GERADORES DE CORRENTE CONTÍNUA SOB CARGA REAÇÃO DO INDUZIDO EM GERADORES DE CORRENTE CONTINUA

Texto

(1)

Profs. Jaime Luiz Dilburt, José Carlos Masciotro

GERADORES DE CORRENTE CONTÍNUA SOB CARGA

REAÇÃO DO INDUZIDO EM GERADORES DE CORRENTE CONTINUA

A reação do induzido é um campo magnético criado pela corrente do induzido, quando o gerador está operando sob carga. Este fluxo interage com o campo magnético produzido pelos pólos, provocando distorção, deslocamento e eventual alteração do valor do fluxo magnético resultante no entreferro da máquina.

ENTREFERRO – espaço entre a sapata polar e a superfície do induzido.

PRIMEIRA SITUAÇÃO – Máquina operando na região linear da Característica Magnética

Iexc

E ou φ residual

Iexc nominal

curva simplificada completa AB - trecho linear BC - trecho não linear C em diante - saturação A

B

C

fluxo dos pólos reação do induzido fluxo resultante N

S

rotação

N

S

rotação

N

S

rotação

figura 1 figura 2 figura 3

SEGUNDA SITUAÇÃO – Máquina operando fora da região linear da Característica Magnética

Iexc

E ou φ residual

Iexc nominal

curva simplificada completa AB - trecho linear BC - trecho não linear C em diante - saturação A

B

C

fluxo dos pólos reação do induzido fluxo resultante N

S

rotação

N

S

rotação

N

S

rotação

figura 1 figura 2 figura 3

ANOTAÇÕES ADICIONAIS

(2)

OUTRA VISUALIZAÇÃO

N

rotação

S

fmm polos eixo

neutro

N

rotação

S

fmm reação do induzido

só o fluxo dos pólos Só o fluxo da reação do induzido

N

rotação

S

fmm RI

fmm

polos

fmm

resultante

Fluxo resultante

(diagrama fasorial sem escala e sem representar a redução do fluxo resultante provocada pela saturação magnética)

Eixo neutro

Observa-se deslocamento e dispersão do fluxo magnético resultante.

(3)

Profs. Jaime Luiz Dilburt, José Carlos Masciotro

vas estariam pondo em curto circuito bobinas com tensão induzida. Veja na figura seguinte:

1 3 5 7 9 11 13 15 17 19 21 23 25 27

N S N

2n - 1

1 2 3 4 5 6 7 8 9

S

2n - 1 10 1 12 3 14 5 16 7 18 9 20 11 22 13 24

1 2 3 4 5 6 7 8 9

• As escovas estavam curto circuitando bobinas não induzidas, mas estas passaram a ser induzidas pelo FLUXO DISPERSO. (escovas entre teclas 1-2 e 6-7. Esta tensão induzida é indesejável e haverá circulação de corrente indesejável nessas bobinas.

• Pode-se conviver com este problema, que se traduz em aumento na intensidade do arco voltaico na comutação e aquecimento adicional, ou pode-se eliminá-lo, movendo-se as escovas para outra posição, para voltarem a curto circuitar bobinas não induzidas. (novas posições entre teclas 2-3 e 7-8)

ANOTAÇÕES ADICIONAIS

(4)

se desloca junto com as escovas - observe a figura em corte transversal a seguir.

• A OPERAÇÃO DE MUDANÇA DE POSIÇÃO DAS ESCOVAS CHAMA- SE DECALAGEM.

N

rotação

S

fmm RI

fmm

polos

fmm resultante

componente transmagnetizante componente

desmagnetizante

novo eixo neutro

Fluxo resultante

(diagrama fasorial sem escala e sem representar a redução do fluxo resultante provocada pela saturação magnética)

NOTAR QUE AO REALIZAR A DECALAGEM, HAVERÁ REDUÇÃO DO FLUXO

MAGNÉTICO RESULTANTE, INDEPENDENTE DA CONDIÇÃO DE SATURAÇÃO

MAGNÉTICA OU NÃO.

(5)

Profs. Jaime Luiz Dilburt, José Carlos Masciotro

ANOTAÇÕES ADICIONAIS

RESUMO DAS CONSEQUÊNCIAS DA REAÇÃO DO INDUZIDO

DECALAGEM

SEM COM

CONDIÇÃO ITENS

S N S N

1. distorção do fluxo magnético resultante • • 2. dispersão do fluxo magnético resultante • • 3. redução do fluxo magnético resultante por

saturação magnética (região de operação)

• •

4. tensão e corrente induzidas indesejáveis nas bobinas sob comutação Æ mais arco voltaico e aquecimento

• •

5. redução do fluxo magnético resultante pela componente desmagnetizante. (realização da decalagem)

• • Máquina operando na

região linear da Característica

Magnetica

6.

1. distorção do fluxo magnético resultante • • 2. dispersão do fluxo magnético resultante • • 3. redução do fluxo magnético resultante por

saturação magnética (região de operação)

• •

4. tensão e corrente induzidas indesejáveis nas bobinas sob comutação Æ mais arco voltaico e aquecimento

• •

5. redução do fluxo magnético resultante pela componente desmagnetizante. (realização da decalagem)

• • Máquina operando

fora da região linear da Característica

Magnetica

6.

Tabela experimental

Imagem

Referências

temas relacionados :