Top PDF Estudo papeleiro da mistura dos "rolos-restos" das fábricas de compensados do Estado do Amazonas.

Estudo papeleiro da mistura dos "rolos-restos" das fábricas de compensados do Estado do Amazonas

Estudo papeleiro da mistura dos "rolos-restos" das fábricas de compensados do Estado do Amazonas

Considerando as conclusões de Amidon, ibidem, e, sobrepondo as correlações estabe- lecidas sobre os resultados das análises quí- micas das misturas, dos "rolos-restos" e dos ma[r]

20 Ler mais

Características papeleiras dos "rolos-restos" das fábricas de compensados do Estado do Amazonas

Características papeleiras dos "rolos-restos" das fábricas de compensados do Estado do Amazonas

A mesma análise foi apli- cada para a viscosidade, onde a celulose do processo Soda/Enxofre estava, na maioria das vezes, menos degradada do que as pastas do procedimento à Soda, o qu[r]

50 Ler mais

IDEB: O CASO DE SUCESSO DE UMA ESCOLA DO INTERIOR DO ESTADO DO RIO DE JANEIRO

IDEB: O CASO DE SUCESSO DE UMA ESCOLA DO INTERIOR DO ESTADO DO RIO DE JANEIRO

desenvolvido a partir dos conteúdos, competências e habilidades propostos no Currículo Mínimo. As provas de Língua Portuguesa terão foco em leitura e as de Matemática, na solução de problemas. O Saerjinho será realizado em todas as escolas da rede, nos três turnos, no horário das aulas, sendo o professor que estiver em classe o responsável pela aplicação das provas. As escolas têm autonomia para decidir o melhor horário para a realização das avaliações e fiscais acompanharão todo o processo. As provas ficarão nas escolas para correção e os professores podem usá-las como parte das avaliações em cada bimestre, atribuindo peso específico a elas. Os resultados, que serão disponibilizados online, vão apontar a eficiência e a qualidade do trabalho desenvolvido em cada unidade escolar e serão aproveitados nas diversas instâncias do sistema de ensino. Com este retrato será possível fortalecer as práticas pedagógicas e realizar intervenções tanto de reforço na aprendizagem como de capacitação dos docentes. O Saerjinho é mais uma ação do Programa de Educação do Estado, que pretende melhorar a educação da rede e colocar o Rio de Janeiro em uma das cinco primeiras posições no Índice de Desenvolvimento da Educação Básica (Ideb) até 2014. (RIO DE JANEIRO, 2011b) 2 .
Mostrar mais

101 Ler mais

SISTEMA DE AVALIAÇÃO DO DESEMPENHO EDUCACIONAL DO AMAZONAS: APROPRIAÇÃO E USO DOS DADOS PELA ESCOLA ESTADUAL MARIA CALDERARO

SISTEMA DE AVALIAÇÃO DO DESEMPENHO EDUCACIONAL DO AMAZONAS: APROPRIAÇÃO E USO DOS DADOS PELA ESCOLA ESTADUAL MARIA CALDERARO

Esta pesquisa tem por objetivo analisar como está ocorrendo a apropriação e o uso dos dados produzidos pelo Sistema de Avaliação do Desempenho Educacional do Amazonas (SADEAM) no âmbito do Ensino Médio da Escola Estadual Maria Calderaro (EEMC), localizada no município de Presidente Figueiredo – AM, com fins de propor um Plano de Ação que possa subsidiar a tomada de decisão do gestor no sentido de que a Escola consiga atingir e manter padrões adequados de desempenho ao longo do tempo. O SADEAM foi implantado, pelo Governo do Estado do Amazonas, com o objetivo de monitorar continuamente o sistema educacional, bem como subsidiar a gestão institucional no que se refere às definições de políticas para possíveis correções e distorções no processo educacional. Pelo fato de produzir dados como o resultado por aluno e o percentual de acerto por descritor, e de ter uma menor periodicidade entre os ciclos avaliativos quando comparado às outras avaliações externas, o SADEAM é um instrumento capaz de orientar a tomada de decisão no âmbito da Escola. Nesta dissertação, buscou-se conhecer um pouco da história das avaliações externas e das políticas de responsabilização, foram analisados dados relacionados à aprendizagem dos alunos, à formação de professores e às metas estabelecidas. Para o desenvolvimento do Estudo, utilizou-se pesquisa qualitativa, incluindo a observação participante, a análise documental, as entrevistas semiestruturadas e a literatura disponível sobre o tema. A pesquisa revelou que a comunicação de dados essenciais para o trabalho no âmbito escolar é prejudicada por uma compreensão muito superficial dos atores investigados sobre o significado pedagógico dos números produzidos pelo SADEM. Observou-se, também, a existência de outros fatores que interferem na apropriação dos resultados e que terminam por limitar o desempenho dos alunos. Por fim, apresenta-se um Plano de Ação Educacional (PAE) cujo propósito é subsidiar a tomada de decisão na Escola visando a melhorias educacionais sustentáveis ao longo do tempo.
Mostrar mais

95 Ler mais

EVASÃO NA EJA SOB O OLHAR DOS ALUNOS DE TRÊS ESCOLAS DO AMAZONAS – Mestrado em Gestão e Avaliação da Educação Pública

EVASÃO NA EJA SOB O OLHAR DOS ALUNOS DE TRÊS ESCOLAS DO AMAZONAS – Mestrado em Gestão e Avaliação da Educação Pública

A presente dissertação foi desenvolvida no âmbito do Mestrado Profissional em Gestão e Avaliação da Educação (PPGP) do Centro de Políticas Públicas e Avaliação da Educação da Universidade Federal de Juiz de Fora (CAED/UFJF). O caso de gestão estudado buscou compreender os motivos que levam os alunos da EJA a evadirem de três escolas públicas do Amazonas do ano de 2014. O interesse pela temática surgiu ao perceber a dificuldades dos profissionais que atuam no segmento da Educação de Jovens e Adultos em identificar os fatores que contribuem para a evasão dos alunos do espaço escolar. Para elucidar tal questionamento definiu-se como objetivo geral desse estudo analisar os fatores que tem contribuído para a evasão na EJA, a partir da percepção dos alunos evadidos do ano de 2014, em três escolas da Coordenadoria Distrital de Educação 03 no Amazonas, tendo como objetivos específicos: i) descrever a realidade das três escolas que atendem à EJA dentro da Coordenadoria Distrital de Educação 03 e que enfrentam dificuldades quanto à evasão em seu cotidiano escolar, ii) analisar os fatores que contribuem para a evasão na EJA e, por fim iii) propor um plano de ação educacional na tentativa de minimizar as taxas de evasão nas escolas foco deste estudo. Para tanto, utilizamos, como metodologia o estudo de caso com abordagem qualitativa, perpassando pela fase exploratória, trabalho de campo e análise e interpretação dos dados coletados, tendo como instrumento de coleta, um questionário direcionado aos alunos evadidos do ano de 2014. Para subsidiar as análises foram utilizados como referenciais teóricos Faria (2013), Rodrigues (2011), Fonseca (2012), Mesquita (2009), que abordam a EJA em seus aspectos políticos, pedagógicos e sociais, nos ambientes intra e extraescolares. Ao término da pesquisa encontramos como alguns dos resultados no ambiente intraescolar a presença de práticas pedagógicas desvinculadas da realidade dos alunos, professores despreparados, incapazes de propor ações de aprendizagem diferenciadas; presença de conflitos entre professores e alunos; carga horária inadequada, etc. Como se não bastasse as questões evidenciadas dentro da escola, os alunos participantes da pesquisa vivem em situação vulnerável, quanto a moradia, renda, inserção precoce no mercado de trabalho, desemprego, necessidade de manutenção própria e da família, falta de segurança. Diante de tais constatações, fora proposto no PAE ações voltadas para a formação continuada da equipe escolar (gestor, docentes e demais profissionais), bem como a padronização do acompanhamento da presença dos alunos e das práticas pedagógicas estabelecidas nos diferentes espaços de aprendizagem da escola.
Mostrar mais

158 Ler mais

CORREÇÃO DE FLUXO DA SECRETARIA ESTADUAL DE EDUCAÇÃO DO AMAZONAS - PROJETO AVANÇAR EM UMA ESCOLA ESTADUAL DO MUNICÍPIO DE TONANTINS

CORREÇÃO DE FLUXO DA SECRETARIA ESTADUAL DE EDUCAÇÃO DO AMAZONAS - PROJETO AVANÇAR EM UMA ESCOLA ESTADUAL DO MUNICÍPIO DE TONANTINS

Universidade Federal de Juiz de Fora da UFJF, teve como objetivo analisar o processo de implementação de uma política pública direcionada para a correção do fluxo escolar da rede pública de ensino do Amazonas – o Projeto Avançar –, em uma escola estadual do município de Tonantins, no interior do estado, no ano de 2010. Esse projeto, que posteriormente veio a fracassar, foi implantado pela Secretaria de Estado da Educação e Qualidade do Ensino - SEDUC-AM, a partir de uma metodologia que visa a corrigir o fluxo escolar dos alunos que apresentam dois ou mais anos de distorção idade-série, e tem sido desenvolvido em algumas escolas da rede desde 2005. A escolha da referida escola se deve ao fato de eu ter exercido a função de gestora nela por nove anos, para em seguida assumir a função de Coordenadora Regional de Educação de Tonantins, e posteriormente de técnica da Seduc, o que facilitou meu acesso aos arquivos da secretaria da escola, aos alunos que estudaram no projeto e aos professores que atuaram nas turmas pesquisadas. O PAE elaborado e apresentado ao final deste trabalho foi estruturado buscando-se analisar o fracasso da implementação do Projeto Avançar na referida escola. Para isso, estudamos a gestão no âmbito escolar, analisamos os dados empíricos coletados através de pesquisa qualitativa, e utilizamos aportes teóricos voltados para a gestão de políticas públicas em educação e para o problema da distorção idade-série nos diferentes sistemas educacionais. A proposta é que este programa de correção de fluxo seja reimplantado na escola, a partir de melhorias significativas nos processos de implementação e monitoramento. Isso porque os dados obtidos através dos questionários aplicados aos alunos egressos, aos professores, aos técnicos e à gestora que atuam e/ou atuaram diretamente no projeto mostram que tais processos foram deficitários, sendo necessária a criação de condições favoráveis para que se tenha sucesso, tendo em vista a grande demanda de alunos em distorção na escola.
Mostrar mais

146 Ler mais

O PROCESSO DE REVISÃO CURRICULAR DOS ANOS INICIAIS DA REDE ESTADUAL DO AMAZONAS E A PARTICIPAÇÃO DOCENTE – Mestrado em Gestão e Avaliação da Educação Pública

O PROCESSO DE REVISÃO CURRICULAR DOS ANOS INICIAIS DA REDE ESTADUAL DO AMAZONAS E A PARTICIPAÇÃO DOCENTE – Mestrado em Gestão e Avaliação da Educação Pública

A realidade educacional no Brasil e, em especial no Amazonas, tem mostrado que um dos grandes desafios na implementação do ciclo alfabetizador (fator determinante para a atual revisão curricular) é o de assegurar aos alunos o direito às aprendizagens básicas, em decorrência do Parecer Nº 4 da Câmara de Educação Básica (CEB), do Conselho Nacional de Educação (CNE), de 10 de junho de 2008, que institui os três anos iniciais voltados à alfabetização e ao letramento. Nessa perspectiva, o Pacto Nacional da Alfabetização na Idade Certa (PNAIC- 2012) surge com o auxílio de seus cadernos de formação 16 para subsidiar o conhecimento do professor alfabetizador, levando em conta concepções, conceitos, procedimentos, avaliações de aprendizagem, na direção de alfabetizar e letrar as crianças.
Mostrar mais

141 Ler mais

ANTONIO IDILVAN DE LIMA ALENCAR A POLÍTICA DE EDUCAÇÃO PROFISSIONAL DO ESTADO DO CEARÁ NA PERSPECTIVA DA RESPONSABILIDADE SOCIAL

ANTONIO IDILVAN DE LIMA ALENCAR A POLÍTICA DE EDUCAÇÃO PROFISSIONAL DO ESTADO DO CEARÁ NA PERSPECTIVA DA RESPONSABILIDADE SOCIAL

O GOVERNADOR DO ESTADO DO CEARÁ, no uso de suas atribuições legais, conforme o disposto no art. xx, da Lei xx, de xx de xxxxx de xxxx, e CONSIDERANDO a necessidade de criar mecanismos de incentivo ao estágio das escolas de educação profissional, RESOLVE: I – Criar Grupo de Trabalho composto por 05 (cinco) servidores da Secretaria da Fazenda do Estado do Ceará – SEFAZ, Secretaria da Educação do Estado do Ceará - SEDUC, Secretaria de Planejamento e Gestão do Estado do Ceará – SEPLAG, Secretaria do Desenvolvimento Econômico do Estado do Ceará – SDE, abaixo designados, para, sob a coordenação do primeiro, realizar estudos e propor benefícios fiscais para as empresas concedentes de estágios aos alunos das escolas estaduais de educação profissional; II – Os trabalhos deverão ser concluídos no prazo de 90 (noventa) dias, podendo ser prorrogado; III – Esta Portaria entra em vigor na data de sua publicação.
Mostrar mais

106 Ler mais

O PERFIL DO GESTOR ESCOLAR NA IMPLEMENTAÇÃO DE MODELOS DE GESTÃO: UM ESTUDO DE CASO NA REGIÃO METROPOLITANA VII DO ESTADO DO RIO DE JANEIRO – Mestrado em Gestão e Avaliação da Educação Pública

O PERFIL DO GESTOR ESCOLAR NA IMPLEMENTAÇÃO DE MODELOS DE GESTÃO: UM ESTUDO DE CASO NA REGIÃO METROPOLITANA VII DO ESTADO DO RIO DE JANEIRO – Mestrado em Gestão e Avaliação da Educação Pública

Região Metropolitana VII, do Estado do Rio de Janeiro. Pretende-se analisar até que ponto o perfil do gestor escolar pode facilitar a implementaçãoda Gestão integrada da Escola (GIDE), que é um modelo de planejamento estratégico com foco em resultados. A importância desta pesquisa reside na possibilidade de ampliar a qualidade das práticas escolares a partir da formação de perfis de líderes capazes de redirecionar as ações escolares e propiciar melhores índices de desenvolvimento. Com relação aos aspectos metodológicos, realizou-se um estudo de caso qualitativo, com pesquisa bibliográfica, entrevista com os gestores de duas escolas da Região Metropolitana VII e aplicação de questionários a professores e agentes de acompanhamento da gestão escolar AAGE, que atuam nas referidas unidades. Os resultados da pesquisa mostraram que o perfil do gestor é um dos aspectos que pode caracterizar a identidade da escola em termos de índices de desenvolvimento escolar, isso porque o líder com o perfil cujas competências, como a criatividade, e visão estratégica, pode mudar a realidade escolar, inserido professores e alunos em contextos diversificados no que diz respeito ao processo ensino aprendizagem. A partir dessas constatações,apresenta-se um plano de ação educacional que abrange a realização de treinamentos para capacitar os gestores da Região Metropolitana VII de modo a subsidiá-los na aquisição de competências de gestão escolar, os quais demandarão o monitoramento e avaliação da GIDE, no sentido de apresentar resultados a curto, médio ou longo prazo no que se refere à relevância dos treinamentos.
Mostrar mais

106 Ler mais

VANDERLEA BARRETO DO AMARAL OS LIMITES DA IMPLEMENTAÇÃO DO PROJETO REFORÇO ESCOLAR NAS ESCOLAS DE ENSINO MÉDIO DA REGIONAL METROPOLITANA VII DO ESTADO DO RIO DE JANEIRO

VANDERLEA BARRETO DO AMARAL OS LIMITES DA IMPLEMENTAÇÃO DO PROJETO REFORÇO ESCOLAR NAS ESCOLAS DE ENSINO MÉDIO DA REGIONAL METROPOLITANA VII DO ESTADO DO RIO DE JANEIRO

Esta pesquisa buscou avaliar os limites da implementação do Programa Reforço Escolar, criado pela Secretaria de Estado de Educação do Rio de Janeiro, em junho de 2012, nas escolas da Regional Metropolitana VII. O objetivo deste trabalho é identificar e analisar a existência de problemas na sua implementação, além de verificar as causas da falta de adesão ou da adesão parcial das escolas que não o desenvolveram. Tal Projeto visa à diminuição dos índices de reprovação em Matemática e Língua Portuguesa no ensino médio e à elevação dos resultados nas avaliações em larga escala como SAERJ, SAERJINHO, SAEB e PROVA BRASIL. Para a coleta de dados, foi aplicado um questionário a professores e gestores em duas escolas da Regional em estudo: uma que aderiu ao projeto e outra que não desenvolveu nenhuma de suas ações. Na sua análise, foram investigados os fatores extraescolares e intraescolares que dificultaram a adesão das escolas. A partir deles, apresentou-se um Plano de Ação Educacional (PAE) que propõe estratégias de divulgação do Projeto, além de reforçar a ideia de participação efetiva dos pais na vida escolar dos educandos. Ele sugere, ainda, o aprimoramento da metodologia do Projeto e levanta questões a respeito da estrutura das escolas envolvidas no processo.
Mostrar mais

129 Ler mais

JEORDANE OLIVEIRA DE ANDRADE PRÁTICA DE GESTÃO: A PERCEPÇÃO DOS GESTORES SOBRE O USO DO PLANEJAMENTO ESTRATÉGICO NO SISTEMA DE ENSINO DO AMAZONAS

JEORDANE OLIVEIRA DE ANDRADE PRÁTICA DE GESTÃO: A PERCEPÇÃO DOS GESTORES SOBRE O USO DO PLANEJAMENTO ESTRATÉGICO NO SISTEMA DE ENSINO DO AMAZONAS

A presente dissertação do Mestrado Profissional em Gestão e Avaliação da Educação Pública (PPGP/CAEd/UFJF) tem por objeto central discutir a implantação do Planejamento Estratégico (PE) na rede educacional do Estado do Amazonas (Seduc-AM). Justifica-se tal estudo, pois, atualmente, as secretarias estaduais de educação e redes de ensino da educação básica, estão sendo, cada vez mais, desafiadas a adotar modelo de gestão eficiente, como forma de melhorar seu desempenho e na melhoria da qualidade do ensino. Para tanto, buscou-se responder a seguinte questão: qual a percepção dos gestores intermediários quanto ao planejamento estratégico da Seduc-AM, que se desdobrou no objetivo geral de conhecer a percepção dos gestores intermediários sobre o planejamento estratégico adotada pela Seduc-AM e nos objetivos específicos: (1) descrever a estrutura administrativa e as mudanças implementadas pelo planejamento estratégico; (2) analisar a percepção da ferramenta de planejamento estratégico pelos gestores e; (3) propor Plano de Ação Educacional (PAE). A pesquisa se caracteriza como um estudo de caso, descritivo com abordagem qualitativa. Para consecução da dissertação foi realizada uma pesquisa bibliográfica em Maximiano (2006), Feldhaus (2013), Melo (2013), Silva (2014), Fernandes e Gentilini (2014), Monteiro (2015), Moura e Bezerra (2015), Costa; Araújo (2013) bases para o estudo sobre Planejamento. O tema Planejamento Estratégico, por sua vez, foi fundamentado pelos autores Drucker (1984), Mintzberg (2004), Bataglia e Yu (2008), Oliveira (2011), Falqueto (2013), Melo (2013), Rigby & Bilodeau (2013), Alberti (2014), Brasil (2014), Silva (2014) e Zimermmann (2014). No estudo sobre estratégias, buscou-se embasamento teórico em autores como Porter (1986), Quinn (2006), Rezende (2011
Mostrar mais

109 Ler mais

SISTEMA DE AVALIAÇÃO DO ESTADO DE GOIÁS (SAEGO): INTERPRETAÇÃO ESTATÍSTICA E PEDAGÓGICA DOS ITENS DE MATEMÁTICA

SISTEMA DE AVALIAÇÃO DO ESTADO DE GOIÁS (SAEGO): INTERPRETAÇÃO ESTATÍSTICA E PEDAGÓGICA DOS ITENS DE MATEMÁTICA

Em todos esses lugares, o ponto de partida para a elaboração das matrizes se deu a partir do Currículo do referido estado ou município e também com base nos Parâmetros Curriculares Nacionais (PCN) e Diretrizes Curriculares Nacionais (DCN). Após um estudo prévio desses documentos oficiais, os profissionais envolvidos no processo de elaboração das Matrizes de Referência em Avaliação traziam suas concepções de ensino/aprendizagem e estabeleciam uma relação com o que consideravam básico e fundamental que o aluno devesse dominar do conteúdo de matemática, de acordo com a etapa escolar em que tivesse inserido. Muitos conteúdos foram sugeridos, mas não puderam fazer parte do documento devido à limitação estrutural que a matriz apresenta em função do tipo dos itens que são elaborados a partir dela, algo que será esclarecido mais adiante. Após várias reuniões, discussões e reflexões sobre o ensino/aprendizagem de Matemática e também sobre alguns dos aspectos estruturantes da construção do pensamento matemático, esses profissionais decidiam, em um consenso definido pela maioria, sobre quais habilidades passariam a fazer parte da Matriz de Referência em Avaliação.
Mostrar mais

161 Ler mais

UNIVERSIDADE FEDERAL DE JUIZ DE FORA CENTRO DE POLÍTICAS PÚBLICAS E AVALIAÇÃO DA EDUCAÇÃO PROGRAMA DE PÓS-GRADUAÇÃO PROFISSIONAL EM GESTÃO E AVALIAÇÃO DA EDUCAÇÃO PÚBLICA MOISÉS DOS SANTOS CORDEIRO

UNIVERSIDADE FEDERAL DE JUIZ DE FORA CENTRO DE POLÍTICAS PÚBLICAS E AVALIAÇÃO DA EDUCAÇÃO PROGRAMA DE PÓS-GRADUAÇÃO PROFISSIONAL EM GESTÃO E AVALIAÇÃO DA EDUCAÇÃO PÚBLICA MOISÉS DOS SANTOS CORDEIRO

estão embasados em Condé (2012), Machado (2012), Luck (2002), Brooke (2012), Souza e Oliveira (2010), além de outros autores e documentos publicados pela Secretaria Estadual de Educação do Amazonas e do Ministério da Educação (MEC). A pesquisa apontou como principais resultados: a falta de divulgação dos resultados pela equipe gestora; a não apropriação dos resultados do SADEAM junto aos professores e comunidade; ausência de suporte ás escolas da SEDUC-AM e da Coordenadoria Regional de Educação; falta de profissionais como pedagogos e professores habilitados em Língua Portuguesa e Matemática; e ausência de Plano de Intervenção Pedagógica e monitoramento. Esses achados permitiram elencar ações descritas no Plano de Ação Educacional (PAE), direcionadas a quatro dimensões: SEDUC, Coordenadoria Regional, Gestão Escolar e Professores, visando melhorias no percentual de participação e proficiência dos alunos das escolas investigadas.
Mostrar mais

147 Ler mais

ESTUDO COMPARADO DA AÇÃO GESTORA NA APROPRIAÇÃO DOS RESULTADOS DO PROALFA: ANÁLISE DE DOIS CASOS DE SUCESSO EM GOVERNADOR VALADARES

ESTUDO COMPARADO DA AÇÃO GESTORA NA APROPRIAÇÃO DOS RESULTADOS DO PROALFA: ANÁLISE DE DOIS CASOS DE SUCESSO EM GOVERNADOR VALADARES

No segundo capítulo apresento uma análise de forma comparativa entre diferentes gestões e diferentes formas de apropriação da avaliação externa, através de um diálogo frequente entre a teoria e a prática. Realizei uma pesquisa de campo que de forma incipiente apresentou claramente algumas questões de investigação, enquanto outras foram aparecendo no decorrer do trabalho investigativo. Essa pesquisa objetivou delinear uma situação de gestão onde os gestores fossem facilitadores do processo de apropriação dos resultados do PROALFA, permitindo que os professores alfabetizadores façam uso dos mesmos. Para isso através do estudo de duas situações exitosas de gestão, que se configuram por bons resultados nessa avaliação, verificamos se esse processo de facilitação tem ocorrido nas duas escolas em questão.
Mostrar mais

138 Ler mais

ESTRESSE OCUPACIONAL: estudo com gestores de um hospital público regional do estado de Minas Gerais

ESTRESSE OCUPACIONAL: estudo com gestores de um hospital público regional do estado de Minas Gerais

No estudo de Santos (2017), o objetivo foi descrever e analisar as manifestações associadas ao estresse no trabalho, na percepção dos gestores de um hospital filantrópico que atende ao SUS e à rede privada na região Centro-Oeste de Minas Gerais. Os principias resultados apresentados mostraram que as fontes de tensão no ambiente de trabalho estão direcionadas a situação financeira da instituição, mudanças organizacionais, pressão e cobrança, em seus diversos contextos, sobrecarga de trabalho e administração de situações imprevisíveis e/ou complexas. Foi identificado, também, que essas fontes de tensão promovem alterações físicas e psíquicas nos indivíduos, como: insônia, fadiga, dores no estômago, ansiedade, nervosismo e irritabilidade. Também foram observadas algumas manifestações orgânicas que podem estar relacionadas ao quadro de estresse ocupacional, como: gastrite, psoríase, pressão alta e síndrome do pânico. Em relação ao impacto no trabalho o estudo revelou: desgaste nos relacionamentos interpessoais no trabalho e/ou fora dele, dificuldades relacionadas a concentração e/ou a memória e interface casa/trabalho. As estratégias de enfrentamento (coping) ao estresse utilizadas com frequência pelos gestores foram: equilíbrio entre trabalho e vida privada, busca do autocontrole, centralidade do trabalho e prática de atividades físicas.
Mostrar mais

162 Ler mais

A IMPLEMENTAÇAO DA POLÍTICA DE FORMAÇÃO E DESENVOLVIMENTO DE GESTORES ESCOLARES DO ESTADO DO RIO DE JANEIRO: UMA ANÁLISE A PARTIR DA REGIONAL METROPOLITANA II

A IMPLEMENTAÇAO DA POLÍTICA DE FORMAÇÃO E DESENVOLVIMENTO DE GESTORES ESCOLARES DO ESTADO DO RIO DE JANEIRO: UMA ANÁLISE A PARTIR DA REGIONAL METROPOLITANA II

Esta dissertação, desebvolvida no âmbito do Programa de Pós-graduação Profissional em Gestão e Avaliação da Educação Pública da Universidade Federal de Juiz de Fora, teve como objetivo identificar e analisar as demandas de formação dos gestores de escola na SEEDUC/RJ, de modo a contribuir com a proposição de ações que possam suprir os gaps existentes. Para tanto, foi necessário analisar a política de formação e desenvolvimento de pessoas da Secretaria de Estado de Educação do Rio de Janeiro, executada a partir de 2010, sob a perspectiva das ações empreendidas para os diretores escolares, levando em consideração, também, a percepção desses gestores, acerca dessa política. A pesquisa teve como recorte de análise três dos cursos ofertados para gestores escolares entre os anos de 2011 a 2013; são eles: Curso de Formação do Processo Seletivo Interno (PSI), MBA em Gestão Empreendedora em Educação e o Fórum de Gestão e Liderança Escolar. Os dados foram coletados por meio de pesquisa documental e bibliográfica, observação participante e pesquisa de campo com aplicação de questionário. O questionário foi aplicado nos diretores escolares da Regional Metropolitana II. Na análise, foram investigados os seguintes elementos: perfil de formação do gestor, análise dos três cursos e sugestões de formatos e assuntos para a elaboração de novas propostas de formação. Esse estudo foi desenvolvido, a partir da contribuição de autores como: Fleury (2001), Freitas (2009), Lück (2000, 2009, 2010), Pacheco at al. (2009), Mintzberg (2010), Machado (2010, 2012), Kuenzer (2013), Polon (2013), dentre outros. A pesquisa mostrou os pontos relevantes e os limites dos três cursos analisados, revelando lacunas que necessitam ser trabalhadas. O diagnóstico realizado foi fundamental para a elaboração de um Plano de Ação Educacional direcionado ao enriquecimento da política de formação e desenvolvimento para gestores escolares, implementada no estado.
Mostrar mais

212 Ler mais

FLÁVIO ALVES PEREIRA A INCIDÊNCIA DAS POLÍTICAS DE RESPONSABILIZAÇÃO DO ESTADO DO CEARÁ NAS AÇÕES DE GESTÃO PEDAGÓGICA EM ÂMBITO MUNICIPAL – O CASO DA ESCOLA MARIA NAIR (IPU-CE)

FLÁVIO ALVES PEREIRA A INCIDÊNCIA DAS POLÍTICAS DE RESPONSABILIZAÇÃO DO ESTADO DO CEARÁ NAS AÇÕES DE GESTÃO PEDAGÓGICA EM ÂMBITO MUNICIPAL – O CASO DA ESCOLA MARIA NAIR (IPU-CE)

Consultando os arquivos do setor de gestão pedagógica da Secretaria Municipal de Educação, não se encontrou, no entanto, no ano de 2008, registro de nenhuma ação relevante que se pudesse enquadrá-la como de intervenção pedagógica, tendo em vista que os dados das avaliações externas do ano de 2007 colocaram o município em análise entre os 36 piores do estado do Ceará em desempenho acadêmico dos seus estudantes, apresentando, para aquele ano, IDEB de 3.1, abaixo da média do Ceará, que foi de 3.8, e do Brasil, 4.2, para as séries iniciais do ensino fundamental. Em relação aos resultados do SPAECE-ALFA, outro indicador da qualidade da educação municipal, em 2008, a média de proficiência do município foi de 121,9; abaixo da também baixa média do estado, que foi de 127,7, o que expressa, de acordo com a Escala de Proficiência do SPAECE-ALFA, que o município apresentava-se, naquele momento, no nível intermediário de alfabetização, portanto, na cor amarela, considerando-se o mapa simbólico representativo da alfabetização do Ceará.
Mostrar mais

126 Ler mais

PROGRAMA DE EDUCAÇÃO DO ESTADO DO RIO DE JANEIRO: UMA AVALIAÇÃO EM PERSPECTIVA – Mestrado em Gestão e Avaliação da Educação Pública

PROGRAMA DE EDUCAÇÃO DO ESTADO DO RIO DE JANEIRO: UMA AVALIAÇÃO EM PERSPECTIVA – Mestrado em Gestão e Avaliação da Educação Pública

Uma das primeiras ações do novo Programa de Educação do Estado foi o lançamento do Currículo Mínimo. Uma equipe de professores da rede estadual, que se inscreveram e foram selecionados, ficaram responsáveis pela seleção dos conteúdos mínimos necessários, inicialmente, para seis (6) disciplinas: Língua Portuguesa, Matemática, História, Geografia, Filosofia e Sociologia. Com essa medida, pretendia-se uniformizar e oportunizar os conteúdos necessários determinados para uma etapa de ensino. Na realidade das escolas, era comum acontecer que os alunos transferidos para outras unidades ou até mesmo na própria escola, perdessem a continuidade dos conteúdos por não haver uma sistematização na rede. O Currículo Mínimo procura contemplar todos os conhecimentos importantes para uma formação integral do aluno na educação básica, preparando-o para a vida, para o trabalho e para o prosseguimento dos estudos. Com o cumprimento do Currículo Mínimo necessário para determinada etapa de ensino, os estudantes podem ter a garantia de estarem sendo preparados para as avaliações externas, como Prova Brasil e ENEM.
Mostrar mais

92 Ler mais

Show all 10000 documents...