Métodos de integração no tempo

Top PDF Métodos de integração no tempo:

Integração de métodos para o uso eficiente de água em ambientes urbanos

Integração de métodos para o uso eficiente de água em ambientes urbanos

Para tornar o consumo de água menor, optou-se por um sistema capaz de ler a umidade do solo em tempo real, identificar a necessidade de irrigação e repor o menor volume de água possível para que não haja déficit hídrico. Para isso, as espécies vegetais do jardim foram agrupadas de acordo como suas respectivas demandas hídricas. Através dos dados meteorológicos e das características do solo, determinou-se as evapotranspirações das espécies mais sensíveis de cada grupo, assim como a irrigação real necessária. Após a instalação do sistema de irrigação, verificou-se a eficiência na dispersão da água e determinou-se a irrigação total necessária para cada grupo, que varia mensalmente e corresponde à lâmina de água suficiente para que a evapotranspiração não cause déficit hídrico nas plantas. Em seguida, foi feita a medição da vazão para cada grupo e determinou-se os respectivos tempos de funcionamento da bomba. Por fim, calibraram-se os sensores de cada grupo, ajustando o ponto limite de irrigação (PLI), valor limite de umidade que determina a necessidade da irrigação.
Show more

175 Read more

Integração dos requisitos temporais de um Kernel de tempo-real e de sua comunicação em redes.

Integração dos requisitos temporais de um Kernel de tempo-real e de sua comunicação em redes.

Um Object Adapter é um objeto CORBA que permite o acesso aos demais objetos. Ele permite que um ORB faça chamadas de métodos de objetos e também que crie e apague aquele objeto, bem como provê segurança para o ORB e mapeamento de referências de objetos para implementação. Ele permite também, que um ORB gere e utilize referências para esses objetos. O propósito é prover um outro nível de abstração, pois desta forma os ORBs podem interagir de um modo padrão com outros objetos CORBA em diferentes plataformas e redes.

166 Read more

Integração de métodos em quiminformática e biocalorimetria para o planejamento de...

Integração de métodos em quiminformática e biocalorimetria para o planejamento de...

Atualmente, estão reportadas na literatura apenas três classes de inibidores irreversíveis da GAPDH de T. cruzi: haloacetamida (iodoacetamida), haloácido (ácido iodo-acético) e p-nitrofenol éster-fosfonato. Nas duas primeiras classes, os compostos apresentam um átomo de iodo, que é um bom grupo abandonador, ligado no carbono alfa da carbonila. A estrutura cristalográfica desses inibidores complexados com a GAPDH foi obtida por Guido et al. [25,26] . A estrutura do inibidor ácido iodo-acético se liga covalentemente com a enzima através da cisteína catalítica (Cys166) [26] . Além disso, ele forma uma ligação de hidrogênio mediada pela água com o NAD + . Em outro trabalho, Castilho et al. sintetizaram uma série de compostos da classe p-nitrofenol éster-fosfonato que mimetizam o substrato G3P. Esses inibidores inibiram a GAPDH de T. cruzi de maneira tempo-dependente [8] . A enzima foi inibida seguindo uma cinética de pseudo-primeira ordem e o composto mais potente exibiu um k inat igual a 7000 M -1 m -1 .
Show more

154 Read more

Caraterização de estradas em tempo real através de métodos preditivos

Caraterização de estradas em tempo real através de métodos preditivos

O sistema VISTA (Visual Interactive System for Transport Algorithms) é uma ferramenta que permite simular o tráfego numa rede rodoviária. Foi desenvolvido em 2000 por A. Ziliaskopoulos e S. Waller, ambos da Northwestern University (Evanston), e destaca-se dos sistemas anteriores pelo âmbito de utilização e aplicação [ZW00]. Esta framework apresenta diversas aplicações na área de transportes, desde o planeamento, engenharia e nível operacional, tendo como fator de maior destaque a possibilidade da sua utilização através da Internet. Através do cliente Java ou da página web (com interfaces gráficas adequadas), o utilizador pode "executar todas as opera- ções GIS (geographic information system) básicas, tais como zooming, apresentação de diversas camadas, adicionar interseções, segmentos de ruas, controlos através de sinais, dispositivos ITS, etc."[CMZB05]. Assim, deixa de ser necessária a instalação do sistema num computador cliente, passando a estar acessível em qualquer altura e em qualquer lugar. Para além destas funcionalida- des, o utilizador tem ao seu dispor a possibilidade de executar módulos, aceder a grandes bases de dados e obter relatórios (incluindo gráficos) a partir da integração de informação espácio-temporal e dos modelos gerados. Este sistema resulta do melhoramento do DynaSMART no que se refere ao simulador de trânsito e ao algoritmo de equilíbrio (condutores).
Show more

105 Read more

Integração de métodos preditivos em sistemas de informação na Quidgest

Integração de métodos preditivos em sistemas de informação na Quidgest

Quidgest; reaproveitamento dos stored procedures desenvolvidos para os relatórios na criação de tabelas na base de dados, onde são armazenadas as análises anteriores; rapidez de execução, já que o SQL Server usa uma edição do R criada pela Microsoft, onde o código de algumas funções/packages do R foi otimizado, passando esses packages a serem escritos em C /C++ em vez de Fortran; Visualização dos resultados do tipo data frame na consola do SQL Server, permite verificar se existe algum erro inesperado. No entanto existem desvantagens tais como: não é possível verificar como estão os gráficos na consola do SQL Server, apenas nos relatórios, o que torna o processo de correção bastante mais demorado caso exista algum erro. Os gráficos não são interativos, o R Services apenas consegue mostrar ficheiros do tipo imagem (exemplo .jpeg), pelo que por vezes não é percetível qual o valor que as séries estão a assumir, necessitando de uma tabela auxiliar com os valores; o R Services não suporta múltiplas versões do R ao mesmo tempo, apenas uma. Caso exista a necessidade de mudança de versão, só é possível através da alteração da pasta do R Services manualmente; por vezes a instalação dos packages não é permitida, pelo que alguns packages têm de ser instalados por manualmente na pasta library do R Services; alguns packages não estão disponíveis.
Show more

63 Read more

Integração dos problemas de carregamento e roteamento de veículos com janela de tempo...

Integração dos problemas de carregamento e roteamento de veículos com janela de tempo...

Muito bons resultados para tais problemas, foram as implementações de busca tabu efetuadas por Taillard et al. (1997), Wasman e Osmam (1992) e Gendreau et al. (1994). Outra heurística que recentemente apresentou resultado muito próximo dos melhores até então obtidos, é uma modificação no método da varredura feita por Renaud e Boctor (2002). Este método foi inicialmente proposto por Wren e Holiday (1972) e Gillet e Miller (1974) com o foco no VRP original, mas nunca tinha sido aplicado, segundo Renaud e Boctor (2002), ao problema da definição da combinação e tamanho da frota. O problema, contudo é que o desempenho não é tão bom quanto nos métodos de inserção paralelos descritos anteriormente.
Show more

136 Read more

<b>Estudo sobre o trabalho e o tempo livre no capitalismo contemporâneo: uma abordagem empírica</b> - DOI: 10.4025/actascihumansoc.v31i2.4290

<b>Estudo sobre o trabalho e o tempo livre no capitalismo contemporâneo: uma abordagem empírica</b> - DOI: 10.4025/actascihumansoc.v31i2.4290

Os defensores da ordem tentam passar uma imagem de que o trabalho moderno é fonte de dignidade e, principalmente, de ‘socialização’. Mas o que pensar então sobre trabalhadores, professores em nosso caso, que, além de manterem as portas de suas salas constantemente fechadas, chegam a trancá-las para que não sejam perturbados pelas outras pessoas, justamente pela fonte de ‘socialização’. A loucura, pressão e intensidade do trabalho são tamanhas que é melhor ficar horas trancados numa sala do que serem ‘incomodados’ por seus próprios amigos.São exatamente aqueles que têm um trabalho não-estável – para quem o trabalho não representa mais do que um baixo salário no fim do mês – que não levaram em conta, no momento de ‘escolher’ sua profissão, o que muitos chamam de vocação ou de vontade. Simplesmente foi a primeira e/ou única oportunidade que surgiu e não puderam perdê-la. Assim, não gostam do trabalho, da função que executam, não foi isso que sonharam para si. Contudo, amparados por uma aparente sensação de segurança e de estabilidade no emprego (público principalmente) as pessoas acabam se conformando, adaptando-se às relações de trabalho e se acomodam pensando que sua vida, mesmo sendo insatisfatória, não poderia ser de outra forma. É como se fossem incorporadas e reprogramadas pelo sistema e, especificamente, pelo ‘mundo do trabalho’. Não se revoltam mesmo precisando, ou querendo, por exemplo, de mais férias ou mais tempo com a família e consigo.
Show more

9 Read more

Integração de gestão do desenvolvimento de produtos e gestão do design em empresas nascentes de base tecnológica

Integração de gestão do desenvolvimento de produtos e gestão do design em empresas nascentes de base tecnológica

A partir da década de 1990 quando qualidade, confiabilidade e preço perderam em parte sua força como fatores de diferenciação competitiva, a integração efetiva do design industrial no PDP recebeu maior atenção. Mais do que atividades discretas no processo de desenvolvimento, em alguns casos o design chegou a ocupar um papel central no PDP, como ocorreu no Japão com o desenvolvimento de produtos para mercados internacionais até então inexplorados pelas empresas (OHTANI, DUKE e OHTANI, 1997, p. 44). Neste período o designer industrial passou a exercer um papel nas etapas iniciais do PDP, mais precisamente como sintetizador na fase de desenvolvimento de conceitos (ROSENTHAL, 1992, p. 98).
Show more

164 Read more

Período 1 Troca de animais

Período 1 Troca de animais

Os métodos da bioacústica e de avaliação visual não apresentaram diferença (P>0,05), considerando-se as médias de tempo de pastejo, ruminação e ócio no período de oito a 16 horas. A bioacústica se caracteriza como metodologia de avaliação da atividade de comportamento de bovinos em pastejo pouco invasiva por permitir registrar as atividades realizadas pelos animais sem que eles sofram interferência em seu comportamento por ação do homem (Trindade et al., 2011). Ainda possui como características o baixo custo para execução (Nelson et al., 2005), a economia de mão de obra e a possibilidade de registros noturnos com maior facilidade.
Show more

8 Read more

UNIVERSIDADE FEDERAL DE JUIZ DE FORA CAEd - CENTRO DE POLÍTICAS PÚBLICAS E AVALIAÇÃO DA EDUCAÇÃO PROGRAMA DE PÓS-GRADUAÇÃO PROFISSIONAL EM GESTÃO E AVALIAÇÃO DA EDUCAÇÃO PÚBLICA

UNIVERSIDADE FEDERAL DE JUIZ DE FORA CAEd - CENTRO DE POLÍTICAS PÚBLICAS E AVALIAÇÃO DA EDUCAÇÃO PROGRAMA DE PÓS-GRADUAÇÃO PROFISSIONAL EM GESTÃO E AVALIAÇÃO DA EDUCAÇÃO PÚBLICA

Em 2012, quando a Secretaria de Educação do Estado do Rio de Janeiro aderiu ao programa do Governo Federal, Ensino Médio Inovador, foi proposto para a parte diversificada da matriz curricular um currículo comum que visa à busca pela identificação de características que contribuam para o aprendizado e que sejam importantes para o mercado de trabalho, o chamado Aprendizado Sócio-Emocional (SEL, na sigla em inglês), buscando ao mesmo tempo identificar comportamentos e atitudes dos alunos. Essa nova abordagem surge a partir de estudos realizados por pesquisadores de todo o mundo e sintetizados por Trilling & Fadel (2009). Tais comportamentos e atitudes são contemplados nos Quatro Pilares da Educação Unesco quando preveem o Aprender a conhecer, o Aprender a fazer, o Aprender a conviver e o Aprender a ser (SERPA, 2013). A escola piloto no estado do Rio de Janeiro (2013) tem como parceria o Instituto Ayrton Senna, a parceria contribui também na formação dos docentes com Metodologia de integração de áreas do conhecimento; desenvolvimento do protagonismo juvenil; desenvolvimento de habilidades cognitivas; fortalecimento da leitura e escrita; e utilização de tecnologias. Já são vinte e quatro unidades inauguradas no ano de 2014, com o propósito de transformar todo o Ensino Médio da Rede neste modelo até 2022.
Show more

103 Read more

JANAINA MOREIRA DE OLIVEIRA GOULART EMPREENDEDORISMO NA GESTÃO ESCOLAR NO MUNICÍPIO DE DUQUE DE CAXIASRJ

JANAINA MOREIRA DE OLIVEIRA GOULART EMPREENDEDORISMO NA GESTÃO ESCOLAR NO MUNICÍPIO DE DUQUE DE CAXIASRJ

(...) Então isso é um encaminhamento da questão do celular. Em longo prazo eu também já montei uma estratégia, que é o seguinte, o que eu já conversei com os professores, há muito tempo atrás o estado não tinha o controle da quantidade de alunos dentro de sala de aula, então se o diretor dissesse a minha sala cabem 50 alunos, o estado colocava 50 alunos lá dentro e cobrava da direção: Por que não tem esses 50 alunos? Como hoje nós temos um controle, e nós fazemos isso no final do ano de dizer para o estado que a capacidade da minha sala é “X”(...) Uma outra questão foi a mudança de horário desses alunos. O que acontecia nessa escola? Não se tinha todas as turmas em todos os horários, então era assim, 6º ano a tarde, 7º de manhã, 8º ano a tarde, 9º de manhã. (...) Você soltava quatro turmas de 40 alunos de 6º ano no mesmo horário para merendar, ninguém aguentava com eles, porque o 6º ano tem uma necessidade em correr (...) Então, você tem que visualizar o teu espaço junto ao que você tem (G1. Entrevista concedida em 04 de abril de 2015).
Show more

126 Read more

A GIDE NO CONTEXTO DE UMA ESCOLA DE ENSINO MÉDIO REGULAR NOTURNO NO RIO DE JANEIRO: UMA ANÁLISE DAS PRÁTICAS GESTORAS – Mestrado em Gestão e Avaliação da Educação Pública

A GIDE NO CONTEXTO DE UMA ESCOLA DE ENSINO MÉDIO REGULAR NOTURNO NO RIO DE JANEIRO: UMA ANÁLISE DAS PRÁTICAS GESTORAS – Mestrado em Gestão e Avaliação da Educação Pública

alunos que chegam à escola, mas que nela não permanecem. Esta pesquisa situacional deverá ocorrer através do controle diário de frequência mais efetivo das turmas pelos professores e também por meio da aplicação de questionário, trinta dias após o início das aulas para identificação das possíveis ou futuras causas para o abandono escolar. Se por ventura, nesse período de tempo, o aluno já tiver abandonado a escola, é necessário que ocorra uma comunicação com esse aluno que poderá acontecer, por exemplo: via contato telefônico ou solicitando o seu comparecimento através do apoio de amigos e vizinhos estudantes na escola para solicitar a presença do aluno na escola para um contato pessoal e desta forma saber as causas e verificar possíveis soluções para proporcionar o seu retorno. Esta responsabilidade deverá ser executada e compartilhada entre os professores, direção e o GTT.
Show more

123 Read more

EDUCAÇÃO HOSPITALARDOMICILIAR NO MUNICÍPIO DE JUIZ DE FORA- MINAS GERAIS

EDUCAÇÃO HOSPITALARDOMICILIAR NO MUNICÍPIO DE JUIZ DE FORA- MINAS GERAIS

Na tentativa de responder a esse questionamento foi levantada a hipótese de que o convênio entre as secretarias de saúde e de educação de Juiz de Fora; o estreitamento [r]

108 Read more

Integração entre pequenas e médias empresas de TI e o mercado de capitais / Integration between small and medium TI companies and the capital market

Integração entre pequenas e médias empresas de TI e o mercado de capitais / Integration between small and medium TI companies and the capital market

Este método é a linha do tempo do consórcio de ações previstas nominativas que permite planejar, negociar, apurar e avaliar a compra e venda de cotas de ações de 33 pequenas e médias empresas de TI, corretoras de valores e investidores a partir da antecipação da soma de 25% do ROI – retorno sobre investimento do projeto de software, obtida através da análise do demonstrativo financeiro em projeto de software em uma DRE – demonstração do resultado do exercício.

17 Read more

SIRLEI ADRIANI DOS SANTOS BAIMA ELISIÁRIO POLÍTICA ESTADUAL DE EDUCAÇÃO INTEGRAL PARA O ENSINO MÉDIO NO AMAZONAS: UM ESTUDO SOBRE A IMPLEMENTAÇÃO DO TEMPO INTEGRAL EM UMA ESCOLA DE MANAUS

SIRLEI ADRIANI DOS SANTOS BAIMA ELISIÁRIO POLÍTICA ESTADUAL DE EDUCAÇÃO INTEGRAL PARA O ENSINO MÉDIO NO AMAZONAS: UM ESTUDO SOBRE A IMPLEMENTAÇÃO DO TEMPO INTEGRAL EM UMA ESCOLA DE MANAUS

Os argumentos de alguns professores vão na contramão da real proposta da educação em tempo integral, cuja intenção não é oferecer mais do mesmo e sim disponibilizar às crianças e adolescentes atividades significativas, capazes de rearticular os saberes com os demais conhecimentos “para que não se engessem as opções num projeto educativo regulado por oportunidades limitadas” (GUARÁ, 2006, p. 20). Quanto a isso, Cavaliere (2014) argumenta a favor da necessidade de se amarrar a ampliação da jornada ao PPP; por sua vez, Padilha (2012), ao tratar da questão curricular, afirma que na educação integral o currículo “assume um caráter de processo a partir dos diferentes contextos”, visto que sua construção se dá nos diversos “espaços-tempos, escolares e não escolares” (PADILHA, 2012, p. 195). Dessa forma, os professores precisam repensar essas posturas tradicionais, nas quais o currículo é relacionado unicamente aos conteúdos disciplinares, de modo que um projeto educativo adequado a uma formação integral precisa ser permeado por diversos saberes preparando assim cidadãos nas suas diversas dimensões.
Show more

185 Read more

Integração dos elementos tempo/espaço e aprendizagem no cotidiano da sala de aula

Integração dos elementos tempo/espaço e aprendizagem no cotidiano da sala de aula

do Ciclo I, de duas escolas públicas da cidade de Curitiba. Foi possível observar que os procedimentos utilizados pelos educadores, tanto em sala de aula como fora dela, são atividades pontuais e partem das dificuldades em relação ao processo de aprendizagem dos alunos que as professoras observam. As colocações realizadas pelas profissionais e a literatura consultada demonstram que as discussões sobre a concepção de ciclo e a questão do tempo/espaço escolar como período de formação e a aprendizagem necessitam ser retomadas para que se alcance o objetivo da formação integral dos alunos.
Show more

14 Read more

Análise de índices lineares e não lineares de variabilidade da frequência cardíaca de portadores de doença pulmonar obstrutiva crônica

Análise de índices lineares e não lineares de variabilidade da frequência cardíaca de portadores de doença pulmonar obstrutiva crônica

Para análise da VFC, índices obtidos por meio de métodos lineares, no domínio do tempo e da freqüência, e métodos não-lineares podem ser utilizados [1].. Métodos lineares.[r]

129 Read more

Noções básicas de variabilidade da frequência cardíaca e sua aplicabilidade clínica.

Noções básicas de variabilidade da frequência cardíaca e sua aplicabilidade clínica.

As teorias dos sistemas não-lineares têm sido progressivamente aplicadas para interpretar, explicar e prever o comportamento dos fenômenos biológicos. Esses parâmetros têm se mostrado bons preditores de morbi- mortalidade no âmbito clínico, apesar da necessidade de aprofundamento científico, com amostras expressivas e acompanhamento prolongado. Tais estudos poderão ser úteis na investigação e no tratamento de cardiopatias [23]. Dentre os métodos não-lineares utilizados para análise da VFC, podemos citar: análise de flutuações depuradas de tendências, função de correlação, expoente de Hurst, dimensão fractal e o expoente de Lyapunov [4,23,29]. Fig. 3 – Análise espectral de frequências (Fast Fourier Transform)
Show more

13 Read more

Avaliação da efetividade de áreas protegidas : conceitos, métodos e desafios

Avaliação da efetividade de áreas protegidas : conceitos, métodos e desafios

Especificamente em relação aos principais métodos aplicados no Brasil, observa-se que em geral são avaliações baseadas principalmente em dados primários de alta subjetividade, coletados por meio de questionários aplicados por meio eletrônico ou por workshops, porém com relativa participação dos gestores e comunidade local na construção dos indicadores. Esses métodos também apresentam dificuldade em estabelecer correlação entre os indicadores mensuráveis e os não mensuráveis. Outra questão a considerar é a disponibilidade de recursos financeiros, que influencia diretamente a qualidade dos resultados para avaliação, devido à natureza altamente flexível na implementação das metodologias (STOLL- KLEEMANN, 2010).
Show more

16 Read more

Ecodoppler no Contexto da Realização de Exames Ecográficos – Normas de Orientação Clínica

Ecodoppler no Contexto da Realização de Exames Ecográficos – Normas de Orientação Clínica

c) A  avaliação  por  ecodoppler  destina‐se  a  quantificar  a  gravidade  da  doença  e  deve  incluir  a  avaliação  da  presença  ou  ausência  de  fluxo  e,  quando  o  fluxo  está[r]

7 Read more

Show all 10000 documents...