Produtos naturais

Top PDF Produtos naturais:

Produtos naturais aplicados para manejo de Meloidogyne incognita em tomateiros.

Produtos naturais aplicados para manejo de Meloidogyne incognita em tomateiros.

Os fertilizantes de plantas com efeito de indutores abióticos de resistência, principalmente os silicatados como exemplo do Rocksil e os industrializados à base de produtos naturais como o Neemseto, óleo a base de folhas de nim (Azadirachta indica A. Juss.); a Quitosana, polissacarídeo obtido a partir da carapaça dos crustáceos e, o Biopirol, extrato pirolenhoso, fração aquosa obtida na destilação do alcatrão de eucalipto; tem mostrado grande potencial no controle de doenças de hortaliças. Contra fitonematóides, a resistência induzida em plantas pode variar de acordo com a espécie e o estado nutricional do hospedeiro, tipo de indutor e patógeno envolvido (3). Em plantas resistentes a Meloidogyne spp., a formação do sítio de alimentação é inibida principalmente pela reação de hipersensibilidade ou pela degeneração precoce deste sítio (18). Baseado nisso, o objetivo deste trabalho foi avaliar, em casa de vegetação, o controle da meloidoginose em tomateiro orgânico, com a da utilização de diferentes produtos naturais, além de, estudar o efeito desses produtos, em diferentes dosagens e épocas de aplicação.
Mostrar mais

5 Ler mais

Caraterização Química de Produtos Naturais de Plantas Medicinais de Angola

Caraterização Química de Produtos Naturais de Plantas Medicinais de Angola

Atualmente, com o avanço científico e tecnológico, observa-se um desenvolvimento considerável de métodos e equipamentos de análise. A química de produtos naturais progrediu consideravelmente com a ajuda destas ferramentas analíticas modernas, tornando- se crescente o número de trabalhos fitoquímicos envolvendo a procura de produtos naturais bioativos (Pinto et al., 2002). O isolamento e purificação de compostos naturais pode ser realizado através de diversas técnicas, tais como a cromatografia em coluna (CC), cromatografia em coluna a baixa pressão (LPLC), cromatografia a alta pressão (HPLC) e cromatografia em camada fina (Sarker et al., 2006). As técnicas para a caraterização de compostos naturais mais utilizados são a ressonância magnética nuclear (RMN), espectrometria de massa (MS), espetroscopia de infravermelho (IV), ultravioleta (UV-VIS), atividade ótica e ponto de fusão. A difração de raio X de monocristal também é um método muito usado para a caraterização de compostos naturais, sempre que se obtenham compostos cristalinos (Cseke et al., 2006; Sarker et al., 2006).
Mostrar mais

186 Ler mais

Controle de formigas cortadeiras (Hymenoptera: Formicidae) com produtos naturais

Controle de formigas cortadeiras (Hymenoptera: Formicidae) com produtos naturais

As formigas cortadeiras pertencem aos gêneros Atta e Acromyrmex causam perdas consideráveis a uma grande variedade de plantas e são consideradas importantes pragas em áreas cultivadas. Como conseqüência, há uma grande procura por métodos alternativos para o seu controle, buscando produtos que apresentem rápida degradação, grande especificidade e que sejam menos danosos ao ambiente. Os produtos naturais das plantas superiores podem representar um método alternativo para o controle dessas formigas e, especialmente, as plantas tropicais têm mostrado ser uma fonte rica de substâncias biologicamente ativas. O presente trabalho teve por objetivo avaliar a eficiência dos óleos brutos de Carapa guianensis Aubl. (andiroba), Elaeis guineensis Jacq. (dendê), Sesamum indicum L. (gergelim), Ricinus communis L. (mamona), Azadirachta indica Juss (nim), Theobroma cacao L. (cacau), Anacardium occidentale L. (caju) e dos extratos de Anacardium occidentale no controle de formigas cortadeiras, utilizando como alvo a espécie Atta sexdens rubropilosa.
Mostrar mais

125 Ler mais

Produtos naturais de algas marinhas e seu potencial antioxidante.

Produtos naturais de algas marinhas e seu potencial antioxidante.

RESUMO: Os radicais livres e outros derivados ativos do oxigênio são inevitavelmente co- produzidos em algumas reações biológicas e exercem papel fi siológico importante. No entanto, essas espécies reativas têm sido descritas como fatores que participam diretamente dos mecanismos fi siopatológicos relacionados com a continuidade e as complicações de diversos estados patológicos como a aterosclerose, a diabetes, o câncer, a artrite reumatóide, entre outros. Dessa forma, a terapia antioxidante preveniria o desenvolvimento e a progressão dessas complicações. As algas marinhas representam uma importante fonte de substâncias antioxidantes naturais, uma vez que têm sistemas de defesas antioxidantes bem desenvolvidos. O presente trabalho é uma compilação das pesquisas realizadas sobre a atividade antioxidante de produtos naturais marinhos e extratos de algas marinhas bentônicas.
Mostrar mais

9 Ler mais

Produtos naturais aplicados a doenças  : prospecção tecnológica

Produtos naturais aplicados a doenças : prospecção tecnológica

A utilização de produtos naturais é uma alternativa inovadora para a pesquisa e desenvolvimento de novos fármacos direcionados para o tratamento de doenças tropicais negligenciadas. Estas correspondem a um grupo de enfermidades que possuem elevados índices de prevalência em países emergentes nos quais as condições sanitárias e de saúde são precárias contribuindo assim, para os elevados padrões de morbimortalidade associados a esse grupo de doenças. Nesta perspectiva o desenvolvimento de novos protótipos farmacêuticos a base de produtos naturais é importante pois, contribui para o tratamento dessas enfermidades. Esta prospecção teve por objetivo realizar uma busca de anterioridade e apresentar uma visão geral do estado atual do desenvolvimento científico e tecnológico relacionado ao uso de produtos naturais com aplicações em doenças negligenciadas. Para tanto a prospecção foi realizada no banco de dados do Instituto Nacional de Propriedade Industrial, European Patent Office, United States Patent and Trademark Office e World Intellectual Property Organization. Foi verificado que é extensa a utilização de produtos naturais, mas, quando estes são aplicados a doenças negligenciadas é observada uma grande lacuna que pode ser preenchida com pesquisas que podem servir de ferramenta para o desenvolvimento tecnológico de fitomedicamentos direcionados para o tratamento dessas enfermidades.
Mostrar mais

6 Ler mais

Qualidade de rosas de corte tratadas com produtos naturais.

Qualidade de rosas de corte tratadas com produtos naturais.

O uso de produtos naturais como conservantes florais vem contribuir para a redução do uso indiscriminado de produtos químicos potencialmente tóxicos. Assim, objetivou- se neste trabalho testar soluções para manter a qualidade e aumentar a durabilidade comercial de rosas vermelhas cortadas da cv. ‘Vega’. Foi empregado o delineamento inteiramente casualizado, em esquema fatorial composto por seis tratamentos pós-colheita e quatro datas de avaliação. Os tratamentos realizados foram os seguintes: 1) Água destilada; 2) Metil jasmonato (350  M); aplicado na forma de pulsing, por quatro horas; 3) Pulverização de Metil jasmonato (500  M); 4) Óleo de menta (100ppm); 5) Óleo de gengibre (100ppm); e 6) Própolis (0,05%), utilizados na forma de solução de manutenção. As flores foram mantidas em ambiente com temperatura de 20±2ºC e umidade relativa de 67±3%. Procedeu-se a avaliações fisiológicas e qualitativas. De modo geral, os produtos naturais apresentaram ação benéfica sobre a vida de vaso das flores, entretanto, o uso do metil jasmonato em pulverização mostrou, em todos os parâmetros avaliados, ser o produto mais eficiente para manutenção da qualidade floral, promovendo menor perda de massa fresca e menor taxa respiratória das flores, além de permitir melhoria na manutenção da coloração, do conteúdo relativo de água e de carboidratos redutores.
Mostrar mais

8 Ler mais

Uso de produtos naturais para o tratamento de doenças infecciosas : prospecção tecnológica

Uso de produtos naturais para o tratamento de doenças infecciosas : prospecção tecnológica

Diante disso, a Organização Mundial de Saúde (OMS), prediz que as doenças infecciosas são responsáveis por aproximadamente um terço das causas de morbilidade e mortalidade no mundo. As opções terapêuticas são insuficientes e apresentam uma série de problemas, tais como baixa eficácia e elevada toxicidade, o processo de desenvolvimento de fármacos dessas patologias são complexos, longos, de alto custo e se encontrarem ligadas às inovações científicas e tecnológicas, é destacada a importância de estudos com produtos naturais como fonte de fármacos para essas patologias (GUIDO; OLIVA; ANDRICOPULO, 2008).
Mostrar mais

8 Ler mais

Produtos naturais marinhos: isolamento e identificação de metabólitos inéditos a...

Produtos naturais marinhos: isolamento e identificação de metabólitos inéditos a...

Em relação ao Brasil, os estudos referentes aos produtos naturais marinhos iniciaram-se na década de 1960, a partir de invertebrados marinhos. Durante algumas décadas, a pesquisa foi apenas direcionada ao estudo químico de esponjas e ascídias (Berlinck et al., 2004). Há dez anos, Berlinck e colaboradores (2004) incentivavam a pesquisa em produtos naturais no Brasil, visto seus 8000 quilômetros de costa marinha até então pouco explorados. Neste período, diversos grupos de pesquisa foram nucleados visando o isolamento de novas substâncias e a exploração dos potenciais biológicos e bioquímicos. Atualmente, o Brasil conta co mais de 20 grupos de pesquisa em produtos naturais de origem marinha registrados no Conselho Nacional de Pesquisa (CNPq).
Mostrar mais

33 Ler mais

Uso de produtos naturais como coadjuvante no tratamento da doença periodontal.

Uso de produtos naturais como coadjuvante no tratamento da doença periodontal.

RESUMO: A doença periodontal (DP) é descrita como um conjunto de processos inlamatórios e infecciosos que acomete os tecidos periodontais, de etiologia multifatorial, localização sítio- dependente e considerada pela Organização Mundial de Saúde como uma das duas principais enfermidades de risco para a saúde bucal. Desencadeada e perpetuada por bactérias anaeróbias Gram-negativas, cuja resistência a antibioticoterapia convencional e a antissépticos bucais exigem a busca por novos métodos coadjuvantes ao tratamento clínico (raspagem e alisamento radicular) da DP. Neste enfoque, o uso de produtos naturais poderia ser muito promissor. O objetivo do trabalho foi realizar uma revisão bibliográica sobre o tema: utilização de produtos naturais no controle químico do crescimento do bioilme dental subgengival. O trabalho mostrou que este novo conceito de tratamento a base de produtos naturais, merece uma atenção especial, desde que o Brasil é detentor de uma rica biodiversidade e já que diversos trabalhos cientíicos indicam uma atividade antimicrobiana in vitro em ensaios laboratoriais utilizando produtos naturais. Assim, métodos de tratamento da doença periodontal eicazes e acessíveis à população poderiam modiicar o quadro atual em que se encontra a saúde bucal dos brasileiros no cenário internacional.
Mostrar mais

6 Ler mais

Produtos naturais marinhos: identificação de metabólitos fenólicos halogenados na...

Produtos naturais marinhos: identificação de metabólitos fenólicos halogenados na...

de FELÍCIO, R. Produtos naturais marinhos: identificação de metabólitos fenólicos halogenados na macroalga Bostrychia tenella (Rhodomelaceae, Rhodophyta) e potencial biológico de micro-organismos endofíticos associados. 2010. 207f. Dissertação (Mestrado) – Faculdade de Ciências Farmacêuticas de Ribeirão Preto, Universidade de São Paulo, Ribeirão Preto, 2010. O ambiente marinho desponta como uma fonte natural importante devido à sua fantástica diversidade orgânica, que permanece praticamente inexplorada. Abordagens químicas e biológicas de organismos marinhos, atualmente, representam uma área de pesquisa ampla e promissora, visto a constante descoberta de diversos metabólitos com propriedades medicinais variadas, além de um arsenal metabólico praticamente ilimitado. Algas vermelhas, com destaque para a família Rhodomelaceae, são exímias produtoras de metabólitos halogenados aos quais são atribuídos importantes atividades biológicas. Micro-organismos marinhos e/ou endofíticos são apontados como os alvos mais promissores para descoberta de novos fármacos. Neste contexto, o presente trabalho descreve a identificação de metabólitos secundários da macroalga Bostrychia tenella (Rhodomelaceae, Rhodophyta), a qual possui poucos relatos na literatura a respeito de seu metabolismo secundário, bem como o potencial biológico de micro-organismos endofíticos associados a esta espécie. O estudo químico da espécie B. tenella coletada nos costões rochosos da Praia da Fortaleza (Ubatuba-SP) proporcionou a identificação, por meio de análises via CG-EM (fração acetato), de 63 metabólitos dos quais 39 são substâncias apolares de cadeias carbônicas longas (ex. ácidos graxos e ésteres, esteróides, dentre outros) e 24 são metabólitos fenólicos, incluindo 17 halofenóis clorados, bromados e iodados. Destas 24 substâncias
Mostrar mais

247 Ler mais

Produtos Naturais na Descoberta de Fármacos

Produtos Naturais na Descoberta de Fármacos

Relativamente aos fármacos nos seus primórdios, os produtos naturais foram a fonte da maioria das substâncias ativas dos medicamentos. Antes do aparecimento de técnicas de síntese mais avançadas e da era pós-genómica, mais de 80% das substâncias medicamentosas eram produtos naturais ou análogos inspirados em produtos naturais. Tal facto justifica-se em parte, devido à enorme diversidade estrutural e química dos produtos naturais e às suas incríveis propriedades moleculares e farmacológicas, o que provocou um reaparecimento do uso de produtos naturais nos anos 1990 e 2000. Uma análise às fontes de novos fármacos entre os anos 1994 e 2007, permite constatar que quase metade compostos aprovados foram baseados em produtos naturais (Harvey, 2008).
Mostrar mais

53 Ler mais

Avaliação do efeito de moduladores epigenéticos na biossíntese de produtos naturais...

Avaliação do efeito de moduladores epigenéticos na biossíntese de produtos naturais...

fungos responderam ao tratamento com a produção de novos produtos naturais. Além disso, o cultivo de linhagens selecionadas em vários tipos de meios de cultura confirmou que muitos dos novos metabólitos foram exclusivamente obtidos quando os fungos foram tratados com moduladores epigenéticos. Destas linhagens, duas culturas foram estudadas com mais detalhes. A adição de 5-azacitidina (X) à cultura de Cladosporium cladosporioides estimulou a produção de várias oxilipinas (XVII- XIX), enquanto o tratamento com ácido hidroxâmico suberoilanilida (SAHA) (XIV) resultou em duas outras novas perilenequinonas, cladocromas, juntamente com quatro outras cladodromas conhecidas (XX-XXVI). O segundo fungo testado foi a linhagem do gênero Diatrype tratado com 5-azacitidina (X), resultando na produção de dois novos policetídeos glicosilados (XXVII-XXVIII) (Figura 5) (WILLIAMS et al., 2008).
Mostrar mais

32 Ler mais

AVALIAÇÃO DA ATIVIDADE ANTIRRETROVIRAL DE PRODUTOS NATURAIS

AVALIAÇÃO DA ATIVIDADE ANTIRRETROVIRAL DE PRODUTOS NATURAIS

Este trabalho objetivou avaliar a atividade antirretroviral de produtos naturais. Inicialmente implementamos o cultivo celular para realização de testes de citotoxicidade e alguns dos testes de atividade antiviral. Foram selecionados, baseados em dados pré-existentes na literatura de atividade antiviral no gênero ou família em estudo e ainda em uma abordagem quimiotaxonômica, 39 extratos (de 12 famílias de plantas e quatro famílias de algas brasileiras) e 11 substâncias puras do grupo das quinonas e dos terpenos. Todos foram avaliados quanto à citotoxicidade a fim de encontrarmos uma dose com baixa citotoxicidade para os testes antivirais ( 50%). A citotoxicidade foi avaliada pelos métodos de exclusão do Azul de Tripan e redução do MTT. A avaliação da atividade antiviral foi feita por duas metodologias: pesquisa da inibição de efeitos citopáticos (ECPs) característicos de retrovírus (sincício e lise) utilizando-se o vírus maedi visna que é um modelo in vitro e in vivo do HIV e inibição da transcriptase reversa (TR) do HIV-1. A atividade da TR do HIV-1 foi medida por um método colorimétrico quantitativo imunoenzimático (Reverse Transcriptase Assay, Roche , Germany). Foi inicialmente testado um extrato de cada espécie de planta quanto à potencial atividade antiviral e quando o mesmo mostrava alguma atividade os outros extratos da mesma espécie eram testados. O efavirenz foi utilizado como controle antiviral e apresentou 75 e 98% de inibição do ECP e da TR, respectivamente, em uma concentração de 1 µg/mL. Dentre as substâncias puras os melhores resultados encontrados foram os das emotinas D e F que além de inibirem os ECPs em 37,5 e 25%, apresentaram 24,4 e 20,5% de inibição da TR, respectivamente, a 1 µg/mL. Entre as plantas testadas encontramos sete com atividade inibidora da TR do HIV-1. Entre estas encontramos uma planta cuja atividade foi muito elevada no extrato bruto quando comparada ao controle efavirenz e tem se mostrado ainda maior nas frações isoladas. Os extratos brutos das folhas (50 µg/mL) e da casca do caule (100 µg/mL) apresentaram 98 e 67% de inibição da TR, respectivamente. E as frações acetato (50 µg/mL) e clorofórmio (100 µg/mL) deste último, 95 e 89% de inibição, respectivamente. Nossos resultados sugerem que temos fortes candidatos para o combate ao HIV que podem se apresentar como uma rica fonte de substâncias inibidoras da TR.
Mostrar mais

145 Ler mais

USO DE PRODUTOS NATURAIS COM FINS TERAPÊUTICOS

USO DE PRODUTOS NATURAIS COM FINS TERAPÊUTICOS

A literatura tem demonstrado que, no tratamento de doenças infantis, o uso de produtos naturais é particularmente adequado. Entendemos útil dispor de agentes terapêuticos cuja via de metabolização seja mais conhecida. O amplo índice terapêutico de muitos fitoterápicos e a sua tolerância criam boas perspetivas para a infância. Sendo considerada uma terapêutica segura, têm sido relatados efeitos adversos e interações decorrentes da administração simultânea de preparações à base de plantas e medicamentos convencionais (Izzo, 2005; Cunha, Ribeiro & Roque, 2009). O presente estudo tem como objetivos conhecer a utilização de produtos naturais com fins terapêuticos em crianças e jovens, inscritos na consulta de pediatria da Unidade Local de Saúde do Nordeste (ULSN), e verificar se o recurso a esses produtos se deve ao aconselhamento de um profissional de saúde ou ao conhecimento empírico. Foram inquiridos todos os pais que acompanhavam os filhos na 1ª consulta da especialidade, entre março e agosto de 2013, utilizando como instrumento de recolha de dados um questionário, elaborado par o efeito. Verificou-se que o uso de fitoterapia e de produtos naturais em pediatria não é muito frequente nos inquiridos em estudo. Nos casos em que ocorreu, a sua utilização fez-se por livre iniciativa e conhecimento empírico e, nem sempre, com indicações terapêuticas adequadas. Concluiu- se pela necessidade de mais informação sobre esta temática, de forma a contribuir para uma mais efetiva, correta e responsável utilização destes produtos.
Mostrar mais

22 Ler mais

Avaliação de produtos naturais no controle de biofilmes formados em sistema dinâmico

Avaliação de produtos naturais no controle de biofilmes formados em sistema dinâmico

De acordo com Dunne (2002) existem dois tipos de forças de adesão envolvidas no processo de formação do biofilme: a primeira ocorre quando há a adesão dos microrganismos ao substrato e[r]

90 Ler mais

Produtos naturais para o controle do ácaro Varroa destructor em abelhas africanizadas.

Produtos naturais para o controle do ácaro Varroa destructor em abelhas africanizadas.

Resumo – O objetivo deste trabalho foi avaliar os efeitos do ácido oxálico e de óleos essenciais de plantas no controle da infestação pelo ácaro Varroa destructor em colônias de Apis mellifera africanizadas. O experimento foi realizado em delineamento inteiramente casualizado, em 30 colônias, com seis tratamentos e cinco repetições. As colmeias foram tratadas com óleos essenciais de arruda (Ruta graveolens), eucalipto (Eucalyptus spp.) e hortelã (Mentha piperita), além de timol, ácido oxálico e do tratamento controle sem aplicação de produtos. Foram avaliadas a mortalidade de varroas e as taxas de mortalidade de crias e de infestação de varroas em crias e em abelhas adultas, antes e depois da aplicação de cada produto. O ácido oxálico e os óleos de arruda, timol, eucalipto e de hortelã reduziram a mortalidade de crias parasitadas pelo ácaro em 92,1, 83,3, 81,7, 86,4 e 81,3%, respectivamente. O tratamento com ácido oxálico reduziu em 87,4% a infestação de varroas em abelhas adultas. O uso desses produtos é eiciente na redução da mortalidade de crias de A. mellifera parasitadas por V. destructor.
Mostrar mais

7 Ler mais

Open Estudos in silico com alcaloides oriundos de produtos naturais

Open Estudos in silico com alcaloides oriundos de produtos naturais

In some studies the NMR chemical shift of each atom, which is common for all compounds (analogous set), is used directly as a descriptor, and in other studies a combination of [r]

154 Ler mais

Produtos naturais à base de plantas na prevenção e melhoria do fotoenvelhecimento cutâneo

Produtos naturais à base de plantas na prevenção e melhoria do fotoenvelhecimento cutâneo

Contemplando todas as mais-valias que os flavonoides nos podem trazer para a saúde e para a prevenção do envelhecimento do nosso maior órgão, a pele, em especial o causado pelo sol é, [r]

66 Ler mais

Show all 7572 documents...