Top PDF O tempo de trabalho: uma chave analítica.

O tempo de trabalho: uma chave analítica.

O tempo de trabalho: uma chave analítica.

Resumo: O tempo de trabalho é uma noção central para a análise marxista da sociedade capitalista. De Karl Marx aos nossos dias, a discussão sobre a redução do tempo de trabalho ganhou várias in- terpretações. Entre elas está aquela que aponta para a progressiva redução do tempo de trabalho. Progressiva, nesse caso, não é entendida com base em sua própria contradição, isto é, como uma necessidade do capital para sua valorização, mas sim como um processo de redução crescente do tempo do trabalho que no limite colocaria a relação de capital em xeque. A parir dessa interpreta- ção, a tendência de redução do tempo de trabalho anunciaria à exinção das relações de produção capitalistas. Estaríamos, com isso, diante de uma perspeciva que se fundamenta em um automa- ismo social e, portanto, que pressupõe o im do capitalismo de maneira determinista. Retomando as implicações mais centrais que a reestruturação produiva, chamada de toyoista, proporcionou, sobretudo aquelas relaivas à subsituição massiva de trabalhadores por tecnologia informacionais e microeletrônicas, temos como objeivo desse arigo revisitar a noção de tempo de trabalho, tentan- do, com isso, demonstrar a fragilidade das teses que pressupõe um esgotamento estrutural da so- ciedade capitalista como fruto de um automaismo do movimento interno de reprodução do capital. Concluímos que estas teses, na práica, misiicam o papel central da luta de classes, primeiro, como elemento determinante do processo de consituição das forças produivas capitalistas e, segundo, para a superação da subalternidade do trabalho em relação ao capital.
Show more

16 Read more

O tempo como  do trabalho: o tempo industrial e o tempo de trabalho

O tempo como do trabalho: o tempo industrial e o tempo de trabalho

Está claro que a referência de Grimaldi não se restringe a concepção de trabalho caracterizada pela sociedade salarial. É a concepção ampliada da categoria que serve de referência para o autor. O trabalho da negatividade é o que vai permitir a constituição do devir, enfrentando a aparente inércia das coisas que tende a manter-se no presente. Esta negatividade está caracterizada, pois, por um esforço de transformação e esse esforço faz da temporalidade uma ação laboriosa. Aprofundando mais sua reflexão, Grimaldi (2000) introduz a noção de prazo, considerada como constitutiva da consciência que temos do tempo e como a evidência que estamos voltados ao futuro. É a consciência ontológica do prazo, como ressalta o autor, o que nos mantêm vinculados à tendência do ‘por-vir’, tendência que pode ser vivida e compreendida como a própria resistência do presente em sua oposição ao futuro.
Show more

14 Read more

O tempo no processo de trabalho em saúde: uma abordagem sociológica.

O tempo no processo de trabalho em saúde: uma abordagem sociológica.

Atribuiu-se ao relógio um processo decisivo na era industrial e não à máquina a vapor, a qual foi atribuída tal importância. A confirmação de que o relógio foi o principal instrumento no trabalho social, por possuir as funções de coordenação e controle, pode ser atestada pela afirmação: “...o funcionamento das grandes empresas de produção exigia uma fragmentação temporal e espacial extremamente arrojadas tanto dos produtos como das atividades; tal especialização, por sua vez, tornava necessária uma coordenação temporal e espacial muito precisa, tanto no interior de cada empresa como nas suas relações com outras empresas. Uma coordenação precisa supunha, ela própria, um alto grau de planejamento e, para isso, era necessário construir um quadro temporal preciso. A exatidão das precisões dependia da medida do tempo, e uma organização eficaz, implicava em uma avaliação precisa da produtividade relacionada ao tempo. Enquanto o trabalho organizava-se em torno das máquinas, o planejamento organizava-se em torno dos horários” (4) .
Show more

4 Read more

FACULDADE NOVOS HORIZONTES Programa de Pós-graduação em Administração Mestrado

FACULDADE NOVOS HORIZONTES Programa de Pós-graduação em Administração Mestrado

Verifica-se que alguns dos entrevistados demonstram seu incômodo e insatisfação por terem que enfrentar uma jornada mais intensa, a fim de cumprirem as tarefas que lhes foram designadas, gerando interferência em seu estado físico e emocional. Esses relatos vão ao encontro do argumento de diferentes autores. Segundo Dejours (2001), o ritmo de trabalho, bem como a organização do trabalho, produzem mudanças nos estilos dos vínculos sociais e na atividade psicológica dos sujeitos. Para Hoffman (2003), os motoristas profissionais, ao longo do tempo, enfrentam um ritmo acelerado de trabalho, gerando-lhes impactos físicos e mentais, emocionais e afetivos, prejudicando sua saúde, interferindo em sua qualidade de vida. De acordo com Santos Filho et al. (2011), a atividade dos motoristas profissionais registra dificuldades consideráveis, sobretudo, a cobrança das empresas para que os profissionais atendam aos prazos demarcados para a entrega de produtos, o que lhes imprime um intenso ritmo de trabalho. Há que se considerar, nesse sentido, que o aumento da produção, influenciado pela fase de expansão do capitalismo industrial, promoveu mudanças na realidade das relações de trabalho, como a questão salarial e o aumento e a intensidade da jornada (BARROS; ANDRADE; GUIMARÃES, 2008).
Show more

131 Read more

A INCLUSÃO DA PESSOA COM SÍNDROME DE DOWN NO MERCADO DE TRABALHO: UMA ANÁLISE SEGUNDO A PSICOLOGIA ANALÍTICA

A INCLUSÃO DA PESSOA COM SÍNDROME DE DOWN NO MERCADO DE TRABALHO: UMA ANÁLISE SEGUNDO A PSICOLOGIA ANALÍTICA

A exploração do ambiente faz parte da construção de mundo da criança e o conhecimento que ela obtém por meio desse movimento exploratório formará sua bagagem para se relacionar com o meio ambiente. Segundo Casarin (2001), as crianças com Síndrome de Down tendem a mostrar ligação com o ambiente mais tarde e acabam dedicando-se por mais tempo a brincadeiras solitárias. Isso porque a soma de todas as dificuldades existentes leva a acreditar que essa criança precisa fazer um grande esforço, estressante, para que consiga formar um quadro coerente do mundo em que ela vive e acima de tudo conseguir funcionar dentro desse mundo. Esse estresse pode justificar o isolamento e preferência por atividades individuais ou àquelas em que não precisa adaptar-se a situações que não controla.
Show more

105 Read more

A materialidade do trabalho e o “trabalho imaterial” — Outubro Revista

A materialidade do trabalho e o “trabalho imaterial” — Outubro Revista

Com a observação a seguir, não desejamos sugerir que Negri, Hardt e Lazzarato sejam hegelianos; efetivamente não o são. Hegel, diferente desses autores, cultivava a precisão conceitual, o racionalismo, era metodo- logicamente aferrado à categoria da totalidade. E tinha, acima de tudo, uma enorme sede de história. O que tais autores compartilham com os “jovens hegelianos” de A sagrada família é sua “atitude livre” face ao objeto. Em um movimento análogo ao dos jovens hegelianos criticados por Marx, que inver- teram a seqüência histórica (a máquina a vapor como o coroamento, e não o início da Revolução Industrial; as cidades fabris antes das fábricas, etc.), Negri, Hart e Lazzarato invertem causa e efeito tomando a “reestruturação produtiva” como conseqüência – e não causa – do fechamento de postos de trabalho. Para eles, como vimos, foram os operários que se recusaram ao tra- balho fordista e não os capitalistas que, premidos pela crise e pela concorrên- cia mais acirrada, teriam expulsado os trabalhadores de seus postos de traba- lho. A causa do fechamento dos postos de trabalho seria os próprios operári- os, e não o processo de autovalorização do capital. No mesmo caminhar, to- mam por “comunista” um “território produtivo” que nada mais é que uma das formas mais intensas da exploração do trabalho pelo capital: a “Terceira Itália”. E, no mesmo diapasão, substituem a acumulação primitiva pelo “amor para o tempo” como força motriz da história moderna.
Show more

20 Read more

WIVIANE RIBEIRO COSTA A APROPRIAÇÃO DE RESULTADOS NA DISCIPLINA MATEMÁTICA: O CASO DA ESCOLA DE TEMPO INTEGRAL TUCUNARÉ

WIVIANE RIBEIRO COSTA A APROPRIAÇÃO DE RESULTADOS NA DISCIPLINA MATEMÁTICA: O CASO DA ESCOLA DE TEMPO INTEGRAL TUCUNARÉ

Nesta etapa, a pesquisadora, o coordenador pedagógico da regional, os membros da Coordenação do SADEAM na escola e os demais professores irão se reunir em uma das salas de aula da escola para fazer a avaliação do PAE. Esta etapa será efetivada por meio de dois encontros anuais, o primeiro, na última semana de julho de 2017 e o segundo na terceira semana de dezembro do mesmo ano, períodos em que finalizam o primeiro e segundo semestre, respectivamente. Ambos os encontros terão duração de aproximadamente três horas. Esta ação tem por objetivo avaliar as ações do Plano de Ação Educacional concernente à ação gestora para a apropriação dos resultados das avaliações do SADEAM. Serão verificados alguns aspectos, dentre os quais, o cumprimento do cronograma estabelecido para a execução do PAE, o empenho dedicado à execução das ações propostas, as perspectivas para o desempenho da escola nas avaliações, os fatores facilitadores e dificultadores para a execução das ações, a contribuição das ações para o melhor desenvolvimento do trabalho pedagógico na escola.
Show more

172 Read more

Palavras-chave: Tempo necessário para escape; Tempo

Palavras-chave: Tempo necessário para escape; Tempo

Nesse trabalho, discute-se a formulação, dada na moderna normalização baseada em desempenho, do tem- po necessário para o escape em edificações. Em paralelo, demonstra-se a necessidade de desenvolver ensaios na- cionais que viabilizem o modelamento de incêndios no País, o que permitirá a determinação do tempo disponível para o escape seguro nas edificações brasileiras. As con- clusões mostram a necessidade de atuar nessas duas di- reções para assegurar níveis aceitáveis de risco de incên- dio nas edificações brasileiras.

5 Read more

O PROGRAMA DE INTERVENÇÃO PEDAGÓGICA/ALFABETIZAÇÃO NO TEMPO CERTO-PIP/ATC EM UMA SUPERINTENDÊNCIA REGIONAL DE ENSINO DO NORTE DE MINAS GERAIS – Mestrado em Gestão e Avaliação da Educação Pública

O PROGRAMA DE INTERVENÇÃO PEDAGÓGICA/ALFABETIZAÇÃO NO TEMPO CERTO-PIP/ATC EM UMA SUPERINTENDÊNCIA REGIONAL DE ENSINO DO NORTE DE MINAS GERAIS – Mestrado em Gestão e Avaliação da Educação Pública

muito grande na época que teve aquele empenho da secretaria, da superintendência, da Secretaria da Educação mesmo. O PIP, na escola com o pessoal mais frequente na escola. As analistas frequentes com sequências didáticas, fazendo acompanhamento das 60 lições em sala. As sequências didáticas né. Então isso ajudou a gente muito, um acompanhamento mais sistemático. Além desse acompanhamento sistemático nós tivemos também o trabalho da... da...que foi na verdade o PIP, que foi o pessoal que tinha aquela função na escola, de tá trabalhando com aqueles meninos com maiores dificuldades e eu acho que isso avançou muito. Acho que isso foi um ponto muito positivo para a gente na questão de crescimento. A queda... Acredito que seja o momento de... Eu acho que teve muita situação de aluno. A falta que contou também, dos meninos que faltaram no período, se faltaram entra como se tivesse tirado zero. Então eles são contados aí também, como ponto negativo. Eu acredito que seja isso. Espero que esse ano nós, não sei, até agora nós não temos analista na escola. Então eu espero que pela ausência das analistas agora nas escolas, que tá tendo uma ausência muito grande, desde o ano passado a gente tá percebendo. Que isso não interfira no resultado deste ano. Espero, porque eu acho... (Nesse momento a diretora entra na sala e interfere na entrevista com a professora dizendo: “Que a gente tenha também parceiros, que o analista venha como parceiro. Não igual já tivemos. Analistas que vem aqui para a escola querendo simplesmente só puxar o tapete do professor. Na verdade o professor quer um parceiro)... A professora completa: mas não dá conta de ficar aqui não, já tivemos, tivemos sim uma que entrou em um dia e saiu no outro. É assim. Chegou aqui dessa forma, então nós não queremos isso.
Show more

146 Read more

O ABSENTEÍSMO DOCENTE NA REDE MUNICIPAL DE JUIZ DE FORA: O CASO DAS ESCOLAS DE UMA MESMA REGIÃO E SUAS IMPLICAÇÕES AO TRABALHO DA GESTÃO ESCOLAR – Mestrado em Gestão e Avaliação da Educação Pública

O ABSENTEÍSMO DOCENTE NA REDE MUNICIPAL DE JUIZ DE FORA: O CASO DAS ESCOLAS DE UMA MESMA REGIÃO E SUAS IMPLICAÇÕES AO TRABALHO DA GESTÃO ESCOLAR – Mestrado em Gestão e Avaliação da Educação Pública

Na entrevista realizada com gestores das escolas A, B, C e D, os relatos apresentados é que diante das faltas docentes é necessário organizar todo o horário escolar. Conforme afirma Chavione (2009), a falta do professor ao trabalho causa transtornos à organização escolar, ao processo contínuo do ensino aprendizagem e ao trabalho do gestor, pois cabe a ele, reorganizar os horários das aulas, traçando estratégias de imediato e muitas vezes ineficientes, como a troca de horários antecipando aula do próximo professor na turma onde ocorreu a ausência, cobrindo assim o buraco do horário; negociando com o professor para trabalhar em duas salas de aula ao mesmo tempo; liberando os alunos mais cedo das atividades escolares e dos seus horários. Os gestores, que também são professores, entram em sala de aula para cobrir a falta docente e não causar mais tumultuo ao planejamento e organização da escola.
Show more

104 Read more

O ciclo hidrológico como chave analítica interpretativa de um material didático em Geologia.

O ciclo hidrológico como chave analítica interpretativa de um material didático em Geologia.

O material didático em questão é dividido em cinco blocos temáticos, designados por algarismos romanos I, II, III, IV e V, perfazendo um total de 14 capítulos. Os blocos temáticos encontram-se na seguinte ordem: I. ‘O desafio geológico’ (p. 5-38); II. ‘Vivendo com o tempo’ (p. 39- 82); III. ‘Gestão de paisagens’ (p. 83-164); IV. ‘Gestão de recursos hídricos’ (p. 165- 214); V. ‘Ecossistemas e a atividade humana’ (p. 215-272). À medida que avançamos ao longo dos blocos temáticos, percebemos que a intervenção antrópica torna-se cada vez mais presen- te. Assim, ao avançar do primeiro ao último bloco, os autores assinalam que os processos naturais tornam-se cada vez mais passíveis de controle. Se prestarmos atenção à epígrafe do livro de autoria de Francis Bacon (1561-1626): “A natureza, para ser comandada, precisa ser obedecida”, teremos visão clara do paradoxo identificado e proposto pelos autores.
Show more

18 Read more

GENIVALDO BATISTA RODRIGUES PROJETO DE ESCOLAS EM TEMPO INTEGRAL: DESAFIOS DE IMPLEMENTAÇÃO EM UMA ESCOLA DA REDE ESTADUAL DO AMAZONAS

GENIVALDO BATISTA RODRIGUES PROJETO DE ESCOLAS EM TEMPO INTEGRAL: DESAFIOS DE IMPLEMENTAÇÃO EM UMA ESCOLA DA REDE ESTADUAL DO AMAZONAS

A particularidade é importante nesse caso, pois o alvo das investigações e o campo no qual se pretende coletar dados para análise é uma escola em particular na qual foi implementado um projeto de escola em tempo integral. Devido a necessidade de se investigar desafios oriundos das ações do projeto, o estudo de caso, por ter essa característica, se mostra como modalidade de pesquisa acertada para a situação descrita. A descrição é outra característica muito importante do estudo de caso e que o habilita como um método correto de pesquisa para esse trabalho, pois há a necessidade de um detalhamento real e preciso de todo o processo de implementação do projeto, bem como a descrição de como a escola vem organizando seus tempos e espaços e o detalhamento de como os diversos atores compreendem seu papel no projeto e nos desafios oriundos deste. Outra característica muito importante de um estudo de caso é a heurística, no sentido de investigar e compreender o objeto de estudo. As análises heurísticas “podem revelar a descoberta de novos significados, estende r a experiência do leitor ou confirmar o já conhecido” (ANDRÉ, 2005, p.18). Por fim, temos a característica indutiva, que, no caso em estudo, pode revelar novas ideias, novas relações, que podem nos levar além de conceitos pré-concebidos e a estudar o fenômeno particular tendo em vista seu caráter único, embora complexo.
Show more

170 Read more

Palavras Chave: Informação contabilística, POC-Educação, Contabilidade Analítica,

Palavras Chave: Informação contabilística, POC-Educação, Contabilidade Analítica,

Os custos poderão ser agrupados e classificados em diretos e indiretos o POC-E expõe como critério de repartição dos custos indiretos um coeficiente de imputação obtido da utilização de diversas bases, através de bases múltiplas. Porém, aconselha como base principal, a resultante da relação do número de horas de uma atividade face ao total de horas de trabalho do exercício económico. Contudo, a aplicabilidade de bases múltiplas traz inúmeras vantagens que não se verificam com a utilização de uma só base, que origina problemas provindos de não se conseguir encontrar uma chave de repartição adequada que varie proporcionalmente com todos os custos que se pretende repartir. Uma inadequada base de repartição ou a utilização de uma só base de repartição, distorce os verdadeiros custos dos produtos ou serviços, constituindo um fraco instrumento para a gestão. Um dos maiores obstáculos consiste na escolha da base de repartição, dado que a maioria dos custos são de natureza indireta.
Show more

115 Read more

O PROGRAMA NACIONAL DE ALIMENTAÇÃO ESCOLAR: UMA ANÁLISE DE SUA IMPLEMENTAÇÃO NAS ESCOLAS DA REDE ESTADUAL DE ENSINO DE MANAUS – Mestrado em Gestão e Avaliação da Educação Pública

O PROGRAMA NACIONAL DE ALIMENTAÇÃO ESCOLAR: UMA ANÁLISE DE SUA IMPLEMENTAÇÃO NAS ESCOLAS DA REDE ESTADUAL DE ENSINO DE MANAUS – Mestrado em Gestão e Avaliação da Educação Pública

Através da resenha exposta pelo CAE, sobre o suporte disponibilizado pela Secretaria, é possível outorgar que a SEDUC/AM vem cumprindo o seu papel em relação ao apoio concedido ao desenvolvimento do trabalho do CAE. Atendendo à regulamentação do PNAE, a qual determina que é obrigação dos estados, Distrito Federal e dos municípios garantir ao CAE a infraestrutura necessária para a plena execução das atividades de sua competência. Tais como local apropriado em condições adequadas para as reuniões do conselho, disponibilidade para a utilização de equipamento de informática, transporte para o deslocamento dos membros aos locais relativos ao exercício de sua competência (por exemplo, estabelecimentos de ensino, armazéns, locais de preparo de alimentos), incluindo as reuniões ordinárias e extraordinárias do CAE. Disponibilidade de recursos humanos e financeiros, previstos no Plano de Ação do CAE, necessários às atividades inerentes às suas competências e atribuições (BRASIL, 2014a).
Show more

212 Read more

SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO INSTITUTO FEDERAL DE ALAGOAS CAMPUS MARECHAL DEODORO

SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO INSTITUTO FEDERAL DE ALAGOAS CAMPUS MARECHAL DEODORO

Art. 1º - O Trabalho de conclusão de Curso – TCC consiste em pesquisa individual ou em grupo de no máximo dois (02) alunos, orientada por docente lotado no Campus Marechal Deodoro do IFAL, devendo ser apresentada sob a forma de monografia abrangendo uma das áreas temáticas priorizadas pelas linhas de pesquisas, envolvendo uma ou mais disciplinas do curso.

5 Read more

UNIVERSIDADE FEDERAL DE JUIZ DE FORA CAEd- CENTRO DE POLÍTICAS PÚBLICAS E AVALIAÇÃO DA EDUCAÇÃO PROGRAMA DE PÓS-GRADUAÇÃO PROFISSIONAL EM GESTÃO E AVALIAÇÃO DA EDUCAÇÃO PÚBLICA

UNIVERSIDADE FEDERAL DE JUIZ DE FORA CAEd- CENTRO DE POLÍTICAS PÚBLICAS E AVALIAÇÃO DA EDUCAÇÃO PROGRAMA DE PÓS-GRADUAÇÃO PROFISSIONAL EM GESTÃO E AVALIAÇÃO DA EDUCAÇÃO PÚBLICA

A presente dissertação objetivou a elaboração de uma proposta de intervenção para minimizar a defasagem de aprendizagem de Matemática em uma Escola Estadual de Educação Profissional (EEEP) no estado do Ceará. A partir de um caso de gestão, foram investigadas as condições de trabalho com a disciplina na instituição educacional para a proposição de alternativas à superação do problema encontrado. Esse recorte se justificou pelo fato de a autora deste trabalho, no início da pesquisa, ter sido gestora da EEEP em análise e, por isso, verificado que a defasagem de aprendizagem, especialmente em Matemática, pode se configurar como um dos principais entraves à implementação dos cursos profissionalizantes na escola. A fim de obter informações para descrever e analisar o caso, a investigação teve como metodologia o uso de entrevistas com roteiros semiestruturados e pesquisa documental. Ao final da descrição do caso no capítulo 1, levantou-se como hipóteses dois os elementos centrais que influenciam na existência do problema: a organização e as responsabilidades do trabalho da equipe gestora e o papel da gestão escolar na formação e no auxílio à atuação docente. No capítulo 2, o problema foi analisado levando-se em consideração esses dois elementos. A análise dos dados foi feita a partir da perspectiva de alguns autores: Heloísa Lück, Henry Mintzberg, Thelma Polon, José Carlos Libâneo, Márcia Lima, Ana Maria Falsarella, Sérgio Lorenzato, Plínio Moreira e Fernando Almeida. Desse modo, no capítulo 3, apresentou-se uma proposta de intervenção que consiste em ações para redefinir as atribuições da equipe gestora e organizar o seu trabalho, a fim de que a gestão possa atuar na formação e no auxílio à atuação docente, com foco no professor de Matemática. Dessa forma, nos limites desta investigação, proposições foram consideradas como uma tentativa de contribuir para superar a defasagem de aprendizagem em Matemática na escola pesquisada.
Show more

110 Read more

FATORES DE EFICÁCIA ESCOLAR ASSOCIADOS AO DESEMPENHO NAS AVALIAÇÕES EXTERNAS: O CASO DE UMA ESCOLA ESTADUAL DE DIVINÓPOLISMG

FATORES DE EFICÁCIA ESCOLAR ASSOCIADOS AO DESEMPENHO NAS AVALIAÇÕES EXTERNAS: O CASO DE UMA ESCOLA ESTADUAL DE DIVINÓPOLISMG

O presente trabalho tem a característica de ser um estudo de caso e objetivou identificar elementos de eficácia escolar na análise de uma escola estadual de Divinópolis/MG e propor um Plano de Ação visando melhorar os resultados educacionais das escolas circunscritas à SRE/Divinópolis. A instituição foi escolhida como objeto de pesquisa por sobressair-se em uma série histórica de resultados educacionais. Desde a edição de 2007, a escola tem atingido o maior IDEB do 9º ano dentre todas as unidades pertencentes à SRE e um dos mais altos índices do 5º ano. Destaca-se, também, que suas notas no SIMAVE são coerentes com os índices do IDEB. Em um primeiro momento, apresentou-se o caso de gestão e descreveu-se a escola. Em um segundo momento, procurou-se identificar e analisar elementos de escolas eficazes apontados no trabalho do Grupo de Avaliação e Medidas Educacionais, da UFMG, denominado Escola Eficaz: um estudo de caso em três escolas da rede pública de ensino do Estado de Minas Gerais. Os elementos de eficácia escolar presentes na unidade foco de pesquisa foram analisados à luz de referenciais teóricos de autores como José Francisco Soares, Maria Teresa Gonzaga Alves, Creso Franco, além de pesquisadores internacionais, como Sammons, Hillman e Mortimore. O percurso metodológico contempla pesquisa bibliográfica, documental e empírica, observação in loco, aplicação de questionários e entrevistas semiestruturadas realizada com os gestores e equipe pedagógica. A pesquisa revela características de escolas eficazes, como uma gestão focada na dimensão pedagógica, professores qualificados, compromissados e com altas expectativas com relação aos alunos. Esses resultados da investigação fundamentam o capítulo propositivo, composto por ações direcionadas às escolas, circunscritas à SRE/Divinópolis, como a criação do Repositório Digital de Projetos Eficazes e também para a própria unidade investigada, como a reativação do grêmio estudantil e do laboratório de informática, a fim de que ela possa ampliar ainda mais suas possibilidades de sucesso enquanto referencial de gestão para a SRE.
Show more

148 Read more

O PNBE DO PROFESSOR: UMA POSSIBILIDADE DE FORMAÇÃO ESTUDO DE CASO DA SUPERINTENDÊNCIA REGIONAL DE ENSINO DE GOVERNADOR VALADARES – Mestrado em Gestão e Avaliação da Educação Pública

O PNBE DO PROFESSOR: UMA POSSIBILIDADE DE FORMAÇÃO ESTUDO DE CASO DA SUPERINTENDÊNCIA REGIONAL DE ENSINO DE GOVERNADOR VALADARES – Mestrado em Gestão e Avaliação da Educação Pública

A SEE/MG lançou, em 2010, o “Caderno de Boas Práticas dos Professores para Ensino do Uso da Biblioteca das Escolas Estaduais de Minas Gerais” (MINAS, 2010) como instrumento para guiar o professor para o Ensino do Uso da Biblioteca na condução de um trabalho na biblioteca da escola organizado e voltado para a formação de leitores. O material é dividido em cinco eixos e subdivido com ações concretas em cada eixo, sugerindo boas práticas para a obtenção da excelência do ensino e, nas ações concretas, exemplos de como a prática foi implementada em outras escolas que obtiveram excelentes resultados. Este Caderno apresenta, no eixo três, uma ação concreta que é a divulgação dos Acervos recebidos e da listagem de livros,com sugestão de leituras para alunos e professores, bem como exposição das aquisições recentes.
Show more

134 Read more

CENTRO UNIVERSITÁRIO UNIHORIZONTES Programa de Pós-Graduação em Administração Mestrado Luciene Ferreira Gomides Gomes

CENTRO UNIVERSITÁRIO UNIHORIZONTES Programa de Pós-Graduação em Administração Mestrado Luciene Ferreira Gomides Gomes

O objetivo deste estudo consistiu em descrever e analisar como é vivenciado o assédio moral pelos servidores técnico-administrativos de uma instituição federal de ensino superior de Minas Gerais, identificando-se possíveis incidências, consequências e ações de prevenção. Trata-se de uma pesquisa descritiva com abordagem qualitativa, visando compreender, de maneira aprofundada, se o assédio moral está de fato presente na instituição estudada e, caso positivo, como os servidores vivenciam essa situação. Participaram desta pesquisa 12 servidores que foram ou não vítimas de assédio moral e também um dos representantes do sindicato. Foi feita uma análise profunda do problema do assédio moral na instituição a partir de uma perspectiva mais ampla, ou seja, levando- se em conta as características pessoais dos sujeitos em conflito e as particularidades do seu trabalho e considerando sempre o contexto organizacional. Os resultados sugerem a presença de um grupo dominante que dita as normas e regras de comportamento, favorecendo o abuso explícito por uma das partes. Esse fato sinaliza a necessidade de medidas de prevenção e combate ao assédio moral no trabalho da instituição estudada e sua divulgação, por meio de uma atuação coletiva que permita, entre outras medidas, dar publicidade às formas dessa conduta, para que os trabalhadores possam reconhecê-las e denunciá-las. A conclusão é de que é fundamental compreender as atuais formas de violência que têm acontecido no mundo do trabalho.
Show more

118 Read more

Lesões Musculoesqueléticas Relacionadas com o Trabalho – Normas de Orientação Clínica

Lesões Musculoesqueléticas Relacionadas com o Trabalho – Normas de Orientação Clínica

As lesões musculoesqueléticas (LME) podem afectar diferentes partes do corpo, como, por exemplo, o ombro e o pescoço; o cotovelo, a mão e o punho; o joelho e a coluna vertebral. São síndromes de dor crónica que ocorrem no exercício de uma dada actividade profissional e, por isso, se designam “ligadas ao trabalho” (LMELT). As lesões musculo- esqueléticas dos membros superiores relacionadas (ou ligadas) com o trabalho (LMEMSRT ou LMEMSLT) são as que são referidas com maior insistência em certas condições de trabalho como, por exemplo, as actividades implicando tarefas repetitivas, a aplicação de força ou o trabalho que requeira posições das articulações muito “exigentes”. Nalguns países europeus os encargos com as LMEMSRT situam-se em cerca de 0,5 a 2% do Produto Nacional Bruto (PNB).
Show more

30 Read more

Show all 10000 documents...