• Nenhum resultado encontrado

NÃO É VERDADE! Igreja Metodista em Itaberaba Congregação em Santana de Parnaíba

N/A
N/A
Protected

Academic year: 2021

Share "NÃO É VERDADE! Igreja Metodista em Itaberaba Congregação em Santana de Parnaíba"

Copied!
6
0
0

Texto

(1)

Igreja Metodista em Itaberaba

B O L E T I M I N F O R M A T I V O

Congregação em Santana de Parnaíba

NÃO É VERDADE!

D

iante dos inúmeros sofismas, erros e

mentiras que os pregadores do “evan-gelho da prosperidade” têm marte-lado diariamente nas rádios e TVs,

e por conta do desconhecimen-to da Palavra de Deus pela maior

parte dos evangélicos (“errais não conhecen-do as Escrituras”), é preciso por os pingos nos “is” e dizer sem meias palavras que:

1) NÃO É VERDADE que não teremos sofri-mento na vida! O próprio Jesus, sendo o Filho de Deus, não foi poupado de nada que nós também não viéssemos a sofrer. Ele pró-prio advertiu que no mundo passaríamos aflições, mas que tão somente crêssemos

Nele e na sua vitória final. O Mestre também avisou a Pedro que Satanás o requerera para “peneirá-lo”, entretanto Jesus não promete livrá-lo de tal infortúnio, mas diz que oraria, “para que a tua fé não desfaleça”[1]. Este próprio apóstolo, mais tarde escreveria para que não estranhemos o fogo ardente que surge em nosso meio destinado a provar-nos [2]. 2) NÃO É VERDADE que enfermidade é sinal de pecado, e que o cristão fiel não adoece! Servos fiéis em Cristo podem, em algum momento da vida desenvolver Alzheimer, catarata, depressão, labirintite, câncer, osteoporo-se ou qualquer outra doença. Neste exato momento há um osteoporo-sem número de cristãos nos hospitais orando humildemente por saúde ou aguardan-do operação. Companheiros de Paulo, Trófimo ficou aguardan-doente em Mileto [3], Epafrodito adoeceu mortalmente chegando às portas da morte por causa da obra [4] e Timóteo sofria de freqüentes enfermidades do estômago. Há vidas trágicas com saúde e há vidas abençoadas sem saúde.

3) NÃO É VERDADE que todos seremos ricos no sentido material! Cris-tãos sinceros espalhados neste mundo morrerão sem nunca ter abun-dância de bens. Milhões de cristãos sudaneses, nigerianos ou quenia-nos sequer possuem sandálias para calçar. Habitantes do Jequitinhonha, bolsão de miséria no Brasil, poderão conhecer a Cristo, mas provavel-mente continuarão morando em suas sufocantes taperas sem jamais

(2)

se refrescarem sob um ar-condicionado. Devemos lutar contra essas ter-ríveis injustiças sociais, mas sempre sabendo que “nada temos trazido para o mundo, nem cousa alguma podemos levar dele. Tendo sustento e com que nos vestir, estejamos contentes” [5].

4) NÃO É VERDADE que se alguém não é curado, a culpa é da falta de fé. A muitos que Jesus curou não lhes exigiu fé, nem méritos, mas Ele o fez exclusivamente por sua Graça e misericórdia. Eu creio, mas clamo cons-tantemente como aquele pai: “Senhor, ajuda-me na minha falta de fé” [6]. 5) NÃO É VERDADE que coisas ruins que nos acontecem são sempre re-sultado de maldição. Caiu uma torre em Siloé e matou alguns homens. Aos olhos do povo isso poderia indicar que havia algo de errado com eles. Mas Jesus asseverou: “vocês crêem que aqueles dezoito sobre os quais a torre caiu eram mais pecadores do que os demais habitantes de

Jerusa-lém? Em verdade eu digo a vocês não eram. Mas se vocês não se arrependerem, todos igualmente perecerão” [7]. Onde está Deus nisso tudo? Ele também está sofrendo conosco, está ao nosso lado enxugando nossas lágrimas, e ainda que por um breve momento venhamos a sofrer, Ele lhe dá a força e ânimo para continuar vivendo sem medo, sem amargura, sem rancor. E para nós, o melhor ainda está por vir.

Referências: [1] Lc 22.32, [2] 1Pe 4.12, [3] 2Tm 4.20, [4] Fp 2.27-30, [5] 1Tm 6.7-10, [6] Mc 9.24, [7] Lc 13.4-5

SEÇÃO TIRA-DÚVIDAS

PERGUNTA: Como serão nossas relações no

céu? Continuarei tendo uma relação especial com a minha esposa no céu? Você continuará a tratar os seus progenitores como pai e mãe? Nossos amigos íntimos aqui serão nossos ami-gos íntimos lá?

RESPOSTA: Certamente vamos conhecer uns

aos outros no céu. O rei Davi esperava unir-se lá a seu pequeno filho falecido. “Eu irei a ela”, à criança, disse ele (2 Sm 12:23). Paulo conci-ta os cristãos que esconci-tavam de luto a que não se entristecessem “como os demais, que não têm

esperança. Porque aos que em Jesus dormem Deus tornará a trazer com ele” (1Ts 4:13,14). A razão para não se entristecerem como os incrédulos é que a sua partida não é permanente. Eles tornarão a encontrar-se. Não podemos conhecer no céu menos que na terra, e, portanto, reconhecere-mos aqueles que eram nossos conhecidos aqui.

(3)

Também nos é dito que muitos aspectos do casamento não serão pró-prios na glória, onde “nem casam nem são dados em casamento” (Mt 22:30). Não haverá reprodução. O marido não precisará de uma au-xiliadora, nem a esposa precisará de alguém que lhe dê carinho prote-tor. As crianças não vão requerer cuidado paterno. A relação entre Cristo e Sua Igreja será tão óbvia que tornará desnecessária uma ilustração hu-mana. Significaria, então, que o seu marido ou o meu melhor amigo não serão para nós mais do que qualquer pessoa entre as multidões de remi-dos? Não é bem assim.

Todas as coisas boas serão melhores no céu do que na terra. Se Deus deu a você um cônjuge cristão, um pai ou filho ou irmão, ou amigo, você pode estar certo de que, sejam quais forem os parâmetros das suas relações futuras com eles, a amizade será mais chegada do que agora. Você os conhecerá mais intimamente, os amará mais intensamente, deleitar-se-á neles mais plenamente. É impossível que percamos alguma coisa boa nesse lugar repleto de coisas boas. Podemos observar os cristãos que amamos especialmente e louvar a Deus por continuarmos a amá-los, e cada vez mais, para todo o sempre.

(Edward Donnelly)

JOIO E O TRIGO

É impressionante como o mundo está cheio de trigo, embora seja o joio quem dê as cartas na História. O trigo existe em abundancia, mas é discreto, sem voz alta, sem pro-jeto de ser nada além de pão, sem ambição além do chão, sem pre-tensão a viver sem antes morrer. O joio, entretanto, tem a imagem do trigo, mas não dá fruto e nem se torna pão. Por isto, tendo o mesmo chão, tendo a mesma imagem, mas não se tornando pão, o joio não quer morrer, ambicionando exis-tir como clone daquele que dá fru-to: o trigo.

O trigo dá fruto depois que morre. O joio não quer morrer, pois seu único fruto é sua própria existência.

O trigo é discreto, posto que o que é, é. O joio só tem sua imagem a proje-tar. Por isto, se mistura e se confunde entre os que são.

O trigo é forte como a fraqueza que se multiplica em vida, vida, vida... O joio é forte como aquilo que só tem a si mesmo... E mais nada além de si.

(4)

Entretanto...

Os dias são maus. Portanto, a legião de trigos tem que viver sua discrição com coragem ousada, pois Deus não deu aos trigos espírito de covardia, mas de poder, de amor, e de moderação.

As armas dos trigos não são como as dos joios. Os joios vão à força das máscaras, das aparências, das imagens, do poder de controlar, e, sobre-tudo, da mãe de todos esses males, que é a hipocrisia.

O negócio do joio é parecer e aparecer. Mas não é... O trigo, porém, preci-sa combater dando muito fruto, e, para tanto, não tendo medo de morrer; pois, se não morrer, fica ele só, mas se morrer, aí sim, produz muito fruto. O Pão da Vida convida todos os trigos a se oferecerem à morte mediante a entrega e a confiança, para que produzam muito fruto, e, assim, dêem ao mundo a chance de pelo menos saber que nem tudo o que se parece com trigo, é trigo; que nem tudo o que se parece com joio, é joio; e que tudo o que é trigo, dá fruto; embora haja trigos que são genuinamente trigo, mas que não estão dando fruto.

A questão não é fazer o joio acabar (esse, segundo Jesus, será trabalho para anjos) — mas ajudar o trigo a não temer morrer; e, assim, dar mui-to, muito fruto.

O joio continuará tentando substituir amor por poder, adoração a Deus por show musical, pregação da Palavra por sedução mágica, e tudo o mais que o joio se especializou a praticar como estelionato contra a ver-dade, o amor, e a genuína fé. Ao trigo, porém, diz o Senhor:

“Não fostes vós que me escolhestes a mim, mas eu vos escolhi a vós ou-tros; e vos designei para que vades, e deis fruto, e vosso fruto permaneça”.

(Devocional – Caio Fábio)

PARA PENSAR:

“Deus não é um solucionador de problemas. É um solucionador de pessoas. Deus não prome-teu fazer nossa vida melhor. Promeprome-teu nos fa-zer homens e mulheres melhores: semelhantes ao seu Filho”.

Ed Rene Kivitz

VEM AÍ A FESTA DA PIZZA

Qual é o paulistano que não aprecia uma deliciosa pizza? Pois a nossa mocidade matará sua vontade realizando a Noite da Pizza. Será no sábado, dia 30/05 a partir das 19h. Venha saborear e traga toda a família e amigos!

Convite: R$ 5,00 com direito a 2 pedaços de pizzas e 1 refrigerante!

(5)

NOTÍCIAS RÁPIDAS

... nesta 5ª feira, às 15h a nossa irmã Roseli de Brito convida a todas as ir-mãs para a reunião de oração mensal do CÍRCULO DE MÃES. Venha fa-zer parte!

... convidamos toda a igreja para o Culto Especial de Recebimento de No-vos Membros no próximo domingo, dia 31/05. Venha se alegrar, orar e glo-rificar a Deus por mais um grupo de irmãos e irmãs estarem se colocan-do à disposição da Obra colocan-do Senhor através colocan-do Batismo e Profissão de Fé. ... vem aí o Acampamento de toda a igreja nos dias 14, 15 e 16 de Agosto. ... nas férias de julho participe de uma Semana para Jesus em Ubatuba. Fale com o pastor

... curso no Cemec de confecção e manipulação de bonecos. Dia 20/06 das 8h30 às 16h30. Investimento: R$ 55,00

... Fique ligado: nos próximos dias o pastor estará convocando líderes da igreja para prepará-los para o nosso Programa de Discipulado. Se você desejar participar, fale conosco.

MUTIRÃO NA IGREJA

Atenção: no sábado, dia 30, a partir das 9h faremos um mutirão para a limpeza do piso da igreja. Você pode nos ajudar? Se muitos se disporem, faremos o trabalho rapi-dinho.

CULTO DA FAMÍLIA

Teremos hoje um Culto Especial da Família, às 19hs. Con-vide os filhos, esposo[a], tios, sobrinhos... enfim, toda a sua parentela para estar presente.

CONCENTRAÇÃO DISTRITAL DO CORAÇÃO AQUECIDO Foi muito boa a participação de

nossa igreja na Concentração Distrital do Coração Aquecido, no último sábado, no Museu da Bíblia. Acorreram para lá diver-sas caravanas compostas pelo nosso povo do Distrito Oeste. A nossa mocidade participou ati-vamente no grupo que dirigiu os

louvores do culto [Laura, Vinícius, Priscila, Maércio, José Fenner, Lucas, Flávia, Aline e Lucas Ladeia], o nosso Coral com as regentes Eizel e Beth Ladeia também esteve bem representado, e o grupo de teatro, com o Ce-bola à frente deixou sua marca. Parabéns!

(6)

NOSSA MISSÃO

Esforçarmo-nos para espalhar a Santidade bíblica sobre a Terra.

NOSSA VISÃO

Somos uma igreja intercessora, que celebra e adora ao Deus vivo, tem amor à Palavra, acolhe aos que se achegam e busca a cura e restauração do corpo, da alma e do espírito.

R. Mestras Pias Fillipini, 161 São Paulo - SP - 02736-010

Fone: 3977-0571 Pastor: Daniel Rocha Fone: 3858-7522 Res: 4899-3020

e-mail: dadaro@uol.com.br

IGREJA METODISTA EM ITABERABA

VISITE NOSSO SITE: www.metodistaitaberaba.com.br

PROGRAMAÇÃO SEMANAL

3ª feira 4ª feira 5ª feira 6ª feira domingo

Tarde de Oração

14h30 Mentoria Espiritual20h Fogueirinha20h Culto de Libertação20h Esc. Dominical - 9hCulto Solene - 19h

ATENDIMENTO PASTORAL

2ª feira 3ª feira 4ª feira 5ª feira 6ª feira

Descanso Pastoral Gabinete: 14h às 18h Gabinete: 14h às 18h Gabinete: 14h às 18h Gabinete / Visitação

OBS.: ESTES hORáRIOS SãO FLExíVEIS E PODEM SER ALTERADOS DE ACORDO COM AS NECESSIDADES. SE DESEjAR FALAR COM O PASTOR, BASTA AGENDAR PELO FONE: 9745-0815

CASAMENTO

No dia 06 de junho às 19h teremos a cerimônia de casa-mento de ALMIR & PATRÍCIA.

Toda a igreja está convidada!

ANIVERSARIANTES DA SEMANA 24/05 – hoje – Augusto Cerqueira (Guto)

ESCALA DE SERVIÇO

SERVIÇO hOjE PRÓx. DOMINGO

INTERCESSãO NuRIMAR / MANOEL EDwARD / SALETE

LOuVOR NOVA ALIANÇA GRuPO VIDA

CuLTO INFANTIL DANIELA / EDNA ROSA / MARIANA DIRIGENTE CuLTO CAROLINA ABIB ROBERTO ARSky RIR NÃO FAZ MAL

Referências

Documentos relacionados

integralização do Currículo Lattes, o professor que atender satisfatoriamente os objetivos da monitoria e as atribuições inerentes à orientação, bem como o

Mas, à semelhança do que se verifica com outros aspectos do funcionamento psicológico, o que parece ser determinante para a qualidade da vinculação aos pares em jovens adultos

Foi ao ouvir a leitura do comentário de Mar- tinho Lutero sobre o livro de Romanos, capítulo 1, exata- mente quando se liam os ver- sos 16 e 17: “Pois não me envergonho

Por vezes, damos muito mais valor àquilo que não tem valor para nós do que ao que realmente nos importa.. Por exemplo, não é incomum encontrarmos pessoas reclamando de alguém com

Constituição da amostra. Utilizando uma tabela de números aleatórios foi obtida uma amostra de 1.200 mulheres. O tamanho da amostra foi calculado para estimar a taxa de infecção

Percebere- mos em breve que a verdadeira Igreja de Cris- to não é constituída por milhões, mas trata-se de um “pequenino rebanho”, e quem pertence a este

“Quem não tem nada não pode partilhar nada; quem não está indo para lugar nenhum não pode ter com- panheiros de viagem. RIR NÃO

Esse é o modo que esses jovens encontraram para chamar atenção para a perseguição que seus irmãos cristãos têm enfrentado.. Esse é o assun- to que tem mais ocupado a mente