Top PDF Formação do professor de geografia: um olhar sobre o estágio supervisionado

Formação do professor de geografia: um olhar sobre o estágio supervisionado

Formação do professor de geografia: um olhar sobre o estágio supervisionado

O Estágio Supervisionado é um momento de fundamental importância no processo da formação profissional, são momentos de experiências e práticas, pois é uma atividade que possibilita ao acadêmico a oportunidade de colocar em prática, todas as teorias adquiridas durante sua formação. Em face do exposto, este trabalho pretende analisar o estágio supervisionado no curso de licenciatura em Geografia, com o intuito de refletir sua importância para a formação do professor de geografia da educação básica. Para tanto, os objetivos específicos desejam: refletir o estágio supervisionado no curso de licenciatura em Geografia, no Centro de Humanidades da Universidade Estadual da Paraíba (UEPB), através de um relato de experiência de uma professora em formação; discutir o referencial teórico sobre a formação do professor de geografia para atuar na educação básica, mais precisamente no ensino médio e apontar algumas considerações sobre a importância do estágio supervisionado para o professor em formação, mediante a prática do planejamento de ensino como atividade docente. Nessa perspectiva as metodologias partiram de pesquisas bibliográficas e de campo, através de relato de experiência, fazendo-se comparação entre a literatura pedagógica sobre formação de professor e as experiências vivenciadas em regência no estágio supervisionado. Portanto, entender como o estágio supervisionado pode contribuir na formação do professor é o problema que norteia esta pesquisa, uma vez que pensar a formação do professor de geografia possibilita inferir relações com o estágio supervisionado como elemento que contextualiza teoria e prática, possibilitando o desenvolvimento profissional do professor em formação. Sendo assim, o referencial teórico contempla, dentre outros, LIBÂNIO (1994), PIMENTA & LIMA (2011) e VESENTINI (2007, p. 7-8). Perante as discussões teóricas e o relato de experiência apresentado, conclui-se que, o estágio supervisionado no curso de geografia, assim como em outros cursos de licenciatura, ainda é um desafio que precisa ser superado, evitando-se o distanciamento entre teoria e prática, de modo que o professor em formação tenha condições plenas para o desenvolvimento de suas atividades e consiga obter experiências exitosas e não frustrantes.
Mostrar mais

28 Ler mais

O estágio supervisionado na formação do professor de geografia

O estágio supervisionado na formação do professor de geografia

O Estágio Supervisionado é o primeiro contato que o aluno-professor tem com seu futuro campo de atuação. Por meio da observação, da participação e da regência, o licenciando poderá refletir sobre e vislumbrar futuras ações pedagógicas. Assim, sua formação tornar-se-á mais significativa quando essas experiências forem socializadas em sua sala de aula com seus colegas, produzindo discussão, possibilitando uma reflexão crítica, construindo a sua identidade e lançando, dessa forma, “um novo olhar sobre o ensino, a aprendizagem e a função do educador” (PASSERINI, 2007, p. 32).
Mostrar mais

26 Ler mais

Importância do estágio supervisionado para a formação do professor de geografia: relato da experiência na E. E. E. F. M.  Professor Edgardo Júlio, Guarabira/PB

Importância do estágio supervisionado para a formação do professor de geografia: relato da experiência na E. E. E. F. M. Professor Edgardo Júlio, Guarabira/PB

Este trabalho tem como objetivo apresentar a importância do estágio supervisionado para a formação inicial do professor, com base nas experiências do estágio supervisionado em Geografia III do curso de Licenciatura Plena em Geografia da UEPB – Campos de Guarabira, realizado na Escola Estadual Ensino Fundamental e Médio Professor Edgardo Júlio, no mesmo município paraibano, no turno da tarde em turmas do ensino médio. Na perspectiva metodológica primeiramente foi realizado uma pesquisa bibliográfica para a fundamentação teórica deste trabalho abordando sobre a formação inicial, a importância desta componente curricular, o estágio supervisionado, como também uma breve reflexão sobre o processo de ensino e aprendizagem de Geografia e em um segundo momento foi relatado a estrutura física da escola qual foi realizado o estágio e as atividades de observações e regências. Considerando que é só a partir de tais atividades que muitos dos licenciandos poderão observar e ministrar aulas demonstra-se a importância desta componente curricular, pois é essencial durante a formação esta articulação entre a teoria com a prática, a troca de conhecimentos e experiência de um professor já formado e que atua na educação básica com o professor em formação.
Mostrar mais

36 Ler mais

A importância do estágio supervisionado na formação do professor de geografia do ensino médio

A importância do estágio supervisionado na formação do professor de geografia do ensino médio

Neste sentido, o principal ponto de partida para a formação de um educador, é um bom aprofundamento nas teorias educacionais, propostas pela disciplina prática pedagógica, bem como a aproximação do acadêmico com a realidade escolar. Realidade esta, alcançada com a execução do estágio supervisionado, o qual está ligado diretamente à disciplina Prática Pedagógica, e é através dele, que o futuro docente se integra com o universo de seus futuros discentes, como também, com os problemas educacionais vivenciados pela escola: falta de recursos didáticos, falta de qualificação profissional nos serviços prestados pelo corpo docente, comodismo, dentre tantos outros que a escola atual vem enfrentando ao longo dos anos. Evidencia-se assim, a suma importância da disciplina para os acadêmicos.
Mostrar mais

41 Ler mais

A importância do Estágio Supervisionado para formação do professor de Geografia

A importância do Estágio Supervisionado para formação do professor de Geografia

Sendo satisfatório o desempenho, obtendo êxito com a importância do Estágio Supervisionado, na área de Geografia, como descrito na LBD: A LDB A Lei de Diretrizes e Bases da Educação Nacional LDB nº 9394/96, estabelece a importância da prática na formação docente, observada e regulamentada pelo Conselho Nacional de Educação, o Parecer CES 492/2001 que institui as Diretrizes Curriculares Nacionais para o Curso de Geografia, definindo princípios, condições de ensino e de aprendizagem, procedimentos a serem observados em seu planejamento e avaliação, pelos órgãos dos sistemas de ensino e pelas instituições de educação superior do país, nos termos explicitados na Resolução CNE/CP 2/2002 que Institui a duração e a carga horária dos cursos de licenciatura, de graduação plena, de formação de professores da Educação Básica em nível superior.
Mostrar mais

28 Ler mais

FORMAÇÃO DO PROFESSOR DE GEOGRAFIA: SOBRE PRÁTICAS DE ENSINO E ESTÁGIO SUPERVISIONADO

FORMAÇÃO DO PROFESSOR DE GEOGRAFIA: SOBRE PRÁTICAS DE ENSINO E ESTÁGIO SUPERVISIONADO

Na Faculdade de Educação, temos 300 horas de estágio. Na verdade, são 400horas, mas 100 ficam para as unidades. Assim, o Departamento de Geografia tem 100 horas de estágio, e a Faculdade de Educação, 300 horas, totalizando 400 horas. Das 300 horas dos cursos de licenciatura, 240 são referentes ao curso de Metodologia do Ensino de Geografia, e 60 são distribuídas entre os cursos de Psicologia, Didática e Política e Organização da Educação Básica no Brasil (POEB). Na Faculdade de Educação, o curso de Metodologia tem 240 horas: metodologia I e II, com 120horas cada. Essa ideia da teoria e da prática é muito esquisita, porque nenhum curso é estritamente prático ou teórico. Mas porque o curso de metodologia tem 240horas de estágio? Porque a concepção do curso de formação dos professores é instrumental, e o que importa é o aluno compreender, saber as técnicas e métodos. Privilegiam-se as horas de estágio para os cursos de metodologia ou práticas de ensino, como se o curso fosse estritamente instrumental. Não se pode resumir um curso de formação de professores a uma ideia instrumental, ele não deve ser feito ao final do curso como a parte “prática”. O estágio tem uma dimensão teórica valiosa, embora ainda não bem compreendida e pesquisada. A escola é passível de teorizações.
Mostrar mais

9 Ler mais

O estágio supervisionado: sua importância  para a formação do futuro professor

O estágio supervisionado: sua importância para a formação do futuro professor

Nas aulas da professora de Estágio Supervisionado a mesma destacava a importância do livro didático. Segundo a professora de estágio o mais importante é o professor de Geografia estar preparado teoricamente para escolher o livro que mais se adeque ao seu aluno e ao ano em que irá lecionar. Todavia, nem sempre isso é possível. Muitas vezes são as Secretarias de Educação dos Municípios que escolhem o livro sem consultar o professor. Assim, realizar a análise do livro didático antes de iniciar o ano letivo é essencial para uma boa utilização do mesmo. Contudo, o mais importante é o professor ter clareza de que além do livro o professor necessita de outros matérias pedagógicos em sala de aula como: o uso de jornais , revistas e gibis, exibição de filmes e documentários, oficinas de maquetes, como fonte de informação acerca do mundo, de forma a ampliar o tratamento dado aos conteúdos e fazer com que o aluno sinta-se inserido no mundo à sua volta.
Mostrar mais

25 Ler mais

Estágio supervisionado em geografia: formação inicial e prática docente

Estágio supervisionado em geografia: formação inicial e prática docente

Diante das observações da estrutura física e do corpo de funcionários que fazem parte da E.E.E.F.M. Professor José Soares de Carvalho cabe agora fazer algumas considerações. A mesma possui uma estrutura física muito boa, comparada a outras escolas de ensino fundamental e médio das redes públicas de ensino. No entanto, não podemos deixar de observar alguns problemas enfrentados pela escola: vandalismo e depredação do patrimônio público, como janelas e portas riscadas, o que levou a diretoria a instalar câmeras de segurança no local; professores sobrecarregados com turmas de diversas escolas, muitas vezes trabalhando os três turnos; desmotivação e indisciplina por parte dos alunos e desânimo por parte dos docentes.
Mostrar mais

75 Ler mais

Escrita do gênero relatório de estágio supervisionado na formação inicial do professor brasileiro.

Escrita do gênero relatório de estágio supervisionado na formação inicial do professor brasileiro.

Considerando nosso interesse pelas produções escritas produzidas em outras licenciaturas, excetuando o curso de Letras, que historicamente tem a linguagem como principal objeto de estudo, foram analisados aproximadamente seiscentos relatórios de estágio supervisionado das licenciaturas em Geografia, História e Matemática, produzidos durante seis anos consecutivos, no campus universitário de Araguaína, pertencente à Universidade Federal do Tocantins (UFT). Esses documentos estão disponibilizados para pesquisa nos seguintes centros de documentação, cujos acervos são alimentados continuamente: Centro Interdisciplinar de Memória dos Estágios Supervisionados das Licenciaturas (CIMES) e Centro de Documentação Histórica (CDH). No primeiro, estão arquivados os relatórios de estágio das seguintes licenciaturas ofertadas no campus mencionado: Biologia, Letras (Língua Portuguesa e Língua Inglesa), Física, Geografia, Química e Matemática. Apenas as produções escritas da licenciatura em História estão arquivadas no segundo centro mencionado. 3
Mostrar mais

25 Ler mais

A importância do estágio para a geografia escolar: uma análise das implicações do estágio para a formação do professor de geografia

A importância do estágio para a geografia escolar: uma análise das implicações do estágio para a formação do professor de geografia

O presente trabalho tem como objetivo analisar as experiências vivenciadas durante os estágios supervisionados realizados pela autora e documentadas em três relatórios anteriormente elaborados, pontuando questões de relevância para o ensino da Geografia, como o cenário deste ensino na cidade de Campina Grande, a importância do estágio na formação acadêmica do professor, o nível de desenvolvimento dos alunos, o interesse dos alunos na disciplina, as ferramentas e metodologias utilizadas pelos professores das escolas participantes e os resultados obtidos em cada uma das realidades analisadas. Dessa forma o presente trabalho objetiva analisar a vivência em quatro escolas da cidade de Campina Grande, a Escola Estadual Nossa Senhora do Rosário, a Escola Estadual Clementino Procópio, a Escola Municipal Padre Antonino e a Escola Estadual Poeta Carlos Drummond de Andrade. Tais Estágios foram desenvolvidos através de observação (Estágio Supervisionado I) e regência no Ensino Fundamental e Médio (Estágios Supervisionados II e III, respectivamente). Com o trabalho foi possível realizar uma análise a respeito das questões levantadas, sobre como o estágio se mostra crucial para a formação do professor, a importância da capacidade de adaptação do professor frente a realidades diferentes e em como o papel do professor, em despertar o pensamento crítico a respeito do meio em que os alunos estão inseridos, não é cumprido na sua totalidade. Assim, o trabalho aqui presente destaca estes pontos e demonstra a importância do estágio na formação do professor, bem como a necessidade de um aprimoramento no ensino da Geografia, tanto para garantir a absorção dos conteúdos por parte dos alunos, como para garantir que a Geografia cumpra seu principal papel, o de formação de pensamento crítico sobre o meio, permitindo aos alunos uma visão crítica e inteirada sobre o meio que habitam.
Mostrar mais

44 Ler mais

O estágio supervisionado e sua importância para a licenciatura em geografia

O estágio supervisionado e sua importância para a licenciatura em geografia

Este trabalho de conclusão de curso tem como tema principal o estágio supervisionado nos cursos de licenciatura. Com o propósito de mostra essa importância do estágio supervisionado, seus problemas e a sua contribuição para os futuros professores foi que fiz este trabalho e que tem como objetivo principal relata como funciona o estágio supervisionado e sua relação com a formação do professor e para chegar a tal foi feita uma revisão bibliográfica através de artigos, monografias, livros. Sendo dividida em cinco capítulos que falam da questão legal e contextualização histórica, seguida pela relação do estagio com a formação dos professores e em seguida foi feita uma revisão sobre os métodos de ensino, seguida por uma abordagem do ensino da geografia e sua metodologia usada na sala de aula e no quinto falamos sobre a importância da pratica no estagio para o futuro do professor. E por fim fiz algumas considerações de como fazer com que o estágio supervisionado não seja apenas uma mera obrigação burocrática e sim passe a se dado o seu devido valor.
Mostrar mais

48 Ler mais

A importância do estágio supervisionado na formação do professor: um relato de experiência

A importância do estágio supervisionado na formação do professor: um relato de experiência

20 A regência foi finalizada com uma culminância, tendo um momento de reflexão e agradecimentos pela experiência vivida. Para tanto, o período do estágio é um momento de prática no processo de formação do professor reflexivo- pesquisador, lugar de aprendizagens significativas da profissão, é o momento que permite maior aproximação da realidade e do contexto social que estamos inseridos. A partir do que foi exposto, é importante que o estagiário perceba o espaço escolar como um ambiente de pesquisa, entender como deve ser seu olhar sobre o professor que está na sala de aula. Não podemos enxergá-lo com olhar de juiz, mas de pesquisador que investiga a realidade. Durante o estágio, foi possível perceber a importância dessa experiência para o aprendizado da prática docente e como isso nos ajudará a solucionar problemas que por ventura encontraremos na nossa área de trabalho.
Mostrar mais

25 Ler mais

Escola noturna e estágio supervisionado em geografia: uma narrativa de formação docente

Escola noturna e estágio supervisionado em geografia: uma narrativa de formação docente

O presente trabalho pretende discutir a maneira pela qual o estágio supervisionado de observação pode contribuir no processo de formação do professor de Geografia e realizar alguns apontamentos com relação à modalidade de Educação de Jovens e Adultos a partir de uma narrativa autobiográfica. A escola noturna é a realidade com a qual os licenciandos também do turno noturno irão encontrar durante o estágio. Esse texto é resultado do Estágio Supervisionado I, componente curricular obrigatório ofertado pelo curso de Geografia da Universidade Estadual da Paraíba, realizado na E.E.E.F.M Prof. Itan Pereira, em Campina Grande-PB. Os resultados mostraram que o ensino de Geografia na EJA ainda é insatisfatório, com métodos mnemônicos, desconformes com o público a que essa modalidade se destina, o que se torna preocupante e por isso cabe a reflexão sobre as futuras práticas dos licenciandos. Por fim, foi possível concluir que a EJA ainda é uma realidade desconhecida dos alunos do curso de Licenciatura em Geografia da UEPB, não sendo discutida no decorrer do curso adequadamente, o que dificulta a prática do estágio supervisionado nessa modalidade, uma vez que os licenciandos de Geografia deveriam discutir sobre todas as modalidades de ensino que são ofertadas pela escola básica. Dessa forma, a partir da prática de observação, foi possível perceber um ambiente ainda não explorado com uma visão de educadora, sendo essa etapa de fundamental importância e indispensável à formação inicial do professor por proporcionar um momento de reflexão da prática pedagógica a partir da realidade observada.
Mostrar mais

43 Ler mais

O estágio supervisionado e sua importância para a formação do docente iniciante no ensino de geografia

O estágio supervisionado e sua importância para a formação do docente iniciante no ensino de geografia

Art. 12. Os cursos de formação de professores em nível superior terão a sua duração definida pelo Conselho Pleno, em parecer e resolução específica sobre sua carga horária. § 1º A prática, na matriz curricular, não poderá ficar reduzida a um espaço isolado, que a restrinja ao estágio, desarticulado do restante do curso. § 2º A prática deverá estar presente desde o início do curso e permear toda a formação do professor. § 3º No interior das áreas ou das disciplinas que constituírem os componentes curriculares de formação, e não apenas nas disciplinas pedagógicas, todas terão a sua dimensão prática. Art. 13. Em tempo e espaço curricular específico, a coordenação da dimensão prática transcenderá o estágio e terá como finalidade promover a articulação das diferentes práticas, numa perspectiva interdisciplinar. § 1º A prática será desenvolvida com ênfase nos procedimentos de observação e reflexão, visando à atuação em situações contextualizadas, com o registro dessas observações realizadas e a resolução de situações-problema. § 2º A presença da prática profissional na formação do professor, que não prescinde da observação e ação direta, poderá ser enriquecida com tecnologias da informação, incluídos o computador e o vídeo, narrativas orais e escritas de professores, produções de alunos, situações simuladoras e estudo de casos. § 3º O estágio curricular supervisionado, definido por lei, a ser realizado em escola de educação básica, e respeitado o regime de colaboração entre os sistemas de ensino, deve ser desenvolvido a partir do início da segunda metade do curso e ser avaliado conjuntamente pela escola formadora e a escola campo de estágio.
Mostrar mais

31 Ler mais

Estágio supervisionado em Geografia: reflexões a formação docente

Estágio supervisionado em Geografia: reflexões a formação docente

Quesito fundamental na analise é sobre os recursos (ou a falta deles) ofertados nas escolas, uma vez que um dos poucos aparatos para facilitar o ensino seja o livro didático. No entanto, não tiro a importância desse objeto que serve de base para as aulas, como aponta CALLAI (2011) pag.130 “o livro didático, é, sem duvida, uma possibilidade para democratizar o acesso ao conhecimento, e como tal uma poderosa ferramenta para a construção da cidadania”, contudo sendo um dos poucos métodos disponíveis acaba se tornando o único recurso, o que dificulta o processo de ensino aprendizagem em razão destes na maioria das vezes não retratar a realidade social do alunado dada a localização do sertão alagoano, isso posto, traz a tona a tarefa de o professor estar sempre relacionando o conteúdo a vivencia do aluno o que é de fundamental importância para a formação do estagiário e possibilitara um maior domínio sobre a área a partir de tais experiências, pois como assinala SCALABRIN; MOLINARI, 2013, p.2 “o aprendizado é muito mais eficiente quando é obtido através da experiência;”
Mostrar mais

23 Ler mais

A escola além dos muros: uma análise sobre estágio curricular supervisionado i na formação inicial do professor de geografia

A escola além dos muros: uma análise sobre estágio curricular supervisionado i na formação inicial do professor de geografia

A presente pesquisa objetivou propor uma estratégia metodológica a partir das experiências desenvolvidas no componente Estágio Curricular Supervisionado em Geografia I, no Curso de Licenciatura em Geografia (UFRN/CERES), centrada no conceito de Entorno Geográfico da escola como forma de aliar formação e práticas docentes iniciais. Considerando a estruturação do Estágio Supervisionado nos cursos de licenciatura em Geografia no Brasil, e em especifico a metodologia utilizada pela professora titular da disciplina Estágio Curricular Supervisionado em Geografia I, do curso de Licenciatura em Geografia (UFRN/CERES) e as observações dos professores de Geografia em formação (Estagiários), procuramos saber como os professores em formação compreendiam a instituição escolar e o Entorno Geográfico, os sujeitos e as relações de vizinhança no substratro espacial durante as suas primeiras experiências no Estágio Curricular Supervisionado I. Em relação aos procedimentos metodológicos, foram realizados levantamento bibliográfico, análise documental, observação das aulas teóricas do componente curricular em questão, observação da aula de campo e acompanhamento no trabalho de campo sobre o Entorno Geográfico, a fim de aplicar a metodologia proposta com os professores em formação durante a execução do componente curricular mencionado. Com a pesquisa, percebemos que as possibilidades de professores e professoras em formação, considerando a formação prévia, e a caminhada feita até então no Curso de Geografia, permitiram a eles um exercício de análise espacial. Um exercício, pois mesmo não sendo análises críticas, fundamentadas adequadamente na teoria e em um acervo de experiências, nossa metodologia permitiu a construção de um estranhamento e de um primeiro olhar, o da escola em seu contexto socioespacial, a nosso ver, imprescindível para a prática docente. O nível formativo geográfico em que se encontram quase sempre limita a análise espacial à localização, e, metodologicamente, à descrição. Contudo, consideramos necessária a reflexão sobre a importância do conhecimento da ação educativa para organização de práticas eficazes de ensino no âmbito da geografia. A esse propósito, o componente Estágio Curricular Supervisionado é um dos pontos de partida para o processo de construção profissional da educação, alinhando os conhecimentos dos conteúdos específicos, no caso os da Geografia e as vivências propostas durante esse momento, o que provoca substancialmente a maturidade pedagógica e intelectual na formação inicial do professor de Geografia.
Mostrar mais

165 Ler mais

A importância do estágio supervisionado na formação do professor de língua inglesa: um relato de experiência

A importância do estágio supervisionado na formação do professor de língua inglesa: um relato de experiência

Ao tratar do estágio supervisionado, estamos falando do momento em que vivenciamos como professores em formação. Por isso, acreditamos que o estágio se faz importante, por conta do momento, da oportunidade, em que se conhece a realidade da escola na qual estaremos absorvendo conhecimentos e informações presentes dentro daquela escola. Além disso, teremos a oportunidade não só de assistir aulas, mas podemos perceber como funciona o sistema escolar, o sistema de ensino, e como tudo isso irá contribuir para nossa formação. “A prática educativa [...] é um traço cultural compartilhado que tem relações com o que acontece em outros âmbitos da sociedade e de suas instituições. [...].” (PIMENTA e LIMA, 2011, p 43). Durante o estágio, o acadêmico terá duas experiências: inicialmente com a parte teórica, em que estará em um novo ambiente, podendo refletir sobre todo aquele espaço, e, em seguida, dando continuidade, estará, na prática, aplicando tudo aquilo que foi aprendido durante a sua vida acadêmica.
Mostrar mais

23 Ler mais

Aula de geografia: um olhar a partir do estágio supervisionado do curso de Geografia – IFPE

Aula de geografia: um olhar a partir do estágio supervisionado do curso de Geografia – IFPE

Diante das discussões realizadas por Carlos (2012, p. 7), que afirma que “é necessário refletir sobre o modo como se ensina, os conteúdos, os instrumentos que se utiliza (e os modos como podemos utilizá-los) apresenta-se, hoje, como fundamental” e pelos PCNs (1997) que orientam levar em consideração o lugar onde os sujeitos estão inseridos, percebemos que na turma do 6º Ano “D” havia a necessidade de alternativas didáticas variadas e que possibilitassem um olhar refinado dos discentes sobre a realidade local, como, por exemplo: através de jogos, de interpretação de letras de músicas, de registros fotográficos locais, de dinâmicas, de trabalhos coletivos 6 , de aulas de campo, de construção de poesias etc .
Mostrar mais

8 Ler mais

O ESTÁGIO COMO FERRAMENTA NA FORMAÇÃO DO PROFESSOR PESQUISADOR: UM OLHAR SOBRE OS CURSOS DE LICENCIATURA

O ESTÁGIO COMO FERRAMENTA NA FORMAÇÃO DO PROFESSOR PESQUISADOR: UM OLHAR SOBRE OS CURSOS DE LICENCIATURA

Para Bernard Charlot (2001) ao discutir as razões que difi - cultam a entrada da pesquisa na sala de aula, ele argumentava que o ensino é um ato muito mais complexo do que a pesquisa. A pesquisa não pode dar inteligibilidade a todas as reações de um professor na sala de aula. Pode focalizar certos aspectos do ensino, mas jamais dará conta de sua totalidade. Ressalta-se que essa metodologia muito tem contribuído para a inserção dos alunos em projetos de pesquisa — realidade antes impensa- da em municípios da zona norte do estado do Ceará.

7 Ler mais

Formação inicial de professores de educação física: um olhar para o estágio curricular supervisionado

Formação inicial de professores de educação física: um olhar para o estágio curricular supervisionado

Em relação à estrutura da disciplina, nota-se que a maioria dos estudantes-estagiários (n=27) entende a carga horária muito excessiva na escola. No estudo de Silva Júnior; Both e Oliveira (2018), a carga horária destinada ao ECS também foi um aspecto levantado pelos estudantes-estagiários pesquisados. Na referida pesquisa, os autores destacam opiniões divergentes sobre essa temática, pois alguns sujeitos consideram o tempo destinado ao estágio no curso adequado para que o mesmo possa estabelecer relações mais estreitas com os agentes da escola, bem como outros não consideram de forma plena a duração do ECS, apontando a duração como muito extensa, traçando como justificativas não questões pedagógicas e formativas, mas sim questões pessoais e profissionais, como compatibilidade de horário com o trabalho, dificuldade de entendimento do patrão, risco de perder o emprego, etc. (SILVA JÚNIOR; BOTH; OLIVEIRA, 2018).
Mostrar mais

8 Ler mais

Show all 10000 documents...

temas relacionados