Deixa Deus ser Deus em sua vida. Não o limite, não o subestime,

Texto

(1)

IGREJA METODISTA EM ITABERABA Congregação em Santana de Parnaíba

B O L E T I M I N F O R M A T I V O

DEIXA DEUS SER DEUS

D

eixa Deus ser Deus em sua vida. Não o limite, não o subestime, não despreze Sua presença, não se aproxime Dele com pressa, não o trate como um comerciante do qual você se achega pa-ra pedir objetos de desejo.

Não limite o que Deus pode fazer, tendo por base sua própria finitude. Não leia os acontecimentos da vida só através de suas míopes retinas, nem permita que o sentimento de desesperança se transforme em fata-lismo. Pára de se lamentar e deixa Deus ser Deus em sua vida.

Não permita que um pequeno problema se avolume de tal forma que ao acordar de madrugada ele já não caiba mais no seu quarto; pelo contrá-rio, “em tudo sejam conhecidas, diante de Deus, as vossas petições, pe-la oração e pepe-la súplica” (Fp 4.6-7), e deixa Deus ser Deus para você. Não caia na tentação de ensimesmar-se, ou seja, voltar-se para dentro de si mesmo, escondendo-se numa névoa de fantasia para fugir da realida-de. Muita coisa que está acontecendo neste mundo desagrada profunda-mente a Deus – e através da oração e da ação Ele espera que a gente trans-forme isso, numa parceria amiga. Ele já não nos chama servos, mas ami-gos que constroem juntos um mundo melhor. E deixa Deus ser Deus. Não se apequene, sê inteiro em todas as coisas. Se estiver em casa, es-teja inteiro para seus queridos. Se for à igreja, não se perca em pensa-mentos do cotidiano, mas se enleve na atmosfera de adoração; se via-jou em descanso, não se lembre do trabalho que deixou para trás. Este-ja sempre no lugar que você está.

Não despreze os pequenos sinais do amor divino. Uma borboleta voan-do à sua frente pode ser um

de-les, o carinho da pessoa amada também, a presença de um ami-go idem. Lembre-se que Deus não grita, só sussurra. Ele não mostra a estrada inteira – só nos dá um vislumbre. O resto é pela fé. Vemos obscuramente mesmo,

(2)

I G R E J A M E T O D I S T A E M I T A B E R A B A

pois viver é o tempo todo aventura, um filme que não conhecemos ante-cipadamente o enredo, só o final.

Deixa Deus ser Deus, e pare de ficar pedindo a todo o momento provas de seu amor e cuidado. Ele pode dar sim, mas por vezes teremos de cami-nhar sozinhos, pela fé, e sem nenhuma certeza que estamos indo na di-reção certa (ah, as certezas – tem gente que precisa delas o tempo todo). Há períodos em nossa vida que Ele solta momentaneamente nossas mãos e diz – vai que Eu estou cuidando de ti.

Outras vezes Deus nos manda esperar. E esperar é muito mais difícil que andar. Se Deus nos mandar subir uma montanha carregando uma pe-dra, fazer um ritual, e deixar um sacrifício, faríamos sem pestanejar. Mas, esperar? Isso é horrível, precisamos sempre fazer algo! Deixar Deus ser Deus é também “não atrapalhar” a obra que Ele está fazendo. Quando Ele nos manda esperar a única coisa sensata a fazer é... esperar.

Deixar Deus ser Deus é também diferenciá-lo dos inúmeros “deuses” existentes no mundo. Você vai reconhecer simulacros de Deus naquelas mensagens eletrônicas que enchem nossas caixas de correio, repletas de imagens delicadas e frases do tipo: “pare por um momento...”, “respire fundo...”, “peça para o anjo...”, “escreva para 10 pessoas...”, “comece o seu dia fazendo...”. Trata-se de um “deus genérico” que serve todas as tribos, não pede obediência, não é um Deus pessoal, mas uma força cósmica, uma energia. É um deus “light” e bonzinho, ao contrário de IAVEH que não é bonzinho, mas bom, não é condescendente com o erro, mas justo, e abomina as preces de quem se recusa viver de acordo com a sua Pala-vra (Pv 28.9). O profeta Daniel viveu no berço esotérico da humanidade, a Babilônia, centro das artes mágicas, mas manteve sua fé no Único que era realmente Senhor sobre tudo.

Deixar Deus ser Deus é ir além da religião formal. Há mais, muito mais, para além dos cânticos, para além das performances tão valorizadas ho-je nas igrejas.

Deus não é uma mercadoria exposta numa vitrine que todos vêem. Ao con-trário, Deus é um Deus abscôndito (escondido) como nos revela o profeta Isaías. Mesmo Davi, que privava de intimidade com o Eterno, desabafou: “até quando ocultarás de mim o rosto?” (Sl 13.1). Afinal, “a glória de Deus é encobrir as coisas, mas a gloria dos reis é esquadrinhá-las” (Pv 25.2). Deus se agrada em “desaparecer” por al-guns períodos e nos dizer: “por um breve momento te dei-xei...” (Is 54.7a), e aí vem o medo, a ansiedade, o vazio. En-tão, Ele olha para nós novamente e se compadece: “...mas com grandes misericórdias torno a acolher-te (Is 54.7b). Faça um propósito hoje: deixa Deus ser Deus em sua vi-da... e não atrapalha.

(3)

I G R E J A M E T O D I S T A E M I T A B E R A B A

PROJETO MINHA ESPERANÇA

O coração do projeto é a estratégia Mateus e seus Amigos, baseada na história de Le-vi, como também era chamado Mateus. Jesus chamou a Mateus, que imediata-mente convidou os seus amigos à sua

ca-sa para que Jesus lhes compartilhasse a Palavra de Deus (Mateus 9.9-13). Os membros de sua igreja podem fazer algo similar ao que Mateus fez, seguindo estes simples passos:

M OSTRE O AMOR DE DEUS - Deixe que o amor de Deus flua de seu coração, olhe ao seu redor e observe quem, entre os seus ami-gos, familiares e companheiros de trabalho, necessita de Cristo. Ano-te seus nomes no folheto MaAno-teus e seus amigos.

A MIZADE COM ESSAS PESSOAS - Busque oportunidades de aprofundar a amizade com essas pessoas e, assim, aumentar as pos-sibilidades de comunicar-lhe a esperança que você possui em Cristo. T EMPO DE ORAÇÃO - Ore diariamente pelas pessoas que estão

em sua lista de Mateus e seus amigos e peça ao Senhor que lhe conce-da oportuniconce-dades para falar com elas.

E NCONTRO EM SEU LAR - Convide as pessoas que constam de sua lista ao seu lar, a fim de assistirem aos programas de Billy Graham e um atraente filme.

U SE OS MATERIAIS - Oriente os novos convertidos quanto ao uso do livreto Viver em Cristo e de outros materiais com instruções sobre de como orar e ler a Bíblia Sagrada.

S EJA UM DISCIPULADOR - Leve os novos convertidos à sua igreja, para que cresçam em sua nova vida com Cristo.

CRISE DE HERMENÊUTICA

Hermenêutica é o esforço e estudo que fazemos para interpretar corretamente o sentido dos textos bíbli-cos. Entretanto, é fácil perceber que na atual igreja evangélica enfrentamos três problemas sérios que tem deturpado tremendamente uma boa interpre-tação bíblica. São eles:

1) TIOLOGIA: você leu corretamente: “tiologia”, e não a teologia boa e saudável que sempre marcou a vida do Protestantismo. Chamo de “tiolo-gia” quando um tio (ou avô, um parente, ou um irmão mais antigo), faz interpretações estranhas da bíblia, asseverando certezas baseadas em pressuposições estapafúrdias ou sonhos que tiveram. Cuidado com eles!

(4)

I G R E J A M E T O D I S T A E M I T A B E R A B A

2) SINTOLOGIA: é quando se abandona a Palavra para dar mais atenção a revelações, profecias e visões pessoais, terminando por dar mais valor aos sentimentos pessoais que às verdades divinas. É um perigo!

3) ACHOLOGIA: antigamente o crente procurava moldar seus pensa-mentos a partir daquilo que a Palavra revelava para ele. Como hoje o crente peca por desconhecer as Escrituras, ele então atira para todos os lados, expondo sem rodeios e sem base, o que ele “acha” disso, o que ele “acha” daquilo. Seria mais simples procurar o que Deus fala a respeito.

QUANDO OS CRENTES DAVAM CERTO

Os crentes davam certo porque eles eram crentes. Não havia crentes por tradição, nem por adesão, mas apenas por conversão. A tônica era a conversão, o novo nascimento, a mudança, a transformação, a cer-teza da vida eterna, o confessar a Jesus Cristo “como único Senhor e Salvador”, que culminava com o rito de “profissão de fé”.

No culto, eram comuns os apelos para que as pessoas “aceitassem a

Cristo”, ou que “se entregassem a Cristo”, levantando a mão, ou vindo à frente. Igrejas organizavam semanas, cruzadas ou campanhas evangelís-ticas, geralmente com um orador convidado, e toda uma preparação e di-vulgação, com distribuição de convites e folhetos evangelísticos. Nos cul-tos, com freqüência, se incluía o testemunho de conversão de um irmão ou de uma irmã, sempre na tônica: “Eu era assim, Cristo me tornou assim”. Como todos os crentes conheciam o Plano de Salvação e se esperava que compartilhasse com os outros, toda a Igreja era uma Igreja de evangelis-tas. As famílias crentes eram estimuladas, ao final do dia, a celebrar em torno da mesa da última refeição, o seu “culto doméstico”, dirigido pelo pai da família. Convidavam-se parentes e vizinhos. Se alguém se muda-va para outra cidade, o culto doméstico e cultos emuda-vangelísticos nos lares, de iniciativa dos próprios leigos (como expressão do sacerdócio universal de todos os crentes) era o início de muitas novas Igrejas.

Os crentes eram discriminados e perseguidos e... os crentes conheciam a Bíblia. Aliás, eles eram conhecidos como “os Bíblias”. “Fulano é um Bí-blia...”. Isso porque assim que alguém se convertia, a primeira coisa que fazia era comprar uma Bíblia.

Na época quando se cantava “Enquanto ó Salvador teu Livro eu ler, meus olhos vem abrir, pois quero ver”, os crentes davam certo...

(5)

NOTÍCIAS CURTAS...

... está chegando o Acampamento da Mocidade (10 a 12/10). Faça sua ins-crição (R$ 75).

... está chegando o Acampamento Regional de Crianças (10 a 12/10). Cus-to de R$120 e pode dividir em 2X.

... olha aí o 18º aniversário do nosso Coral: será uma bela e inesquecível cantata dia 21/09. Convide amigos e familiares!

TODO MUNDO NA ESCOLA NO PRÓXIMO DOMINGO

No Dia da Escola Dominical queremos ver todo mundo na mais impor-tante escola que existe! E não tem desculpa: eis que o inverno já passou, portanto não será por causa do frio. O problema é o sono? Durma mais cedo no sábado! Sente preguiça pela manhã? Tome uma ducha fria, que ela vai embora...

Quando? Dia 21 de Setembro às 9:00h

DIA DO QUILO

O Ministério de Ação Social agradece a todos os irmãos que trouxeram o seu mantimento domingo passado. Foi realmente uma resposta à altura do potencial da igreja. Glória a Deus! Esses mantimentos não farão falta para você, mas certamente transbordará na vida de muitos irmãos. Ah, se você esqueceu, pode trazer hoje!

CONVITE DE CASAMENTO

Os noivos DAYANE e ERICK convidam a igreja para o casamento deles. Será no dia 27 de setem-bro às 19:00h na Casa Ilha da Madeira (R. Casa Ilha da Madeira, 148 – Imirim, trav. da Av. Para-da Pinto).

Os noivos pedem que os irmãos confirmem a presença o quanto antes!

RIR NÃO FAZ MAL

I G R E J A M E T O D I S T A E M I T A B E R A B A

(6)

NOSSA MISSÃO

Esforçarmo-nos para espalhar a Santidade bíblica sobre a Terra.

NOSSA VISÃO

Somos uma igreja intercessora, que celebra e adora ao Deus vivo, tem amor à Palavra, acolhe aos que se achegam e busca a cura e restauração do corpo, da alma e do espírito.

R. Mestras Pias Fillipini, 161 São Paulo - SP - 02736-010 Fone: 3977-0571 Pastor: Daniel Rocha Fone: 3858-7522 Res: 4899-3020 e-mail: dadaro@uol. com. br

IGREJA METODISTA EM ITABERABA

VISITE NOSSO SITE: www. metodistaitaberaba. com. br ANIVERSARIANTES DA SEMANA

14/09 hoje Célia Campelo Azevedo 16/09 3ª feira Rosa Santos Chinello 17/09 4ª feira Edward Luiz Pereira 18/09 5ª feira Eliezer Ladeia Gomes 20/09 sábado Tiago Lucio de Brito 20/09 sábado Matheus Henrique Resende

PARA REFLETIR

“No início, a igreja era um grupo de homens centrados no Cristo vivo.

Então, a igreja chegou à Grécia e tornou-se uma filosofia. Depois, chegou à Roma e tornou-se uma instituição. Em seguida, à Europa e tornou-se uma cultura.

E, finalmente, chegou à América e tornou-se um negócio”. Richard Halverson

ESCALA DE SERVIÇO

SERVIÇO HOJE PRÓX. DOMINGO

INTERcESSãO MARILENE / ROBERTO SILVANA / PAULO

LOUVOR GERAÇãO ELEITA NOVA ALIANÇA

ATENDIMENTO PASTORAL

2ª feira 3ª feira 4ª feira 5ª feira 6ª feira Descanso Pastoral Gabinete: 14h às 18h Gabinete: 14h às 18h Gabinete: 14h às 18h Gabinete / Visitação

OBS.: ESTES HORáRIOS SãO FLEXíVEIS E PODEM SER ALTERADOS DE AcORDO cOM AS NEcESSIDADES. SE DESEJAR FALAR cOM O PASTOR, BASTA AGENDAR PELO FONE: 9745-0815

Sarça Ardente •

Simples como a pomba, prudente como a Serpente •

Mensagem de Paulo a Igreja de Itaberaba (Efeso) •

P r e g a ç õ e s n a I n t e r n e t . N e s t a s e m a n a :

Acesse, divulgue:

Imagem

Referências

temas relacionados :