Top PDF Sarcoidose cutânea sobre cicatrizes: relato de caso.

Sarcoidose cutânea sobre cicatrizes: relato de caso.

Sarcoidose cutânea sobre cicatrizes: relato de caso.

Resumo: A sarcoidose é uma doença inflamatória sistêmica, de etiologia desconhecida, em que granulomas não caseosos são encontrados nos órgãos acometidos. O envolvimento cutâneo ocorre em 25% dos casos, com grande polimorfismo lesional. O acometimento de cicatrizes é incomum, porém clinicamente carac- terístico de sarcoidose cutânea. A maioria dos pacientes com sarcoidose cicatricial tem doença sistêmica. Relata-se o caso de uma paciente de 65 anos, que apresentou nodulações sobre cicatrizes 20 anos, após a realização de procedimentos cirúrgicos, sem manifestações sistêmicas. Salienta-se a importância de se inves- tigar sarcoidose em cicatrizes prévias, com alterações inflamatórias.
Mostrar mais

3 Ler mais

Cervicoplastia na flacidez cutânea por síndrome de Ehlers-Danlos: relato de caso.

Cervicoplastia na flacidez cutânea por síndrome de Ehlers-Danlos: relato de caso.

sheet 7 , em um relato de caso semelhante, citam complicações como hematomas recorrentes no pós-operatório, deiscência da incisão retroauricular e aspecto inaceitável desta cicatriz, intercorrências não observadas pelos autores do presente relato.

3 Ler mais

Tração cutânea intraoperatória para fechamento de ferida após mastectomia bilateral higiênica: relato de caso.

Tração cutânea intraoperatória para fechamento de ferida após mastectomia bilateral higiênica: relato de caso.

Introdução: As sequelas da parede torácica após mastectomia requerem reconstrução por meio de conduta segura e eiciente. Nos casos de recidiva local, sobretudo bilateral, a intervenção cirúrgica deverá ser indicada considerando o estado geral do paciente e a expectativa de vida. A tração intraoperatória é uma técnica de baixa morbidade e rápida execução, reduzindo as cicatri- zes decorrentes da utilização de retalhos. Relato do Caso: Paciente do sexo feminino, 45 anos que, após diagnóstico de recidiva tumoral em mama direita e novo tumor em mama esquerda, foi submetida à mastectomia bilateral higiênica com esvaziamento axilar à esquerda. Optou-se pela realização de tração cutânea intraoperatória dos bordos da ferida para fechamento primário da parede torácica devido ao estado geral da paciente. A tração foi realizada conforme a técnica de Góes et al., utilizando-se ios de prolene 2, tracionando a pele por dez minutos, com descanso de dois minutos, até que se obtivesse proximidade suiciente dos bordos das lesões para realização de sutura primária, o que foi alcançado após três ciclos de tração e relaxamento. O procedimento teve duração de duas horas, e foi colocado dreno portovac 3.2, que foi retirado após 7 dias. A paciente evoluiu sem queixas álgicas, sem deiscência ou qualquer outra complicação. Conclusão: A tração intraoperatória demonstrou ser uma técnica segura, funcionalmente eicaz, com menores custo e morbidade, para fechamento de ferida resultante de mastectomia bilateral higiênica.
Mostrar mais

3 Ler mais

Actinomicose cutânea primária do pé simulando neoplasia de partes moles: relato de caso.

Actinomicose cutânea primária do pé simulando neoplasia de partes moles: relato de caso.

residente em São Paulo, SP, há dez anos, procurou o Serviço de Dermatologia da Es- cola Paulista de Medicina com história de tumoração no dorso do pé direito há um ano, após ter sofrido trauma local, com piora progressiva desde então. A lesão ca- racterizava-se por tumoração lenhosa de li- mites bem definidos, com discreto eritema e fístulas recobertas por crostas hemáticas, Relato de Caso

3 Ler mais

Criptococose cutânea canina: relato de caso

Criptococose cutânea canina: relato de caso

No relato de caso foi realizado exame direto do imprint corado com Gram e Panótico, pois anteriormente não havia suspeitas de criptococose, mas mesmo sem a disponibilidade do corante ideal (tinta nanquim) foram visualizadas estruturas fúngicas compatíveis com Cryptococcus spp. Segundo Rondelli et al. (2010) o imprint é uma técnica relativamente simples e pode colaborar para estabelecer diagnóstico adequado, diminuindo as chances de terapêuticas inadequadas.

9 Ler mais

Reação cutânea grave induzida por carbamazepina no tratamento da neuralgia pós-herpética: relato de caso.

Reação cutânea grave induzida por carbamazepina no tratamento da neuralgia pós-herpética: relato de caso.

Relato del caso: Paciente del sexo femenino, con dolor continuo e in- tenso en la región torácica y dorso, ardor, punzada, descarga eléctrica, alteración de fuerza del miembro superior ipsilateral y sudoración. Pre- sentaba lesiones de postillas y eritemas en la región dorsal del tórax, con alodinia y disestesias en el dermatoma acometido. Se inició CBZ 300 mg.día -1 , amitriptilina (AMT)12,5 mg por la noche e infiltración con

5 Ler mais

Infecção cutânea rara por Acinetobacter baumannii em imunocompetente: relato de um caso.

Infecção cutânea rara por Acinetobacter baumannii em imunocompetente: relato de um caso.

Resumo: O Acinetobacter baumanni é patógeno oportunista antigamente considerado de baixa virulência. Atualmente está envolvido em processos infecciosos que acometem pacientes imunocom- prometidos, grandes queimados e pacientes em unidades de terapia intensiva que fazem uso de ventilação mecânica. Esse relato de caso chama atenção para infecção cutânea rara por essa bactéria em paciente imunocompetente.

4 Ler mais

Diagnóstico citológico de Micobacteriose Cutânea Felina no município de Fortaleza (Ceará) - Relato de Caso

Diagnóstico citológico de Micobacteriose Cutânea Felina no município de Fortaleza (Ceará) - Relato de Caso

O exame citológico é uma importante ferramenta diagnóstica dessa patologia, pois através dele é possível observar o seu agente causador através da visualização de bastões álcool-ácido resistentes, apesar da procura pelos mesmo muitas vezes ser cansativa, associada ao mesmo pode ser observada inflamação piogranulomatosa (MALIK et al., 2000). Relato de Caso

5 Ler mais

Doença de Rosai-Dorfman cutânea: relato de caso e revisão de literatura.

Doença de Rosai-Dorfman cutânea: relato de caso e revisão de literatura.

Com melação à doença de Rosai-Domfman cutânea, o pmognóstico é bom e esta tende a se mesolvem esponta- neamente ao longo de meses a anos. Excisões cimúmgicas podem sem indicadas pom motivos cosméticos e alívio dos sintomas (13, 17, 20) , pmincipalmente nas lesões isoladas. Outmas

5 Ler mais

Trombocitopenia induzida por heparina e necrose cutânea por varfarina: relato de caso.

Trombocitopenia induzida por heparina e necrose cutânea por varfarina: relato de caso.

A paciente do caso descrito apresentava fatores de risco para TIH e necrose cutânea induzida por var- farina: sexo feminino, idade avançada e obesidade. O uso de doses altas de cumarínicos também foi um fator predisponente para a necrose cutânea pela var- farina. Não foram realizados testes para pesquisa de anticorpos antifosfolipídeos nem para deficiência das proteínas C e S. Diante da frequência do uso de tera- pia, anticoagulante em pacientes com eventos trom- bóticos, enfatizamos a importância do reconhecimen- to precoce e prevenção destas complicações, assim como a pesquisa de trombofilias hereditárias ou
Mostrar mais

4 Ler mais

Carcinoma de células renais com metástase cutânea: relato de caso.

Carcinoma de células renais com metástase cutânea: relato de caso.

altamente angioinvasivos, como cânceres pulmonar e renal, tendem a determinar metástases ilimitadas, pre- coces e com padrão de localização totalmente impre- visível, em geral distante do tumor primário. A apa- rência clínica mais frequente de metástases cutâneas são massas nodulares intra ou subcutâneas, redondas ou ovais, de consistência firme ou elástica, de colora- ção bastante variável, podendo apresentar desde uma cor da pele normal, vermelho azulada ou purpúrica, semelhante à encontrada no paciente do caso relata- do, até o castanho enegrecido.

3 Ler mais

POLIARTERITE NODOSA CUTÂNEA ASSOCIADA A ISQUEMIA DIGITAL GRAVE: RELATO DE CASO

POLIARTERITE NODOSA CUTÂNEA ASSOCIADA A ISQUEMIA DIGITAL GRAVE: RELATO DE CASO

Manifestações iniciais raras, como necrose dos dedos no caso, deveriam também ser consideradas um sinal clínico da PAN cutânea. Outro aspecto interessante e raro do caso, é o envolvimento das artérias digitais com gangrena, o que tem sido relatado na literatura principalmente em crianças. Os principais diagnósticos diferenciais envolvidos são: síndrome antifosfolipidica, Raynaud grave no contexto de doenças do colágeno e pseudovasculites (7)

7 Ler mais

Esporotricose cutânea disseminada como manifestação inicial da síndrome da imunodeficiência adquirida - relato de caso.

Esporotricose cutânea disseminada como manifestação inicial da síndrome da imunodeficiência adquirida - relato de caso.

Resumo Os autores relatam caso de infecção cutânea disseminada pelo Sporothrix schenckii em paciente de 30 anos, previamente assintomático e portador de infecção pelo HIV. Observou-se comprometimento cutâneo extenso com coleções supurativas e ulcerações. O agente foi isolado em cultura de abscesso. O tratamento com anfotericina B forma lipossomal mostrou-se eficaz.

5 Ler mais

Histoplasmose cutânea primária: relato de caso em paciente imunocompetente e revisão de literatura.

Histoplasmose cutânea primária: relato de caso em paciente imunocompetente e revisão de literatura.

Ainda no presente caso, é interessante notar que o paciente apresentava concomitantemente positividade no teste de Montenegro, antecedentes de leishmaniose tegumentar e era proveniente de municípios com casos autóctones da doença sendo referenciado ao Instituto de Pesquisas Evandro Chagas por suspeita clínica de leishmaniose. Castro RM e cols 4 descrevem que a leishmaniose

3 Ler mais

Amiloidose localizada cutânea primária nodular: relato de caso.

Amiloidose localizada cutânea primária nodular: relato de caso.

síndrome de Sjögren e diabetes mellitus. As lesões clí- nicas, a demonstração da substância amiloide pelo vermelho-Congo e a presença de cadeias monoclonais de imunoglobulina de cadeia leve, principalmente kappa, encontradas no caso aqui apresentado, favore- cem a hipótese da amiloidose do tipo AL, que inclui a variante nodular da forma localizada cutânea primária, a amiloidose sistêmica primária e a amiloidose sistêmi- ca secundária associada ao mieloma múltiplo, gamo- patia monoclonal ou discrasia plasmocitária. 7 Como

4 Ler mais

Dacriocistite crônica secundária a sarcoidose: relato de caso.

Dacriocistite crônica secundária a sarcoidose: relato de caso.

Descreve-se um caso de dacriocistite crônica secundária a sarcoidose. Foram revistos os dados clínico-patológicos e a técnica cirúrgica usada no tratamento da paciente. Foi realizada dacriocistorrinostomia e intubação da via lacrimal à esquerda. O exame anatomopatológico foi compatível com sarcoidose, que constitui achado raro nas afecções das vias lacrimais.

4 Ler mais

Poliarterite nodosa cutânea: relato de caso.

Poliarterite nodosa cutânea: relato de caso.

Contrastando com a doença sistêmica, na poliarterite cutânea não há evidências de anormalida- des imunológicas detectáveis pelo FAN, ANCA, fator reumatóide, crioglobulinas e decréscimo dos níveis de complemento. Contudo, a solicitação desses exa- mes se faz necessária para exclusão de outras formas de vasculite ou enfermidades reumatológicas de maior gravidade. 3

4 Ler mais

Prototecose cutânea: relato de caso.

Prototecose cutânea: relato de caso.

nosso caso, quando surgiram as lesões da prototeca, o paciente já vinha em uso domiciliar de itraconazol para a infecção fúngica e, mesmo assim, desenvolveu a prototecose e não apresentou melhora da lesão fúngica. Isso pode ser explicado pelo uso irregular do medicamento, que foi relatado pelo próprio paciente. Após o aparecimento da erisipela e da prototecose, o paciente foi internado para tratamento e as lesões começaram a regredir.

3 Ler mais

Botriomicose cutânea: relato de caso.

Botriomicose cutânea: relato de caso.

Descrita em 1870 por Bollinger, através da observação de lesões granulomatosas como complica- ção após a castração de cavalos. Em 1884, Rivolta asso- ciou a doença à etiologia fúngica, denominando-a botriomicose. Em 1913, Opie descreveu o primeiro caso da doença em humanos. Magrou, em 1919, des- creveu quatro casos cujo agente etiológico isolado foi o Staphylococcus aureus. 2, 3

4 Ler mais

Show all 10000 documents...