manufatura enxuta

Top PDF manufatura enxuta:

Um levantamento das práticas de Manufatura Enxuta em pequenas e médias empresas no Brasil

Um levantamento das práticas de Manufatura Enxuta em pequenas e médias empresas no Brasil

A maior parte das relações do modelo é estatisticamente válida ao nível de significância (p valor <0,01) conforme ilustrado na Tabela 8. Porém, somente quatro constructos possuem uma carga relevante (acima de 0,7) e que, portanto, representam o que as PMEs brasileiras entendem como sendo os pontos principais da Manufatura Enxuta. É o caso dos seguintes construtos: Controle Estatístico de Processos (SPC); Manutenção Produtiva Total (TMP); Envolvimento de Funcionários (Empinv), e a entrega JIT por fornecedores (SuppJIT).

69 Ler mais

Gestão de recursos humanos e manufatura enxuta: evidências empíricas do setor automotivo brasileiro.

Gestão de recursos humanos e manufatura enxuta: evidências empíricas do setor automotivo brasileiro.

possui singularidade de entendimento e medição (SHAH; WARD, 2007; PETTERSEN, 2009). Por exemplo, Womack, Jones e Roos (1990), resumidamente, afirmam que manufatura enxuta significa fazer mais com menos. Já Shah e Ward (2007) definem manufatura enxuta como um sistema sociotécnico integrado cujo objetivo é eliminar desperdícios pela concomitante redução ou minimização da variabilidade interna de fornecedores e de clientes. Para Scherrer- Rathje, Boyle e Deflorin (2009), manufatura enxuta é uma filosofia focada em identificar e eliminar desperdícios em toda a cadeia de valor, não somente dentro da organização. Como consequência da abordagem multidimensional da manufatura enxuta, há uma grande variedade de práticas de gestão e metas que a constituem (SHAH; WARD, 2003).
Mostrar mais

11 Ler mais

A literatura a respeito da comparação entre a teoria das restrições e a manufatura enxuta: revisão, classificação e análise.

A literatura a respeito da comparação entre a teoria das restrições e a manufatura enxuta: revisão, classificação e análise.

Resumo: Neste trabalho, é realizada uma revisão da literatura completa (33 artigos) a respeito da comparação entre a Teoria das Restrições (TOC) e a Manufatura Enxuta.Comparações entre ambas as abordagens é um tema pouco abordado na literatura de Gestão e Produção, sendo que não existe uma extensa revisão sobre ele. A partir da revisão, é proposto um sistema de classificação baseado em 4 parâmetros: fonte do trabalho; método de pesquisa; abrangência; e resultados da comparação. Depois da classificação dos trabalhos, utilizando o sistema de classificação proposto, foi realizada a análise do tema. Nesta análise, foi observado que o número de trabalhos que realizam uma comparação ampla entre a Teoria das Restrições e a Manufatura Enxuta é predominante, assim como aqueles que afirmam que uma determinada abordagem se sobressai em alguma situação específica. Vale ressaltar que existe um grande número de trabalhos que defendem que as abordagens e/ou ferramentas de cada uma são na verdade complementares ou que buscam integrá-las. Por fim, foi observado ao longo dessa revisão que não é possível afirmar que um das abordagens/ferramentas seja melhor, pois, mesmo com a predominância de trabalhos afirmando que a TOC/Drum-Buffer-Rope se sobressai, nota-se que há situações em que a Manufatura Enxuta/Kanban também prevalece. Portanto, é necessária uma correta avaliação da empresa e de seu ambiente, tornando possível escolher adequadamente uma abordagem, ou um híbrido entre elas, de modo a obter os ganhos esperados.
Mostrar mais

24 Ler mais

Estudo da influência da adoção das práticas de manufatura enxuta na definição de prioridades competitivas: uma pesquisa survey em empresas da região de Bauru-SP

Estudo da influência da adoção das práticas de manufatura enxuta na definição de prioridades competitivas: uma pesquisa survey em empresas da região de Bauru-SP

No mercado atual, a competitividade vem se acirrando cada vez mais, fazendo com que as empresas busquem meios de sobrevivência. Nessa busca, torna-se fator estratégico a procura por vantagens competitivas na função produção e a manufatura enxuta aparece como uma abordagem de gestão que tem proporcionado aumento de competitividade às organizações que dela fazem uso. O objetivo deste trabalho é identificar nas empresas da região de Bauru, localizada no interior do estado de São Paulo, quantas possuem práticas e ferramentas de manufatura enxuta implementadas, ainda que parcialmente, e verificar se as prioridades competitivas da produção destas empresas influenciam na adoção dessas práticas e ferramentas de manufatura enxuta. A pesquisa de cunho quantitativo desenvolveu-se a partir da realização de uma pesquisa survey junto às empresas da região de Bauru associadas ao CIESP (Centro das Indústrias do Estado de São Paulo) regional Bauru, com a utilização de um questionário de múltipla escolha, com escalas Likert, aplicado aos gestores da produção dessas empresas. Inicialmente, foi realizada uma revisão da literatura sobre manufatura enxuta e sobre as prioridades competitivas e, posteriormente, foram enviados os questionários para a obtenção de dados para as análises e conclusões deste trabalho. Técnicas estatísticas foram empregadas para a análise do relacionamento entre as empresas que adotam as práticas de manufatura enxuta e as prioridades competitivas. Dentre os principais resultados encontrados, destacam-se: (a) as empresas pesquisadas da região de Bauru possuem um baixo nível de implementação de ferramentas e práticas de manufatura enxuta implementadas; (b) as empresas pesquisadas da região de Bauru não possuem uma definição estratégica de prioridades competitivas para a criação de vantagens competitivas; (c) há uma tendência de que as empresas que foram consideradas como empresas “lean” valorizem mais as prioridades competitivas como um todo em relação às empresas “não lean”. (d) quanto mais lean é considerada a empresa, menor é a priorização do critério competitivo custo e maior é a priorização dos demais critérios que favorecem o fluxo contínuo de valor. Entretanto, surgem novas oportunidades de aprofundamento do assunto em pesquisas futuras.
Mostrar mais

105 Ler mais

Open O Modelo de Gestão da Toyota: uma análise do Lean Manufacturing ou Manufatura Enxuta baseada na Teoria Marxiana do Valor Trabalho

Open O Modelo de Gestão da Toyota: uma análise do Lean Manufacturing ou Manufatura Enxuta baseada na Teoria Marxiana do Valor Trabalho

Em primeiro lugar, foi feita uma introdução ao modelo de gestão baseado na manufatura enxuta, identificando sua origem e as causas principais de seu aparecimento. Em segundo lugar, aprofundamos os estudos da Teoria Econômica Marxiana, com ênfase no Livro II: O processo de circulação do Capital, parte primeira – As metamorfoses do capital e o ciclo delas –, capítulos V - "O tempo de Circulação" e VI - "Os custos de circulação" e parte segunda – A rotação do capital –, capítulos VII - "Tempo de rotação e número de rotações", VIII - "Capital fixo e capital circulante", IX - "Rotação do capital adiantado. Ciclo de Rotações", XII - "O período de trabalho", XIII - "O tempo de produção", XIV - "O tempo de circulação", XV - "Efeito do tempo de rotação sobre a magnitude do capital adiantado", XVI - "A rotação do capital adiantado" e XVI - "A rotação do capital variável"; e no Livro III: O processo global de produção capitalista, parte primeira – A transformação da mais-valia em lucro e da taxa de mais- valia em taxa de lucro –, capítulos I - "Preço de custo e lucro", II - "A taxa de lucro", III - "Relação entre a taxa de lucro e a de mais-valia", IV - "A rotação e a taxa de lucro" e V - "Economia no emprego de capital constante", e parte segunda – Conversão do lucro em lucro médio –, capítulo X - "Nivelamento, pela concorrência, da taxa de lucro médio. Preços e valores de Mercado. Superlucro" da obra "O Capital: crítica da economia política".
Mostrar mais

100 Ler mais

ALTERAÇÃO DE UM LAYOUT FUNCIONAL PARA LAYOUT CELULAR MOTIVADO PELOS FUNDAMENTOS DA MANUFATURA ENXUTA: ESTUDO DE CASO EM UMA INDÚSTRIA DE TRANSFORMADORES

ALTERAÇÃO DE UM LAYOUT FUNCIONAL PARA LAYOUT CELULAR MOTIVADO PELOS FUNDAMENTOS DA MANUFATURA ENXUTA: ESTUDO DE CASO EM UMA INDÚSTRIA DE TRANSFORMADORES

Visando manter seus clientes em um mercado tão acirrado e permanecer competitiva, uma indústria de transformadores, que é alvo do estudo deste trabalho, viu-se obrigada a repensar seu sistema produtivo de maneira a atender ao mercado e reverter um cenário de atrasos de pedidos e preços elevados, que nas condições atuais, não poderia mais existir. Para eliminar os atrasos de entrega é necessário reduzir o lead time (ciclo de realização de uma tarefa, trabalho, produto ou serviço), para reduzir custos é preciso minimizar os desperdícios (DE TREVILLE, 2014). A solução encontrada para alcançar estes objetivos foi uma alteração de layout, de um layout funcional para um layout celular, motivada pelos princípios da manufatura enxuta, ou lean manufacturing. Utilizando-se um layout de manufatura celular é possível estabelecer um fluxo contínuo, adotado no sistema de manufatura enxuta, capaz de proporcionar a redução de lead time necessária e ainda alcançar a redução de custo desejada (GUINATO, 2000).
Mostrar mais

14 Ler mais

Implementação da manufatura enxuta e os comportamentos das lideranças: uma pesquisa exploratória

Implementação da manufatura enxuta e os comportamentos das lideranças: uma pesquisa exploratória

Resumo: A implementação da Manufatura Enxuta ou Lean Manufacturing (LM) implica mudanças fundamentais nos sistemas gerenciais das empresas. Os líderes desempenham um papel crucial no estabelecimento dessa mudança enxuta, uma vez que são responsáveis por influenciar indivíduos e equipes na execução de objetivos estratégicos. Este artigo tem como objetivo analisar empiricamente a relação entre a orientação comportamental de líderes de diferentes níveis hierárquicos e o estágio do roteiro de implementação de LM, bem como analisar a influência das variáveis contextuais de liderança. O método de pesquisa proposto é composto por aspectos qualitativos e quantitativos, uma vez que combina os resultados de entrevistas semi-estruturadas com especialistas em LM e um levantamento com 225 líderes de diferentes empresas Brasileiras que estão passando por uma implementação de LM. Os resultados indicam que o contexto importa com relação à orientação do estilo de liderança ao longo do roteiro de imeplementação enxuta, embora nem todas as variáveis influenciem na mesma magnitude.
Mostrar mais

26 Ler mais

Avaliação da implantação da manufatura enxuta: uma análise dos anais do ENEGEP

Avaliação da implantação da manufatura enxuta: uma análise dos anais do ENEGEP

Resumo: Por meio de uma revisão bibliográfica dos Anais do Encontro Nacional de Engenharia de Produção (ENEGEP), nos últimos 10 anos de realização do evento, este artigo tem como objetivo identificar o perfil da pesquisa brasileira com relação a métodos que avaliam a implantação da Manufatura Enxuta (ME), propondo uma classificação para os métodos analisados. Foram identificados 28 artigos que tratam especificamente da avaliação da implantação da ME, o que corresponde a 16 métodos de avaliação, pois alguns destes foram encontrados em mais de um artigo. Os resultados mostram que o tipo de pesquisa mais utilizado é o estudo de caso. As práticas enxutas mais abordadas nos métodos são: Ferramentas da Qualidade, Equipes Multifuncionais, Troca Rápida de Ferramentas, Melhoria Contínua e Gestão Visual. A presença do pesquisador foi constatada em mais da metade dos estudos analisados e menos da metade apresentou o instrumento de coleta de dados completo. Além disso, a maior parte dos artigos avalia a ME na indústria, especificamente no chão de fábrica. Este artigo será útil tanto para pesquisadores quanto para profissionais da área de Engenharia de Produção interessados em avaliar o progresso da implantação da ME, pois apresenta o perfil de todos os métodos apresentados no ENEGEP, o que reflete o andamento da pesquisa brasileira sobre o assunto.
Mostrar mais

25 Ler mais

Desenvolvimento de indicadores da manufatura enxuta utilizando ferramentas de business intelligence : uma aplicação na manufatura de calçados

Desenvolvimento de indicadores da manufatura enxuta utilizando ferramentas de business intelligence : uma aplicação na manufatura de calçados

Nas últimas décadas, empresas do mundo inteiro têm implementado os conceitos da Manufatura Enxuta (ME) com objetivo estratégico para os negócios. Conforme a manufatura enxuta é implementada, surge também a necessidade de melhoria contínua, e conseqüentemente aparecem várias fontes e volume de dados histórico advindos do seu processamento. Quando esses dados históricos por qualquer motivo são descartados sem gerar indicadores, é desperdiçada a oportunidade de transformar os dados em informação estratégica. Esta situação expõe a necessidade de um adequado sistema de medição de desempenho da manufatura enxuta. Entendendo esta necessidade de monitoramento constante do desempenho da Manufatura Enxuta (ME) como um fator estratégico para as empresas obterem competitividade no mercado; este trabalho busca desenvolver através da Tecnologia da Informação (TI) e das ferramentas de Business Intelligence (BI) uma proposta de gerenciamento de indicadores de desempenho da Manufatura Enxuta (ME) presentes na produção de calçados, como uma alternativa para melhorar a tomada de decisão. Para o desenvolvimento do trabalho foi feita uma revisão da literatura de Manufatura Enxuta (ME), Sistemas de Informação (SI), Business Intelligence (BI), indicadores de desempenho e manufatura de calçados com base no conceito da Manufatura Enxuta (ME), que é a redução de custo pela total eliminação de desperdícios. Isto leva aos sete grupos de desperdício da Manufatura Enxuta (ME), que por sua vez, em conjunto com outros trabalhos publicados, servem de guia e foco para encontrar os indicadores. Com a definição dos indicadores e a estratégia de apontamento e carga dos dados, o próximo passo é uma modelagem e desenvolvimento da carga dos dados em formato dimensional, preparado para utilização de ferramentas de Business Intelligence (BI) como On-line Analytical Processing (OLAP). Por último a aplicação é testada numa indústria de calçados com a carga do indicador de perda por super produção. O resultado final do trabalho é uma série de análises das informações de perda por superprodução, assim como a contribuição do método proposto em termos de facilidade, flexibilidade e viabilidade para uso prático nas empresas.
Mostrar mais

162 Ler mais

Estratégia de produção e a abordagem da manufatura enxuta: estudos de caso no setor de autopeças brasileiro

Estratégia de produção e a abordagem da manufatura enxuta: estudos de caso no setor de autopeças brasileiro

Estratégia de produção e a abordagem da manufatura enxuta : estudos de caso no setor de autopeças brasileiro / Daniel França Lazarin.. Tese (Doutorado) -- Universidade Federal de São C[r]

253 Ler mais

Análise da relação entre manufatura enxuta e desempenho operacional de empresas do setor automotivo no Brasil

Análise da relação entre manufatura enxuta e desempenho operacional de empresas do setor automotivo no Brasil

Apesar de o Sistema Toyota de Produção ser debatido desde a década de 1950, por causa de sua evolução a partir das incorporações e adaptações das práticas ocidentais, a expressão “manufatura enxuta” ainda não apresenta uma clara definição conceitual (Shah & Ward, 2007; Pettersen, 2009). Por exemplo, Womack et al. (2004) afirmam, resu- midamente, que manufatura enxuta significa fazer mais com menos. Já Shah e Ward (2007) definem manufatura enxuta como um sistema sócio-técnico integrado, cuja finalidade primária é eliminar desperdícios pela concomitante redução ou minimização da variabilidade interna, de fornecedores e de clientes. Para Scherrer-Rathje, Boyle e Deflorin (2009), manufatura enxuta é uma filosofia que objetiva identificar e eliminar desperdícios em toda a cadeia de valor do negócio, e não somente internamente à organização.
Mostrar mais

14 Ler mais

Revisão sistemática da literatura com análise bibliométrica sobre estratégia e Manufatura Enxuta em segmentos da indústria.

Revisão sistemática da literatura com análise bibliométrica sobre estratégia e Manufatura Enxuta em segmentos da indústria.

Resumo: O processo produtivo das indústrias cada vez mais ganha importante participação na construção de benefícios competitivos às empresas. Considerando a importância da Estratégia de Produção alinhada às operações como prioridade para a conquista de resultados positivos, uma reflexão teórica por meio de pesquisa exploratória e bibliográfica busca analisar a Manufatura Enxuta como uma Estratégia viável às operações, e uma segunda etapa objetiva a identificação da Estratégia de Produção Enxuta adotada pelas empresas nos vários segmentos de atuação. A problemática está em identificar e, possivelmente, afirmar que a Manufatura Enxuta aborda e pode ser o modelo viável para a realização da Estratégia no processo de manufatura para as organizações e para as usinas de açúcar e etanol do segmento sucroenergético.
Mostrar mais

11 Ler mais

Manufatura Enxuta: uma revisão que classifica e analisa os trabalhos apontando perspectivas de pesquisas futuras.

Manufatura Enxuta: uma revisão que classifica e analisa os trabalhos apontando perspectivas de pesquisas futuras.

de cada cadeia de suprimentos. Essa argumentação é sustentada por estudos de caso nas indústrias de produtos mecânicos de precisão, tapeçaria e produtos eletrônicos, sendo que cada uma trabalha com uma abordagem. Yusuf & Adeleye (2002) comparam as Manufaturas Enxuta e Ágil por meio de um survey em indústrias inglesas. Esses autores concluem que em um ambiente em mudança crescente a Manufatura Enxuta está ameaçada, enquanto a Manufatura Ágil surge como uma forte opção. Stratton & Warburton (2003) trabalham com a integração de técnicas de fornecimento das Manufaturas Ágil e Enxuta na cadeia de suprimentos. Alguns autores relacionam a ME a indicadores de desempenho: Oliver et al. (1996) estudam a relação entre a Manufatura Enxuta e a performance das empresas, em um amplo estudo na indústria de componentes automotivos inglesa. Esses autores concluem que algumas práticas enxutas são necessárias, porém, não suficientes para a alta perfor- mance. De Toni & Tonchia (1996) mostram que a busca por excelência e as mudanças organizacionais requeridas pela Manufatura Enxuta levam a empresa à gestão por pro- cessos, a qual influencia o sistema de medida de perfor- mance organizacional. Já Sánchez & Pérez (2001) desenvolvem e testam um conjunto de indicadores de desempenho que avaliam as transformações de uma empresa rumo à Manufatura Enxuta. Esses autores também desenvolvem um estudo em empresas espanholas para mostrar quais desses indicadores são atualmente mais utilizados. Juliard (1997) demonstra em seu trabalho que os princípios da manufatura enxuta podem ser aplicados em grande variedade de situações e empresas. Porém, de acordo com Spear & Bowen (1999), poucas têm alcançado o sucesso da Toyota. De acordo com esses autores, isso ocorre porque alguns princípios não estão explícitos no Sistema Toyota de Produção. Esses princípios são chamados por esses autores de DNA do Sistema Toyota de Produção. Finalmente, Bicheno et al. (2001) desenvolvem um algoritmo de programação da produção, que leva em consideração vários capacitadores enxutos como o kanban, a manutenção produtiva total e a redução nos tempos de set up.
Mostrar mais

19 Ler mais

Proposta de implantação da manufatura enxuta em uma empresa do ramo moveleiro / Proposal for deployment of lean manufacturing in a company of furniture industry

Proposta de implantação da manufatura enxuta em uma empresa do ramo moveleiro / Proposal for deployment of lean manufacturing in a company of furniture industry

produção (PCP) foram conceituados, pois se tratam de assuntos essenciais para o entendimento dos fluxos de informações e análise dos processos utilizados. Para mapear os processos envolvidos na fabricação deste produto foi utilizada a ferramenta MFV, onde foram coletados dados desses processos envolvidos e identificados excessos de estoques, que para o cenário futuro propôs-se a utilização da ferramenta Kanban. Por meio dessa proposta obtiveram-se resultados importantes para a empresa, pois nos processos estudados mudam-se as programações da produção tornando a manufatura empurrada em uma manufatura enxuta. Pode-se concluir que essa proposta de aplicação proporcionou benefícios atrativos que mudam a gestão dos estoques e possibilita-se a redução dos estoques e o aproveitamento da área e do tempo produtivo.
Mostrar mais

14 Ler mais

Manufatura enxuta e desempenho de negócio

Manufatura enxuta e desempenho de negócio

Manufatura Enxuta (ME) é um conceito que nasceu com a implantação do Toyota Production System (TPS), quando a montadora japonesa, a partir da década de 1980, tornou-se referência mundial na aplicação desse tipo de gestão em razão do sucesso do modelo de produção adotado. Aplicada com sucesso em empresas de diversas áreas, a ME é estudada por pesquisadores no mundo todo, mas no Brasil ainda há necessidade de pesquisa sobre o assunto. Essa forma de gestão traz à discussão a busca da simplicidade, isto é, eliminação de desperdício, estabelecimento de fluxo nos processos e proximidade com cliente e mercado. Com base nesses elementos, o objetivo deste trabalho foi apresentar contribuições para elucidar a resposta à pergunta: o emprego do sistema de ME tem relação direta e positiva com o desempenho de negócio? Esta investigação buscou também contribuir para alargar o conhecimento sobre a ME e encontrar subsídios no ambiente corporativo para que se possam conhecer os possíveis impactos desse sistema de gestão no desempenho de negócio. Nesse sentido, pretendeu-se também verificar a necessidade de variáveis não-financeiras como intermediárias entre emprego de ME e desempenho de negócio. Para tanto, realizou-se um trabalho de pesquisa em duas etapas. A primeira etapa teve natureza exploratória, onde se buscou, por meio de entrevistas em profundidade com profissionais, determinar elementos para caracterizar a ME e também validar os indicadores não-financeiros e de desempenho de negócio utilizados no estudo. Na segunda etapa foi aplicada pesquisa de campo com questionários enviados a gestores envolvidos na gestão e implantação de elementos de ME. Os dados coletados na primeira etapa foram tratados pela análise de conteúdo e contribuíram para a constituição dos elementos caracterizadores
Mostrar mais

133 Ler mais

Na direção da manufatura enxuta através da J4000 e o LEM

Na direção da manufatura enxuta através da J4000 e o LEM

Como comentado anteriormente, a norma está composta de 52 elementos que ajudam na avaliação parcial ou integral de um ou mais aspectos da Manufatura Enxuta. Estes elementos se encontram classificados em seis categorias que ajudam a estruturar as dimensões nas quais a empresa deve encaminhar diagnósticos e iniciativas de melhoria para adequar-se aos princípios da manufatura enxuta. Estas áreas são: Administração / Responsabilidade, Pessoal, Informação, Fornecedor/ Organização/Cliente, Produto, Processo / Fluxo. Cada um dos elementos pode ser visto como um vetor de desempenho em si, mas poderá ser subdividido ou desdobrado em índices mais específicos de acordo com o tipo de empresa e os objetivos perseguidos por esta. Além disso, e em linhas gerais, cada vetor de desempenho pode ser associado a um ou mais ferramentas modernas da gestão industrial bem como a algumas metodologias ou filosofias em voga nos últimos anos. Nos próximos parágrafos serão comentados os fatores de desempenho associados a cada um das categorias e far-se-á comentários ao final de cada subseção a aplicação destas filosofias/metodologias para promover o desempenho para cada um desses vetores. Foram mantidos os números de referência utilizados na norma.
Mostrar mais

23 Ler mais

AUMENTO DA CAPACIDADE PRODUTIVA UTILIZANDO PRINCPIOS E 
    FERRAMENTAS DA MANUFATURA ENXUTA

AUMENTO DA CAPACIDADE PRODUTIVA UTILIZANDO PRINCPIOS E FERRAMENTAS DA MANUFATURA ENXUTA

O sucesso das organizações está diretamente ligado à sua competitividade, e em geral os custos operacionais que compõem o preço final dos produtos destas em- presas é um fator importantíssimo e preocupação constante para os gestores. Ao longo dos tempos a forma de produzir veículos automotores tem se aprimorado con- tinuamente e tem impactado diretamente a competividade das organizações. Este estudo refere-se à análise e aplicação de princípios e ferramentas do sistema de produção conhecida como Manufatura Enxuta para a identificação e redução de desperdícios que oneram os custos produtivos e para o aumento da capacidade produtiva em uma empresa do setor automobilístico. O principal objetivo deste traba- lho foi, através da execução de uma pesquisa aplicada em um estudo de caso, de- senvolver um método científico que pudesse trazer um ganho competitivo para a organização estudada. A aplicação do método proposto foi realizada em uma linha de produção que iria iniciar a produção de uma nova plataforma de produtos e havia a necessidade de se certificar a capacidade disponível de produção. Foi constatado que após aplicação do método foi identificado que a linha avaliada não dispunha da capacidade necessária para o novo modelo e após a aplicação do método proposto foi possível reduzir significativamente os desperdícios da linha analisada e aumentar a capacidade produtiva em 121%. Pode-se então afirmar que o método proposto poderá ser entendido por outras pessoas e aplicado em outras empresas do mesmo ou de outros segmentos que busquem melhorar os seus processos e aumentar a capacidade produtiva.
Mostrar mais

11 Ler mais

Metodologia para utilização de simulação em projetos de manufatura enxuta em engenharia de produção

Metodologia para utilização de simulação em projetos de manufatura enxuta em engenharia de produção

A busca pela competitividade no mercado atual tem forçado as empresas de manufatura a buscarem novas formas de administrar a produção, de maneira a se ter produtos com a qualidade desejada pelos clientes e a baixo custo. Os resultados alcançados pela Toyota, uma das maiores montadoras do mundo na atualidade e com rentabilidade e produtividade superiores a seus principais concorrentes, tem chamado a atenção das empresas, que passam a se referenciar no Sistema Toyota de Produção. Desenvolvido no pós-guerra, passou a ser conhecido também como Manufatura Enxuta, pois busca eliminar os desperdícios do sistema de produção. Mas muitas empresas não têm tido sucesso na implementação desta estratégia de produção, talvez por estar copiando para outro negócio, o que foi e é feito na fábrica da Toyota. Este trabalho busca apoiar as organizações na implementação da estratégia da manufatura enxuta, com o foco na simulação dos processos, reduzindo assim os custos relacionados à tentativa e erro, comum a este tipo de projeto. Não objetiva formalizar uma metodologia, mas facilitar aos gestores da produção, o uso da simulação como base para a tomada de decisão.
Mostrar mais

187 Ler mais

Métodos de avaliação da implantação da manufatura enxuta: uma revisão da literatura e classificação.

Métodos de avaliação da implantação da manufatura enxuta: uma revisão da literatura e classificação.

Resumo: Apesar da ampla literatura existente sobre Manufatura Enxuta (ME), pouco esforço tem sido dedicado a sintetizar o estado da arte sobre métodos que avaliam sua implantação. Nesse sentido, este artigo tem como objetivo apresentar uma revisão da literatura sobre métodos científicos de avaliação da implantação da ME, buscando identificar suas principais características. Foram identificados 48 artigos relacionados ao tema, no período de 1996 a agosto de 2012. Depois da revisão, as publicações foram classificadas, utilizando os seguintes parâmetros de caracterização: tipo de abordagem metodológica; foco de avaliação; forma de apresentação do diagnóstico; dinâmica de aplicação do diagnóstico de avaliação; práticas clássicas da ME avaliadas; entre outros parâmetros complementares. A principal contribuição desta pesquisa concentra-se em condensar em um único material, uma visão geral sobre os métodos de avaliação da ME para que pesquisadores e profissionais da área selecionem o método que melhor se adapte à realidade de determinada empresa, ou o que ofereça a melhor perspectiva de como se apresenta a implantação da ME. Palavras-chave: Manufatura enxuta. Método de avaliação. Implantação. Revisão.
Mostrar mais

23 Ler mais

Implementação dos conceitos de manufatura enxuta numa empresa de componentes de refrigeração

Implementação dos conceitos de manufatura enxuta numa empresa de componentes de refrigeração

A implementação dos conceitos de manufatura enxuta na empresa Refrex da Amazônia, inicialmente na linha 1, como linha piloto, foi uma tarefa complexa que exigiu bastante trabalho dos times de qualidade, engenharia, PCP, logistica interna e produção, além de uma interação bastante significativa com os funcionários do chão-de-fábrica, que adotaram os novos procedimentos e novas formas de trabalho a serem seguidas. Tudo isso no final resultou na otimização do processo de setup e o entendimento dos conceitos de manufatura enxuta, bem como a implementação da filosofia just in time e algumas ferramentas para gestão da qualidade tais como 5s, kanbam, kaizen e o SMED propriamente dito.
Mostrar mais

103 Ler mais

Show all 375 documents...