança situacional em gestão de projetos: uma revisão da literatura.

Liderança situacional em gestão de projetos: uma revisão da literatura.

O estilo de liderança que deve ser adotado por um gerente de projetos em relação a seus liderados é um assunto enfatizado em pesquisas recentes. Dentre as teorias, a liderança situacional apresentada por Hersey e Blanchard (2007) aborda as maturidades para o trabalho e psicológica como elementos que influenciam o desempenho dos funcionários. A determinação de tal nível permite a utilização de um estilo de liderança mais adequado. Este artigo aborda a necessidade de utilização de uma ferramenta que auxilie de maneira eficiente o gerente de projetos a adotar o estilo de liderança mais adequado à situação e liderados. Para demonstrar o qual difícil pode ser tal atividade, em uma empresa de tecnologia da informação, foi realizada uma pesquisa avaliando o nível de maturidade de seus liderados. Observou-se que para a liderança ser mais efetiva deve dispor de métodos mais estruturados para tal. Palavras-chave
Mostrar mais

13 Ler mais

Avaliação psicológica: uma aplicação do teste de liderança situacional (TLS) em psicologia...

Avaliação psicológica: uma aplicação do teste de liderança situacional (TLS) em psicologia...

A Psicologia do Esporte é uma especialidade da Psicologia. A prática tem sido produzida junto aos técnicos, atletas e demais membros da equipe de esporte e tem conquistado uma constante valorização do conhecimento produzido, mas o reconhecimento pleno ainda está distante de ser alcançado. Os estudos da liderança do técnico são uma das vertentes das pesquisas atuais por ser uma variável de grande influência sobre o desempenho dos atletas e no clima motivacional dos treinamentos e das competições em si. A presente Dissertação teve como objetivo verificar os estilos de liderança e a flexibilidade de estilos em técnicos esportivos de modalidades coletivas, utilizando-se o Teste de Liderança Situacional (TLS) desenvolvido por Agostinho Minicucci com base na teoria 3D de Reddin. Foram comparados os resultados obtidos entre uma amostra de 23 técnicos de categorias de base (formação) e uma amostra de 12 técnicos de equipes adultas (alto nível). Para as análises estatísticas, a diferença entre as médias foi realizada através do teste t de Student (grupos independentes), adotando-se um nível de significância de 5%. Os resultados mostraram que a maioria dos técnicos (56% formação e 75% alto nível) utilizam como estilo de liderança dominante o estilo integrado, que é quando o comportamento orientado para a tarefa e o comportamento orientado para as relações são utilizados em grande quantidade. Observou-se também que o estilo de sustentação adotado por ambos os grupos é o estilo relacionado, sendo que o estilo separado é o estilo menos valorizado, também por ambos os grupos. Embora os resultados indiquem uma concordância dos grupos em relação aos estilos dominante, de sustentação e sobre-rechaçado, verificou-se que os técnicos de alto nível, em suas respostas, utilizam com maior intensidade o estilo integrado (p<0,05) e dedicado (p<0,10). Quanto à flexibilidade com que os grupos apresentam os variados estilos de liderança, observou-se que os técnicos de alto nível possuem uma tendência a serem mais rígidos em seu estilo dominante em relação aos técnicos das equipes de formação. Os estilos de liderança, assim identificados, podem ser ferramentas estratégicas do psicólogo do esporte para que este possa auxiliar de modo eficaz uma melhor condução da relação técnico-atleta como integrantes de um par educativo.
Mostrar mais

158 Ler mais

Aplicação da Liderança Situacional em enfermagem de emergência.

Aplicação da Liderança Situacional em enfermagem de emergência.

Com o objetivo de investigar a relação entre estilo de liderança e a produtividade dos liderados, foi conduzida uma pesquisa em uma grande organização da área de construção em Taiwan. A amostra foi composta de dois grupos de líderes, um denominado tradicional (n=25) e o outro adaptativo (n=33). Os resultados apontaram que o nível de adaptabilidade do líder tem impacto na produtividade dos liderados. Os líderes estudados (tradicionais e adaptativos) exerciam com maior predominância o estilo de liderança E3; outro aspecto evidenciado foi o elevado nível de correspondência entre líder e liderados, ou seja, a imagem que os líderes tinham sobre si era a mesma percebida pelos liderados, frente ao estilo de liderança exercido pelo líder no contexto organizacional (19) .
Mostrar mais

6 Ler mais

Os pilares da liderança e o modelo situacional: a influência do líder na formação de equipes de alta performance e nos resultados

Os pilares da liderança e o modelo situacional: a influência do líder na formação de equipes de alta performance e nos resultados

Este artigo tem o objetivo identificar os modelos de liderança utilizados pelas empresas General Sports Ltda. e General Surf Ltda., com base na Teoria da Liderança Situacional e nos Quatro Pilares da Liderança, e também de estabelecer um comparativo entre os efeitos desses modelos, para, por fim, analisar o impacto de como distintas formas de liderança podem influenciar nos resultados organizacionais e no desempenho de suas equipes. Para isso, a metodologia utilizada foi um estudo de caso dividido em três etapas: a observação di- reta e enquadramento do modelo de liderança aplicado por cada um dos gestores de vendas das empresas na Teoria da Liderança Situacional, a análise documental sobre os resulta- dos financeiros e os índices de turnover das suas equipes e, finalmente, o comparativo entre as empresas para ambos os indicadores. Como resultados principais, pode-se constatar que o modelo de liderança tradicional, baseado no modelo de comando e controle, foi respon- sável pelo aumento no índice de rotatividade e pela redução nos resultados financeiros da General Sports Ltda. Em contrapartida, verificou-se que práticas de liderança voltadas ao compartilhamento do conhecimento e à delegação das atividades, adotadas pela gestão da General Surf Ltda., possibilitaram aumento no desempenho organizacional e individual. Palavras-chave: Liderança Situacional. Quatro Pilares da Liderança. Equipes de alto de- sempenho.
Mostrar mais

26 Ler mais

Estilos de liderança e perfil profissional de enfermeiros em Unidade de Terapia Intensiva.

Estilos de liderança e perfil profissional de enfermeiros em Unidade de Terapia Intensiva.

Somado a este fato, cada componente da equipe de enfermagem apresenta uma característica peculiar. Alguns podem ser recém-formados não tendo experiência na área assistencial, outros já possuem habilidades práticas, mas ainda não estão preparados para executar ações de enfermagem complexas, ao passo que outros já se encontram capacitados para realizar as intervenções prescritas. O enfermeiro, neste contexto, deve adaptar seu estilo de liderança respondendo a estas diferenças, e garantir uma assistência que atenda aos objetivos traçados. Por isto, a Liderança Situacional foi escolhida neste estudo para avaliar seu estilo de liderança frente a um membro da equipe de enfermagem.
Mostrar mais

5 Ler mais

Os efeitos do estilo de liderança no comprometimento organizacional dos profissionais de tecnologia da informação

Os efeitos do estilo de liderança no comprometimento organizacional dos profissionais de tecnologia da informação

Com relação ao método, em primeiro lugar temos o risco inerente da precisão das respostas, os respondentes podem não ter retratado da maneira correta suas percepções quanto aos comportamentos de liderança do seu superior, bem como, o seu próprio comprometimento devido a fatores como a subjetividade das análises de cada respondente, uma relação indireta com a liderança, qualquer imprecisão no entendimento dos itens do questionário ou algum momento pessoal específico que estava passando quando respondeu o questionário. Independente desses erros de exatidão nas respostas serem conscientes ou inconscientes, eles podem ter alguma influência sobre o resultado da pesquisa. De qualquer forma, a falta de preparo e consciência dos respondentes na hora de selecionar respostas do questionário, fazendo com que marquem alternativas sem grandes reflexões ou sem serem sinceros em suas repostas é uma desvantagem conhecida do método de survey (MALHOTRA, 2006). Entretanto, apesar de suas desvantagens Malhotra (2006) afirma que o survey é reconhecido como o método mais utilizado para a coleta quantitativa de dados primários, especialmente em Marketing.
Mostrar mais

90 Ler mais

RELAÇÕES ENTRE ESTILOS DE LIDERANÇA E SATISFAÇÃO NO TRABALHO: UM ESTUDO EM UMA UNIDADE DE SAÚDE

RELAÇÕES ENTRE ESTILOS DE LIDERANÇA E SATISFAÇÃO NO TRABALHO: UM ESTUDO EM UMA UNIDADE DE SAÚDE

E ainda no Decreto nº. 94.406, de 08 de junho de 1997- Art. 10º, inciso I, segundo o qual o técnico de enfermagem exerce as atividades auxiliares, de nível médio técnico, cabendo-lhe assistir o enfermeiro “a) “No planejamento, programação, orientação e supervisão das atividades de assistência de enfermagem”, o que favorece o enfermeiro no direcionamento de decisões e nas divergências que possam aparecer no meio de trabalho, não só quanto aos problemas relacionados especificamente com a sua profissão, mas também quanto às questões pertinentes à sua posição institucional, às responsabilidades das suas atribuições e competências, à gestão e liderança dos grupos e também ao atendimento das expectativas e necessidades de sua equipe direta e dos pacientes atendidos por aquela organização.
Mostrar mais

83 Ler mais

Autonomia do paciente: análise situacional de uma unidade de urgência

Autonomia do paciente: análise situacional de uma unidade de urgência

Esta situação adversa para ambos os grupos, profi ssionais e usuários, propicia que os aspectos é cos indispensáveis à boa relação médi- co-paciente, como o respeito à autonomia manif[r]

8 Ler mais

EXE INF 683 André Ramos

EXE INF 683 André Ramos

Para o estudo foi aplicado, em quatro momentos (início da preparação, início da missão, durante a missão e após o regresso da força ao Território Nacional), um Questionário de Competências de Liderança com seis dimensões da liderança e três fatores critério inerentes à ação de comando e um Questionário do Ambiente no Grupo com quatro aspetos. Estes questionários foram aplicados a quarenta e oito militares (dez sargentos e trinta e oito praças) pertencentes à Companhia de Proteção do Contingente Nacional que esteve destacada entre abril e novembro de 2013 no Teatro de Operações do Afeganistão. Com base nas respostas obtidas, efetuou-se o tratamento e análise estatística com recurso ao programa estatístico Statistical Package for Social Sciences.
Mostrar mais

110 Ler mais

G ESTÃO DE T RABALHO

G ESTÃO DE T RABALHO

Ainda o reduzido tempo de serviço com o superior imediato por força das normas organizacionais (superiores permanecem, em regra, um máximo de 5 anos num cargo) e a elevada antiguidade dos trabalhadores na organização (em regra nas mesmas funções), poderá ter levado a que a perceção da liderança passiva fosse enviesada. Com efeito, e recordando a teoria situacional de Hersey e Blanchard (Robbins et al, 2010), poderá acontecer que os superiores ao assumirem uma função de chefia e ao aperceberem-se que os seus trabalhadores são experientes, pelo que, nos primeiros anos, podem tender a ser menos interventivos. Eventualmente, em algumas situações, este comportamento pode ter sido confundido com falta de capacidade de liderança.
Mostrar mais

67 Ler mais

T MEG 14 07 Orlando Fontan

T MEG 14 07 Orlando Fontan

focalizados na análise das ações que os responsáveis exercem durante o desempenho das suas funções, para que consigamos determinar os comportamentos que mais estão relacionados com a eficácia obtida. Por fim na terceira perspetiva, seguimos uma lógica mais contingencial, onde se privilegia a análise dos fatores da envolvente que podem ter impacto na liderança. Ainda assim, é importante esclarecer que a existência dos modelos resultantes deste último movimento também são reconhecidos de “interaccionistas”, porque dão um forte relevo à necessidade dos líderes se adaptarem ao contexto e às suas exigências. Assim garantem a inclusão de aspetos relacionados com as características de personalidade e comportamentos considerados mais eficazes. Como tal, Yukl (1989) afirma que esta sugestão pode ser percebida de duas formas diferentes, uma privilegia a compreensão dos fatores e exigências externas que influenciam a liderança e outra identifica as características situacionais que atenuam a relação entre os traços de personalidade e os comportamentos que estão associados à eficácia alcançada nas funções desempenhadas.
Mostrar mais

180 Ler mais

Interface (Botucatu)

Interface (Botucatu)

Pondera-se que é preciso avançar no sentido de produzir e incorporar a territorialização nas ações pedagógicas, pois observamos nos relatos dos sujeitos que o processo ainda é reduzido ao diagnóstico situacional. Tanto a territorialização quanto o diagnóstico situacional contribuem para fortalecer a interação ensino-serviço por meio da inserção do estudante nos serviços de saúde e do estreitamento das relações com profissionais e comunidade, o que aproxima as práticas em saúde da realidade, produzindo tomadas de decisões mais eficazes.

12 Ler mais

Diagnóstico situacional de um processo de avaliação de desempenho profissional.

Diagnóstico situacional de um processo de avaliação de desempenho profissional.

Este estudio tuvo como objetivo realizar un diagnostico situacional sobre el proceso de evaluación de desempeño del equipo de enfermería del Hospital Universitario de la Universidad de São Paulo. Con dos preguntas norteadoras fueron realizadas nueve entrevistas con enfermeros. Estas entrevistas fueron tratadas a través del Análisis de Contenido. Los temas que más destacaron fueron: El Significado de la evaluación, los Sentimientos; las dificultades y facilidades en la utilización del Instrumento y la Capacitación. Este estudio proporciono un momento de manifestación de los sentimientos y los aspectos que favorecen o dificultan la realización de la evaluación, mostrando los principales puntos de vulnerabilidad del proceso y, por tanto, merecedores de mayor atención y intervención a corto plazo. Descriptores: evaluación de desempeño; recurso humano; educación
Mostrar mais

4 Ler mais

EDUCAÇÃO SITUACIONAL: ENSINAR A PARTIR DE SITUAÇÕES REAIS

EDUCAÇÃO SITUACIONAL: ENSINAR A PARTIR DE SITUAÇÕES REAIS

O objetivo deste trabalho é construir uma breve explanação daquilo que chamamos de “educação situacional”, uma educação que parte de situações concretas da vida cultural dos estudantes, onde se parte da realidade objetiva para transformar a própria vida através da educação. Essa concepção de educação não é algo novo, porém ainda causa muita estranheza por parte do professorado de todos os níveis. A partir das situações adversas que enfrentamos em nossa realidade é que buscamos soluções, dentro de nossa cultura local, para tais problemas. Esse mecanismo de aprender a partir das situações da vida real pode se colocar como um mecanismo pedagógico de grande valor na escola.
Mostrar mais

13 Ler mais

O retrato situacional das revistas científicas brasileiras

O retrato situacional das revistas científicas brasileiras

Cabe ressaltar que nem todos os indexadores são de registro exclusivo de revistas de acesso aberto, no entanto, naqueles em que são aceitos outros modelos de negócios (como periódicos baseados em assinaturas), foi usado o filtro “acesso aberto” a fim de identificar as revistas que diziam respeito ao objetivo deste trabalho (o Latindex apresentou uma nova versão em 2016 e os registros cadastrados anteriormente a esta data ainda estão em processo de atualização quanto a diversos dados, entre eles, o modelo de negócio). Pontua- se ainda que o diretório de revistas do PKP, apesar de ser relevante para este estudo em razão do fomento à criação de revistas em acesso aberto no Brasil, não pode ser tido como fonte segura quanto à natureza científica das revistas registradas (isto se deve ao fato de o software poder ser baixado livremente e usado pra criação de revistas sem o registro obrigatório no diretório. Assim, não há como inferir quantas revistas são científicas ou não). Por fim, para apresentar o quadro situacional das revistas científicas brasileiras de acesso aberto, foi avaliado o Diretório de Políticas Editoriais das Revistas Científicas Brasileiras com o propósito de observar o estado atual das declarações das políticas editoriais e identificar a proporção de revistas científicas de acesso aberto versus revistas baseadas em outros modelos de negócio.
Mostrar mais

9 Ler mais

Show all 1063 documents...