GT "Literaturas Estrangeiras"

Texto

(1)

(

Associação Nacional de Pós-Graduação e Pesquisa em Letras e Lingüística

)

GT

LITERATURAS ESTRANGEIRAS

Coordenadora: Celeste H. M. Ribeiro de Sousa - celeste@usp.br Vice-coordenadora: Karin Volobuef

sala 261 Prédio de Letras - USP

GT "Literaturas Estrangeiras"

1. Caracterização

(em 03 de julho de 2008)

Começo da atuação: 1986.

Descrição do GT: Este Grupo de Trabalho congrega pesquisadores credenciados em vários Programas de Pós-Graduação de diferentes universidades nacionais, centrados em literaturas estrangeiras: de língua alemã, de língua espanhola, de língua francesa, de língua inglesa, de língua italiana, de língua hebraica e de língua russa.

Proposta de trabalho: Organizar e desenvolver diferentes projetos de pesquisa a partir de linhas temáticas, previamente escolhidas, a fim de estabelecer entre si intercâmbio de conhecimentos, de bibliografia e de outras informações. Os resultados dos trabalhos acadêmicos devem ser apresentados nos Encontros da ANPOLL (ENANPOLL).

Coordenação: O coordenador, com mandato de um biênio, é eleito por seus pares nos Encontros da ANPOLL. É permitida a reeleição do coordenador por um mandato. A partir de 1992, foi estabelecida a função de vice-coordenador, que é eleito segundo os mesmos moldes do coordenador. Nesse sentido, o GT adequa-se perfeitamente ao art. 5º do Estatuto da ANPOLL.

(2)

Membros pesquisadores: São membros pesquisadores deste GT estudiosos das literaturas estrangeiras mencionadas que se interessem por pesquisar a linha temática em aberto, bem como os projetos escolhidos pelo GT.

Número de participantes:

O número máximo de participantes é de 25, hoje assim distribuídos: Alemão: 5 Espanhol: 3 Francês: 4 Hebraico: 1 Inglês: 8 Italiano: 2 Russo: 2

No momento, as vagas estão todas preenchidas. Membros efetivos

1.Alfredo Adolfo Cordiviola (Literatura Hispano-Americana – UFPE) Programa de Pós-Graduação em Letras

2. Aurora Fornoni Bernardini (Literatura Russa - USP)

Programa de Pós-Graduação em Língua e Literatura Russa 3.Betina Rodrigues da Cunha Silva ( Literatura Francesa - UFU ) Programa de Pós-Graduação em Letras

4. Bruno Gomide (Literatura Russa - USP)

Programa de Pós-Graduação em Língua e Literatura Russa

5.Celeste Henriques Marquês Ribeiro de Sousa (Literatura Alemã – USP) Programa de Pós-Graduação em Língua e Literatura Alemã (Aposentada ativa)

6.Dóris Nátia Cavallari ( Literatura Italiana – USP)

Programa de Pós-Graduação em Língua e Literatura Italiana 7.Eloá Heise (Literatura Alemã - USP)

Programa de Pós-Graduação em Língua e Literatura Alemã

8.Gisele Manganelli Fernandes ( Literatura Norte-Americana – UNESP - Campus de São José do Rio Preto)

Programa de Pós-Graduação em Letras

9.Jael Glauce da Fonseca (Programa de Pós-Graduãção em Letras e Lingüística da UFBA)

10.Karin Volobuef ( Literatura Alemã – UNESP - Campus de Araraquara) Programa de Pós-Graduação em Estudos Literários

11.Laura Janina Hosiasson (Literatura Hispano-Americana- USP)

Programa de Pós-Graduação em Língua Espanhola e Literaturas Espanhola e Hispano-Americana

(3)

Programa de Pós-Graduação: Estudos Lingüísticos e Literários em Língua Inglesa

13.Lídia Fachin ( Literatura Francesa – UNESP - Campus de Araraquara) Programa de Pós-Graduação em Estudos Literários

14.Magnólia Brasil Barbosa do Nascimento (Literatura Espanhola – UFF) Programa de Pós-Graduação em Letras (Aposentada ativa)

15.Mail Marques de Azevedo ( Literatura Norte-americana- UFPR) Programa de Pós-Graduação em Letras.

16.Maria Cecília Queirós de Moraes Pinto ( Literatura Francesa – USP)

Programa de Pós-Graduação em Língua e Literatura Francesa (Aposentada ativa)

17.Maria Clara Bonetti Paro ( Literatura Norte-Americana – UNESP - Campus de Araraquara) Programa de Pós-Graduação em Estudos Literários (Aposentada ativa)

18.Munira Hamud Mutran (Literatura Irlandesa – USP)

Programa de Pós-Graduação: Estudos Lingüísticos e Literários em Língua Inglesa

19.Nancy Rozenchan (Literatura Hebraica- USP) (Aposentada ativa)

Programa de Pós-Graduação em Língua Hebraica, Literatura e Cultura Judaicas

20.Norma Wimmer ( Literatura Francesa – UNESP - Campus de São José do Rio Preto)

Programa de Pós-Graduação em Letras

21.Opázia Chain Feres ( Literatura Italiana – UFF) Programa de Pós-Graduação em Letras

22.Paulo Astor Soethe ( Literatura Alemã – UFPR) Programa de Pós-Graduação em Letras.

23.Sigrid Renaux (Literatura Inglesa)

Programa de Pós-Graduação em Letras – UNIANDRADE - Curitiba 24.Solange Ribeiro de Oliveira (Literatura Inglesa- UFMG)

Programa de Pós-Graduação em Estudos Literários (Aposentada ativa) 25.Sonia Zyngier ( Literaturas em Língua Inglesa - UFRJ)

Programa de Pós-Graduação Interdisciplinar em Lingüística Aplicada

Candidatos a ingresso

São candidatos ao ingresso no GT de Literaturas Estrangeiras os estudiosos das literaturas estrangeiras mencionadas que se interessem por pesquisar a linha temática em aberto e o tema do projetos escolhidos.

O currículo dos candidatos e uma carta de manifestação de interesse por tais atividades deverão ser enviados (ao)à coordenador(a), que os enviará a todos os membros do GT para conhecimento e os registrará numa “lista de espera”.

(4)

Na 1ª reunião geral do biênio, deverão ser objeto de apreciação e seleção.

Havendo vagas, têm a preferência professores credenciados em programas de Pós-Graduação reconhecidos pelo MEC (membros efetivos).

A seguir, professores doutores com o título outorgado por programas de Pós-Graduação reconhecidos pelo MEC (membros convidados).

A seguir, doutorandos de programas de Pós-Graduação reconhecidos pelo MEC (membros convidados).

A apreciação do currículo determinará a posição a ser ocupada na lista de espera e na ordem de admissão, levando-se também sempre em consideração o equilíbrio entre o número de participantes das diversas literaturas.

Forum de debates: O GT encontra-se, no mínimo, em reuniões semestrais, onde se votam propostas e acatam sugestões, discutidas via internet, onde se realizam discussões teóricas e promovem palestras sobre o tema do projeto escolhido ao final dos trabalhos do ENANPOLL. A Internet tornou-se o veículo, por excelência, de comunicação e de debate.

2. Normas de participação

Desligamento de participante.

O integrante do grupo que não participar, isto é, não estiver presente durante as discussões, de dois Encontros consecutivos da ANPOLL, onde são apresentados os trabalhos dos GTs é automaticamente desligado, permitindo, assim, a renovação dos quadros. Tal norma é aplicada com rigor. No caso de haver justificativa de ausência, o motivo será apreciado pelos membros do GT, que decidirão pela sua acolhida ou não. Esta cláusula entrou em vigor a partir de 21 de julho de 2006.

Readmissão de participante desligado:

O participante eventualmente desligado poderá solicitar, caso haja vaga disponível, sua readmissão no grupo, submetendo-se, então, às regras dos candidatos a ingresso.”

3. Universidades integradas

O GT integra hoje 10 Universidades, sediadas em diferentes estados da União, a saber,

UFBA - Universidade Federal da Bahia UFF - Universidade Federal Fluminense,

(5)

UFMG - Universidade Federal de Minas Gerais UFPE - Universidade Federal de Pernambuco, UFPR - Universidade Federal do Paraná,

UFRJ - Universidade Federal do Rio de Janeiro, UFU - Universidade Federal de Uberlândia, UNESP - Universidade Estadual Paulista, UNIANDRADE - Curitiba - Paraná

USP - Universidade de São Paulo,

4. Linhas temáticas

1ª linha temática

-

A questão da modernidade (1986-1998)

6 Projetos concluídos

Projeto I - Tema - "Modernidade e tradição" Biênio junho 1986-junho 1988

Coordenação: Irlemar Chiampi e Munira Mutran Projeto II - Tema - "O Pós-Modernismo"

Biênio junho 1988-junho 1990

Coordenação: Munira Mutran e Irlemar Chiampi

Projeto III - Tema - "A Pós-Modernidade e o Terceiro Mundo" Biênio junho 1990-junho1992

Coordenação: Maria Cecília Queiroz de Moraes Pinto Projeto IV - Tema - "A questão das Vanguardas"

Biênio junho 1992-junho 1994

Coordenação de Eloá di Pierro Heise Projeto V - Tema - "Ecos das Vanguardas" Biênio junho 1994-junho 1996

Coordenação de Eloá di Pierro Heise

Projeto VI - Tema - "A crise do sujeito no século XX" Biênio junho 1996 - junho 1998

(6)

2ª linha temática

Literaturas estrangeiras em contraponto (Fase Internet) (1998- )

Projeto I - Tema

-

"A literatura da virada do século: fim das utopias?" Biênio junho 1998 - junho 2000

Coordenação de Laura Zuntini de Izarra

Projeto II - Tema - "Literaturas Estrangeiras e o Brasil: Diálogos" Biênio junho 2000-2002

Coordenação de Laura Zuntini de Izarra Projeto III - Tema - "Pactos e impactos" Biênio junho 2002 - junho 2004

Coordenação de Maria Clara Bonetti Paro

Projeto IV - Tema - "Poéticas da violência: da bomba atômica ao 11 de setembro"

Biênio junho de 2004 - junho 2006

Coordenação de Celeste H. M. Ribeiro de Sousa Projeto V – Tema – “Conflito e criação”

Biênio junho 2006 - julho 2008

Coordenação de Celeste H. M. Ribeiro de Sousa

5. Publicações

Desses projetos resultaram as seguintes publicações:

1.Chiampi, Irlemar (Org.) - Fundadores da modernidade. São Paulo, Ática, 1991, 222 p.

2.Mutran, Munira & Chiampi, Irlemar (Org.) - A questão da modernidade. São Paulo, FFLCH-USP, 1993, 111p.

3.Heise, Eloá di Pierro (Org.) - Facetas da pós-modernidade. São Paulo, FFLCH-USP, 1996, 230 p.

4.Izarra, Laura Zuntini (Org.) - A literatura da virada do século: fim das utopias? São Paulo, Humanitas, 2001,308 p.

(7)

5.Izarra, Laura Zuntini (Org.) - Literaturas estrangeiras e o Brasil: diálogos. São Paulo, Humanitas, 2004, 268 p.

6. Sousa, Celeste Ribeiro de (Org.) – Poéticas da violência. Da bomba atômica ao 11 de setembro. São Paulo, Humanitas, 2008, 304 p. ISBN 978-85-7732-066-0.

6. Cursos

A partir dos projetos desenvolvidos foram ministrados 2 cursos de Difusão Cultural e uma disciplina de Pós-Graduação:

Difusão Cultural

"Fundadores da modernidade" (USP), 1992, de 20 de março a 19 de junho. "Modalidades de reescritura" (USP), 1994, de 13 de abril a 18 de maio. Disciplina de Pós-Graduação

"O romantismo no âmbito de literaturas européias: alemã, inglesa e francesa" (USP), 1995.

7. Seminários

1º Seminário de Literaturas estrangeiras em diálogo: “Poéticas da violência: da bomba atômica ao 11 de setembro”.

Organização e coordenação: Celeste H. M. Ribeiro de Sousa São Paulo, FFLCH-USP, em 10, 11 e 12 de abril de 2006.

2º Seminário de Literaturas estrangeiras em diálogo: “Conflito e criação”. Organização e coordenação: Celeste H. M. Ribeiro de Sousa

São Paulo, FFLCH-USP, em 05, 06 e 07 de maio de 2008.

8. Professores convidados/palestras

1. Prof. Dr. Walter Moser - Departamento de Literatura Comparada/Universidade de Montreal - 1996,

Palestra: "Pós-modernismo: fim das vanguardas ou uma vanguarda a mais?"

2. Profa. Dra. Walkyria Monte Mór -PUC/SP - 01.12.2000,

Palestra: "Multiculturalismo no Canadá e o uso de textos literários nas aulas de língua e cultura de língua inglesa."

A apresentação estava dirigida para os sub-temas "Presença das literaturas estrangeiras nos estudos brasileiros" e "Imagens do Brasil e do exterior".

(8)

Foram questionadas a compreensão da cultura brasileira como sociedade multicultural, bem como as interrelações entre literatura, história e identidade, o local e o global, entre outros conceitos.

3. Profa. Dra. Sandra Nitrini - Departamento de Teoria Literária e Literatura Comparada/USP - 23.03.2001,

Palestra: "Análise, métodos e teorias de apoio ao desenvolvimento do sub-tema "Diálogos/afinidades entre autores brasileiros e estrangeiros."

4.Profa. Dra. Leyla Perrone-Moisés - Departamento de Letras Modernas/USP -07.12.2001,

Palestra:"Implicações dos cânones literários nos processos de construção de identidades", baseada no seu livro Altas literaturas.

5. Prof. Dr. Lynn Mário Menezes de Souza- Departamento de Letras Modernas/USP – 2002. Palestra: “Hibridismo e Tradução Cultural”, tendo por base a obra de Homi Bhabha, particularmente, The location of culture. 6. Prof. Dr. Neil Besner - University of Winnipeg, - Canadá. 2003.

Palestra: “Pós-colonialismo e história, norte e sul” em que foram comparados os processos pós-coloniais no Brasil e no Canadá, ressaltando-se a profunda diferença existente entre ambos.

7.Prof. Dr. Sergio Adorno - Núcleo de Estudos da Violência/USP (05.11.04) Palestra: "O conceito de violência"

8.Profa. Dra. Silvia Leser - Instituto de Psicologia/USP (25.04.05) Palestra: "Violência e literatura".

9. Dra. Marisa Pelella Mélega – psicanalista da Sociedade Brasileira de Psicanálise (30.10.2006)

Palestra: “Criatividade, criação e psicanálise”. 10. Marcelo Tápia (escritor) (23.04.2007)

Palestra: “Da pedra à volatilidade: um percurso de criação poética. Dicções e contradições”.

(9)

Imagem

Referências

temas relacionados :