A LEI DA ADOÇÃO: A ADOÇÃO DE UM FILHO

Texto

(1)

DR. WILLIAM SOTO SANTIAGO 48

assim por diante. Você poderá entender e ver o que será a adoção para cada uma dessas coisas.

Também existe a adoção da Terra, como planeta Terra.

Disso não vamos falar nestes momentos; mas também terá sua etapa de adoção, e ela será libertada, adotada, na liberdade gloriosa dos filhos de Deus; a natureza completa toda a natureza, toda a criação entrará à etapa da adoção, e tudo será dos adotados.

“A ADOÇÃO DO FILHO.”

Eu creio que entendemos, como filhos de Deus, o que é essa adoção, o que representa para nós; e então, dizemos:

“Vale a pena lutar, e vale a pena perseverar até chegar a essa adoção.”

Depois já terão acabado os problemas, as lutas, mas, enquanto isso, com a fé e a esperança postas em Deus e em Sua Palavra, chegaremos à adoção em sua plenitude.

Estamos nesse processo, e chegaremos à plenitude da adoção.

Deus lhes abençoe. Deus lhes guarde. E que Ele nos siga ajudando e nos dirigindo em tudo, porque não queremos perder a adoção do filho.

Deus lhes abençoe. E que todos passem uma boa tarde.

E até o próximo domingo.

“A ADOÇÃO DO FILHO.”

Tradução: A LUZ DO NOVO DIA – Campo Largo-Paraná, Brasil www.aluzdonovodia.com.br

A LEI DA ADOÇÃO:

A ADOÇÃO DE UM FILHO

Dr. William Soto Santiago Domingo, 24 de abril de 1983

Cayey, Porto Rico

(2)

Eu creio que os homens, e as mulheres, e os meninos, e as meninas (os idosos também), todos podemos fazer o que agrada a Deus; e então, o Tutor diga: “Estão prontos para a adoção. Pai, os entrego em Tuas mãos; estão prontos para a adoção. Não tenho mais nada a lhes ensinar; já sabem tudo, e fazem tudo como lhes ensinei. Assim que, eles já podem tomar as rendas de toda herança que há. Eles já a podem tomar.” E então lhes será entregue a herança dos filhos de Deus, a qual perderam. Quando? A perderam quando a raça humana caiu lá no Éden; seis mil anos depois a receberão de volta.

Portanto, nada se perdeu; antes, ganhamos conhecimento, experiência e tudo mais. E tudo está seguro em Deus. Ele sabia tudo o que ocorreria, e Ele tinha um plano para desenrolar. E por isso nós não podemos estar brigando com as coisas; não podemos estar brigando nem com Deus, nem com as circunstâncias que nos rodeiam, senão, adaptando- nos, e aplicar a Palavra e lidar nessa forma para tirar o melhor proveito, quer as circunstâncias sejam favoráveis ou desfavoráveis.

“A ADOÇÃO DO FILHO.”

Veja você, o filho tem que estar bem preparado, bem capacitado, bem ensinado, e demonstrar que é obediente para ser adotado.

Bom, se você buscar nas eras do passado, se buscarmos em cada era, Deus aponta algo a cada era; com isso, tendo isso, essa era não podia ser adotada. Mas haverá uma era que não terá essas coisas e será adotada.

Bom, vamos deixar isso quietinho. Vocês já sabem que existe a adoção da Igreja como Corpo Místico do Senhor e existe a adoção de cada filho de Deus como indivíduo. E

(3)

DR. WILLIAM SOTO SANTIAGO 46

Mas, observe: todos esses problemas lhe vieram; o diabo lhe trouxe todos esses problemas; Deus o permitiu. Mas com tudo isso, Jó seguia sendo um filho de Deus; a esposa não compreendia isso.

Tem vezes que as esposas não compreendem essas etapas difíceis pelas quais o esposo passa, e então querem lhe dar um pontapé, expulsa-lo, porque não precisam de um homem nessa condição. Que mulher iria querer a um homem na condição em que Jó estava? Você gostaria de ter um esposo que estivesse nessa condição? Não. Mas Jó era um filho de Deus; e não importa se um filho de Deus esteja bem ou mal, é um filho de Deus e merece que a esposa tenha por ele a consideração que lhe disse quando se comprometeu em ser sua esposa. Assim que, ela diz: “Nos momentos bons e nos maus, te amarei, te servirei, te ajudarei.” Pois, quando chegam os maus, aí é que tem que demonstrar o que disse.

Assim que, eu creio que nenhuma esposa deseja ser como a de Jó; nem como a de Ló, tampouco.

Assim que, são exemplos que aparecem aí para que entendamos que há etapas boas e há etapas ruins, e que é preciso atuar da maneira correta nessas etapas. Talvez quando se chega a essas etapas, algumas pessoas não vão à Bíblia para identificar essa etapa de sua vida com uma etapa da vida de algum filho de Deus; e é preciso fazer isso para a pessoa não estar às cegas aqui, e então, atuar da maneira que deve atuar.

Assim que, eu creio que todas as esposas desejam atuar da melhor forma, e com o conhecimento que já têm pelo ensinamento que o Tutor nos deu através das sete eras da Igreja mais o Antigo Testamento (as sete etapas do Antigo Testamento) também.

A LEI DA ADOÇÃO: A ADOÇÃO DE UM FILHO 3

A LEI DA ADOÇÃO:

A ADOÇÃO DE UM FILHO Dr. William Soto Santiago Domingo, 24 de abril de 1983

Cayey, Porto Rico

uito bom dia, amados irmãos e amigos aqui presentes.

Para mim é um privilégio estar com vocês nesta manhã; e quero imediatamente lhes trazer a Palavra de Deus.

Leiamos na carta do apóstolo São Paulo aos Romanos, no capítulo 8; começaremos a ler no verso 14. E diz da seguinte maneira:

“Porque todos os que são guiados pelo Espírito de Deus esses são filhos de Deus.

Porque não recebestes o espírito de escravidão, para outra vez estardes em temor, mas recebestes o Espírito de adoção de filhos, pelo qual clamamos: Aba, Pai.

O mesmo Espírito testifica com o nosso espírito que somos filhos de Deus.

E, se nós somos filhos, somos logo herdeiros também, herdeiros de Deus, e co-herdeiros de Cristo: se é certo que com ele padecemos, para que também com ele sejamos glorificados.

Porque para mim tenho por certo que as aflições deste tempo presente não são para comparar com a glória que em nós há de ser revelada.

Porque a ardente expectação da criatura espera a manifestação dos filhos de Deus.

M

(4)

Porque a criação ficou sujeita à vaidade, não por sua vontade, mas por causa do que a sujeitou em esperança,

Porque também a mesma criação será libertada da servidão da corrupção, para a liberdade gloriosa dos filhos de Deus.

Porque sabemos que toda a criação geme e está juntamente com dores de parto até agora.

E não só ela, mas nós mesmos, que temos as primícias do Espírito, também gememos em nós mesmos, esperando a adoção, a saber, a redenção do nosso corpo.

Porque em esperança fomos salvos. Ora a esperança que se vê não é esperança; porque o que alguém vê como o esperará?

Mas, se esperamos o que não vemos, com paciência o esperamos.”

Que Deus abençoe Sua Palavra em nossos corações.

Diz, desde o 21 ao 23:

“Porque também a mesma criação será libertada da servidão da corrupção, para a liberdade gloriosa dos filhos de Deus.

Porque sabemos que toda a criação geme e está juntamente com dores de parto até agora.

E não só ela, mas nós mesmos, que temos as primícias do Espírito, também gememos em nós mesmos, esperando a adoção, a saber, a redenção do nosso corpo.”

“A ADOÇÃO DE UM FILHO.”

Isso é o que esperam todos os filhos de Deus.

E o que é a adoção de um filho? Como vem a adoção para um filho?

Tudo isto é de suma importância para todos os filhos de Deus.

(de Jeová) seja bendito.” Tinha muitas propriedades: perdeu todas; tinha filhos e filhas: perdeu-os todinhos. Mas depois, quando essa etapa de prova terminou e veio a bênção outra vez, diz que recebeu mais que o que tinha primeiro; e diz que as mulheres mais bonitas que havia eram as dele, eram as filhas dele; as filhas de Jó eram as mulheres, as moças mais lindas que havia naquele tempo.

Isso foi depois, quando veio a etapa de bênção; mas primeiro perdeu tudo o que tinha. E com o que ficou, quem sabe não teria desejado ter ficado; e isso não é para ofender a ninguém, mas, além de ter uma etapa tão dura, ainda a mulher lhe incomodando tanto; parece que nunca o tinha incomodado, e quando veio a etapa dura foi que acabou incomodando-o.

Nas etapas assim, difíceis, é que o homem necessita que a esposa seja bem compreensível, seja bem bondosa e seja uma pessoa que o estimule, e lhe diga: “Olha, esposo amado, esta é uma etapa de prova; isto passa.” E aplicar esse refrão que estimula a muitas pessoas: “Não tem mal que dure cem anos; nem homem (ou corpo) que o resista. Portanto, não se preocupe; despreocupe-se; isso vai passar. Tenha ânimo!

Eu estou aqui para trazer teus alimentos; estou aqui para falar contigo; estou aqui para estar contigo, ajuda-lo em tudo. Onde está coçando?” E aí lhe coçar as costas, onde é difícil de coçar. Imagine! Se tinha alguém que precisava que alguém lhe coçasse as costas, esse era Jó.

Assim que, as filhas não podiam, porque Deus já as tinha levado; o diabo veio com aquelas coisas e houve esse problema; mas estavam seguras em Deus. E aí restava a esposa, e era a pessoa que podia lhe ajudar; e não estava bem de acordo com ele por causa dos problemas que tinha.

(5)

DR. WILLIAM SOTO SANTIAGO 44

podemos passar a terceira; e passamos por todas, e depois:

a adoção; porque então isso mostra que temos bom controle de nós mesmos. E se temos bom controle de nós mesmos, podemos usar bem todo o poder que Deus ponha em nossas mãos; e, sobretudo, o Amor Divino, que é a coroa de cada um de vocês, que é a coroa das virtudes; e tendo Amor Divino, no Amor Divino estão todas as virtudes.

Assim que, isso é o maior que uma pessoa pode ter; com isso você pode entender e atuar de maneira que deve atuar neste tempo.

E não tenha temor com relação a se será ou não será adotado. Quero dizer a cada filho de Deus que sim, será adotado neste tempo final! E você me dirá: “Mas, e se eu morrer?” Não se preocupe, que se morrer, voltará para cá, porque Moisés e Elias voltaram para cá; ainda que Moisés tivesse morrido, regressou no dia da adoção de Jesus.

No dia da adoção de todos os filhos de Deus que estamos vivos, virão os que morreram no passado. Ou será que vão perder esse acontecimento tão grande? Não poderão perde- lo. Portanto, estejam tranquilos, estejam contentes, estejam felizes, esperando essas grandes bênçãos que vêm com a adoção; não a adoção de qualquer um, mas do filho de Deus.

E você e eu, e cada um de vocês, irmãos e irmãs, somos filhos de Deus.

Você é um filho de Deus e crê que é um filho de Deus?

Pois, claro que cremos! As provas nós as tomamos como uma coisa que é de ajuda e de proveito e para polir nosso caráter, para nos ajudar para o bem; porque todas as coisas ajudam para o bem.

Veja, Jó com todos os problemas, as provas que lhe vieram, ele dizia: “Deus deu, Deus tirou. O nome do Senhor

A LEI DA ADOÇÃO: A ADOÇÃO DE UM FILHO 5

Agora, para um filho de Deus poder chegar à adoção (como vimos na conferência anterior a esta), necessita ser guiado para chegar a ser adotado. Na conferência anterior, titulada: “O TUTOR”, nós vimos que se necessita a tutoria do Tutor, que é quem ensina, que é o Mestre desse filho que será adotado em algum momento.

E aqui no verso 15 deste mesmo capítulo 8 de Romanos, diz:

“Porque não recebestes o espírito de escravidão, para outra vez estardes em temor, mas recebestes o Espírito de adoção de filhos, pelo qual clamamos: Aba, Pai.”

Assim que, todo filho de Deus necessita do Espírito Santo, que é o Tutor, porque esse é o Espírito de adoção, esse é o Espírito que vai lhe ensinar, que vai lhe guiar através de toda sua vida para que um dia chegue a ser adotado; e todos os filhos de Deus quando vieram viver nesta Terra, estiveram esperando a adoção.

Encontramos através da história, que temos o exemplo de um filho que foi adotado; porque se estamos esperando a adoção e estamos interessados em tudo com relação à adoção, é necessário que examinemos a Escritura para ver os exemplos que temos aqui, de pessoas que tenham sido adotadas no passado; e necessitamos saber também que coisas a adoção contêm.

Porque pela pessoa não saber o que contém a adoção, porque pela pessoa não saber os privilégios que obterá ao ser adotada, a pessoa poderia menosprezar ao Espírito de adoção, ao Tutor, porque não sabe a bênção grande que há na adoção; e ocorreria com a pessoa, então, como ocorreu a um que menosprezou a primogenitura, e depois, quando necessitou dos benefícios da primogenitura, não tinha a

(6)

primogenitura; a tinha vendido bem barata. Mas um que sim, a apreciava, comprou-a. Entretanto, o que ele recebeu pela primogenitura não era de comparar com tudo o que havia nas bênçãos da primogenitura; havia riquezas tão grandes nas bênçãos da primogenitura que cobriam a parte espiritual e a parte material também.

Assim que, sempre numa bênção que há, sempre há inúmeras coisas que estão dentro dessa bênção; e a adoção é a maior coisa para todos os filhos de Deus.

Encontramos que para um filho de Deus ser adotado, necessita passar pelo processo de treinamento, processo de ensino; necessita passar pelo processo pelo qual o Tutor, o Mestre, o levará. Porque na adoção ele receberá toda a herança que lhe corresponde como filho de Deus, como filho do Dono dos Céus e da Terra. Imagine se a herança que receberá será grande, se não há ninguém mais rico do que Deus!

Ele disse: “Meu é o ouro e a prata.” “Meu é o mundo e sua plenitude.” E: “Os céus são os céus de Jeová.” [Ageu 2:8, Salmos 24:1 e Deuteronômio 10:14]

Assim que, o que existe da criação que não seja de Deus?

E os herdeiros desse Pai tão rico irão receber a herança que Ele lhes dará.

E o que é que herdam os filhos desse Pai quando Ele reparte a herança? Herdam tudo o que seu Pai tem. Assim que, tudo o que Deus tem, tudo o que Ele preparou para Seus filhos, o herdaremos.

Alguma pessoa pode dizer: “Então, quando Deus reparta toda Sua herança a todos os Seus filhos, Deus ficará sem nada.” E nós somos de quem? De quem nós somos? Pois dele. Assim que, se Ele nos tem, tem tudo o que é dele.

trabalhando aqui; isso nos ensina que poderemos ter um labor muito grande mesmo que já estejamos transformados.

Assim que, dizemos: o que não possamos fazer ou arrumar estando nestes corpos, o deixaremos para fazer ou arrumar (as coisas que tenhamos que fazer); e se for preciso arrumar a este mundo por completo e não podemos fazer isso estando neste corpo (porque não nos escutarão), então o faremos estando no outro; porque toda a natureza fará o que os filhos de Deus disserem. Porque Deus dirá: “A ele ouvi!” E se você é um filho de Deus adotado, então os céus, a terra, a natureza completa te obedecerá.

Assim que, vamos ver como vamos usar tudo isso. Já estamos no tempo em que aprendemos bastante, e em que temos experimentado inúmeras etapas de provas. Eu creio que nos momentos difíceis, nos momentos onde qualquer outra pessoa teria atuado loucamente quando teve ou tiveram que passar por etapas difíceis, vocês atuaram sabiamente, com juízo. E eu creio que essas etapas e provas assim são muito benéficas, para que se expresse o que a pessoa aprendeu, e o nível de prudência, de sabedoria que a pessoa obteve. Eu creio que foi expressado por vocês um alto nível de inteligência, de conhecimento, de sabedoria e de paciência e tudo mais, nos momentos difíceis pelos quais passamos a cada certo tempo ou a cada certa etapa, já que o grupo deste tempo final percorre sete etapas corridas.

Assim que, as provas e etapas são as de sete etapas, porém, numa forma mais rápida. Imagine! Uma sobre a outra. Assim que, quando vêm assim, vem sete etapas duras.

Então, sem a pessoa ainda se preparar bem para passar a primeira, já vem a segunda. Mas se passamos a primeira, podemos passar a segunda; e se podemos passar a segunda,

(7)

DR. WILLIAM SOTO SANTIAGO 42

pedra não cortada por mãos; sairá e ferirá ao outro monte, à montanha ou estátua que Nabucodonosor viu; a ferirá nos pés.

Assim que, isso é o que ocorrerá nos dias finais, disse Deus através do profeta, através de Daniel; e isso é o que há de ocorrer.

Assim que, neste tempo em que estamos vai ocorrer uma adoção; haverá uma etapa onde veremos esse poder funcionando; haverá uma etapa onde usaremos esse poder.

Como será tudo isto, isto o experimentaremos, e ao experimenta-lo, compreenderemos como será. Já fomos ensinados em tudo isso, já maduramos; e se nos falta madurar um pouquinho, pois nos virão as coisas que necessitemos para acabar de madurar e para que saibamos usar essa herança que nos será outorgada.

E realmente será algo grande e glorioso para todos os filhos de Deus. Nessa adoção receberemos a mudança: a trabsformação de nosso corpo; nessa adoção receberemos todo o poder em toda sua plenitude. Poderemos dizer:

“Todo poder nos é dado no céu e na terra!”

Não é isso o que diz, que nos ensinam esses milagres que fará Moisés e Elias? Esses milagres que fará Apocalipse 11 nos dizem que terão poder no céu e na terra. Como o receberão? E toda pessoa que seja adotada, como receberá?

Na adoção. Não há outra forma, porque a adoção é o momento onde se concede todo o privilégio e todo o poder que corresponde a cada filho de Deus.

Assim que, vejam outra coisa: depois que Jesus foi adotado e recebeu todo poder (e Ele disse que o tinha), depois, ainda que não estava aqui no corpo, ainda que Seu corpo não era desta terra e estava glorificado, Ele seguiu

A LEI DA ADOÇÃO: A ADOÇÃO DE UM FILHO 7

O que Ele faz é: compartilhar tudo o que Ele tem; então nos faz partícipes de tudo o que é dele, porque somos filhos dele, filhos de Deus; e isso não é porque você queira ser um filho de Deus.

É da mesma forma que nós, como seres humanos aqui;

nossas crianças (ou qualquer outra criança) talvez gostaria de ser filho de um multimilionário; mas isso não é ser filho, porque se quisesse ser filho de fulano ou de cicrano, seria filho porque nasceria desses pais; e seria filho desse pai porque estava nesse pai mesmo antes desse pai conhecer sua esposa; mesmo antes desse pai ser adulto, você já estaria nos lombos dele.

Assim que, podemos ver que para ser filhos de Deus, então, desde antes da fundação do mundo tinha que estar em Deus; então, como os filhos são genes de seus pais, então somos genes espirituais de nosso Pai espiritual, de nosso Deus.

Assim que, Ele tem a forma; Ele é quem conhece tudo. E como Ele é quem conhece tudo, então nós apenas podemos fazer uma coisa, e é: dar graças a Deus por saber que Ele é nosso Pai; não fomos nós que desejamos ser filhos da Pessoa mais rica, senão que, Ele desejou que nós fôssemos Seus filhos; e coube-nos a boa sorte (como dizemos) de ser filhos do Dono dos Céus e da Terra.

Agora, recorde – poderia dizer algo muito importante aqui; e não quero que deem um sentido equivocado ou um sentido mal-intencionado. Assim como enquanto o filho, ou os filhos, são crianças (bebês ou criancinhas, ou já um pouquinho maiores – crianças), elas não sabem inúmeros segredos que os pais sabem; mas sabem que esses são seus pais. Assim também nós, como filhos de Deus, não sabemos

(8)

como Deus fez para que nós pudéssemos ser filhos dele, porém, sim sabemos que somos filhos dele; porque os que são guiados pelo Espírito são filhos de Deus. E, tendo Seu Espírito, isso nos mostra que somos filhos de Deus;

ninguém tem que estar nos provando; nós mesmos sabemos disto.

E Ele é o que sabe como fez para ter filhos, e para que nós fôssemos Seus filhos; somente o Pai sabe disso.

Estávamos em Deus desde antes da fundação do mundo;

e enquanto o herdeiro é menino, não sabe certas coisas; mas com certeza quando já cheguemos à adoção, que sejamos adotados, saberemos o segredo de como foi que Deus pôde fazer para Ele ter filhos, para Ele se multiplicar; porque os filhos são a multiplicação dos pais.

Assim que, Ele sabe a forma, Ele sabe o segredo.

E não estranhe que algum dia, lá pelo milênio, lá na eternidade, Ele nos ensine; e já como quando se esteja adotado se saberá o segredo (inúmeros segredos) que apenas o Pai sabe; porque se o menino sendo criança chega a saber inúmeros segredos, ao não ter a instrução e ao não estar graduado, ao não estar adotado, faria mal uso desses segredos; e, em vez de fazer bem ao Plano de Deus, causaria muito dano.

Isso mesmo foi o que o diabo fez: pegou uns segredos de Deus e utilizou-os contra a Obra de Deus; o que o diabo fez foi uma perversão: uma perversão do Plano Original de Deus. Assim que, todo filho de Deus, se não está adotado, faria mal-uso também de todo poder ou todo segredo que soubesse das coisas de Deus.

É por isso que Deus tem muito cuidado quanto a Seus segredos; e Seus segredos são comunicados aos filhos de

Assim que, a adoção do filho é algo muito importante.

Estar no lugar onde ocorrerá essa adoção e ver o que Jesus viu é algo que diz muito para nós. Então temos que estar vigiando tudo com relação ao que se viu no Monte da Transfiguração, porque quando estivermos vendo isso, estamos colocados já para sermos adotados, estamos já onde o Tutor dirá: “Já terminamos o processo, o trabalho de ensino; já terminamos o trabalho de ensinar as sete etapas ou eras da igreja.”

O trabalho ou ensino das sete eras, todo esse trabalho que foi feito, já se ensinou. Em cada era se ensinou a Mensagem para cada era. E como já se completaram as sete etapas, o sete é número de perfeição; a obra chega à sua etapa de perfeição quando as sete etapas terminam. Portanto, então o Tutor dirá: “Tudo já foi ensinado. Já terminaram as sete etapas ou eras da Igreja gentia; esse labor terminou. Agora, com todo este conhecimento que foi dado a estas pessoas, a estes filhos de Deus, eles podem tomar todo este poder que lhes foi outorgado a mim pelo Pai; podem tomar todo este conhecimento que eu tenho (que eu lhes dei) e eles podem tomar toda Sua herança e todas estas coisas que eu fiz, que eu lhes demonstrei, ensinando-lhes tudo isto que eu fiz por todas estas etapas do passado; eles também as podem fazer.”

E, para os estimular, lhes diz: “Se tiveres fé como um grão de mostarda, vocês não apenas farão o que fiz à figueira, mas vocês dirão a este monte: ‘Mova-te daqui para lá!’ E se moverá.”

E há um monte que tem que ser retirado; há um monte que precisa ser retirado e, de outro Monte, tem que sair quem vai tirar e destruir a esse monte; ou seja, há dois montes. Montes representam reinos. De um Reino sairá uma

(9)

DR. WILLIAM SOTO SANTIAGO 40

adoção, e tudo isso), eles saberão que a adoção está por acontecer e que estão no processo de adoção.

Haverá um processo, haverá um lapso de tempo, haverá uma Mensagem que é preciso escutar – já não a das eras, mas a correspondente a esta etapa de adoção.

Assim que, quando eles vejam isso...

Quando eles viam a Paulo, sabiam que a adoção estava ainda bem longe; quando viam ao segundo mensageiro, os que sabiam algo, sabiam que a adoção ainda não ia ocorrer;

quando viram ao terceiro, quarto, quinto, ainda faltava;

quando viram ao sexto, ainda faltava um pouco; quando viram ao sétimo, a adoção estava bem colada, disse o sétimo mensageiro.

Mas quando hajam terminado todos os sete mensageiros das sete eras e, de repente, vejam a Apocalipse 11, vejam a Moisés e Elias, então eles saberão que estão no topo do Monte, no lugar onde tem que estar os que serão adotados.

E eles dirão: “Estamos aqui em cima, escutando, porque estamos na era ou etapa para a adoção.”

Vou lhes fazer uma pergunta bem importante. Sendo aquele momento o momento para a adoção, se iria aparecer naqueles momentos alguém que tivesse morrido, onde iria aparecer e a quem iria aparecer? Ali apareceram duas pessoas que tinham vivido em outros séculos no passado:

Moisés tinha morrido, mas agora aparece vivo; Elias tinha partido e não o tinham visto mais, e agora aparece vivo entre eles.

Moisés representa aos mortos que ressuscitarão, e Elias, aos vivos que serão transformados. Onde estarão? Estarão lá em cima. Os que ficaram abaixo, os que não subiram, não viram nada disso.

A LEI DA ADOÇÃO: A ADOÇÃO DE UM FILHO 9

Deus à medida que Deus os dá para cada era e para cada dispensação. Se daí em diante quisessem obter mais conhecimento do que devem obter, lhes faria dano, porque não estão preparados; não foram desenhados para entender e usar esses segredos, porque não eram para essa era ou essa dispensação.

Assim que, enquanto o filho, que é o herdeiro (o que vai ser adotado), enquanto esse menino está sendo ensinado, está sendo preparado, porque algo grande o espera, imagine se o pai de um menino – se esse pai é um rei, esse menino algum dia será rei; então esse pai tem que colocar esse menino debaixo de bons mestres, debaixo de um bom tutor para que o ensine, porque algum dia ele reinará.

Imagine se esse pai dissesse: “Não mandarei a este meu filho para estudar em nenhum lugar; não lhe darei mestre algum.” E o tem aí, sem receber um ensinamento. Quando esse pai morra, ele nem sequer saberá que ele é o rei; quando chegar o momento de receber sua herança nem sequer sabe que ele é o rei, e não sabe como reclamar essa herança, não sabe nem como reclamar esse trono que lhe corresponde.

Mas se é ensinado, ao ser ensinado, é ensinado nos negócios desse reino; o ensinam como deve ser feito nesse reino, o ensinam como se deve governar; e ainda que esse herdeiro seja um menino, com tudo isso, é um rei.

E por acaso a Bíblia não diz que os filhos de Deus são reis e sacerdotes? O que ocorre é que, enquanto são crianças, enquanto são meninos, todavia, a liderança de reis não está manifestada literalmente sobre a Terra; e os verdadeiros reis que estão sobre a Terra, então, porquanto estão no processo de tutoria, então são pessoas que aparecem como os demais servos, aparecem como todas as demais pessoas; mas as

(10)

demais pessoas não sabem que os verdadeiros reis estão entre elas, estão tendo seu treinamento entre toda a gente, mas têm ao Tutor com eles; e é o Tutor quem os ensina.

E todo esse conhecimento que eles vão adquirindo da parte de Deus e das coisas do Reino de Deus, as adquirem através do Tutor, o qual por séculos e gerações esteve ensinando as coisas de Deus aos filhos de Deus.

Porque, quem entendeu as coisas de Deus? Quem entendeu as coisas do Espírito de Deus, senão, o próprio Espírito de Deus? Quem entendeu a mente de Deus? Quem entendeu as profundezas de Deus? O Espírito de Deus.

Assim como, quem entende seus pensamentos? Quem entende suas coisas secretas? O seu espírito. Mas a Escritura diz: “Mas Ele nos revelou.” [Rm 11:34 e 1Co 2:10-11]

Veem? As coisas de Deus são reveladas pelo Espírito de Deus. E depois, o apóstolo diz: “E nós temos o Espírito Santo, o Espírito de Deus.”

Temos o quê? Temos ao Revelador, temos ao Tutor que nos ensina as coisas de Deus. Em cada era, em cada dispensação, usou a diferentes instrumentos para ensinar as coisas de Deus; e ao ensinar as coisas de Deus, ensina todas as coisas de Deus: ensina as bênçãos que há para essa dispensação ou para essa era, ensina o que Deus estabelece para esse tempo, ensina também os juízos divinos que virão para esse tempo.

No tempo de Noé, ensinou também os juízos divinos que cairiam naqueles dias; ensinou-os ao mundo através de um homem, porque não era o homem, era Deus no homem revelando às pessoas as coisas que aconteceriam.

“Porque não fará nada o Senhor, sem que antes revele seus segredos a seus servos, os profetas.” [Amós 3;7]

aconteceu na primeira era, vemos o grupo da primeira era, e aí vemos um mensageiro trazendo a Mensagem; na segunda era vemos a um mensageiro, com seu grupo da segunda era, trazendo a Mensagem; e assim por diante, cada era, até a sétima era da Igreja.

Quantos gostariam neste tempo que o mensageiro da segunda era da Igreja se parasse e trouxesse a Mensagem para este tempo? Parece que estudaram muito bem a história das sete eras da Igreja.

Bom, aí tem dois mensageiros chaves que gostaríamos de voltar a ouvir, e são: o primeiro e o sétimo mensageiro.

Mas a qual deles nos enviará o Senhor? Nos enviará ao que enviou àquele Filho que subiu ao Monte da Transfiguração para ser adotado. A qual dos mensageiros lhe enviou? Lhe enviou a Moisés e Elias. E isso é o que nós veremos acima quando já os sete mensageiros terminaram.

E choramos muito pelo sétimo, pelo último; o amamos, o apreciamos muito; temos uma Mensagem. Mas ele disse que viria uma era mais avançada: a Era da Adoção, e que aí nós veríamos o que foi visto no Monte da Transfiguração;

ele disse que seria assim que o Senhor viria; Ele viria com Moisés e Elias; Ele viria nessa forma.

Assim que, não o esperamos de outra maneira; não o esperamos acompanhado com o ministério da primeira era, nem com o ministério da segunda era, tampouco; o esperamos acompanhado com o ministério de Moisés e Elias, com o ministério de Apocalipse 11.

E quando os filhos de Deus vejam a esses ministérios acima, no topo do Monte, e vejam a Mensagem que estarão falando com relação a Jerusalém (tudo com relação ao Dia da Expiação, com relação ao Ano do Jubileu, com relação a

(11)

DR. WILLIAM SOTO SANTIAGO 38

corpo, mas quando tiver o outro, a coisa já vai ser diferente.

Assim que, vendo bem o que é a adoção de um filho de Deus, a natureza geme; toda a criação geme.

E o apóstolo Paulo, diz: “E nós gememos, esperando a adoção, a saber: a redenção de nossos corpos.”

E o apóstolo Paulo também diz: “Não entristeçais ao Espírito Santo de Deus com o qual fostes selados para o dia da redenção (dia da adoção).” [Efésios 4:30]

Este será o tempo para a adoção. É preciso estar colocado no topo do Monte; é preciso fazer como Jesus fez. Jesus subiu ao topo do Monte, e lá Ele foi adotado; e os filhos de Deus sobem ao topo do Monte.

Através do conhecimento que lhes dá a revelação divina que foi trazida através das sete etapas ou eras da igreja, com esse conhecimento eles sabem como Deus operou em cada etapa, em cada degrau. Com esse conhecimento eles aprenderam do Tutor tudo o que Deus fez e tudo o que Deus está fazendo; e eles sobem essa Montanha desde a primeira era pelo conhecimento do que é dado na primeira era e o primeiro selo; e depois seguem subindo e passam à segunda era, e veem e conhecem o que ocorreu lá.

Com a abertura de cada selo se conhece o que ocorreu em cada tempo; com o conhecimento das sete eras da Igreja se conhece o plano que Deus desenrolou nas sete eras da Igreja e, ao ter esse conhecimento, desde a primeira era até à sétima, quando se encontra acima com o conhecimento do que aconteceu na sétima, então já se sobe acima, no topo, até o último, e aí vem a adoção; depois das sete etapas chega à adoção.

E depois das sete etapas, vejam vocês, na primeira era, através do conhecimento que nós já temos, de tudo o que

A LEI DA ADOÇÃO: A ADOÇÃO DE UM FILHO 11

Por isso foi que Deus enviou profetas através de séculos e gerações: para dar a conhecer às pessoas as coisas que Ele fará. Não haveria outra forma para que a humanidade conhecesse as coisas de Deus; porque Deus não tem outra forma.

Os cientistas podem enviar um foguete à Lua, a Marte, a Júpiter, ao Sol, para irem buscar os segredos de Deus – e o que acontece? – vão e veem, e dizem como alguns dizem:

“Não vimos a Deus em nenhum lugar.”

Assim que, não puderam escutar a Deus. No entanto, se lemos na Escritura, vemos a Jeremias, vemos a Isaías que, sem ter um foguete, sem ir numa nave espacial, disse: “Eu vi ao Senhor sentado em seu trono, e a cauda de seu manto enchia o templo.” [Isaías 6:1] Ou seja, cobria toda a área.

Não teve que ir ao Cabo Canaveral [local desde onde os americanos lançam seus foguetes – editor] ou a um desses lugares, subir numa nave espacial para ir ver a Deus; porque Deus tem uma forma onde Ele encontra a quem o vai visitar (se é que Ele quer que o visitem); e se Ele vem fazer uma visita, Ele sabe onde tem que vir, porque a Palavra vem aos profetas; e se Ele vem para falar algo, tem que ir onde esteja uma pessoa que Ele tenha colocado nesta Terra com esse ministério.

Quando foi o tempo do juízo divino ser derramado no tempo pré-diluviano, Deus disse que tinha descido; e quando desceu, aonde foi? Foi até Noé, porque Noé era um profeta, e Deus veio a lhe falar; e a Palavra vem aos profetas.

Houve muitas pessoas que, através dos séculos, através dos anos, sem serem profetas, se puseram a dizer: “Deus veio a mim e Deus me falou tal e tal e tal coisa; me deu tal e tal mensagem.” Mas a Palavra vem aos profetas.

(12)

Houve muitos falsos profetas através dos séculos que disseram que Deus lhes disse – que disseram ter tal e tal coisa; mas ao não serem profetas, não puderam receber a Palavra de Deus para o tempo correspondente. E do que valeu dizer que sonharam, que tiveram visões, que ouviram uma voz, e isto e aquilo, se não eram o profeta assinalado para essa era ou essa dispensação? O que fizeram foi trazer confusão para as pessoas; trazer confusão a essa era ou dispensação. E quando aparecem muitos, dizendo que Deus lhes falou, isso o que faz é trazer problema entre o povo, porque então o povo não sabe a quem seguir.

É por essa causa que Deus teve somente um profeta em cada era e em cada dispensação; ou seja, para uma dispensação Deus levanta UM profeta, que é o mensageiro para essa dispensação completa; e depois essa Mensagem será repartida a cada era; e para cada era envia a UM mensageiro.

Assim que, essa é a forma de Deus. E Deus não tem outra forma. E Deus não vai muda-la só porque alguma pessoa não goste. Antes, somos nós que temos que mudar em tudo o que tenhamos que mudar para podermos receber as bênçãos de Deus. Do que adianta a pessoa ser orgulhosa, e dizer: “Se eu não vejo, não creio.” Esse é o caso de Tomé.

Assim que, do que adianta ser um santo, se é como Tomé?

Sempre vai estar recebendo a repreensão do Senhor; e a repreensão do Senhor é por não crer quando deveria crer nas coisas que estão assinaladas na Palavra de Deus.

Assim que, temos que ser conscientes destas coisas e temos que compreender que Deus tem um plano.

Quando o homem caiu lá no Éden, Deus não abandonou à raça humana; ainda que o que havia na Terra eram duas

Do que vale a um filho de Deus começar e não terminar?

Do que vale um filho de Deus começar na tutoria e não gostar do professor que Deus tenha para ensinar na forma que Ele o faz em cada tempo? De nada lhe valeria.

Imagine se você vivesse na primeira era e não gostasse do professor, que é o Espírito Santo, cuja forma em que estava ensinando às pessoas naquele tempo era através do apóstolo Paulo, o qual era o mensageiro daquela era. Então nunca aprenderia as lições dessa primeira etapa.

E assim em cada era: os que não gostaram do instrumento do Tutor, do instrumento que o Espírito Santo estava usando para cada era; quem não gostou desse instrumento, não recebeu o ensinamento que necessitava para que no dia da adoção (para o tempo onde a adoção de todos os filhos de Deus fosse ser realizada), não recebeu essa lição, esse ensinamento; portanto, não poderá estar na adoção dos filhos de Deus no tempo assinalado por Deus; ou seja, não será adotado.

Os dos tempos passados entrarão na adoção porque com a adoção dos filhos de Deus deste tempo também entram os das eras passadas; porque eles não podem ser aperfeiçoados sem nós. Eles não poderiam chegar à adoção sem os filhos de Deus deste tempo chegarem à adoção.

Então a meta dos filhos de Deus é qual? A adoção.

O processo para chegar à adoção é duro, mas quando se chega (se chega de verdade); quando se chega, então, depois que já se tenha chegado, já não há mais sofrimento, não há mais provas, não há mais problemas. Depois que já tenha chegado por completo e tenha recebido todos os benefícios, tenha recebido a herança e o corpo transformado, já não haverá mais sofrimentos; porque você sofre por estar neste

(13)

DR. WILLIAM SOTO SANTIAGO 36

Então isso concorda com o ano do jubileu, porque depois de passar sete semanas de anos, depois de passar 49 anos que, dividos por 7, são sete etapas (7x7=49); depois de passar sete etapas de sete anos, então vinha o ano 50, onde se tocava a trombeta do ano do jubileu e se proclamava aí liberdade em toda a terra.

A liberação era proclamada aí e cada um regressava à sua herança, à sua posse, e cada um à sua família. Isso nos fala do tempo da adoção, onde cada pessoa recebia sua herança de novo; e isso era feito (era tocada essa trombeta do ano do jubileu, onde se proclamava a liberdade) no sétimo mês, no dia 10; no dia 10 do sétimo mês se tocava essa trombeta, porque esse era o dia da expiação. No dia da expiação se tocava a trombeta do ano do jubileu; então o dia da expiação é o dia onde a adoção, a herança, regressa às mãos de seus donos originais.

A adoção, a trombeta do ano do jubileu e a expiação se entrelaçarão; terão uma relação bem íntima. Para tudo isso haverá um ministério da parte de Deus para benefício de todos os filhos de Deus; e os filhos que estão no processo de tutoria entrarão a essa adoção e receberão toda sua herança: receberão um corpo transformado, um corpo glorificado e receberão todas as riquezas das quais Deus nos falou.

“A ADOÇÃO DE UM FILHO.”

Isso será a adoção de cada filho de Deus; correrá paralela à de Jesus, à de Moisés, à de José, à de Abraão; porque aquilo é tipo e figura do que será a adoção dos filhos de Deus no tempo final. Todos esses ingredientes que houve lá, os veremos atualizados aqui em nosso dia.

“A ADOÇÃO DE UM FILHO.”

A LEI DA ADOÇÃO: A ADOÇÃO DE UM FILHO 13

pessoas (quanto a seres humanos): estavam Adão e Eva, e Eva pertencia a Adão. Assim que, quando haviam apenas dois, Deus não os descartou; Deus não pôs a raça humana a um lado; não pensou como pensam algumas pessoas (ou como alguma pessoa poderia ter pensado): “Deixe-me acabar com eles antes que hajam mais e venha a ter carinho a tantos, e então vai ser mais doloroso destruir a todos.”

Não. Deus deixou que se multiplicassem, porque Ele tinha dado essa Palavra, e essa Palavra tinha que ser cumprida, ainda que tivesse problemas entre a raça humana.

Assim que, os planos de Deus caminham adiante com ou sem problemas. Não é como algumas pessoas que, quando têm planos e surgem os problemas, então deixam seus planos de lado porque têm problemas. É que as pessoas não compreendem que as grandes vitórias e os grandes heróis saíram das grandes batalhas e das grandes guerras, e não compreendem isso; e, ao não compreenderem, querem as coisas sem lutas, sem problemas; elas querem tudo sem ter trabalho.

Sabem o que estão dizendo com isso? Que são umas acomodadas que não querem lutar, não querem trabalhar; e querem uma grande vitória, um grande triunfo. E os triunfos e as vitórias não são obtidos sem lutar; não são obtidos sem batalha. As guerras, as batalhas são as que produzem os grandes líderes, os grandes patriotas, os grandes heróis; as grandes batalhas. Se é uma batalha com pedras, pois um herói de uma guerra com pedras; mas se é uma dessas guerras grandes, pois produz um grande líder.

Assim que, os heróis saem (do quê?) das guerras; os triunfadores saem das guerras, das batalhas; os vencedores saem (de onde?) das guerras, das batalhas, das lutas.

(14)

E o que disse o Senhor? – “Ao que vencer, lhe darei...”

E começa a enumerar todas as coisas que dará; começa a enumerar a herança que receberá. E quando seja adotado, então receberá e terá essa promessa que Ele fez em todos os aspectos, em todos os sentidos; enquanto isso é no espiritual que a pode obter; mas quando a coisa já chegue à adoção plena, então já terá essa herança em todas as formas, em todos os ângulos que você possa ou queira olhar.

Assim que, temos que compreender que a adoção, e o filho que vai ser adotado, será um filho (que o quê?) que passou por provas, que passou por sofrimentos, que entrou e saiu de batalhas e guerras, mas que obteve a experiência que necessitava obter; e aí obteve (o quê?) o caráter que necessitava obter dessa luta, dessa batalha, dessa etapa de prova.

Muitas pessoas dizem: “Se os que mais sofrem, o que mais padecem na terra são os filhos de Deus! Você os vê lá nos tempos do passado, há quase dois mil anos atrás, e Deus deixava que as feras os comessem; os lançavam às feras; a outros, crucificavam; a outros, os colocavam atados a certos lugares e aí os queimavam; e todas estas coisas aconteciam aos filhos de Deus. Por que os filhos de Deus sofreram tanto através dos séculos, através das eras e dispensações?”

Isso é porque os filhos de Deus estão passando pela etapa de tutoria nesta Terra; e o Tutor lhes ensina todas as etapas da vida do ser humano pelas quais passa; e os filhos de Deus, como todos os demais seres humanos, passam por essas etapas difícieis.

E algumas vezes parece que são mais difíceis do que para outras pessoas; porém, temos ao nosso lado ao Tutor, o qual nos ajuda; é Ele quem nos fortalece, Ele é o que está em nós,

aparecem aí, são as obras de um filho de Deus adotado;

porque vemos que esses ministérios terão controle sobre toda a natureza; e somente um filho de Deus adotado é o único que pode ter controle completo sobre toda a natureza.

Por isso Apocalipse 11 com todos esses demais capítulos que há aí, que falam do ministério desses Dois Ungidos, é uma demonstração clara e completa do que é um filho de Deus adotado; o que é a autoridade e o poder que lhe é concedido pelo Pai que lhe concedeu essa adoção. E que, quando lhe é concedido, é porque sabe que esse filho está capacitado para fazer as coisas de acordo ao Programa de Deus e de que esse filho não fará outra coisa, senão, o que agrada ao Pai Celestial.

Quando Deus realiza uma adoção é porque Deus já está seguro, já não tem que fazer mais provas; é por isso que quando Deus adote a Seus filhos, fará isso após eles terem passado por todas as provas que Deus queria passa-los.

Sete é o número de perfeição; e Deus veio passando à Sua Igreja por sete etapas. Na primeira etapa não ocorreu a adoção; na segunda, tampouco; na terceira, tampoco; na quarta, na quinta, na sexta – nem na sétima, tampouco;

porque essas são sete etapas para Ele aperfeiçoar a esses filhos que adotará. Mas quando terminam essas sete etapas, então começa a etapa de adoção: a etapa do topo do Monte Sião, a etapa da coroação, a etapa então onde já não há mais mensageiros das sete eras da Igreja, senão, o que foi visto no Monte da Transfiguração. Deus chama, escolhe aos que hão de subir ao Monte para que vejam o que é uma adoção;

e aí então Ele adota a quem vai adotar para fazer a Obra de Deus para esses dias; e depois todos os filhos de Deus também serão adotados nessa era ou etapa.

(15)

DR. WILLIAM SOTO SANTIAGO 34

ministério para o povo hebreu? O ministério de Moisés e Elias para o povo hebreu será o ministério de um filho adotado; porque somente um filho adotado pode fazer o que o Apocalipse diz que fará Moisés e Elias.

Porque quando se chega a esse nível de adoção, chega-se ao nível onde toda a herança, onde tudo o que pertence a esse filho é entregue em sua mão, e ele faz como deseje fazer com essa herança; e como ele já tem a instrução completa do Tutor, ele saberá o que vai fazer; ele fará tudo aquilo que está de acordo aos planos de Deus, ele utilizará toda essa herança para realizar o programa que Deus tem para esse tempo.

Por isso é importante conhecer o que será a adoção para todos os filhos de Deus.

O ministério de Apocalipse 11, será um ministério de adoção, será um ministério adotado; e a adoção de todos os filhos de Deus terá a ver com o ministério de Moisés e Elias.

Ninguém será adotado sem que antes tenha visto e recebido o ministério de Moisés e Elias; até que o tenha visto e tenha ouvido o que tem a dizer, não poderá receber todas essas coisas, todas essas bênçãos. Foi depois que Jesus escutou a voz de Moisés e Elias (foi depois disso) que Deus (o Pai) disse: “Agora, a Ele ouvi.”

Será depois disso que todos os filhos de Deus terão a autorização plena de fazer e desfazer, porque Deus dirá: “A eles ouvi.”

Mas eles ouvirão a Moisés e Elias, como Jesus de Nazaré os escutou. Moisés e Elias (em seu ministério) receberão a adoção; porque eles (esses ministérios) terão um trabalho muito importante. Estas obras que aparecem no Apocalipse, estas obras de Moisés e Elias, destes Dois Ungidos que

A LEI DA ADOÇÃO: A ADOÇÃO DE UM FILHO 15

e diz que clama e que intercede por nós como mais convém.

[Romanos 8:26] – Porque, como havemos de pedir? O que havemos de pedir? Não sabemos. Mas Ele, em nós, clama por nós; e com uma forma incompreensível à nossa forma de falar, intercede a Deus por nós.

Imagine que o Tutor diga ao Pai: “Olha, teu filho agora necessita de tais coisas neste tempo.” E então, Ele as recebe para poder ajudar a esse filho. Imagine se esse Tutor não tem as coisas necessárias para ensinar a esse filho, como as poderia ensinar?

Então o Tutor tem (o quê?) toda a autoridade, tem todo o equipamento que necessita para ensinar bem a esse filho; e quando o veja num perigo, sabe como livra-lo.

Assim que, o Tutor tem que guiá-lo, tem que levá-lo ao grau de adoção. E como até a natureza está clamando e esperando a adoção dos filhos de Deus, temos então que compreender com isso que a maior coisa que ocorrerá nesta Terra será a adoção dos filhos de Deus. A adoção do filho:

isso é o que mais tem importância para Deus.

As etapas, as provas, os problemas e todas estas coisas são coisas passageiras que produzirão em cada um dos filhos de Deus um benefício; quando Paulo compreendeu estas coisas, ele disse: “Todas as coisas ajudam para o bem;

todas as coisas cooperam para o bem.” [Romanos 8:28]

E algumas pessoas pegaram essas palavras, as escutaram tanto, que criaram esse ditado: “Não há mal que não venha para o bem.” [Ou: “Há males que vêm para o bem.” – editor]

Tudo isso está tomado do mesmo sentir das palavras do apóstolo São Paulo. Assim que, em tudo se há de beneficiar cada filho de Deus. Ele o disse para que os filhos de Deus tenham segurança, para que os filhos de Deus estejam

(16)

seguros, para que os filhos de Deus não tenham medo aqui na terra; porque algumas pessoas por falta de conhecimento, por falta de entendimento, por falta de terem escutado bem e terem entendido, e aprendido bem as palavras do ensino do Tutor, algumas vezes estão muito contentes, e dizem:

– “Eu sou um filho de Deus! Eu sinto isso!”

Mas depois passam por etapas difíceis, de prova, de problemas, e dizem:

– “Não sei se eu sou um filho de Deus. Não sei se quando chegar o momento da ressurreição verei a algum dos santos que ressuscitará; não sei se vou ser transformado quando chegar o momento da transformação. Eu não estou seguro de que sou um filho de Deus.”

É o que pensam algumas vezes; inclusive alguns filhos de Deus! Mas quando um filho de Deus pensa isso, é por falta de entendimento; por falta de entendimento e de conhecimento do ensinamento do Tutor, o qual veio por séculos ensinando o plano de Deus aos filhos de Deus; e ensinando aos filhos de Deus o que são os filhos de Deus no Programa Divino. Quando uma pessoa sabe que é um filho de Deus, ela crerá, ela o saberá e o confessará em todo o tempo: em tempo bom e em tempo mau; em tempo de muitas bênçãos e em tempo de muitos sofrimentos.

Em tempos de grandes bênçãos, dirá:

– “Deus me abençoou grandemente! São bênçãos para os filhos de Deus e as estou recebendo neste momento.”

Quando as coisas estejam bem ruins, ela dirá:

– “Esta é uma etapa de provas, de problemas; porque com isto eu aprenderei o que Deus quer que eu aprenda, e meu caráter será formado na forma que Deus quer que seja formado.”

Porém, assim como quando o povo de Israel viu a Moisés, quando viu esse ministério e o recebeu, trouxe bênção para eles, trouxe o êxodo para eles; assim também será para os filhos de Deus, trará bênção para eles: um êxodo espiritual e um êxodo literal também; porque os filhos de Deus sairão deste mundo com grande riqueza porque eles receberão a herança do Pai Celestial; e ao receberem essa herança, então eles terão a maior riqueza que um ser humano tenha podido ter nesta terra, porque eles terão a herança do Pai Celestial.

Os filhos de Deus receberão isso no topo do Monte, na parte de cima do Monte, como Jesus de Nazaré recebeu;

quando Ele foi adotado, ele viu e recebeu todas essas coisas;

Ele também viu a Moisés e Elias.

E com quem falavam Moisés e Elias? Moisés e Elias falavam com aquele que ia ser adotado; porque Moisés e Elias tinham uma mensagem muito importante para Jesus, relacionada a Jerusalém.

Assim também será para os que serão adotados, porque a promessa diz: “Assim como os hebreus (os judeus) trouxeram o Evangelho aos gentios, os gentios o levarão de regresso aos judeus (aos hebreus).”

Assim que, nessa etapa de adoção no topo do Monte Sião, no topo da Igreja do Senhor, na Era da Adoção, os que vão ser adotados hão de ouvir e receber uma Mensagem a qual eles necessitam para também darem-na a conhecer, para estenderem-na ao povo hebreu.

O Mensageiro trará então esse ministério; a obra que será feita estará explicada por esse ministério. Portanto, todo filho de Deus terá um conhecimento claro do que vai fazer;

e depois o Pai Celestial dirá desses filhos adotados: “A eles ouvi!” E o ministério de Moisés e Elias? O que será esse

(17)

DR. WILLIAM SOTO SANTIAGO 32

como tipo e figura do que será a adoção dos filhos de Deus.

Assim eles foram passando nessas etapas. Aquelas etapas deles são tipo e figura do que será a adoção dos filhos de Deus. Jesus também subiu ao monte e foi adotado. E todo filho de Deus subirá ao Monte, ao topo do Monte Sião, à parte de cima do Monte Sião, que é a Igreja do Senhor. E quando se esteja nessa parte de cima, nessa etapa de cima, chegará o momento para a adoção de todos os filhos de Deus; os filhos de Deus estando no topo do Monte, na Era do topo do Monte, é onde serão adotados.

É aí onde eles verão (como Pedro, Tiago e João viram) o rosto do Senhor como o Sol; não o verão com um rosto literal como o Sol, mas como o Sol da Justiça, trazendo esta bênção para os filhos de Deus. Também será o tempo em que todos os filhos de Deus serão transformados.

E sem deixar passar um detalhe muito importante: será esse o tempo onde eles verão novamente a Moisés e a Elias;

porque o que Pedro, Tiago e João viram lá no Monte da Transfiguração mostra o que está profetizado para os dias finais, que estarão sobre o Monte Sião (no topo do Monte, como esteve no topo do Monte da Transfiguração): Moisés e Elias; e isso concorda com as palavras apocalípticas do capítulo 11, que dizem que Deus enviará às Duas Oliveiras, os Dois Profetas, os quais farão todas essas coisas que estão profetizadas que hão de fazer.

Eles darão cumprimento a essas profecias assinaladas para os dias finais; porque Deus usa a seres humanos para cumprir Suas promessas.

E assim como Moisés trouxe juízo sobre o Egito, também o ministério de Moisés e Elias trará juízo sobre o reino dos gentios, como está assinalado em Apocalipse.

A LEI DA ADOÇÃO: A ADOÇÃO DE UM FILHO 17

Quando perde tudo, diz como Jó:

– “Deus deu, e Deus tirou. Bendito seja o nome do Senhor!”

É que algumas pessoas que não têm muito entendimento, creem que se chegam a ser milionárias, isso é dela, e que foi ela quem conseguiu e que isso é dela; mas Deus disse: “Meu é o ouro e a prata, o mundo e sua plenitude.”

Agora, o que o ser humano tem aqui? Tudo é de Deus.

Agora, tudo o que Deus nos dá (todas essas bênçãos), Ele nos dá; e quando Ele nos dá bênçãos materiais, as temos que usar bem, e desfruta-las também. Há pessoas que não gostam de desfrutar das coisas materiais quando as recebem.

Tem algumas que, talvez, pensam ou dizem: “Eu obtive isto por minha própria força; eu obtive isto por mim mesmo.”

E não dão glória a Deus, dizendo: “Deus me abençoou, e porque Deus me abençoou eu pude obter tudo isto.”

A Bíblia diz que Deus dá o poder para obter as riquezas;

mas algumas pessoas não entendem isso e creem que o poder é delas, e que não é o poder que Deus dá para obter essas coisas.

Também estão as pessoas que pensam que é ruim ser rico.

Bom, ser rico como aquele jovem rico, sim, é ruim; porém, ser rico como esses ricos cujo coração está em Deus (e onde está seu coração, aí está seu tesouro), é bom ser dessa classe de rico.

Se todos fôssemos dessa classe de ricos e todos fôssemos ricos materialmente, poderíamos fazer muitas outras coisas que não podemos fazer pela limitação econômica que temos.

Assim que, tudo depende de quem seja a pessoa; porque dependendo de quem seja a pessoa, fará uso do que tem. Se a pessoa é de Deus e seu coração está em Deus (e seu

(18)

tesouro está onde está seu coração), então há de ser muito útil na Obra de Deus.

Assim que, temos que entender todas essas coisas; e todas essas coisas estão ensinadas na Bíblia, porque o Tutor as ensinou; veio ensinando-as por séculos e séculos. Porque o Tutor não é novo aqui na Terra; o Tutor está desde antes dos filhos de Deus estarem aqui na Terra. O que ocorre é que estava esperando, e precisava que viessem os filhos, os discípulos aos quais Ele ensinaria as coisas de Deus.

O Senhor Jesus Cristo não disse: “O Espírito, em verdade, virá (o Espírito Santo), e vos ensinará todas as coisas.”?

Vemos que o próprio Jesus disse qual seria o Tutor que os filhos de Deus teriam; e esse Tutor estava em Jesus.

Assim que, se ensinou bem a Jesus, ensinaria bem a todos os demais filhos de Deus. Através das eras, através das dispensações, esteve ensinando a todos os filhos de Deus; e Ele não falhou. Ele os esteve ensinando bem, porque há uma herança muito grande a qual receberão todos os filhos de Deus; e depende do ensinamento que Ele lhes estaria dando para cada tempo; e em cada era o ensinamento seria maior.

Porque é como quando a criança vai para a escola: o que ensinam no ensino fundamental, depois voltam a ensina-lo no ensino médio, porém, mais avançado; depois voltam a ensina-lo no ensino superior, porém, mais avançado. Mas vejam, o que ensinam no ensino fundamental e o que ensinam na universidade, eu diria que é o mesmo.

Não me julguem mal. No ensino fundamental ensinam as matemáticas; na universidade ensinam as matemáticas também. O que ocorre é que vai a um nível mais alto.

No ensino fundamental ensinam o espanhol [no nosso caso, seria o português – editor]; na universidade também ensinam o

Assim que, aí já vemos a Jesus sendo adotado; Seu rosto resplandeceu como o sol.

Recordem que Deus aí, nessa experiência do Monte da Transfiguração, também está mostrando a Vinda do Filho do Homem em Seu Reino com poder e glória, o qual está assinalado para os dias finais. Assim que, ainda essa visão do Monte da Transfiguração é uma visão profética do que será no fim do tempo.

Encontramos que aí Jesus foi adotado; Seu rosto brilhou como o sol; porque está profetizado em Malaquias: “Mas para os que temem o meu nome, nascerá o sol da justiça.”

E “nascerá o sol da justiça”, isso nos fala da Vinda do Senhor para os dias finais, porque Ele vem como o Sol da Justiça nascendo pelo Leste, com a Mensagem do Leste, para iluminar a mente, o entendimento das pessoas.

Também Sua veste se tornou brilhante e branca como a luz. Isso nos fala também de que haverá uma mudança na veste; aquela veste física representa a veste na qual os filhos de Deus estão vestidos nesta Terra; mas eles têm a promessa de que terão uma nova roupa, um novo corpo, o qual será um corpo transformado.

De modo que, haverá uma transformação da nossa roupagem terrena, como houve da roupagem terrena de Jesus.

Também há algo que não devemos deixar passar por alto.

Temos que ver que, para a adoção, é necessário subir.

Abraão subiu, e Deus lhe apareceu com dois personagens – dois personagens bíblicos que apareceram em muitas ocasiões; já sabemos que foram dois Arcanjos. E também José subiu; foi subindo até que chegou ao trono, e aí foi adotado. Moisés também subiu ao monte e foi adotado,

(19)

DR. WILLIAM SOTO SANTIAGO 30

se não conhece, pode ir para outro lugar fazer outra coisa que não é a que deve fazer. Jesus já sabia. Com o ensino do Tutor é que se sabe para que tempo será a adoção e em que lugar será essa adoção. Jesus sabia. E quando chegou o tempo, aí no capítulo 17 de São Mateus (e no capítulo 16, verso 27 em adiante também), diz:

“Porque o Filho do homem virá na glória de seu Pai, com os seus anjos; e então dará a cada um segundo as suas obras.

Em verdade vos digo que alguns há, dos que aqui estão, que não provarão a morte até que vejam vir o Filho do homem no seu reino.

Seis dias depois, tomou Jesus consigo a Pedro, e a Tiago, e a João, seu irmão, e os conduziu em particular a um alto monte,

E transfigurou-se diante deles; e seu rosto resplandeceu como o sol, e as suas vestes se tornaram brancas como a luz.

E eis que lhes apareceram Moisés e Elias, falando com ele.

E Pedro, tomando a palavra, disse a Jesus: Senhor, bom é estarmos aqui; se queres, façamos aqui três tabernáculos, um para ti, um para Moisés, e um para Elias.

E, estando ele ainda a falar, eis que uma nuvem luminosa os cobriu. E da nuvem saiu uma voz que dizia: Este é o meu amado Filho, em quem me comprazo; a ele ouvi.”

Nesse lugar não tinha que ouvir a Pedro, mas a Jesus.

Portanto, ainda que o conselho de Pedro fosse bom, era Jesus quem decidia o que deveria ser feito. E depois Jesus disse, mais adiante: “Desçamos daqui.” Bem contrário ao que Pedro disse.

A LEI DA ADOÇÃO: A ADOÇÃO DE UM FILHO 19

espanhol [no nosso caso, seria o português – editor]; no ensino fundamental ensinam o inglês; na universidade também ensinam o inglês; no ensino fundamental ensinam história;

na universidade também ensinam história; no ensino fundamental ensinam ciência; na universidade também ensinam ciência – ensinam a ciência nas diferentes ramificações que possui, depende das que quer aprender; e assim por diante, você poderá ver que ensinam o mesmo, mas num grau mais avançado. E assim é nas coisas de Deus.

Nas coisas de Deus, Deus vai ensinando-nos em cada grau, de acordo ao grau de capacidade que os filhos de Deus para essa era ou dispensação têm, até que se chegue ao grau mais alto, onde já, quando se chega a esse grau mais alto, daí sai para o quê? Sai para a prática total da profissão que foi obtida. Assim que, assim também é nas coisas de Deus.

Ainda, tem algumas profissões, como a medicina, onde tem que exercer um ano (me parece que é um ano) de prática;

os professores também (parece-me) que têm que exercer a prática; e não sei mais quantas profissões mais tem que exercer um tempo de prática. E veremos qual será o tempo de prática, depois de adotados, que Deus dará a Seus filhos.

Vamos entrar rapidamente para ver alguns filhos de Deus.

Temos o exemplo de Abraão: Abraão numa ocasião, já depois de estar rico, teve alguns problemas com seu sobrinho. E, imagine, o tio não queria ter problemas, com seu sobrinho, principalmente; não era problema entre o sobrinho e o tio, mas, entre os operários, os trabalhadores, os pastores de Abraão com os pastores de seu sobrinho, de Ló. Os pastores de Ló com os de Abraão tiveram alguns problemas aí, e Abraão disse: “Não quero problemas.

Vamos nos separar, e evitamos problemas; é melhor

(20)

estarmos separados, e tu me visitas e eu te visito, porque se não podemos viver juntos, é melhor nos separarmos.”

Assim que, se separaram. Ló rumou para planície, onde tudo se via verdinho. E como Abraão disse a Ló: “Tu escolhes primeiro; e se tu escolhes para lá, eu escolho para cá.” Assim que, iam ser caminhos (o quê?) opostos.

E Ló sendo um indivíduo esperto (e comerciante), disse:

“Aqui o melhor lugar é a planície, onde o pasto está verdinho, onde há água e onde há pasto para as ovelhas.

Portanto, Abraão, é melhor eu ir para lá.”

Mas ele não sabia que indo para lá, iria ribanceira abaixo.

E Abraão disse: “Eu sei que sou um filho de Deus. Deus me mandou sair de Ur dos Caldeus. Ele disse que iria me abençoar, que iria me prosperar; assim que, onde quer que seja, a bênção de Deus estará aí comigo.”

Assim que, Ló rumou ribanceira abaixo, e Abraão rumou ribanceira acima.

E sabem de uma coisa? Abraão estando lá na montanha, quando Deus veio para a destruição de Sodoma e Gomorra, quando desceu com os Arcanjos Gabriel e Miguel, Deus disse: “Vamos fazer uma visita por aqui a meu amigo Abraão (porque Deus disse que Abraão era Seu amigo);

assim que, vamos fazer uma visita por aqui a meu servo Abraão, a meu amigo Abraão. E vamos por aí. Certamente ele terá algo para comermos.” Imagine, se Deus o tornara rico, se não teria algo para comer.

Então, quando chegam aí por perto, Abraão reconhece a seu Amigo e se inclina diante dele. Esse era o costume lá dessa área. Em seguida, estende o convite, e Elohim o aceita, juntamente com os dois Arcanjos; e aí, pois, Abraão ordena que preparem um bezerrinho; ordena a preparar também uns

essas promessas, para fazer realidade essas promessas;

porque esses são os negócios do Pai: cumprir a promessa para esse tempo; não há outra coisa que Deus queira que Seus filhos façam, a não ser: cumprir as promessas, dar cumprimento às promessas divinas para esse tempo.

Por exemplo, se a promessa divina para o tempo de Noé (que era a promessa divina para salvação, era a construção de uma arca), se essa promessa ao invés de ser a promessa de Noé e do tempo de Noé, fosse a promessa deste Século Vinte, o que seria a promessa de salvação para este Século Vinte? Em que teríamos que estar trabalhando? Teríamos que estar trabalhando em dar cumprimento ao meio de salvação que Deus teria para este tempo; e estaríamos trazendo madeira, construindo uma arca, preparando tudo para dar cumprimento ao meio de salvação que Deus teria para este tempo; e isso seria estar fazendo a vontade de nosso Pai Celestial; estar nos negócios do Pai.

Porém, a promessa para este tempo é outra. Assim que, não vamos estar trazendo madeira por aqui para construir uma arca, para depois lança-la ao rio (ou seja lá o que for);

a promessa é maior, mais gloriosa, e é nela que queremos estar trabalhando.

Moisés, como já lhes disse (voltando a Moisés de novo), quando recebeu as tábuas da lei lá no monte, também foi colocado na posição mais alta e mais sublime que podia ser colocado um homem naquele tempo.

Depois temos o exemplo de Jesus; Ele passou pelo processo de tutoria. E quando se aproximou, quando chegou o tempo de Sua adoção, Ele o soube.

Essa é uma coisa bem importante. É importante que o que vai ser adotado conheça o tempo de sua adoção; porque,

(21)

DR. WILLIAM SOTO SANTIAGO 28

da Lei; e então ele foi adotado em tipo e figura do que será a adoção dos filhos de Deus. Por isso Moisés podia falar e as coisas aconteciam; bom, o que fosse, acontecia.

Também encontramos, mais adiante, a outro homem (quero avançar um pouquinho) – a outro homem, chamado Jesus de Nazaré. Ele passou pela etapa do treinamento ou da tutoria e, depois disso, tinha que passar pela etapa de adoção.

Agora, na tutoria Ele demonstrou que fazia o que agradava ao Pai; porque o segredo na tutoria é fazer o que agrada ao Pai (porque toda a tutoria é o ensino dos negócios de seu pai). E então Ele tinha que fazer tudo o que agradava ao Pai nessa etapa de tutoria. Tudo o que o Pai quisesse que Ele fizesse, isso era o que Ele fazia; Ele não fazia outra coisa.

Os negócios do Pai são os negócios desse filho que está em tutoria. Por isso Jesus dizia: “Nos negócios do meu Pai me convém estar.”

Caso contrário, não podia ser adotado. Assim que, Ele estava nos negócios do Pai; Ele fazia o que o Tutor lhe ensinava. Por isso Ele dizia: “Eu não falo nada de mim mesmo, senão, o que eu ouço o Pai falar, isso é o que eu falo. E o que eu vejo que Ele faz, isso é o que eu faço.”

Isso é fazer os negócios do Pai; isso é estar nos negócios do Pai. Porque os negócios do Pai é: cumprir a promessa do tempo em que vive esse filho que está na tutoria e que será adotado em algum momento.

Se para os filhos de Deus, e para os filhos de Deus neste tempo, os negócios do Pai, as promessas de Deus, fossem as promessas que foram cumpridas há dois mil anos atrás, o que nós teríamos que estar fazendo? Teríamos que estar trabalhando com a base dessas promessas para materializar

A LEI DA ADOÇÃO: A ADOÇÃO DE UM FILHO 21

pães; manteiga também; e de tudo; e comem lá debaixo de uma árvore; tiveram um dia de campo, comendo lá debaixo de uma árvore.

E depois disso, Deus diz: “Encobrirei de meu servo Abraão o que hei de fazer? Abraão deve suspeitar que não estou de férias; Abraão deve compreender que eu não tiro férias, que eu não venho assim à passeio para perder tempo (porque Deus não perde tempo); assim que, Abraão sabe que eu vim aqui por algo. Portanto, encobrirei de meu amigo o que vou fazer? Não vou encobrir. Veja, Abraão, desci à Terra porque o clamor de Sodoma e Gomorra chegou a mim; e descerei lá com Gabriel e Miguel (estes Anjos que vão comigo) e farei uma investigação de juízo; e se for assim, (essa era a confirmação, a investigação, para eles irem), então lhes destruirei.”

Abraão se surpreende; e Abraão não queria (você sabe) que Deus destruísse a Sodoma e Gomorra, pois quem estava aí? Sua família, seu sobrinho Ló. E como algumas pessoas contam (segundo encontraram em dados históricos) que Ló estava concorrendo a um posto político; era bem esperto.

Imagine! Assim que Ló queria (você sabe) ter um poder ali, o qual era um poder político; isso demonstraram também as pessoas de Sodoma quando queriam que Ló trouxesse aos dois Anjos para fora. Eles diziam que Ló tinha chegado ali e queria mandar neles, ou seja, ele queria ser, então, senhor deles; e isso também, pois, mostra que ele queria ser o líder deles; pelo menos queria dar ordens a eles; e não se sabe se na política também era o líder deles.

Assim que, como nós dizemos comumente: “Tu vieste e chegaste como agregado e agora queres sair como dono;

assim que, não podemos fazer como tu dizes.”

Imagem

Referências

temas relacionados :