GUIA DO PARTICIPANTE

Download (0)

Full text

(1)

GUIA DO PARTICIPANTE

Prezado(a) Aluno(a),

Seja bem-vindo(a) ao Curso a distância de autoinstrução:

Instrumentos do Estatuto da Cidade!

Este Guia do Participante contém informações e orientações sobre o

funcionamento deste curso, para que você possa obter um melhor

aproveitamento nesta ação de aprendizagem.

Nos próximos tópicos, serão apresentadas as informações gerais, os

objetivos, a estrutura do curso, equipe pedagógica, o corpo docente,

a forma de acesso às atividades e demais recursos disponíveis.

Cientes da relevância dos materiais e dos recursos multimídia

disponibilizados neste curso, esperamos que o trabalho que você

inicia agora seja capaz de atender às suas necessidades e

expectativas.

Antes do início do curso, leia este Guia atentamente. Consulte-o

sempre que necessário e, em caso de dúvida que não esteja

contemplada neste Guia, a Gerência de Capacitação do Ministério das

Cidades estará à disposição para orientações e esclarecimentos

necessários por meio do endereço eletrônico:

ead.capacidades@cidades.gov.br

Bom estudo!

Gerência de Capacitação

Ministério das Cidades

(2)

Apoio: Realização:

CURSO A DISTÂNCIA DE AUTOINSTRUÇÃO:

INSTRUMENTOS DO ESTATUTO DA CIDADE

INFORMAÇÕES GERAIS

1 - CARGA HORÁRIA TOTAL: 24 horas-aula.

2 - PERÍODO DE REALIZAÇÃO: 02 semanas

3 - CARGA DE ESTUDO DIÁRIA: 02 horas por dia.

4 - OBJETIVO GERAL

O Curso a distância de autoinstrução “Instrumentos do

Estatuto da Cidade” tem como objetivos principais ampliar o

conhecimento sobre a regulamentação e implementação dos

instrumentos urbanísticos, jurídicos e tributários previstos no Estatuto

da Cidade; e melhorar a capacidade técnica dos municípios para a

gestão sustentável do solo urbano no contexto de implantação de

programas federais de desenvolvimento urbano, como o Minha Casa

Minha Vida e PAC.

5 - ATIVIDADES

O que o participante deve fazer?

Acessar o ambiente virtual de educação a distância do Portal

Capacidades e dedicar pelo menos 02 horas diárias de estudo

por dia;

Fazer a leitura do conteúdo do módulo e, em seguida, acessar o

respectivo vídeo;

Fazer as questões fechadas relativas a cada módulo;

Consultar periodicamente o “Fórum de Notícias” para obter

informações atualizadas da coordenação do curso.

Consultar a Bibliografia disponibilizada para complementar os

seus estudos sobre a temática.

(3)

6 - ESTRUTURA DO CURSO

- Fórum de Notícias

- Guia do Participante

6.1 - PARTE 1 – PLANEJAMENTO URBANO E PLANO DIRETOR

Módulo I – Introdução ao Planejamento Urbano

Professor Benny Schvarsberg

- Texto base abordando temas relativos a: Processo e lógicas de produção e

transformação do espaço urbano no Brasil; Caracterização e histórico do

planejamento urbano no Brasil; As escalas do planejamento territorial

urbano; Marcos jurídicos da política urbana e meio ambiente.

- Videoaula Módulo I

- Biblioteca Módulo I

- Avaliação I

Módulo II – Plano Diretor

Professor Benny Schvarsberg

-Texto base abordando temas relativos a: Plano Diretor no Estatuto da

Cidade; Interfaces entre Plano Diretor e demais planos (planos regionais e

planos setoriais); Plano Diretor e sistema de planejamento municipal (Lei de

Uso e Ocupação do Solo, zoneamentos, parcelamento e etc); Plano Diretor

e financiamento do desenvolvimento urbano.

- Videoaula Módulo II

- Biblioteca Módulo II

- Avaliação II

6.2 - PARTE 2 – INSTRUMENTOS DO ESTATUTO DA CIDADE

Módulo III – Zonas Especiais De Interesse Social

Professora Junia Ferrari

-Texto base abordando temas relativos a: caracterização geral ZEIS,

elementos para regulamentação e implementação; Possibilidades de

combinação das ZEIS com outros instrumentos: Parcelamento, Edificação e

Uso Compulsório (PEUC), IPTU Progressivo, Direito de Preempção, entre

outros.

- Videoaula Módulo III

- Biblioteca Módulo III

- Avaliação III

(4)

Apoio: Realização:

Módulo IV – Instrumentos de Gestão da Valorização da Terra

Professor Luis Fernando Valverde Salandía

-Texto base abordando temas relativos a: IPTU e elementos necessários

para sua implementação; Operações Urbanas Consorciadas (OUC) -

caracterização geral, requisitos para regulamentação e implementação;

Outorga Onerosa do Direito de Construir (OODC) - caracterização geral,

requisitos para regulamentação e implementação; Transferência do Direito

de Construir (TDC) - caracterização geral, requisitos para regulamentação e

implementação; Contribuição de Melhoria (CM) - caracterização geral,

contextualização e aplicações.

- Videoaula Módulo IV

- Biblioteca Módulo IV

- Avaliação IV

Módulo V – Instrumentos de Controle e Gestão de Impactos

Professor Daniel Medeiros de Freitas

-Texto base abordando temas relativos a: Estudo de Impacto de Vizinhança

(EIV)

-

caracterização

geral,

requisitos

para

regulamentação e

implementação; Estudo de Impacto Ambiental- caracterização geral e

comentários gerais.

- Videoaula Módulo V

- Biblioteca Módulo V

- Avaliação V

Módulo VI – Instrumentos de Combate à Especulação Imobiliária

Professor Luis Fernando Valverde Salandía

-Texto base abordando temas relativos a: PEUC, IPTU no tempo e

desapropriação com pagamento de títulos da dívida pública: caracterização

geral, elementos necessários para sua regulamentação e implementação e

interfaces com outros instrumentos.

- Videoaula Módulo VI

- Biblioteca Módulo VI

- Avaliação VI

Módulo VII – Urbanização compacta e controle da expansão urbana

Professora Junia Ferrari

-Texto base abordando temas relativos a: reabilitação urbana como

estratégia para efetivar a urbanização compacta; planos de expansão

urbana.

- Videoaulas Módulo VII

- Biblioteca Módulo VII

- Avaliação VII

(5)

7 - CERTIFICAÇÃO

Critério para obter a certificação do curso:

- Obter média geral de 70% de aproveitamento/acertos nos

questionários.

Procedimentos para certificação:

1 - Após a finalização dos módulos e questionários, caso tenha obtido o

aproveitamento conforme o critério acima, o participante deverá enviar um

e-mail comunicando a finalização do curso, a média obtida e o nome

completo.

Endereço:

ead.instrumentos@cidades.gov.br

2 - A equipe da Gerência de Capacitação irá conferir os dados enviados na

plataforma, como notas e período de acesso do participante. Após

conferência, será feita a liberação da avaliação do curso no Portal

Capacidades. O participante receberá um e-mail comunicando a sua

aprovação.

3 – O participante deverá efetuar login no Portal Capacidades e verificar na

sua pasta “Meus Certificados” o link para a avaliação do curso.

4 – Após o preenchimento da avaliação do curso, o certificado será liberado

para impressão e ficará arquivado na pasta virtual do participante no Portal

Capacidades:

O que fazer em caso de reprovação ou abandono?

Caso você abandone o curso ou não obtenha o mínimo exigido para

certificação e deseje refazer o curso, deve aguardar o prazo de 60 dias da

última avaliação e enviar um e-mail para o endereço abaixo solicitando

nova inscrição no curso, mediante justificativa sobre o seu desempenho ou

abandono no curso anterior.

(6)

Apoio: Realização:

Endereço:

ead.instrumentos@cidades.gov.br

ATENÇÃO: Em caso de abandono do curso, sem justificativa

plausível, o participante poderá ser desclassificado em processo

seletivo de novos cursos a distância.

8 - COORDENAÇÃO TÉCNICA E PEDAGÓGICA

CAROLINA BAIMA CAVALCANTI

Graduada em Arquitetura e Urbanismo pela Universidade de Brasília (UnB) -

2004. Especialista em Gestão Pública pela Escola Nacional de Administração

Publica (ENAP-2008). Atualmente é gerente de projetos pela Secretaria

Nacional de Programas Urbanos e coordena a Gerência de Apoio ao

Planejamento Urbano e implementação de Projetos Urbanos Integrados do

Departamento de Planejamento Urbano do Ministério das Cidades.

DIEGO ALFONSO ERBA

Engenheiro Agrimensor, Mestre em Engenharia Agrícola pela UFSM, Mestre

em Engenharia Civil pela UFSC e Doutor em Agrimensura pela Universidad

Nacional de Catamarca. Pós-doutor na área de Sistemas de Informações

Geográficas - SIG aplicados ao estudo de lagos pela Shiga University do

Japão e pós-doutor na área de SIG aplicados a estudos urbanos pela Clark

University. É autor e editor de vários livros e artigos, e consultor

internacional na área de cadastro multifinalitário. Foi Professor da

Universidade do Vale do Rio dos Sinos - UNISINOS no Programa de

Pós-Graduação em Geologia e atualmente é Fellow do Programa para América

Latina e o Caribe do Lincoln Institute of Land Policy, onde administra a área

de educação à distância aplicada a definição de políticas de solo urbano. É

professor na Universidad Nacional de Rosario, Argentina.

EGLAÍSA MICHELINE PONTES CUNHA

Administradora, Especialista em Educação e Desenvolvimento (Universidade

de Brasília), Especialista em Urbanismo e Desenvolvimento Sustentável

(UIM/Espanha), Mestre em Planejamento e Gestão Educacional pelo Institut

International de Planification de l´Éducation, Unesco, Paris/França e Mestre

em Educação na área de Políticas Públicas e Gestão da Educação Superior

pela Universidade de Brasília. É Técnica em Assuntos Educacionais e

Gerente de Capacitação do Ministério das Cidades, onde coordena o

Programa Nacional de Capacitação das Cidades.

(7)

FERNANDA LUDMILA BARBOSA

Arquiteta e Urbanista graduada pela Universidade de Brasília (UnB), no ano

de 2004. Atuou na iniciativa privada em consultorias e projetos para a

construção civil. Atualmente é Analista de Infraestrutura da Secretaria

Nacional de Programas Urbanos do Ministério das Cidades, participando de

diversos

trabalhos

e

estudos

envolvendo

a

regulamentação

e

implementação

de

instrumentos

de

planejamento

urbano,

pelo

Departamento de Planejamento Urbano da Secretaria.

LETÍCIA MIGUEL TEIXEIRA

Arquiteta Urbanista graduada pela UFMG, mestre em Arquitetura e

Urbanismo pela UNB. Trabalha desde 2006 na Secretaria de Programas

Urbanos do Ministério das Cidades, tendo sido anteriormente consultora da

Unesco e do Instituto Estadual de Patrimônio Histórico e Artístico de Minas

Gerais (IEPHA-MG) em ações do Programa Monumenta.

9 - CORPO DOCENTE:

BENNY SCVARSBERG

Possui graduação em Arquitetura e Urbanismo pela Universidade Federal

Fluminense (1982), mestrado em Planejamento Urbano e Regional pela

Universidade Federal do Rio de Janeiro (1989) e doutorado em Sociologia

Urbana pela Universidade de Brasília (1993). Atualmente é professor

associado da Faculdade de Arquitetura e Urbanismo da Universidade de

Brasília. Tem experiência na área de Planejamento Urbano, com ênfase em

Teoria do Urbanismo, atuando principalmente nos seguintes temas:

urbanização, urbanismo, metodologia do planejamento, política urbana,

planejamento urbano e conceitos de planejamento.

DANIEL MEDEIROS DE FREITAS

Possui graduação em arquitetura e urbanismo (PUC MINAS, 2000),

especialização em requalificação urbana e arquitetônica (EA/UFMG, 2004) e

mestrado em arquitetura (EA-UFMG, 2006). Gerente de nível 1 da

Prefeitura Municipal de Belo Horizonte (2009-atual). Professor do Centro

Universitário UNA (2007-atual). Experiência em desenho urbano, história do

urbanismo e estudos de impacto ambiental.

(8)

Apoio: Realização:

JOÃO BOSCO MOURA TONUCCI FILHO

Graduado em Ciências Econômicas pela Universidade Federal de Minas

Gerais (UFMG), onde atua como professor substituto, e mestre em

Arquitetura e Urbanismo pela Universidade de São Paulo (USP).

Atualmente, exerce o cargo de Gerente de Informação e Monitoramento na

Secretaria Municipal Adjunta de Planejamento Urbano da Prefeitura de Belo

Horizonte

(SMAPU/PBH),

onde

atua

como

coordenador

dos

estudos econômicos referentes às Operações Urbanas Consorciadas e aos

Planos Diretores Regionais. Possui experiência na elaboração e avaliação de

diagnósticos

integrados,

planos

regionais, planos

metropolitanos,

ordenamento territorial, monitoramento da dinâmica imobiliária e

instrumentos de recuperação de mais-valia urbana.

JUNIA FERRARI

Possui graduação em Arquitetura e Urbanismo e mestrado em Planejamento

Urbano. Atualmente é professora da Escola de Arquitetura da Universidade

Federal de Minas Gerais e faz parte do Grupo de Pesquisa PRAXIS- Práticas

sociais no espaço urbano, da mesma instituição. Tem experiência na área

de Planejamento Urbano e Metropolitano, atuando na equipe que elaborou o

Plano Diretor de Desenvolvimento Integrado da Região Metropolitana de

Belo Horizonte - PDDI/RMBH e coordenando a elaboração dos Planos

Diretores Regionais de Belo Horizonte, pela Secretaria Municipal Adjunta de

Planejamento Urbano da Prefeitura de Belo Horizonte - SMAPU/PBH.

LUIS FERNANDO VALVERDE SALANDÍA

Arquiteto Urbanista formado pela Universidade Federal Fluminense (1987),

com especialização em Economia Política da Urbanização pelo Instituto

Metodista Bennett (1994) e mestrado em Urbanismo pela PROURB/

Universidade Federal do Rio de Janeiro (2002). Cursa o Doutorado em

Geografia da Universidade Federal Fluminense, na área de Ordenamento

Territorial. Desde 2008 é arquiteto concursado da Prefeitura da Cidade do

Rio de Janeiro, com atuação na área de planejamento, em 2007 na

Gerência de Macroplanejamento da Secretaria de Urbanismo e desde então

na Gerência de Planejamento da Secretaria Municipal de Habitação. Foi

professor do Curso de Arquitetura e Urbanismo do Centro Universitário

Plínio Leite entre 2002 e 2010 e Professor Substituto da Escola de

Arquitetura e Urbanismo da Universidade Federal Fluminense entre 2007 e

2009. Tem experiência na área de Arquitetura e Urbanismo, com ênfase em

Planejamento Urbano. Atuou na Prefeitura de Niterói entre 1992 e 2006,

participando da estruturação do sistema de planejamento urbano do

município (1991-1997 e 2002 a 2007), e foi coordenador do Programa

Habitar Brasil BID de 2004 até 2007.

Figure

Updating...

References

Related subjects :