AUTARQUIA EDUCACIONAL DO VALE DO SÃO FRANCISCO AEVSF FACULDADE DE CIÊNCIAS APLICADAS E SOCIAIS DE PETROLINA COLEGIADO DO CURSO DE ECONOMIA

Loading....

Loading....

Loading....

Loading....

Loading....

Texto

(1)
(2)

COLEGIADO DO CURSO DE ECONOMIA

ANÁLISE DO AVANÇO DO COVID-19 NO VALE DO SÃO FRANCISCO: 23/03 a 22/12.

João Ricardo F. de Lima1

Maria do Socorro Coelho Macedo1

Caliane Borges Ferreira1

INTRODUÇÃO

As informações deste documento visam mostrar como o número de casos confirmados e mortes por COVID19 têm crescido no Vale do São Francisco com base nos dados divulgados diariamente pelas secretarias de saúde de Petrolina/PE e Juazeiro/BA. Espera-se que as informações possam auxiliar os tomadores de decisão na definição de ações e políticas públicas que contribuam para reduzir o número de pessoas infectadas e de mortes, assim como os efeitos econômicos e sociais derivados.

O vírus SARS-CoV-2 (Severe Acute Respiratory Syndrome Coronavirus 2 ou, em português, Coronavírus da Síndrome Respiratória Aguda Grave 2) causa uma doença infecciosa cujos sintomas mais comuns são: febre, tosse e dificuldade em respirar. O SARS-CoV-2 foi identificado pela primeira vez em seres humanos em 1 de dezembro de 2019 na cidade de Wuhan, província de Hubei, na China. Depois disto ele se alastrou para o resto do mundo e, em 11 de março de 2020, a Organização Mundial de Saúde (OMS) (WHO, 2020) declarou o surto uma pandemia. Os Estados Unidos é o país com maior número de casos e de mortes e a Índia ultrapassou o Brasil em número de casos. A Rússia está em quarto lugar.

O que se denomina neste estudo por Vale do São Francisco (VSF) são as duas maiores e mais importantes cidades da região: Petrolina em Pernambuco e Juazeiro na Bahia. Petrolina/PE se situa na Mesorregião do São Francisco Pernambucano e está 712 km a oeste da capital, Recife. A estimativa da população é cerca de 350 mil habitantes. Juazeiro/BA se localiza na Mesorregião do Vale São-Franciscano da Bahia e está 502 km distante da capital, Salvador. A estimativa da população é de aproximadamente 217 mil habitantes.

ANÁLISES PARA O VALE DO SÃO FRANCISCO

A Tabela 1 mostra o índice de isolamento social, número de testes, casos confirmados, mortes, novos casos, taxa de mortalidade, quantidade de novos casos confirmados e de mortes, além do número de casos ativos para o dia 22/12, divididos entre as duas cidades e o total. Os dados indicam 18.788 casos confirmados e 274 óbitos no somatório de Juazeiro/BA e Petrolina/PE. A taxa de mortalidade em Juazeiro/BA é maior do que em Petrolina/PE. No dia 22/12, foram 219 novos casos confirmados, sendo 134 em Petrolina/PE e 85 em Juazeiro/BA. Além disso, a Tabela 1 informa que ocorreram dois novos óbitos. Considerando que Juazeiro/BA tem 132 óbitos e 4.762 recuperados, enquanto Petrolina/PE tem 142 óbitos e 9.317 recuperados, o total de casos ativos é de 2.428 em Juazeiro/BA e 2.007 em Petrolina/PE, ou seja, a cidade baiana tem mais casos do que a pernambucana.

(3)

2

Petrolina-PE, 23 de Dezembro de 2020.

AEVSF-FACAPE-ECONOMIA

Tabela 1: Informações diversas para o Vale do S. Francisco – 22 Dezembro 2020. Vale do S.

Francisco Petrolina/PE Juazeiro/BA Índice de Isolamento Social - 37,6% 37% Testes Rápidos 565 370 195 Testes LACEN 73 71 2 Casos Confirmados 18.788 11.466 7.322 Óbitos 274 142 132 Taxa Mortalidade 1,5% 1,2% 1,8% Novos Casos 219 134 85 Novos óbitos 2 2 0 Casos Ativos 4.435 2.007 2.428

Fonte: Dados da Pesquisa

Obs.: * O Índice de Isolamento Social em Juazeiro/BA se refere ao dia 21/12, última informação disponível; ND significa não disponibilizado.

A Figura 1 mostra a média móvel de novos casos para Juazeiro/BA e Petrolina/PE. Em Juazeiro/BA, a linha da média móvel mostra estabilidade no número de novos casos. A última média móvel (22/12) são 71 novos casos, enquanto 7 dias atrás foram 76. Em Petrolina/PE, ela mostra estabilidade também. A última média móvel são 100 novos casos e a de 7 dias atrás foram 92 novos casos.

Fonte: Dados da Pesquisa.

Figura 1: Evolução dos novos casos e média móvel de 7 dias: Petrolina/PE e Juazeiro/BA - 22 Dezembro 2020.

Para enfrentar esta pandemia é fundamental que a infraestrutura de saúde esteja preparada para um possível aumento de novos casos que precisem de internação em UTI. A informação principal é o número de leitos de UTI adulto disponíveis. O Governo do Estado de Pernambuco fechou o hospital de Campanha de Petrolina/PE alegando baixa taxa de ocupação, o que causou uma redução de 20 leitos de UTI. Além disso, a policlínica do HU/Univasf desativou, no dia 05/11, 10 unidades por falta de pacientes. Contudo,

(4)

foram contratados mais dois leitos no Neurocárdio no dia 27/11 e no dia 14/12 mais 10 leitos entraram em funcionamento da UPAE. Finalmente, em 21/12, mais 10 leitos em UPAE foram ativados. Assim, o total de leitos atualmente disponíveis é 53, em Petrolina/PE, no mês de dezembro. Dos leitos públicos disponíveis em Petrolina/PE, 36 estavam em uso (67,92% de ocupação) no dia 22/12. Em Juazeiro/BA, mais dez leitos de UTI foram reabertos no dia 18/12, totalizando 38 leitos de UTI públicos existentes dentro da cidade. Destes leitos, 19 estavam ocupados (taxa de ocupação de 50%) em 22/12.

Tudo isto para que se possa reduzir a quantidade de novos óbitos na região. A Figura 2 mostra a média móvel de novos óbitos para Juazeiro/BA e Petrolina/PE. Em Juazeiro/BA, a linha da média móvel aumentou. A última média móvel (22/12) são 0,43 novos óbitos enquanto 7 dias atrás foi 0,29. Em Petrolina/PE, a média móvel reduziu. O último dado indica 0,43 novos óbitos, enquanto 7 dias atrás era 0,71.

Fonte: Dados da Pesquisa.

Figura 2: Evolução dos novos óbitos e média móvel de 7 dias: Petrolina/PE e Juazeiro/BA - 22 Dezembro 2020.

ANÁLISE PÓS FLEXIBILIZAÇÃO DO ISOLAMENTO EM PETROLINA/PE E JUAZEIRO/BA

No dia 27/07 se reiniciou a flexibilização da quarentena na cidade de Petrolina/PE, entrando diretamente na fase 4 do plano estadual e avançou até o início de dezembro, quando os casos voltaram a aumentar e a decisão foi de não passar para a próxima etapa. Os indicadores de leitos de UTI ocupados e taxa de mortalidade permitem o retoma das atividades econômicas, mas devem ser constantemente monitorados. No mesmo dia 27/07, também ocorreu o processo na cidade de Juazeiro/BA. Atualmente, todas as atividades comerciais funcionam, mas música ao vivo e festas não está mais sendo permitido.

A Figura 3 mostra que nesta semana continua um forte aumento de casos novos. Em Juazeiro/BA o total de casos já supera a quantidade da semana anterior. Petrolina/PE tem mais casos nos cinco primeiros dias da semana do que nos cinco primeiros da semana

(5)

4

Petrolina-PE, 23 de Dezembro de 2020.

AEVSF-FACAPE-ECONOMIA

anterior. Nas últimas 5 semanas, a média de casos semanais supera os 570 e 320 em Petrolina/PE e Juazeiro/BA, respectivamente.

Fonte: Dados da Pesquisa

Figura 3: Evolução semanal dos novos casos de Covid-19 em Petrolina/PE e Juazeiro/BA.

A Figura 4 mostra a evolução diária, considerando apenas os últimos 7 dias, do número de casos nas duas cidades em análise. É possível observar que em Petrolina/PE a quantidade de novos casos diários é normalmente muito superior àquela encontrada em Juazeiro/BA. No dia 22/12, as duas cidades apresentaram juntas 219 novos casos.

Fonte: Dados da Pesquisa

Figura 4: Evolução Diária (últimos 7 dias) dos novos casos de Covid-19 em Petrolina/PE e Juazeiro/BA.

A Figura 5 trata das quantidades de testes que são realizados semanalmente. Juazeiro/BA testa muito menos do que Petrolina/PE. As duas cidades reduziram as quantidades de testes diários até meados de setembro e depois aumentaram. Petrolina/PE testa, atualmente, cerca de 2.200 pessoas por semana e Juazeiro/BA, aproximadamente, 600 pessoas por semana, ou seja, cerca de 1/4 do total da vizinha pernambucana.

487 485 302 291 240 248 275 333 267 364 281 291 421 431 652 546 492 473 601 589 719 252 478 359 327 326 161 151 95 114 105 101 122 135 131 167 181 252 189 174 255 488 528 188 0 100 200 300 400 500 600 700 800 2 7 /0 7 a 0 2 /0 8 0 3 /0 8 a 0 9 /0 8 1 0 /0 8 a 1 6 /0 8 1 7 /0 8 a 2 3 /0 8 2 4 /0 8 a 3 0 /0 8 3 1 /0 8 a 0 6 /0 9 0 7 /0 9 a 1 3 /0 9 1 4 /0 9 a 2 0 /0 9 2 1 /0 9 a 2 7 /0 9 2 8 /0 9 a 0 4 /1 0 0 5 /1 0 a 1 1 /1 0 1 2 /1 0 a 1 8 /1 0 1 9 /1 0 a 2 5 /1 0 2 6 /1 0 a 0 1 /1 1 0 2 /1 1 a 0 8 /1 1 0 9 /1 1 a 1 5 /1 1 1 6/ 11 a 2 2/ 1 1 2 3 /1 1 a 2 9 /1 1 3 0 /1 1 a 0 6 /1 2 0 7 /1 2 a 1 3 /1 2 1 4 /1 2 a 2 0 /1 2 2 1 /1 2 a 2 7 /1 2 Petrolina Juazeiro 220 106 117 6 0 118 134 98 112 92 5 2 103 85 0 50 100 150 200 250

16/dez 17/dez 18/dez 19/dez 20/dez 21/dez 22/dez

(6)

Fonte: Dados da Pesquisa

Figura 5: Evolução Semanal em Petrolina/PE e Juazeiro/BA da quantidade de testes rápidos realizados.

A Figura 6 traz as informações de quantidade de testes realizados diariamente, nos últimos 7 dias. Como pode ser observado, nos finais de semana as cidades praticamente não realizam testagens. No dia 22/12, Petrolina/PE fez uma quantidade de testes acima da média e Juazeiro/BA fez bem acima da média.

Fonte: Dados da Pesquisa

Figura 6: Evolução Diária (últimos 7 dias) em Petrolina/PE e Juazeiro/BA da quantidade de testes rápidos realizados.

A Figura 7 trata dos índices de isolamento social semanal. Nas semanas com feriado os valores são mais elevados. Na semana de eleições municipais (15/11) o domingo fez com que o índice reduzisse, mas no geral, não se pode dizer que existe uma queda sistemática do índice de isolamento social. Pelo contrário, ele até aumentou nas últimas semanas na comparação com final de agosto e início de setembro, por exemplo. Assim, a flexibilização que ocorreu depois de agosto não teve grande efeito aparente em

2015 2461 1699 809 861 879 2550 1272 1582 1234 1213 1659 2069 1927 2015 1963 1945 3099 1903 2147 726 591 568 533 520 353 210 256 298 367 756 266 390 376 668 601 474 495 598 652 793 352 0 500 1000 1500 2000 2500 3000 3500 0 3 /0 8 a 0 9 /0 8 1 0 /0 8 a 1 6 /0 8 1 7/ 08 a 2 3/ 0 8 2 4 /0 8 a 3 0 /0 8 3 1 /0 8 a 0 6 /0 9 0 7 /0 9 a 1 3 /0 9 1 4 /0 9 a 2 0 /0 9 2 1 /0 9 a 2 7 /0 9 2 8 /0 9 a 0 4 /1 0 0 5 /1 0 a 1 1 /1 0 1 2 /1 0 a 1 8 /1 0 1 9 /1 0 a 2 5 /1 0 2 6 /1 0 a 0 1 /1 1 0 2 /1 1 a 0 8 /1 1 0 9 /1 1 a 1 5 /1 1 1 6 /1 1 a 2 2 /1 1 2 3 /1 1 a 2 9 /1 1 3 0 /1 1 a 0 6 /1 2 0 7 /1 2 a 1 3 /1 2 1 4 /1 2 a 2 0 /1 2 2 1 /1 2 a 2 7 /1 2 Petrolina Juazeiro 599 235 428 0 0 356 370 143 154 159 15 11 157 195 0 100 200 300 400 500 600 700

16/dez 17/dez 18/dez 19/dez 20/dez 21/dez 22/dez

(7)

6

Petrolina-PE, 23 de Dezembro de 2020.

AEVSF-FACAPE-ECONOMIA

reduzir o isolamento, ou seja, na quantidade de pessoas que sai de casa. O grande efeito da flexibilização está na aglomeração proporcionada principalmente por locais que geram entretenimento como festas, bares e restaurantes, por exemplo.

Fonte: Dados da Pesquisa.

Obs.: Em Petrolina/PE os dados são até 22/12 e, em Juazeiro/BA, até o dia 21/12.

Figura 7: Evolução Semanal em Petrolina/PE e Juazeiro/BA do índice de isolamento social.

A Figura 8 mostra como se comporta o isolamento social, por dia da semana. Fica claro que é na sexta-feira que o menor índice é encontrado, menos de 36%.

Fonte: Dados da Pesquisa

Figura 8: Evolução do índice de isolamento social por dia da semana: Petrolina/PE e Juazeiro/BA. 38.0 40.0 38.3 37.8 36.6 38.9 37.8 39.1 37.6 37.0 39.8 39.5 38.4 41.1 37.9 39.6 39.6 39.0 37.9 39.3 37.0 40.0 39.3 38.0 38.0 36.8 39.8 38.5 38.0 38.3 39.0 41.3 40.5 39.6 42.4 37.1 40.7 40.0 39.0 41.0 40.0 37.0 33.0 34.0 35.0 36.0 37.0 38.0 39.0 40.0 41.0 42.0 43.0 0 3 /0 8 a 0 9 /0 8 1 0 /0 8 a 1 6 /0 8 1 7 /0 8 a 2 3 /0 8 2 4 /0 8 a 3 0 /0 8 3 1 /0 8 a 0 6 /0 9 0 7 /0 9 a 1 3 /0 9 1 4 /0 9 a 2 0 /0 9 2 1 /0 9 a 2 7 /0 9 2 8 /0 9 a 0 4 /1 0 0 5 /1 0 a 1 1 /1 0 1 2 /1 0 a 1 8 /1 0 1 9 /1 0 a 2 5 /1 0 2 6 /1 0 a 0 1 /1 1 0 2 /1 1 a 0 8 /1 1 0 9 /1 1 a 1 5 /1 1 1 6 /1 1 a 2 2 /1 1 2 3 /1 1 a 2 9 /1 1 3 0 /1 1 a 0 6 /1 2 0 7 /1 2 a 1 3 /1 2 1 4 /1 2 a 2 0 /1 2 2 1 /1 2 a 2 7 /1 2 Petrolina Juazeiro 39.1 36.8 36.8 36.8 35.2 39.3 47.3 39.8 38.3 37.8 38.1 36.0 39.2 46.7 0.0 5.0 10.0 15.0 20.0 25.0 30.0 35.0 40.0 45.0 50.0

Segunda Terça Quarta Quinta Sexta Sabado Domingo

(8)

A Figura 9 mostra a evolução do índice de isolamento nos últimos 7 dias. No dia 22/12, o índice para Petrolina, divulgado pelo Ministério Público de Pernambuco, foi 37,6%. O último dado disponível para Juazeiro/BA, com base nas informações da SEI (Superintendência de Estudos Econômicos e Sociais da Bahia) é o do dia 21/12 e foi de 37 %.

Fonte: Dados da Pesquisa

Figura 9: Evolução do índice de isolamento social por dia (últimos sete dias: Petrolina/PE e Juazeiro/BA), em percentual.

CONSIDERAÇÕES FINAIS

A situação atual da pandemia no Vale do São Francisco gera grandes preocupações pois a quantidade de novos casos cresceu bastante, a quantidade de casos ativos aumentou e felizmente foi aumentada a quantidade de leitos de UTI públicos disponíveis para a população, depois de um período de redução. Assim, os cuidados precisam ser redobrados e todas as medidas de prevenção devem ser seguidas, como o uso de máscara, álcool gel e distanciamento.

REFERÊNCIAS BIBLIOGRÁFICAS

WHO. Coronavirus disease (COVID-19) Pandemic. 2020. Disponível em: <https://www.who.int/emergencies/diseases/novel-coronavirus-2019>. Acesso em: 24 mar. 2020. 37 37.4 35.7 40.8 49.7 36.4 37.6 37.7 38.6 37.4 41.6 49.5 37 0 10 20 30 40 50 60

16/dez 17/dez 18/dez 19/dez 20/dez 21/dez 22/dez

Imagem

Referências

temas relacionados :