Sólidos Solúveis Totais

Top PDF Sólidos Solúveis Totais:

EFEITO DO MÍLDIO NA CONCENTRAÇÃO DE SÓLIDOS SOLÚVEIS TOTAIS EM FRUTOS DO MELOEIRO

EFEITO DO MÍLDIO NA CONCENTRAÇÃO DE SÓLIDOS SOLÚVEIS TOTAIS EM FRUTOS DO MELOEIRO

O míldio causado por Pseudoperonospora cubensis se constitui em uma das mais importantes doenças do meloeiro (Cucumis melo) no Nordeste brasileiro, região que concentra mais de 80% da produção nacional de melão. Epidemias de míldio são referidas, constantemente, causando severas perdas na produção de frutos. O efeito da doença no teor de sólidos solúveis totais (SST), importante fator de aferição qualitativa do fruto, foi determinado em meloeiro do tipo amarelo inodoro sob condições naturais. Intensidades variáveis da doença foram obtidas, variando-se o período de cultivo e a aplicação de
Mostrar mais

6 Ler mais

Efeito do teor de sólidos solúveis totais e do binômio tempo/temperatura de tratamento térmico sobre as características sensoriais de suco tropical de muruci (Byrsonima verbascifolia) / Effect of total soluble solids content and time/temperature binomium

Efeito do teor de sólidos solúveis totais e do binômio tempo/temperatura de tratamento térmico sobre as características sensoriais de suco tropical de muruci (Byrsonima verbascifolia) / Effect of total soluble solids content and time/temperature binomium of heat treatment in sensory characteristics of muruci tropical juice

Braz. J. of Develop., Curitiba, v. 6, n.6, p.32937-32949 jun. 2020. ISSN 2525-8761 Para a textura, foi observado que o teor de sólidos solúveis totais exerceu efeito significativo (p<0,05) sobre os escores de aceitação (Tabela 4). Nesse caso, a alteração nos níveis do Brix (do menor para o maior nível) proporciona um aumento no valor dos escores médios de aceitabilidade, sendo essa mudança percebida pelos consumidores. Nesse caso, os consumidores atribuíram maiores notas as formulações que apresentavam o maior valor de Brix, indicando que os mesmos tendem a aceitar melhor a textura de produtos com maior concentração de sólidos presentes.
Mostrar mais

13 Ler mais

Enxertia, produção e qualidade de tomateiros cultivados em ambiente protegido.

Enxertia, produção e qualidade de tomateiros cultivados em ambiente protegido.

Para a avaliação das características de qualidade, foram colhidos cinco frutos no início da maturação (estágio breaker), em cada uma das parcelas, sendo posteriormente submetidos aos processos analíticos de acordo com a metodologia do Instituto Adolf Lutz (PREGOLATO & PREGOLATO, 1985). Foram avaliados: Sólidos solúveis totais (SST, ºBRIX); acidez total titulável (ATT, % de ácido cítrico) e pH da polpa dos frutos. Utilizou-se a relação SST/ATT como um indicador do sabor dos frutos, como descrito por KADER et al. (1978). As características avaliadas foram submetidas à análise de variância e ao teste de média (Tukey a 5% de probabilidade de erro).
Mostrar mais

4 Ler mais

Análise do efeito combinado da irradiação e do tratamento hidrotérmico nas características...

Análise do efeito combinado da irradiação e do tratamento hidrotérmico nas características...

Pode-se também concluir que a combinação 1B (52ºC por 5 min e 0,3kGy) foi a mais satisfatória, pois os resultados apresentaram boas tendências para todos os parâmetros, sendo que a acidez e os sólidos solúveis totais (Brix) foram bastante próximos aos resultados do controle, indicando uma fruta mais preservada mas ao mesmo tempo com características de uma fruta própria ao consumo. Esse mesmo grupo apresentou boa integridade física com valores mais robustos de resistência à penetração, coloração da polpa e casca mais preservados e a segunda menor perda de peso.
Mostrar mais

61 Ler mais

Características químicas e físico-químicas de pequis da Chapada do Araripe, Ceará.

Características químicas e físico-químicas de pequis da Chapada do Araripe, Ceará.

As características químicas e físico-químicas foram determinadas conforme se segue: pH por po- tenciômetro digital; sólidos solúveis totais (ºBrix), na polpa diluída 1:10 (p/p) em refratômetro digital (AOAC, 1992); acidez total titulável (ATT), em 3 g da polpa fresca diluída com 50 mL de água destilada por titulação com NaOH 0,1 N (IAL, 2005). Os resultados foram expressos em percentagem de ácido cítrico; açúcares solúveis totais (AST) foram extraídos com álcool etílico a 80% e determinados pelo método da antrona em espectrofotômetro (Spectronic Genesys 2), no comprimento de onda de 620nm, segundo metodologia descrita por Yemn & Willis (1954). Os resultados foram expressos em g de glicose por 100 g de polpa; proteínas pelo micro Kjeldahl (Silva, 1999); atividade de água (Aw), instrumental (Aqualab CX-2 Decagon); lipídios, extraídos com hexano em refl uxo por 6h em aparelho de Soxhlet (IAL, 2005). Os resultados foram expressos em percentual de li- pídios por 100 g de amostra; cinzas por incineração em mufl a a 550°C (IAL, 2005); umidade, em estufa a vácuo a 70°C (IAL, 2005); carboidratos totais por diferença (IBGE, 1999) e valor energético total (VET) estimado conforme os fatores de conversão de Ata- wer de 4Kcal/g de proteína, 4Kcal/g de carboidrato, 4Kcal/g de lipídio (Lehninger, 1986).
Mostrar mais

12 Ler mais

Manejo da solução nutritiva sobre a qualidade pós-colheita de tomate salada fertirrigado em areia Management of the nutrient solution for postharvest quality of tomatoes with fertigation in sand

Manejo da solução nutritiva sobre a qualidade pós-colheita de tomate salada fertirrigado em areia Management of the nutrient solution for postharvest quality of tomatoes with fertigation in sand

Uma parte dos frutos colhidos manualmente, conforme atingiram a maturação, foi avaliada quanto ao teor de sólidos solúveis totais (SST), por leitura do suco da polpa em refratômetro portátil (marca Atago, modelo PAL). Os resultados, média de três repetições, foram expressos em °Brix. Outra parte, frutos com casca e semente, foi seca em estufa de ventilação de ar à temperatura de 55 °C, sendo os frutos triturados em moinho tipo Wiley e armazenados em câmara fria, para posteriores análises químicas.

6 Ler mais

Caracterização física, físico-química e química de frutos de genótipos de cajazeiras.

Caracterização física, físico-química e química de frutos de genótipos de cajazeiras.

Resumo – Este trabalho teve como objetivo caracterizar frutos de genótipos de cajazeira (Spondias mombin L.) visando identificar materiais de interesse industrial e para trabalhos de melhoramento. Frutos de 30 genótipos foram caracterizados avaliando-se: pH, sólidos solúveis totais (SST), acidez total titulável (ATT), vitamina C, relação sólidos solúveis total/acidez total titulável, açúcares totais, rendimento industrial, massa total do fruto, massa da semente, massa da casca, massa da polpa e porcentual de rendimento de polpa. Os resultados (médias de três amostras) foram avaliados por esta- tística descritiva utilizando-se medida de tendência central (média) e de variabilidade de dados (desvio-padrão e coeficiente de variação). Foram realizadas análises estatísticas multivariadas, utili- zando-se as técnicas de análise de agrupamento e análise de componentes principais. Os frutos que apresentaram melhores características para o processamento foram os provenientes dos genótipos AJ04UB, VS07UB, TF25TN, TF26TN, TF29TN, TF30TN e TF31TN. A análise de agrupamento mostrou a formação de quatro grupos de genótipos, o que demonstra a variabilidade genética existente na espécie.
Mostrar mais

8 Ler mais

Efeito do tipo de corte nas características físico-químicas e físicas do abacaxi pérola minimamente processado.

Efeito do tipo de corte nas características físico-químicas e físicas do abacaxi pérola minimamente processado.

O objetivo deste trabalho foi avaliar o efeito de dois tipos de cortes (trapézio e fatia) nas características físicas e físico-químicas do abacaxi Pérola minimamente processado e refrigerado. Frutos com grau de maturação adequado foram selecionados, lavados (200ppm de cloro/2 minutos), processados e armazenados a 4 ± 1ºC. A intervalos de quatro dias, amostras foram coletadas e ana- lisadas em pH, sólidos solúveis totais, acidez, ácido ascórbico, açúcares redutores totais, atividade de água, cor e perda de peso. Ao final dos experimentos, concluiu-se que para o processamento mínimo de abacaxi, o corte indicado foi o tipo fatia com tempo de armazenamento de oito dias.
Mostrar mais

6 Ler mais

Caracterização química, física e de compostos funcionais em cebolas frescas, cozidas e desidratadas

Caracterização química, física e de compostos funcionais em cebolas frescas, cozidas e desidratadas

Cebolas são importantes especiarias utilizadas na culinária Brasileira. São utilizadas em diferentes maneiras tais como fresca, cozida ou desidratada. Estes processos podem causar alterações em constituintes importantes e podem alterar o seu valor biológico. O objetivo desse trabalho foi avaliar a influência do armazenamento e processamento sobre as características físicas e químicas, compostos funcionais e atividade antioxidante em cebolas das cultivares Beta Cristal e Óptima. Bulbos colhidos no campo experimental da Embrapa Hortaliças – Brasília DF, após a cura foram transportados para o laboratório de Pós-colheita, onde foram selecionados e armazenados a 5 ± 1ºC e umidade relativa de 85± 5% durante 60 dias. No material fresco, a cada 10 dias, foram avaliados a matéria seca, % de perda de massa, brilho, firmeza, acidez titulável, sólidos solúveis e pungência. O material fresco no início e após 60 dias de armazenamento foi desidratado e cozido e analisado quanto aos sólidos solúveis totais, pungência, fenólicos totais, quercetina e atividade antioxidante. Observou-se durante o armazenamento, nas duas cultivares estudadas, incremento na perda de peso, redução nos teores de sólidos solúveis e acidez titulável. Houve grande variação no brilho dos bulbos durante o armazenamento. Após 60 dias, as cebolas das duas cultivares apresentavam-se nitidamente com brilho mais intenso quando comparado com esses valores no início dos experimentos. Houve aumento significativo da firmeza dos bulbos da cultivar Óptima. Ao final do experimento a pungência era 6 e 5 vezes maior nas cultivares Beta Cristal e Óptima, respectivamente, quando comparados com os valores observados no início do experimento Por outro lado a concentração de fenólicos totais, quercetina e atividade antioxidante apresentou reduções significativa para as duas cultivares estudadas. Os processos de cocção e desidratação induziram perdas significativas nas concentrações dos sólidos solúveis, ácido pirúvico, fenólicos totais e quercetina. Após o processamento houve redução da atividade antioxidante tanto no início como no final do experimento. Entretanto foi observado um aumento significativo da atividade antioxidante no material desidratado da cultivar Óptima no início do armazenamento comparado ao material fresco. Concluiu-se que o armazenamento refrigerado induziu alterações nos padrões de qualidade pós-colheita e que após 60 dias as cebolas das cultivares estudada ainda mantinham qualidade para o processamento. As cebolas das cultivares Beta Cristal é Óptima são boas fontes dietética de compostos fenólicos e quercetina e mesmo após armazenamento cocção e desidratação estas ainda possuíam atividade antioxidante.
Mostrar mais

11 Ler mais

Qualidade do abacaxi cv Smooth Cayenne minimamente processado.

Qualidade do abacaxi cv Smooth Cayenne minimamente processado.

RESUMO – O objetivo deste trabalho foi verificar a qualidade e o tempo de conservação de abacaxis minimamente processados, sob armazenamento a 8ºC e 85% U.R., influenciados pelo tipo de corte, o uso ou não de sanificação com hipoclorito de sódio e o tipo de embalagem. Foram analisados os seguintes parâmetros: acidez titulável total, sólidos solúveis totais, pH, aparência, fungos e leveduras, coliformes totais e fecais. Concluiu-se que: a) o tipo de corte não influenciou nas características físico-químicas e químicas do abacaxi durante o armazenamento; b) o baixo pH, a sanificação e o uso de Boas Práticas de Fabricação inibiram o crescimento de bactérias do grupo coliforme; c) a sanificação com hipoclorito não foi eficiente no controle de fungos e leveduras; d) os produtos tiveram uma vida útil de prateleira de 6 dias, sob as condições oferecidas.
Mostrar mais

4 Ler mais

Utilização de embalagem de polietileno na conservação de caquis 'giombo' durante o armazenamento refrigerado.

Utilização de embalagem de polietileno na conservação de caquis 'giombo' durante o armazenamento refrigerado.

et al. (1986); c) perda de matéria fresca (%): calculada pela diferença entre as massas inicial e final, sendo apresentada como porcentagem da massa inicial; d) sólidos solúveis totais (°Brix): determinado por refratometria, com correção de temperatura para 20°C; e) acidez total titulável (% ácido málico): determinada através da diluição de 10 mL da amostra em 90 mL de água destilada, e posterior titulação com solução de NaOH a 0,1N, até o pH de 8,10; f) teor de ácido ascórbico (mg ácido ascórbico.100 g -1 polpa): determinado segundo metodologia de Carva-
Mostrar mais

4 Ler mais

Avaliação física e química de produtos minimamente processados de abacaxi-'Pérola'

Avaliação física e química de produtos minimamente processados de abacaxi-'Pérola'

O produto minimamente processado foi embalado em bandejas de isopor recobertas com filme de PVC esticável (“metades”) ou bandejas de tereftalato de polietileno (“rodelas”) e armazenado sob refrigeração, com avaliação a cada 3 dias, quanto à textura, coloração, pH, e conteúdos de sólidos solúveis totais, acidez total titulável, ácido ascórbico e de açúcares, solúveis e redutores. Durante o armazenamento, o produto tornou-se menos firme, e sua polpa apresentou escurecimento. Os conteúdos de açúcares solúveis e redutores e de sólidos solúveis totais não foram afetados pelo tipo de preparo, temperatura ou embalagem. Os teores de acidez total titulável aumentaram e foram influenciados pela temperatura, sendo que os mantidos a 9ºC apresentaram os maiores teores, havendo, como conseqüência, decréscimo no pH. Os produtos armazenados a 9ºC também apresentaram evolução mais rápida no escurecimento, na redução do teor de ácido ascórbico e menor vida útil (6 dias), enquanto, para os armazenados a 3ºC e 6ºC, este período foi de 9 dias. Os resultados obtidos permitiram concluir que a temperatura de armazenamento foi o fator limitante para a vida útil destes produtos.
Mostrar mais

5 Ler mais

Predição da massa específica da polpa de acerola a partir de modelos matemáticos

Predição da massa específica da polpa de acerola a partir de modelos matemáticos

temperaturas, assim como foi observado por Lima, Queiroz e Figueirêdo (2003) ao analisar a massa específica da polpa de umbu-cajá nas concentrações de 10, 20 e 30 ºBrix. ). Segundo Chin et al. (2008), o aumento da massa específica com o aumento dos sólidos solúveis deve-se a remoção de água deixando constituintes (proteínas, carboidratos e sólidos solúveis totais) da polpa mais concentrado.

5 Ler mais

Temperatura de armazenamento e tipo de corte para melão minimamente processado.

Temperatura de armazenamento e tipo de corte para melão minimamente processado.

RESUMO - O presente trabalho teve como objetivo determinar a temperatura de armazenamento e o tipo de corte que proporciona melhor manutenção da qualidade de melões minimamente processados. Melões rendilhados, híbrido Bonus II, foram processados em câmara fria a 12ºC. Os frutos foram cortados manualmente em 8 fatias longitudinais. Em um dos tratamentos, as fatias foram divididas em pedaços de aproximadamente 3 cm de base e, no outro tratamento, foram utilizadas fatias inteiras. O produto minimamente processado foi acondicionado em embalagem rígida de politereftalato de etileno e armazenado a 3; 6 e 9ºC. O delineamento experimental foi inteiramente casualizado em esquema fatorial. Foram realizadas análises físico- químicas e sensoriais a cada 3 dias, por um período de 9 dias. A coloração e o teor de sólidos solúveis totais não foram afetados pelos tratamentos. O produto armazenado a 3ºC manteve maiores valores de firmeza, independentemente do tipo de corte. A aparência foi considerada boa até o 9º dia de armazenamento e o aroma, até o 6º dia, para melões a 3ºC. Em todos os tratamentos, houve declínio das notas atribuídas ao sabor durante o armazenamento. Pelos resultados obtidos, conclui-se que a qualidade de melões minimamente processados pode ser mantida por 6 dias a 3ºC, independentemente do tipo de corte.
Mostrar mais

3 Ler mais

Ácido abscísico e Etefom: influência sobre a maturação e qualidade das uvas Cabernet Sauvignon.

Ácido abscísico e Etefom: influência sobre a maturação e qualidade das uvas Cabernet Sauvignon.

As condições climáticas durante o período experimental são apresentadas na Tabela 1. As tem- peraturas foram consideradas normais para a região quando comparadas com as médias dos últimos 40 anos. Já as precipitações pluviais estão um pouco acima da média, fator que pode prejudicar a matu- ração das bagas, principalmente pela diminuição da radiação solar, diminuição que ocorre também com o uso da cobertura plástica. Segundo Rocha e Guerra (2008), a luz solar é o fator climático preponderante para o desenvolvimento da baga da uva, uma vez que inluencia na composição da fruta através de enzimas relacionadas à síntese dos compostos como a fenilalanina amonioliase - PAL, enzima-chave na síntese dos compostos fenólicos. Kolb et al. (2003) relatam que a síntese de polifenóis foi estimulada por luz natural, principalmente UV-B, ao trabalharem em condições controladas em casa de vegetação. A cobertura plástica possivelmente reduz a exposição da planta à radiação UV-B, pois a cobertura sofre tratamento para esse tipo de comprimento de onda que a daniica e diminui sua durabilidade. Já Gardin et al. (2010) relatam que a cobertura plástica aumenta o conteúdo de sólidos solúveis totais e diminui a acidez total titulável, o que é bom para as condições de cultivo do Sul do Brasil.
Mostrar mais

7 Ler mais

Qualidade, fenóis e enzimas oxidativas de uva 'Itália' sob influência do cálcio, durante a maturação.

Qualidade, fenóis e enzimas oxidativas de uva 'Itália' sob influência do cálcio, durante a maturação.

RESUMO - Este trabalho foi realizado na Empresa Timbaúba Agrícola S.A., em Petrolina, PE, visando avaliar o efeito da aplicação, pré-colheita, de Ca, sobre a qualidade, teores de fenóis e atividade de enzimas oxidativas da uva (Vitis vinifera L.) ‘Itália’, durante a maturação. Utilizaram-se doses de Ca de 0, 0,5, 1,0 e 1,5%, na forma de cloreto de Ca diidratado, via imersão por 10 segundos, na fase de mudança de cor e início de amolecimento das bagas (57 dias após a formação dos frutos), em cachos marcados. Realizaram-se avaliações aos 28, 43, 57, 72 e 92 dias após a formação dos frutos. O delineamento experimental foi inteiramente casualizado, num fatorial 4 x 5, com quatro repetições. Analisaram-se as variáveis: sólidos solúveis totais (SST), acidez total titulável (ATT), relação SST/ATT, pH, fenóis totais e atividade das enzimas polifenoloxidase (PPO) e peroxidase (PDO). Com o aumento das doses de Ca, o teor de SST e a relação SST/ATT foram reduzidos. Entretanto, os valores de SST verificados atenderam à exigência de mercado. A atividade da PDO foi reduzida em 13,26% pelo Ca na dose de 1,0% e aumentada em 27,15% pelo Ca 1,5%, em comparação com a da testemunha. As demais variáveis não sofreram efeito do Ca exógeno.
Mostrar mais

7 Ler mais

Avaliação dos efeitos da radiação gama na conservação da qualidade da polpa de amora-preta (Rubus spp. L.).

Avaliação dos efeitos da radiação gama na conservação da qualidade da polpa de amora-preta (Rubus spp. L.).

De acordo com os resultados referentes à análise de sólidos solúveis totais, sólidos solúveis e acidez, pode constatar-se que não houve interferência da radiação gama nos parâmetros físico-químicos da polpa de amora. Neves et al. (2002) mencionaram que a irradiação em frutos e hortaliças não ocasionou toxidez e praticamente manteve o valor nutritivo dos produtos quando comparados com aqueles processados por outros métodos.

8 Ler mais

Elaboração de suco misto de frutas com potencial funcional e comparação com suco comercial “detox”

Elaboração de suco misto de frutas com potencial funcional e comparação com suco comercial “detox”

RESUMO – A procura por alimentos saudáveis tem crescido consideravelmente em um cenário em que os alimentos que apresentem propriedades funcionais têm ganhado destaque. Dessa forma, o objetivo do presente estudo foi elaborar um suco misto de frutas e comparar com um suco comercial que apresenta a denominação de “Detox” no rótulo. Foram realizadas análises de sólidos solúveis totais e acidez total titulável, além dos teores de compostos fenólicos totais, carotenoides totais e atividade antioxidante do suco elaborado nesse trabalho, denominado “Suco-IFFar”, e de suco comercial que apresenta a denominação de “Detox”. Testes de análise sensorial indicaram que o “Suco-IFFar” apresentou boa aceitabilidade, intenção de compra e foi preferido em relação ao comercial. Apesar do “Suco-IFFar” apresentar teores de compostos fenólicos totais e carotenoides totais superiores ao suco comercial, a atividade antioxidante foi inferior no “Suco-IFFar”.
Mostrar mais

7 Ler mais

Características fisico-químicas e composição mineral da polpa de passiflora setacea

Características fisico-químicas e composição mineral da polpa de passiflora setacea

xi (0,81 e 1,31 mg/100g), Fe (4,51 e 5,85 mg/100g), Mn (1,70 e 1,03 mg/100g), Zn (1,74 e 1,55 mg/100g), Al (3,66 e 7,51 mg/100g) e Na (5,23 e 3,01 mg/100g); havendo diferença estatística somente entre as médias de N, K, Cu e Al. Comparando os teores entre as safras para a espécie P. setacea, N, P, Ca, Cu, Zn e Na foram diferentes estatisticamente. Nas avaliações das características químicas (SST, %ATT, pH, ratio e teor de flavonóides) na colheita (T0) e 120 dias após a colheita (T120), houve diferença significativa para todos os parâmetros avaliados. Os teores de sólidos solúveis totais e ratio apresentaram redução durante o armazenamento para as duas coleções e safras analisadas. A coleção CV apresentou valores de 15,67 e 15,03 º Brix para T0 e T120 respectivamente, enquanto na coleção CN os valores variaram de 14,43 para 13,07 º Brix. Nos teores de flavonóides, houve redução significativa para as coleções CV e CN quando comparados os valores de T0 e T120. A coleção CV obteve valores de 3,49 e 3,09 mg/100g enquanto na coleção CN as quantidades de flavonóides passaram de 4,60 para 3,86 mg/100g após o armazenamento. Conclui-se que há diferenças nas propriedades analisadas e consequentemente variabilidade genética dentro da espécie sendo, portanto, fonte de estudo e melhoramento genético.
Mostrar mais

90 Ler mais

MIGUEL ALFREDO RUIZ LOPEZ DISSERTAÇÃO DE MESTRADO EM AGRONOMIA

MIGUEL ALFREDO RUIZ LOPEZ DISSERTAÇÃO DE MESTRADO EM AGRONOMIA

vii Os biofertilizantes são fertiprotetores, provenientes de um processo de decomposição de matéria orgânica (animal ou vegetal), sendo geralmente utilizados nos sistemas de produção de base ecológica como insumo de efeitos múltiplos (fertilizante, estimulante, repelente de insetos e controlador de doenças). Nesta pesquisa, foi avaliada a estabilidade do biofertilizante SUPERMAGRO, na fórmula de Ramos et al. (2005), por um período de 3 meses. AvaliouEse, semanalmente, o teor dos nutrientes N, P, K, Ca, Mg, S, Fe, B, Cu, Mn, Zn, na fração líquida do produto. Além disso, foram monitorados, como indicadores de concentração, a condutividade elétrica, os sais totais dissolvidos e os sólidos solúveis totais; como indicadores de fermentação, o pH e o ácido láctico; e, como indicador de microrganismos desejáveis, o . Dadas as condições em que se desenvolveu esta pesquisa, à luz dos resultados obtidos, podeEse concluir que o SUPERMAGRO apresenta as melhores características para uso agrícola na quinta semana, pois, nesse período, tem quantidades altas de ácido láctico, pH estabilizado e concluído o processo de adição mineral. Adicionalmente, esse biofertilizante, com até três meses de fermentação, pode ser usado em aplicações foliares (em uma concentração de 5%) sobre a maioria das culturas, sem perigos de toxicidade mineral.
Mostrar mais

108 Ler mais

Show all 3675 documents...

temas relacionados