Relatório de estágio

Top PDF Relatório de estágio:

Relatório de Estágio

Relatório de Estágio

Neste relatório de estágio, a pergunta de partida incide sobre o posicionamento dos Armazéns do Chiado e de que forma este é envolvido com a estratégia de Marketing do centro comercial, de forma a criar uma ligação com os consumidores. Ao saber que esta questão recai sobre uma entidade comercial, as respostas serão encontradas internamente e um dos caminhos a percorrer será através de pesquisa documental cedida pelo centro comercial. O estudo das imagens, a forma como comunicam para o exterior e os conceitos de posicionamento, bem como todos os estudos e planos que fazem antes de aplicar as suas estratégias, são meios para poder desenhar uma resposta às questões de partida do relatório de estágio. As informações cedidas internamente são fidedignas de analisar, permitindo ganhar um maior entendimento das estratégias de Marketing utilizadas nos Armazéns do Chiado, seguindo a sua linha de pensamento e assim diminuir a margem de erro das conclusões retiradas. A pesquisa documental é um processo metodológico centrado em fontes escritas, em documentos que comprovem e nos elucidem sobre determinada resposta que procuramos nestas fontes de informação mas a presença diária no departamento de Marketing do centro comercial foi fundamental para fortalecer as respostas às perguntas de partida do relatório de estágio.
Mostrar mais

74 Ler mais

Relatório de Estágio Pedagógico

Relatório de Estágio Pedagógico

Este relatório de estágio é realizado no âmbito da unidade curricular de Estágio Pedagógico e Relatório Final, do 2º ano do Mestrado em Ensino de Educação Física nos Ensino[r]

59 Ler mais

Relatório de Estágio

Relatório de Estágio

Assim, no sentido de optimizar a utilização deste parque de máquinas, em particular da frota de tractores, estudaram-se como soluções alternativas: adaptar o plano cultural ao parque d[r]

102 Ler mais

Relatório de Estágio

Relatório de Estágio

A situação de emergência em pediatria envolve-se de factores com elevado grau de complexidade, não só para a criança mas também para a sua família e para os profissionais de saúde que têm uma actuação directa, nomeadamente os enfermeiros. Este relatório é o culminar do percurso de desenvolvimento de competências na área de especialização em enfermagem de saúde infantil e pediatria e teve como metodologia o projecto. A problemática decorreu de uma análise das práticas de enfermagem no Hospital CUF Descobertas, verificando-se dificuldades na formação e no treino periódico dos enfermeiros relativamente à sua actuação à criança e família em situação de emergência. Após o conhecimento e a síntese de conceitos durante o percurso de desenvolvimento de competências, baseados no Modelo dos Sistemas de Betty Neuman, foi criado um programa de formação para enfermeiros, seguindo as linhas de orientação do Conselho Europeu de Ressuscitação, englobando a aquisição de conhecimentos e habilidades em suporte básico e avançado de vida pediátrico, conhecimento do carro de emergência, gestão emocional da família e do próprio enfermeiro, durante e após a experiência destas situações. Palavras-chave: Situações de Emergência Pediátricas; Modelo dos Sistemas de Betty Neuman; Gestão Emocional da Família; Gestão Emocional do Enfermeiro.
Mostrar mais

93 Ler mais

Relatório de Estágio

Relatório de Estágio

Nas paredes exteriores em alvenaria de tijolo ou betão será colocado um isolamento térmico com placas de poliestireno expandido moldado de 40 mm, pela face exter[r]

298 Ler mais

Relatório de Estágio Vanda Santos

Relatório de Estágio Vanda Santos

Depois deste dia de estágio tão agitado, fui para casa refletir sobre o que me tinha acontecido e acabei por concluir que: primeiro devemos estar preparados para resolver qualquer ocasião imprevista que ocorra em sala de aula e com isto, penso que deveríamos ter algumas noções de primeiros socorros e principalmente há que manter a calma e atuar de uma forma racional. Jolin & Petit (1987, pp. 13-14) afirmam que “se se conhecesse melhor a conduta a adotar numa determinada situação, as pessoas poderiam ficar menos nervosas, mas poderiam agir com eficácia enquanto esperavam a chegada de socorro ou de ajuda médica”. Em segundo lugar não esperava que uma criança caísse inconsciente no meu colo enquanto eu estava a ensinar-lhe algo; em terceiro lugar, percebi que quando for mãe, não hei-de sair de casa sem primeiro me certificar de que os meus filhos tomem o pequeno-almoço, visto ser considerada a refeição mais importante do dia.
Mostrar mais

240 Ler mais

Relatório de Estágio

Relatório de Estágio

Importa agora analisar com mais detalhe o estágio na UCIP, já que é o contexto da minha atividade profissional e onde foram mobilizadas estratégias para promover a implementação de cuidados de qualidade com vista à segurança. Como referido no enquadramento conceptual, as UCIP são ambientes potencialmente perigosos, já que existe uma conjugação dos fatores ambientais com os fatores relacionados com o tipo de população. Decorrente deste facto, uma das atividades desenvolvidas passou pelo levantamento dos constrangimentos em matéria de segurança no âmbito dos cuidados intensivos pediátricos e que vão ao encontro do que é descrito na evidência (Thompson, 2008 e Fragata, 2011). Nesta unidade a maioria das crianças ou jovens internados, seja pela idade ou situação clínica, não tem capacidade para compreender o ambiente envolvente ou comunicar adequadamente, o que reduz a possibilidade de ser detetado um eventual erro. Concomitantemente, o facto da admissão ser realizada muitas vezes em situação de urgência, leva a que a identificação das crianças/dos jovens com a respetiva pulseira seja ainda uma prática muitas vezes esquecida. A gravidade da situação clínica e consequente dependência tecnológica também expõem a criança/o jovem aos perigos associados aos equipamentos e terapêuticas mais invasivas e a presença de doentes com uma faixa etária alargada (com diferentes características físicas e necessidades de materiais apropriados diversos) aumenta igualmente o risco de erro. Relativamente aos pais, estes encontram-se habitualmente numa situação de stresse e foco na estabilidade do filho, não estando tão despertos para as questões de segurança. Por fim, o trabalho por turnos, aliado à sobrecarga de trabalho relacionada com a escassez de recursos humanos, aumenta bastante a probabilidade de incidência de erros.
Mostrar mais

186 Ler mais

Relatório de Estágio

Relatório de Estágio

A escolha do SIP para a realização do estágio clínico sustentou-se no facto de estar integrado no hospital onde desempenho funções, fazendo parte do circuito perioperatório da criança intervencionada em regime de ambulatório. Uma outra razão para selecionar este serviço como local de estágio assentou na possibilidade de prestar cuidados de enfermagem ao cliente com patologias do foro médico e cirúrgico, permitindo um amplo leque de aprendizagens e experiências. Para este local de estágio defini como objetivo “Desenvolver competências de Enfermeira Especialista em Enfermagem de Saúde da Criança e do Jovem na prestação de cuidados específicos em resposta às necessidades do ciclo de vida e de desenvolvimento do cliente ”.
Mostrar mais

169 Ler mais

Relatório de Estágio

Relatório de Estágio

Na UP colaborei na realização de uma sessão de educação para a saúde a um grupo de pais inserida no projeto “vida saudável” do serviço de UP sobre o aleitamento materno e alimentação saudável, no IP desenvolvi um manual de aleitamento materno baseado nas diretrizes da UNICEF no sentido de promover as competências parentais de AM. Esta intervenção vai de encontro ao defendido por Meleis (2010, 2012) que refere que na intervenção terapêutica de enfermagem deve existir uma suplementação em papel às intervenções terapêuticas de enfermagem realizadas. Esta suplementação foi realizada no sentido de providenciar uma educação parental que ajudasse a unidade familiar a desenvolver as competências parentais no AM. Na prestação de cuidados, nos diferentes contextos de estágio, promovi o aleitamento materno através de intervenções como: observação da mamada, do comportamento materno durante a amamentação, providenciar material de apoio sobre o aleitamento materno, incentivar o aleitamento materno, incentivar a lactação, a estimulação da lactação e da realização de educação parental sobre estimulação, recolha, armazenamento e transporte do leite materno. Estas intervenções vão de encontro ao defendido no estudo produzido por Graça (2010), que salienta que o sucesso de amamentação passa por valorizar as capacidades maternas para a gestão da experiência de amamentação, a valorização da relação mãe-filho, a auto realização da mulher e as capacidades desta. É também neste sentido que segundo Mercer (1995, 2004), tornar-se mãe é também considerar a experiência de amamentação como determinante com impacto a nível individual, familiar e coletivo sendo as fases antecipatórias (gravidez) e formal (iniciada com o nascimento do filho) fulcrais para a intervenção dos profissionais. Com todas estas intervenções promovi a vinculação de forma sistemática, avaliando o desenvolvimento da parentalidade, promovendo o comportamento interativo recém-nascido/pais, promovendo a amamentação, utilizando estratégias para promover o contacto pais/recém-nascido e negociando o envolvimento parental nos cuidados de acordo com o preconizado pela Ordem dos Enfermeiros, (2011 c ).
Mostrar mais

277 Ler mais

Relatório de Estágio

Relatório de Estágio

A operacionalização do projeto foi efetuada com estágio no Agrupamento de Centros de Saúde (ACES) X – Cacém-Queluz, Unidade de Cuidados na Comunidade (UCC) – Cacém Care, que acolheu o projeto com agrado pelo facto de ser inovador no local. Esteve-se integrada na equipa de Saúde Escolar. A orientação local foi feita pela Enf.ª Ana Paula Marinho, com a especialidade em Enfermagem Comunitária. O foco de intervenção foi as crianças dos 3 aos 6 anos, de um Jardim de infância pertencente ao parque escolar da cidade do Cacém. O projeto tinha como finalidade contribuir para a operacionalização do Programa Nacional de Saúde Escolar (PNSE), na área de intervenção da promoção de estilos de vida saudáveis ao nível do ensino pré-escolar. O objetivo geral foi o de sensibilizar as crianças frequentadoras do JI e respetivos encarregados de educação para a promoção de estilos de vida saudáveis, na componente da alimentação e do exercício físico.
Mostrar mais

169 Ler mais

Relatório de estágio

Relatório de estágio

No primeiro dia de estágio, a enfª Paula chamou-me para assistir a uma pequena reunião com uma utente do Hospital de Dia e a sua mãe. A Srª. A. estava a faltar ao HD há uns dias e nesse dia apareceu a pedir ajuda, pois tinha tido um conflito com a sua mãe, e a Srª. A. sentia que necessitava de uma alteração terapêutica, indo pedir ajuda nesse sentido. Nesta reunião, foi abordado pelo seu médico, o facto da utente estar a faltar ao HD e a necessidade de esta voltar, para que a equipa pudesse ajuda- la muito mais para além da alteração terapêutica. A utente, aborda durante a reunião as suas dificuldades, apontando como tais o facto da mãe não confiar nela: “ela está sempre a perguntar se eu tomo a medica ção, mas eu tomo a medicação, eu tomo” (sic) e o facto da Srª. A apresentar uma fobia social que a impede de sair de casa e que não lhe permite sair de casa para vir ao HD e regressar do HD para casa: “eu quando saiu de casa tenho medo de não voltar, tenho medo de morrer” (sic). Apresentando ainda ideias delirantes de cariz persecutório, que a angustiam e gera nela o medo de se deslocar a instituições de saúde: “eu não devia ter feito aquela queixa no portal, se não tivesse feito aquela queixa agora não era assim” (sic); “a queixa já esta feita agora não há nada a fazer” (sic). Quando a utente fala destes medos apresenta-se angustiada e labilidade emocional.
Mostrar mais

215 Ler mais

Relatório de Estágio

Relatório de Estágio

O estágio incidiu na área da manutenção com o objectivo da melhoria de aspectos importantes como a formação dos profissionais e elaboração das intervenções a ser efectuadas por estes. O acompanhamento das equipas MSTG em acção de intervenções de cariz correctivo participando na contribuição dos conhecimentos desenvolvidos no curso para a resolução das avarias sob pressão devido a paragem, e preventivas objectivando a melhoria dos diversos equipamentos usados na indústria automóvel. Foi possível também adquirir alguns conhecimentos no âmbito de calibrações efectuadas a alguns equipamentos. Todas estas actividades proporcionaram um vasto leque de conhecimentos também fora da área, no caso da pneumática e mecânica. Foi possível aprender como funcionam os VEVs e como é feita a parametrização deles, a configurar robots da ABB e FANUC, a parametrizar rotoscans, entre outros.
Mostrar mais

196 Ler mais

RELATÓRIO DE ESTÁGIO

RELATÓRIO DE ESTÁGIO

Após a dequitadura e a inspecção do canal de parto, estando a mulher hemodinamicamente estável, procedeu-se à realização das episiorrafias e/ou à sutura de lacerações existentes. A aplicação de técnicas de reparação do canal de parte, tal como preconiza a Ordem dos Enfermeiros (2010) (critério de avaliação H3.3.4 8 ), apresentou-se como um desafio, tendo tido no início alguma dificuldade na identificação dos diferentes planos, situação que foi sendo ultrapassada com o decurso do estágio. Sabendo que a realização destas técnicas são fundamentais na recuperação, bem-estar e conforto da mulher no pós-parto, segui de forma rigorosa os procedimentos de assepsia e desenvolvi as seguintes atividades: exposição de tecidos do canal vaginal, colo e períneo com o objetivo de detetar possíveis lacerações e identificar os tecidos a suturar; estabelecimento das condições técnicas para a realização da sutura; administração de anestesia local, se necessário; avaliação do compromisso dos tecidos adjacentes, com a vigilância contínua das perdas sanguíneas durante a reconstrução. No final da reparação do canal de parto procedia à prestação de cuidados de higiene e conforto, aplicação de gelo no períneo e aproveitava o momento para informar a puérpera sobre os cuidados a ter com o períneo durante o puerpério, vigilância das perdas hemáticas via vaginal e sinais de alerta, tal como alude a Ordem dos Enfermeiros (2010) pelo critério de avaliação H4.2.1 9 .
Mostrar mais

161 Ler mais

Relatório de Estágio

Relatório de Estágio

44 Comissão de Controlo de Infeção para a prevenção: das pneumonias associadas à ventilação, da infeção do trato urinário, das infeções associadas a dispositivos médicos 36 e da infeção do local cirúrgico. Durante o estágio foi possível manter as medidas de prevenção universal assim como as recomendações para a lavagem das mãos. A pneumonia nosocomial, incluindo a pneumonia associada à ventilação, é considerada a infecção hospitalar de maior incidência (Matos & Sobral 2010). A fim de combater tal tendência, no pré-operatório é reforçada a importância da lavagem da cavidade oral com clorohexidina solução oral 0,2%, mantendo-se essa intervenção durante o período em que o cliente se encontra entubado orotraquealmente. Além disso, a elevação da cabeceira a 30º, a verificação da pressão do cuff do tubo orotraqueal antes e após os posicionamentos, bem como a aspiração de secreções brônquicas utilizando técnica assética são outras intervenções realizadas com o intuito de prevenir a pneumonia associada a ventilação (conforme norma da Comissão de Controle de Infeção do hospital). Segundo o Centre of Disease Control and Prevention (2003) estas ações são fundamentais para reduzir o número de complicações associadas à ventilação mecânica, devendo ser implementadas de forma rigorosa. Conforme também é recomendado pelo Centre of Disease Control and Prevention (2011), existe uma grande preocupação com os cuidados de manutenção do cateter venoso central de forma a prevenir a sua colonização 37 . O penso do local de inserção do cateter é realizado, usando desinfeção com solução cutânea de clorohexidina a 2%, a cada 2 dias, se penso com compressa, ou a cada 7 dias se penso transparente, recorrendo a técnica asséptica. Durante todo o estágio procurou-se maximizar a intervenção na prevenção e controlo da infeção perante a PSC submetida a CRC através do cumprimento das normas emanadas pela Comissão de Controlo de Infeção 38 .
Mostrar mais

133 Ler mais

RELATÓRIO DE ESTÁGIO

RELATÓRIO DE ESTÁGIO

É de salientar que para este nível de operacionalização este relatório obedeceu a linhas orientadoras do plano de estudos do curso. Para identificar os problemas dos Prestadores de Cuidados Informais (PCIs) e as possíveis formas de os ajudar, fiz uma revisão da literatura, através de uma pesquisa de artigos nas bases de dados SciELO, EBSCO, CINAHL e MEDLINE with Full Text, assim como uma consulta bibliográfica em diversas monografias e periódicos. As palavras utilizadas nesta pesquisa foram selecionadas de acordo com a linguagem usada na literatura internacional, nomeadamente: nursing, family interventions, informal care provider; psychoeducation; schizophrenia; caregiver. Procurei através da análise dos resultados obtidos, identificar um construto teórico válido que me permitisse fundamentar e planear intervenções baseadas em evidência.
Mostrar mais

57 Ler mais

Relatório de Estágio

Relatório de Estágio

Apesar de ambos constituírem departamentos de reabilitação, foi feito um percurso de crescente desenvolvimento das competências, partindo-se da prestação de cuidados a pessoas a vivenciar processos de saúde/doença incapacitante e/ou de deficiência física em diferentes contextos de doença que necessitavam de cuidados de enfermagem de reabilitação, centrando-se posteriormente no sentido do conhecimento das intervenções de enfermagem de reabilitação à pessoa submetida a cirurgia cardíaca. Deste modo o primeiro CC consistia numa unidade vocacionada para a área da RFR à pessoa com patologia do foro respiratório e cirúrgico (torácica, cardíaca e abdominal), em regime de internamento e ambulatório (Apêndice VI). Este estágio permitiu dotar-me de competências na prestação de cuidados de enfermagem de reabilitação (relativas à avaliação, identificação de necessidades, planeamento de intervenções, e avaliação das mesmas), as quais pude consolidar no segundo CC (Apêndice VII), cujos cuidados se dirigiam essencialmente à pessoa submetida a cirurgia cardíaca em contexto hospitalar.
Mostrar mais

258 Ler mais

Relatório de estágio

Relatório de estágio

A trajetória realizada surgiu da necessidade pessoal de melhorar a prestação de cuidados na promoção do conforto à pessoa vítima de trauma torácico no serviço de urgência. Esta trajetória culminou na elaboração deste relatório, que não foi só um guia descritivo do meu percurso de estágio, mas acima de tudo, uma ferramenta pessoal que me permitiu refletir, avaliar e registar o trajeto percorrido, descrevendo e analisando de forma crítica ideias, interesses, atividades, experiências e as competências adquiridas, contribuindo para o repensar das práticas diárias e potenciando mudanças de comportamento. A prática reflexiva foi uma componente importante ao longo do estágio, através da elaboração de jornais de aprendizagem, realização e discussão de estudos de caso e por momentos de aprendizagem onde ocorreu a partilha de conhecimentos e experiências com os pares. Estes momentos de reflexão são importantes para se poder fazer a análise das ações e perceber onde falhámos para se poder corrigir, mas também onde tivemos sucesso percebendo a sua origem, para posteriormente transferir esse conhecimento para outras situações semelhantes de forma a melhorar os cuidados prestados.
Mostrar mais

196 Ler mais

Relatório de estágio

Relatório de estágio

Um aspeto comum a várias pessoas com DPOC era a manutenção dos hábitos tabágicos. A pessoa com DPOC habitualmente em algum momento da sua vida foi fumador, sendo de esperar que com o diagnóstico da doença esta deixasse de fumar, o que muitas vezes não se verifica. Muitos fumadores, apesar de terem vontade de o fazer, não o conseguem fazer, pelo que é necessário reforçar a necessidade de o fazer e disponibilizar acompanhamento adequado e eficaz (Heale & Griffin, 2009). Segundo a DGS (2007), fumar não deixa de ser um comportamento que condiciona diversos fatores: fisiológicos, de dependência à nicotina, psicológicos de condicionamento de comportamento, fatores cognitivos e sociais de acessibilidade, disponibilidade, publicidade e marketing. No decorrer da realização do estágio, foram vários os fumadores ativos, pelo que na avaliação inicial foi incluído o teste de Fagerstrom (Anexo 4) para avaliar o grau de dependência de nicotina, e o teste de Richmond (Anexo 5) para avaliar a motivação para deixar de fumar. Estes testes foram realizados com o intuito de avaliar o quanto a pessoa estava dependente e até que ponto estava motivada para deixar de fumar. Uma vez que estavam numa fase de exacerbação da doença e possivelmente com receio do agravamento da mesma, no geral as pessoas estavam motivadas para deixar de fumar, pelo que foram encaminhadas para a consulta de desabituação tabágica. Nos casos em que não estavam motivados para o fazer, foi explicada a dinâmica e objetivos da consulta, ficando ao seu critério o recurso ou não à mesma.
Mostrar mais

66 Ler mais

Relatório de Estágio

Relatório de Estágio

O presente relatório divide-se em duas partes distintas. A primeira parte, é desenvolvido o tema deste relatório, O Livro de ficção: o design de capa e as vendas. Inicialmente é feita uma introdução á perspetiva históri- ca da capa e do livro. De seguida é feita uma análise da função da capa e das suas funções práticas e estéticas, passando pela identiicação de estilos pessoais dos designers e estratégias comerciais. A par das estra- tégias comerciais, veriicamos o contexo técnico e social no processo da capa, tais como a relação da capa com o desenvolvimento do mercado e editorial, a importância comercial e ainda as capacidades comerciais. Na estrutura ísica e mecânica da capa, é descrito a importân- cia da qualidade do suporte, a utilização da fotograia ou ilus- tração, a imagem como estratégia de comunicação e a cor. Para inalizar, é abordado a questão da obra individual e coleção; e a ques- tão da venda dos livros em livraria ou em espaços online como o caso do site da Amazon, que possibilitam a aquisição de inúmeros livros.
Mostrar mais

64 Ler mais

Relatório de Estágio

Relatório de Estágio

À semelhança da minha colega de estágio, também lecionei uma aula no domínio da matemática, com recurso ao material estruturado blocos lógicos. Tomei como base a sua experiência, e parti do que lhe foi referido, para desenvolver as estratégias que adotei na minha aula. Como tal, desenvolvi atividades que cativaram a atenção das crianças, despertaram a sua curiosidade e o desejo de se envolverem ativamente nas mesmas, para além de ter adotado estratégias desafiantes, que apelaram à sua capacidade de pensar, de relacionar e de intervir. Esta atuação prática foi ao encontro de um dos 10 princípios enunciados por Pedro D´Orey da Cunha, para caracterizar a relação pedagógica, sendo este o princípio da fascinação. De acordo com Cunha (1996), “o bom professor é aquele que apresenta de tal modo a matéria” que as crianças se sentem fascinadas por ela e mobilizam as suas “energias e recursos para a conhecer e gozar.” (p. 60)
Mostrar mais

216 Ler mais

Show all 10000 documents...