• Nenhum resultado encontrado

ESCOLA DE EDUCAÇÃO BÁSICA DOM ORLANDO DOTTI RUA IRMÃO TOMAZ 293 BAIRRO BOM JESUS CAÇADOR SANTA CATARINA CEP CÓDIGO DO INEP:

N/A
N/A
Protected

Academic year: 2021

Share "ESCOLA DE EDUCAÇÃO BÁSICA DOM ORLANDO DOTTI RUA IRMÃO TOMAZ 293 BAIRRO BOM JESUS CAÇADOR SANTA CATARINA CEP CÓDIGO DO INEP:"

Copied!
11
0
0

Texto

(1)

ESCOLA DE EDUCAÇÃO BÁSICA DOM ORLANDO DOTTI

RUA IRMÃO TOMAZ 293 – BAIRRO BOM JESUS

CAÇADOR – SANTA CATARINA – CEP 89504670

CÓDIGO DO INEP: 42072379

PLANO DE ENSINO UNIFICADO-2021

CURSO: ANOS FINAIS - ENSINO FUNDAMENTAL COMPONENTE: SOCIOLOGIA

1. DEZ COMPETÊNCIAS ESPERADAS DE ACORDO COM LDB, BNCC e PCSC

1ª- Conhecimento: Valorizar e utilizar os conhecimentos historicamente construídos sobre o mundo físico, social, cultural e digital para entender e explicar a realidade, continuar aprendendo e colaborar para a construção de uma sociedade justa, democrática e inclusiva.

2ª- Pensamento Crítico e Criativo: Exercitar a curiosidade intelectual e recorrer à abordagem própria das ciências, incluindo a investigação, a reflexão, a análise crítica, a imaginação e a criatividade, para investigar causas, elaborar e testar hipóteses, formular e resolver problemas e criar soluções (inclusive tecnológicas) com base nos conhecimentos das diferentes áreas.

3ª- Repertório Cultural: Valorizar e fruir as diversas manifestações artísticas e culturais, das locais às mundiais, e também participar de práticas diversificadas da produção artístico-cultural.

4ª- Comunicação: Utilizar diferentes linguagens – verbal (oral ou visual-motora, como Libras, e escrita), corporal, visual, sonora e digital –, bem como conhecimentos das linguagens artística, matemática e científica, para se expressar e partilhar informações, experiências, ideias e sentimentos em diferentes contextos e produzir sentidos que levem ao entendimento mútuo.

5ª- Cultura Digital: Compreender, utilizar e criar tecnologias digitais de informação e comunicação de forma crítica, significativa, reflexiva e ética nas diversas práticas sociais (incluindo as escolares) para se comunicar, acessar e disseminar informações, produzir conhecimentos, resolver problemas e exercer protagonismo e autoria na vida pessoal e coletiva.

6ª- Trabalho e Projeto de Vida: Valorizar a diversidade de saberes e vivências culturais e apropriar-se de conhecimentos e experiências que lhe possibilitem entender as relações próprias do mundo do trabalho e fazer escolhas alinhadas ao exercício da cidadania e ao seu projeto de vida, com liberdade, autonomia, consciência crítica e responsabilidade.

7ª- Argumentação: Argumentar com base em fatos, dados e informações confiáveis, para formular, negociar e defender ideias, pontos de vista e decisões comuns que respeitem e promovam os direitos humanos, a consciência socioambiental e o consumo responsável em âmbito local, regional e global, com posicionamento ético em relação ao cuidado de si mesmo, dos outros e do planeta.

8ª- Autoconhecimento e Autocuidado: Conhecer-se, apreciar-se e cuidar de sua saúde física e emocional, compreendendo-se na diversidade humana e reconhecendo suas emoções e as dos outros, com autocrítica e capacidade para lidar com elas.

(2)

9ª- Empatia e Cooperação: Exercitar a empatia, o diálogo, a resolução de conflitos e a cooperação, fazendo-se respeitar e promovendo o respeito ao outro e aos direitos humanos, com acolhimento e valorização da diversidade de indivíduos e de grupos sociais, seus saberes, identidades, culturas e potencialidades, sem preconceitos de qualquer natureza.

10ª- Responsabilidade e Cidadania: Agir pessoal e coletivamente com autonomia, responsabilidade, flexibilidade, resiliência e determinação, tomando decisões com base em princípios éticos, democráticos, inclusivos, sustentáveis e solidários.

2. PROFESSORES TURMAS RELACIONADAS A CADA PROFESSOR

ADRIANO GAMBIRAGE CIDINEI ALVES MORAES

EVANDRO DOS SANTOS TABORDA MARILDA DA SILVA PAHL CAVALHERI

205

104, 106, 206, 207, 304 e 305 105, 203, 204, 301, 302 e 303 101, 102, 103, 201 e 202

3. DO COMPONE NTE

Este curso de Sociologia , fundamentado na Lei de Diretrizes e Bases (Lei 9394/96), nas Diretrizes Curriculares Nacionais para o Ensino Médio (DCNEM), na Base Nacional Comum Curricular (BNCC), bem como nas diretrizes, orientações e subsídios da Secretaria de Educação de Santa Catarina, destina-se ao estudo de subsídios teórico-metodológicos que garantam os propósitos da formação integral e do protagonismo juvenil, pautados por princípios éticos, políticos e estéticos na construção de uma sociedade justa, democrática e inclusiva.

4. DIRETRIZES  Formação Integral  Protagonismo Juvenil  Projeto de Vida

 Pensamento Analítico, Crítico  Autonomia Intelectual

 Consciência Cidadã (Ética, Ecológica, Sensibilidade Artística, Respeito à Diversidade, Comunicação Ativa, Ação Colaborativa e Compromisso Social)  Investigação Científica

 Processos Criativos

 Mediação e Intervenção Cultural  Empreendedorismo

 Metodologias Ativas  Resolução de problemas

(3)

5. COMPETÊNCIAS, HABILIDADES E OBJETIVOS PRIMEIRO ANO

1.º Semestre: INTRODUÇÃO A SOCIOLOGIA OBJETO DE

CONHECIMENTO TEMATICA DE DISCUSSÃO HABILIDADES OBJETIVOS ESPECÍFICOS

 Produção do conhecimento: uma característica fundamental das sociedades humanas.  A sociologia e a relação entre o indivíduo e a sociedade Sociologia e Conhecimento Sociológico:

(EM13CHS101) Identificar, analisar e comparar diferentes fontes e narrativas expressas em diversas linguagens, com vistas à compreensão de ideias filosóficas e de processos e eventos históricos, geográficos, políticos, econômicos, sociais, ambientais e culturais.

(EM13CHS102) Identificar, analisar e discutir as circunstâncias históricas, geográficas, políticas, econômicas, sociais, ambientais e culturais de matrizes conceituais (etnocentrismo, racismo, evolução, modernidade, cooperativismo/desenvolvimento etc.), avaliando criticamente seu significado histórico e comparando-as a narrativas que contemplem outros agentes e discursos.

(EM13CHS401) Identificar e analisar as relações entre sujeitos, grupos, classes sociais e sociedades com culturas distintas diante das transformações técnicas, tecnológicas e informacionais e das novas formas de trabalho ao longo do tempo, em diferentes espaços (urbanos e rurais) e contextos. (EM13CHS404) Identificar e discutir os múltiplos aspectos do trabalho em diferentes circunstâncias e contextos históricos e/ou geográficos e seus efeitos sobre as gerações, em especial, os jovens, levando em consideração, na atualidade, as transformações técnicas, tecnológicas e informacionais.

Compreender que a produção de conhecimento é uma característica de todas as sociedades humanas. Compreender e explicar as permanências e as

transformações que ocorrem nas sociedades humanas. Compreender as dinâmicas de interação e relações sociais. Analisar os diferentes tipos de formação de conhecimento. Compreender a socialização como um processo de integração dos indivíduos à sociedade e aos diferentes grupos sociais.

Identificar na realidade social os diferentes tipos de

conhecimento produzidos pela humanidade.

Entender o mundo do trabalho, como produto da construção humana, constitui-se de fenômenos mutáveis,

suscetíveis à interferência de diferentes atores políticos e sociais.

Introdução ao estudo de sociologia : Origem,

Desenvolvimento da sociologia.

Sociologia e controle social. As diferentes formas de conhecimento: (Filosófico, mitológico, religioso, senso comum, científico).

processo de socialização. As relações entre indivíduos e sociedade a partir dos clássicos: Fato Social – Émile Durkheim; Ação Social – Max Weber; Noção de Ação Social. Trabalho e sociedade: O trabalho nas diferentes sociedades.

O trabalho na sociedade moderna capitalista.

(4)

2.º Semestre: A ESTRUTURA SOCIAL E AS DESIGUALDADES OBJETO DE

CONHECIMENTO TEMATICA DE DISCUSSÃO HABILIDADES OBJETIVOS ESPECÍFICOS

 Estratificação e desigualdades sociais

Estrutura e estratificação social

(EM13CHS402) Analisar e comparar indicadores de emprego, trabalho e renda em diferentes espaços, escalas e tempos, associando-os a processos de estratificação e desigualdade socioeconômica.

(EM13CHS403) Caracterizar e analisar os impactos das transformações tecnológicas nas relações sociais e de trabalho próprias da contemporaneidade, promovendo ações voltadas à superação das desigualdades sociais, da opressão e da violação dos Direitos Humanos.

(EM13CHS601) Identificar e analisar as demandas e os protagonismos políticos, sociais e culturais dos povos indígenas e das populações afrodescendentes (incluindo as quilombolas) no Brasil contemporâneo considerando a história das Américas e o contexto de exclusão e inclusão precária desses grupos na ordem social e econômica atual, promovendo ações para a redução das desigualdades étnico raciais no país.

Compreender as

características fundamentais das diversas formas de

estratificação e desigualdades sociais. Compreender o papel da Revolução Industrial e da urbanização no nascimento da Sociologia.

Avaliar a dinâmica das

mudanças e permanências da desigualdade social no Brasil. Apreender o que é classe e o que são classes sociais. Desenvolver o espírito crítico e a capacidade de observação da sociedade. Distingue a diferença de desigualdade. A sociedade capitalista e as classes sociais As desigualdades sociais no Brasil

Formação das Classes sociais e mudanças sociais.

Mercado de trabalho e condições de vida.

Índices de desigualdade.

SEGUNDO ANO

1.º Semestre: PROBLEMATIZAÇÃO: Relações de poder OBJETO DE

CONHECIMENTO TEMATICA DE DISCUSSÃO HABILIDADES OBJETIVOS ESPECÍFICOS

 Conceito sociologia, contexto da sociologia como ciência.

Revisar os conceitos básicos, e contextualizar o surgimento da sociologia.

(EM13CHS204) Comparar e avaliar os processos de ocupação do espaço e a formação de territórios, territorialidades e fronteiras, identificando o papel de diferentes agentes (como grupos sociais e culturais, impérios, Estados Nacionais e organismos internacionais) e considerando os conflitos populacionais (internos e externos), a diversidade étnico cultural e as características socioeconômicas, políticas e tecnológicas.

Compreender que a produção de conhecimento é uma característica de todas as sociedades humanas.

Contextualizar o surgimento da sociologia.

(5)

 Poder, Política e Estado.

 Instituições.

As relações de poder na sociedade contemporânea

(EM13CHS205) Analisar a produção de diferentes territorialidades em suas dimensões culturais, econômicas, ambientais, políticas e sociais, no Brasil e no mundo contemporâneo, com destaque para as culturas juvenis.

(EM13CHS602) Identificar e caracterizar a presença do paternalismo, do autoritarismo e do populismo na política, na sociedade e nas culturas brasileira e latino-americana, em períodos ditatoriais e democráticos, relacionando-os com as formas de organização e de articulação das sociedades em defesa da autonomia, da liberdade, do diálogo e da promoção da democracia, da cidadania e dos direitos humanos na sociedade atual.

(EM13CHS603) Analisar a formação de diferentes países, povos e nações e de suas experiências políticas e de exercício da cidadania, aplicando conceitos políticos básicos (Estado, poder, formas, sistemas e regimes de governo, soberania etc.).

Compreender a importância do poder, da política e do Estado para a organização da

sociedade.

Reconhecer as relações entre o poder, a política e o Estado, bem como suas influências no cotidiano.

Avaliar as relações de poder presentes em todas as esferas da vida social.

Formação do Estado Brasileiro

O Quarto poder

O direito ao voto

2.º Semestre: PROBLEMATIZAÇÃO: Movimentos sociais: luta pelos direitos na sociedade contemporânea, A vida nas cidades do século XXI. OBJETO DE

CONHECIMENTO TEMATICA DE DISCUSSÃO HABILIDADES OBJETIVOS ESPECÍFICOS

 Democracia, cidadania e direitos humanos.  Movimentos sociais

Teoria democrática moderna (EM13CHS502) Analisar situações da vida cotidiana, estilos de vida, valores, condutas etc., desnatura lizando e problematizando formas de desigualdade, preconceito, intolerância e

discriminação, e identificar ações que promovam os Direitos Humanos, a solidariedade e o respeito às diferenças e às liberdades individuais.

(EM13CHS605) Analisar os princípios da declaração dos Direitos Humanos, recorrendo às noções de justiça, igualdade e

fraternidade, identificar os progressos e entraves à concretização desses direitos nas diversas sociedades contemporâneas e promover ações concretas diante da desigualdade e das violações desses direitos em diferentes espaços de vivência, respeitando a identidade de cada grupo e de cada indivíduo.

Identificar de que forma o desenvolvimento da democracia influenciou as mudanças na concepção de cidadania e na

institucionalização dos direitos humanos.

Compreender que os direitos de cidadania são conquistas historicamente construídas e que a participação política é indispensável para a ampliação desses direitos.

Compreender que os movimentos sociais são manifestações coletivas Teoria democrática

contemporânea

(6)

Democracia, cidadania e direitos humanos no Brasil

históricas com algumas características estruturais que permitem seu estudo e

teorização.

Identificar movimentos sociais existentes em sua própria realidade.

Distinguir os elementos que conferem identidade aos movimentos sociais, bem como seus objetivos e antagonistas. Reconhecer as transformações dessa forma de luta social de acordo com as mudanças da sociedade, diferenciando os chamados movimentos tradicionais dos novos. Avaliar os desafios e

perspectivas das lutas sociais no mundo atual.

Estabelecer uma reflexão sobre o significado e a

importância dos movimentos. Estabelecer uma reflexão crítica sobre a formalização dos direitos da cidadania e as suas possibilidades de

efetivação.

Reconhecer e identificar algumas das principais

reivindicações dos movimentos sociais contemporâneos. Origem dos movimentos sociais

Movimentos sociais como fenômenos históricos

Características estruturais dos movimentos sociais

Movimentos sociais e tradicionais e novos movimentos sociais

Legislação e os novos movimentos sociais

(7)

TERCEIRO ANO

1.º Semestre: PROBLEMATIZAÇÃO: Cultura e sociedade: cultura, poder e diversidade nas relações cotidianas. OBJETO DE

CONHECIMENTO TEMATICA DE DISCUSSÃO HABILIDADES OBJETIVOS ESPECÍFICOS

 Introdução ao estudo de sociologia.  Cultura e

ideologia

Revisar os conceitos básicos, e contextualizar o surgimento da sociologia.

(EM13CHS102) Identificar, analisar e discutir as circunstâncias históricas, geográficas, políticas, econômicas, sociais, ambientais e culturais de matrizes conceituais (etnocentrismo, racismo, evolução, modernidade, cooperativismo/desenvolvimento etc.), avaliando criticamente seu significado histórico e comparando-as a narrativas que contemplem outros agentes e discursos.

(EM13CHS104) Analisar objetos e vestígios da cultura material e imaterial de modo a identificar conhecimentos, valores, crenças e práticas que caracterizam a identidade e a diversidade cultural de diferentes sociedades inseridas no tempo e no espaço.

(EM13CHS105) Identificar, contextualizar e criticar tipologias evolutivas (populações nômades e sedentárias, entre outras) e oposições dicotômicas (cidade/campo, cultura/natureza, civilizados/bárbaros, razão/emoção, material/virtual etc.), explicitando suas ambiguidades.

(EM13CHS205) Analisar a produção de diferentes territorialidades em suas dimensões culturais, econômicas, ambientais, políticas e sociais, no Brasil e no mundo contemporâneo, com destaque para as culturas juvenis.

(EM13CHS502) Analisar situações da vida cotidiana, estilos de vida, valores, condutas etc., desnatura lizando e problematizando formas de desigualdade, preconceito, intolerância e discriminação, e identificar ações que promovam os Direitos Humanos, a solidariedade e o respeito às diferenças e às liberdades individuais.

(EM13CHS504) Analisar e avaliar os impasses ético políticos decorrentes das transformações culturais, sociais, históricas, científicas e tecnológicas no mundo contemporâneo, e seus desdobramentos nas atitudes e nos valores de indivíduos, grupos sociais, sociedades e culturas.

Reconhecer a cultura material e imaterial como resultado das interações humanas .

Compreender que as sociedades humanas são caracterizadas e se

diferenciam uma das outras por sua cultura.

Distinguir as diferentes manifestações culturais de acordo com seus contextos internos.

Utilizar o conceito de ideologia nas diferentes perspectivas sociológicas .

Compreender os conceitos de raças, racismo e etnias e etnicidades e suas interrelações.

Discutir críticamente os temas do racismo e de alguma formas de preconceito e de

discriminação como resultado das relações e práticas sociais estabelecidas históricamente. Cultura: Os conceitos e suas

definições

Mesclando cultura e ideologia

Cultura e indústria cultural no Brasil

Etnocentrismo e relativismo cultural

Ideologia e comportamento social

Preconceito, discriminação e segregação

Raça, racismo e etnia: aspectos socioantropológicos.

(8)

2.º Semestre: PROBLEMATIZAÇÃO: Questões centrais de uma sociedade em construção. OBJETO DE

CONHECIMENTO TEMATICA DE DISCUSSÃO HABILIDADES OBJETIVOS ESPECÍFICOS

 Mudança e transformação social

 Gênero e sexualidade.

Mudança social para os clássicos da sociologia.

(EM13CHS202) Analisar e avaliar os impactos das tecnologias na estruturação e nas dinâmicas de grupos, povos e sociedades contemporâneos (fluxos populacionais, financeiros, de

mercadorias, de informações, de valores éticos e culturais etc.), bem como suas interferências nas decisões políticas, sociais, ambientais, econômicas e culturais.

(EM13CHS203) Comparar os significados de território, fronteiras e vazio (espacial, temporal e cultural) em diferentes sociedades, contextualizando e relativizando visões dualistas

(civilização/barbárie, nomadismo/sedentarismo,

esclarecimento/obscurantismo, cidade/campo, entre outras) (EM13CHS306) Contextualizar, comparar e avaliar os impactos de diferentes modelos socioeconômicos no uso dos recursos naturais e na promoção da sustentabilidade econômica e

socioambiental do planeta (como a adoção dos sistemas da agro biodiversidade e agroflorestal por diferentes comunidades, entre outros).

(EM13CHS602) Identificar e caracterizar a presença do paternalismo, do autoritarismo e do populismo na política, na sociedade e nas culturas brasileira e latino-americana, em períodos ditatoriais e democráticos, relacionando-os com as formas de organização e de articulação das sociedades em defesa da autonomia, da liberdade, do diálogo e da promoção da democracia, da cidadania e dos direitos humanos na sociedade atual.

Compreender que as sociedades humanas são dinâmicas e sofrem alterações a partir dos conflitos.

Compreender como a definição cultural e histórica de gênero e orientação sexual é construída socialmente.

Identificar que a relação do ser humano com o meio ambiente varia de acordo com o

momento histórico e o ambiente cultural.

compreender os aspectos sociais dos conflitos ambientais que surgem a partir da relação econômica, política e cultural da sociedade capitalista com o meio ambiente.

Compreender que a produção de conhecimento é uma característica de todas as sociedades humanas. Contextualizar o surgimento da sociologia Revolução e transformação social

Revoluções clássicas: Inglesa, Americana e Francesa.

Experiências revolucionárias no século XX: Mexicana, Russa, Chinesa, Cubana.

Mudança e transformação social no Brasil.

Gêneros, sexualidades e identidades.

Sociedade e meio ambiente Revisar os clássicos da

sociologia pré-preparatório para o ENEM.

6. PROJETOS

6.1. Projeto(s) Integrador(es) incluindo Temas Transversais das Diretrizes Curriculares Nacionais – Ensino Fundamental

(9)

6.3. Projeto(s) SEMINÁRIO DE HISTÓRIA.

7. METODOLOGIA DE ENSINO

 Metodologia de ensino a ser executada é o percurso formativo. De acordo com PCSC 2014, o percurso formativo é processo constitutivo e constituinte da formação humana que norteia a importância da história, cultura, contexto social, linguagens, inteligência emocional, valores e virtudes, conhecimentos sistematizados e conhecimentos cotidianos do sujeito (aluno) numa interação intrapessoal e interpessoal.

 As estratégias de ensino aprendizagem estão relacionadas ao percurso formativo da Proposta Curricular de Santa Catarina e às 10 (dez) competências da BNCC. Portanto, “é fundamental que as práticas pedagógicas a serem levadas a efeito nas escolas considerem a importância do desenvolvimento de todas as potencialidades humanas, sejam elas físicas/motoras, emocionais/afetivas, artísticas, linguísticas, expressivo-sociais, cognitivas, dentre outras, contribuindo assim para o desenvolvimento do ser humano de forma unilateral”. (PCSC, 2014, p.31)

 Respeitando o plano de contingência da Escola Dotti (Plancon-Edu) homologado, os alunos de cada turma serão divididos em dois grupos: A e B. Esses grupos participarão das aulas presencial e remota de forma alternada semanalmente.

 Grupo A: 1ª semana = presencial, 2ª semana = remota, 3ª semana presencial....  Grupo B: 1ª semana = remota, 2ª semana= presencial, 3ª semana = remota...

 As aulas presenciais terão foco principalmente na metodologia ativa com ênfase na: investigação científica, mediação e intervenção sociocultural, processos criativos e empreendedorismo.

Não sendo possível a aula remota, isto é, a transmissão ao vivo das aulas presenciais do grupo A (B) aos alunos do grupo B (A), essas aulas não presenciais terão foco na leitura, análise, síntese, resumo, resolução de exercícios, vídeos e outras atividades que desenvolvam principalmente a autonomia e protagonismo juvenil.

8. AVALIAÇÃO

O instrumento utilizado será avalição processual, cumulativa e formativa dando ênfase às habilidades, competências e socialização. Assim, a avaliação dos alunos será registrada através da observação do APRENDER A CONHECER, APRENDER A FAZER, APRENDER A SER e APRENDER A CONVIVER. A aprovação do aluno obedecerá as orientações do CEE e SED e tem como referência média anual igual ou superior a 6,0 (sies) em todos os componentes curriculares. A média anual será obtida aritmeticamente pelas médias semestrais obtida, no mínimo, por meio de: uma prova, uma prova de recuperação de nota, dois trabalhos individuais/grupo, uma nota de competências socioemocionais e atribuição ou não de pontos de CC.

a) Provas

Todos os alunos têm direito à recuperação de conteúdo e à recuperação de nota da prova. A prova de recuperação será aplicada após a recuperação de conteúdos, porém os alunos que obtiveram notas acima de 7,0 (sete) na(s) prova(s) podem optar por não fazê-la. Nesse caso, deverão ocupar-se de uma boa leitura de livros permanecendo em sala de aula. Em todas as disciplinas, a recuperação da prova teórica deverá ser realizada através da aplicação de

(10)

uma nova prova individual e sem consulta.

Obs.: A prova poderá ser substituída por projeto pedagógico (Ex.: aplicação de metodologia ativa) mediante a discussão da importância desse projeto entre professor(a) e direção/coordenação e o aval dos mesmos. Essa substituição só poderá ser em 1(um) dos 2(dois) semestres.

b) Trabalho

O trabalho será realizado para desenvolver as habilidades, atitudes e virtudes que contemplam as 10 competências da BNCC. Portanto, será um trabalho individual com consulta ou em equipe (trabalho online). Haverá recuperação de conteúdos, porém a recuperação de nota fica facultativa de acordo com o entendimento do professor titular podendo até não oferecer essa oportunidade considerando que o trabalho é feito online em equipe e/ou com consulta. c) Competências socioemocionais

A nota de competências socioemocionais atende à exigência da RESOLUÇÃO Nº 183 (artigo nº 5) de 19 de novembro de 2013 e a da BNCC (10ª competência), e tem o mesmo peso de uma prova ou de um trabalho e sua atribuição é da competência do professor da disciplina. Essa nota deve

representar o resultado da observação do professor quanto às atitudes e valores do aluno. Não há recuperação de nota para competências socioemocionais. Além das 4(quatro) avaliações em cada semestre, há um instrumento chamado de campo “conselho de classe”.

d) Campo Conselho de Classe

Não é uma nota a ser atribuída a cada semestre. É ponto a ser acrescentado à média final dos dois primeiros trimestres e, no terceiro trimestre, à média anual. O “Campo Conselho de Classe” serve para ajustar a discrepância observada entre a média final do trimestre e o real nível de apropriação de conhecimento. Para o critério da atribuição maior, menor ou não dos pontos na disciplina, serão considerados a frequência dos(as): a) comentários e depoimentos do aluno que enriqueceram o conhecimento da turma durante as aulas; b) apresentação de raciocínio lógico, sistematizado e organizado, por escrito, na resolução de exercícios de cálculos, contextualizados, analíticos e interpretativos; c) habilidades motoras destacáveis durante as atividades físicas; d) criatividade ou originalidade na produção de obras artísticas e textuais; e) clareza e segurança na argumentação da resolução de situações problemas.

Obs.: Os resultados do simulado interno/externo, provas regionais, OCQ e OBMEP poderão ser transformados em bonificação (máximo é 1,0 ponto) e acrescentados

9. AVALIAÇÃO DIFERENCIADA PARA ALUNOS DE LAUDO (SUGESTÕES)

Os mesmos instrumentos de avaliação serão adotados. Porém, é essencial observar o que consta no laudo, ajustando-os como: a) Concedendo maior espaço de tempo;

b) Solicitando o auxílio do segundo professor na realização das provas/trabalhos;

c) Realizando as avaliações em outro ambiente escolar (sair da sala de aula em companhia do segundo professor); d) Aumentando o tamanho das letras para deficientes visuais;

e) Realizando prova oral;

f) Fazendo a avaliação em 2 (dois) momentos, principalmente para alunos TDH, espectro autista e deficiência mental; g) Segundo professor auxiliando na leitura dos enunciados;

(11)

O registro das atividades realizadas pelos alunos portadores de laudo será feito quinzenalmente por Segundo Professor através da ficha individual ou portfólio de fatos observados em aulas presenciais e/ou remotas (quinzenal) e o seu relatório pedagógico será semestral.

10. REFERENCIAS

 BNCC. Base Nacional Comum Curricular. Disponível em: http://basenacionalcomum.mec.gov.br/. Acesso em: 09 fev. 2021.

 Dez competências da Base Nacional Comum Curricular. Disponível http://download.basenacionalcomum.mec.gov.br/ Acesso 23 de outubro de 2019.

 Proposta Curricular de Santa Catarina, SED, 2014

 Currículo Base da Educação infantil e do Ensino Fundamental do Território Catarinense. SED, 2019  Projeto Político Pedagógico 2020 da EEB. Dom Orlando Dotti

 Lei Federal nº 9394, de 20 de dezembro de 1996

 Resolução CEE/ SC nº 183/2013 de 19 de novembro de 2013

 Orientações Curriculares com Foco no que Ensinar: Conceitos e conteúdos para a Educação Básica (documento preliminar) – SED – SC.  PLANCON-EDU da EEB. Dom Orlando Dotti homologado

 AFRANIO, et all. SOCIOLOGIA EM MOVIMENTO. 1ª ed. São Paulo: Ed. Moderna, 2013.

 COSTA, Ricardo César Rocha da; OLIVEIRA, Luiz Fernandes. Sociologia para Jovens do Século XXI. 3. ed. Rio de Janeiro: Imperial Novo Milênio, 2013. 399p

 TOMAZI, Nelson Dacio. Sociologia para o ensino médio. 3. ed. São Paulo: Saraiva, 2013. 368p  Pérsio Santos de Oliveira, Introdução à Sociologia – Série Brasil- p.250.

 Bibliotecas digitais

Referências

Documentos relacionados

Resolver e elaborar problemas em contextos que envolvem fenômenos periódicos reais (ondas sonoras, fases da lua, movimentos cíclicos, entre outros) e comparar

Elaborar um projeto de intervenção para minimizar a prevalência da obesidade na comunidade que recebe atendimento pela Equipe de Saúde da Família da UBS

1º, 2º, 3º EM13CHS205 Analisar a produção de diferentes territorialidades em suas dimensões culturais, econômicas, ambientais, políticas e sociais, no Brasil e no

3.3 Investigar situações-problema e avaliar aplicações do conhecimento científico e tecnológico e suas implicações no mundo, utilizando procedimentos e

 Conhecer e explorar diversas práticas de linguagem (artísticas, corporais e linguísticas) em diferentes campos da atividade humana para continuar aprendendo, ampliar

Crenças religiosas e filosofias de vida Ensinamentos da tradição escrita (EF06ER04) Reconhecer que os textos escritos são utilizados pelas tradições religiosas de maneiras

Como consta no PPP da escola, a nota trimestral no boletim será calculada tendo, no mínimo, 4 (quatro) avaliações. Essas 4 avaliações são: a) umaprova teórica individual

Desenvolver programas de capacitação para os alunos e para os professores e servidores que não integrem o SCO, focando nas respostas comportamentais esperadas para cada segmento