Baixada Maranhense

Top PDF Baixada Maranhense:

Biologia reprodutiva do Hassar affinis(Pisces: Siluriformes, Doradidae), Lago de Viana, Baixada Maranhense, Maranhão, Brasil.

Biologia reprodutiva do Hassar affinis(Pisces: Siluriformes, Doradidae), Lago de Viana, Baixada Maranhense, Maranhão, Brasil.

Hassar affinis (Steindachner, 1881), popularmente conhecido por Mandi Bico-de-Flor, pertence à ordem Siluriformes, família Doradidae. Geograficamente, tem ocorrência registrada para a região amazônica, tanto em ambientes lóticos, em corredeiras de grandes rios, como em ambientes lênticos, em lagos, sendo mais frequentemente capturada no Rio Solimões, alto e baixo Rio Xingu, Rio Tocantins, Rio Araguaia, Rio Parnaíba e Sistema Lacustre Pindaré-Mearim (Fayal 2007), sendo este último uma grande região de lagos pertencente à APA da Baixada Maranhense.

8 Ler mais

Rainwater ammonium concentrations and estimate of ammonia emissions from domestic animals in Pinheiro and Viana, Baixada Maranhense.

Rainwater ammonium concentrations and estimate of ammonia emissions from domestic animals in Pinheiro and Viana, Baixada Maranhense.

insuiciente para explicar o aporte de amônio estimado. Outras fontes naturais e antrópicas podem também contribuir para as concentrações elevadas de amônio encontradas nas chuvas de Pinheiro e Viana, tais como solos, sedimentos, sistemas aquáticos, esgotos não tratados, lixos urbanos, emissões veiculares e queimadas. Além disso, deve-se ressaltar que a origem do amônio na água da chuva se dá através da dissolução da amônia e dissolução de partículas de sais como bissulfato, sulfato e nitrato de amônio. Essas partículas encontram-se predominantemente associadas à fração ina (i.e., partículas de tamanho inferior a 2,5 µm) e, portanto, podem ser transportadas por longas distâncias. Poluentes atmosféricos emitidos da Região Metropolitana de São Luís tendem a ser transportados em direção à Baixada Maranhense pelos ventos predominantes de nordeste-leste (NE-E).
Mostrar mais

4 Ler mais

Microbiological quality of trahira fish (Hoplias malabaricus) from Baixada Maranhense, municipality of São Bento, MA

Microbiological quality of trahira fish (Hoplias malabaricus) from Baixada Maranhense, municipality of São Bento, MA

Other pathogenic microorganisms found in fish are bacteria of the genus Aeromonas, which can be found in soil, fresh and salt water, chlorinated water, and animal feces (SOUZA, 2003). These bacteria carry several virulence factors, which justify their status of threat as a human pathogen, since they are responsible for diarrhea, extra-intestinal infections, and, in immunocompro- mised patients, septicemia, meningitis, and death (YAMADA et al., 1997). Gastroenteritis is the most common form of human infection caused by Aeromonas. In fish, the disease can show a variety of clinical signs, such as exophthalmos, fin ero- sion and hemorrhagic septicemia, leading to death. Aeromonas are associated with opportunistic infections in humans, as well as in homeothermic animals and in fish, and may be resistant to multiple drugs (JANDA; ABBOTT, 1998; PALU et al., 2006). The region of Baixada Maranhense is an complex ecosystem in which human beings play an important role for management, use, and conservation of several of its components. As a conse- quence of abundant regional water resources, fishing is possibly the most important socioeconomic activity (ARAÚJO; PINHEIRO, 2008). Considering the economic importance of the artisanal fish- ing activity in the region, the great availability of fish resulting from floodwaters in the region and the availability of the product for sale in local markets, this research aimed to evaluate the hygienic sanitary conditions and microbiological aspects of trahira fish (H.malabaricus) found in the municipality of São Bento (MA).
Mostrar mais

7 Ler mais

Características de qualidade do mel de abelha sem ferrão (Melipona fasciculata) produzidos na baixada maranhense / Quality characteristics of honey bees without sting (Melipona fasciculata) produced in the sea down

Características de qualidade do mel de abelha sem ferrão (Melipona fasciculata) produzidos na baixada maranhense / Quality characteristics of honey bees without sting (Melipona fasciculata) produced in the sea down

As amostras dos méis de Tiúba (Melipona fasciculata) da região da Baixada Maranhense apresentaram qualidade microbiológica para o consumo humano, exceto uma. As amostras méis não se adequaram à legislação brasileira de Apis mellifera para algumas características físico-químicas, o que mostra a necessidade de se ter uma legislação específica para méis de meliponíneos. Dessa forma, este trabalho também mostra a importância de se considerar uma faixa de valores para os parâmetros de qualidade a serem definidos quando da elaboração de uma legislação específica para méis de meliponíneos, visando permitir o efetivo atendimento destes méis à legislação.
Mostrar mais

8 Ler mais

Sustentabilidade ambiental na educação profissional: desafios para o desenvolvimento sustentável na Baixada Maranhense

Sustentabilidade ambiental na educação profissional: desafios para o desenvolvimento sustentável na Baixada Maranhense

A Baixada Maranhense apresenta uma complexa interface de ecossistemas, diversidade na fauna e flora aquática e terrestre, considerável número de espécies raras e grande abundância de aves litorâneas e migratórias continentais. Este espaço tornou-se uma Área de Proteção Ambiental (APA) do Maranhão, através do Decreto Estadual de 1991. A APA da Baixada Maranhense engloba uma área de 1.775.035,61 ha e compõe um complexo conjunto de ecossistemas terrestres e aquáticos de grande fragilidade ambiental (PINHEIRO; MACHADO, 2006, p.1411).
Mostrar mais

9 Ler mais

Avaliação farmacognóstica de geoprópolis de Melipona fasciculata Smith da Baixada maranhense, Brasil.

Avaliação farmacognóstica de geoprópolis de Melipona fasciculata Smith da Baixada maranhense, Brasil.

As amostras de geoprópolis de Melipona fasciculata Smith, foram coletadas com auxílio de espátulas esterilizadas, diretamente em meliponários de diferentes localidades dos municípios de Arari, São João Batista e São Bento, da Baixada maranhense, Brasil, no fi nal da estação chuvosa e início da estação seca, durante o mês de agosto de 2003. Foram acondicionados, isoladamente em frascos de vidro âmbar esterilizados e mantidos sob refrigeração, as quais foram denominadas 1-7 respectivamente.

6 Ler mais

Biogeochemical cycling of urea in the aquatic systems of Pindaré and Turiaçu River basins, a pre-Amazonian floodplain, Baixada Maranhense, Brazil

Biogeochemical cycling of urea in the aquatic systems of Pindaré and Turiaçu River basins, a pre-Amazonian floodplain, Baixada Maranhense, Brazil

rates were determined by the radiocarbon technique simultaneously with experimental measurements of urea degradation rate; Results: Urea degradation rates (sum of carbon incorporation [r]

14 Ler mais

A educação na Baixada Maranhense: 1822/1889

A educação na Baixada Maranhense: 1822/1889

brincadeira, porem não era obrigatório, da Escola. Depois serrar, plainar,.. Os outros colocavam até no xadrez. Os Mestres guardavam u- ma grande distância dos aprend[r]

178 Ler mais

Levantamento da fauna de Abelhas silvestres (Hymenoptera, Apoidea) na região da "Baixada Maranhense": Vitória do Mearim, MA, Brasil.

Levantamento da fauna de Abelhas silvestres (Hymenoptera, Apoidea) na região da "Baixada Maranhense": Vitória do Mearim, MA, Brasil.

Apifauna e flora associada (exceto Apidae) em região de capoeira, São Luis,.. zyxwvutsrqponmlkjihgfedcbaZYXWVUTSRQPONMLKJIHGFEDCBA  Monografia de Graduação,  Universidade Federal do Mar[r]

12 Ler mais

Levantamento de plantas medicinais na Baixada Maranhense.

Levantamento de plantas medicinais na Baixada Maranhense.

No desenvolvimento de. pesquisa visando o Le.vayvtame.nto da Vlora do Botado, buscou- se, na riqueza da Piona da Baixada Marayikcnse, informações a respeito dai, plantão utili .zaáas co[r]

14 Ler mais

Diagnóstico dos agentes e processos atuantes na fragmentação da paisagem na bacia hidrográfica do rio Pericumã, ambiente de Amazônia Maranhense

Diagnóstico dos agentes e processos atuantes na fragmentação da paisagem na bacia hidrográfica do rio Pericumã, ambiente de Amazônia Maranhense

Nesse contexto, expomos os resultados sobre as observações dos “sistemas atmosféricos” que se colocam sazonalmente sobre a bacia hidrográfica do rio Pericumã. Tais resultados pautam-se em leituras da literatura sobre essa temática e observações de imagens de satélite geoestacionário METOP - METEOSAT (satélites meteorológicos) durante os dois anos de pesquisa, imagens dos satélites orbitais LANDSAT 5 e 8 e parâmetros climáticos avaliados dos últimos 35 anos disponibilizados pelo Instituto Nacional de Meteorologia – INMET. Dessa forma, os resultados seguem informações e instruções propostas por Amorim e Sant’Anna Neto (2013, p. 79), com a inserção das escalas do clima e estratégias de abordagens 24 . Nesse contexto, a Mesorregião do norte do Estado do Maranhão, a Microrregião da Baixada Maranhense e Litoral Ocidental Maranhense apresentam, em suas extensões, grandezas que variam de centenas de km² a milhares de km², em especial a área da bacia hidrográfica do Pericumã, que se trata de uma área com dezenas de km², isto é, o equivalente a 5.085,73 (Km²).
Mostrar mais

175 Ler mais

Análise quantitativa da ecogenicidade testicular pela técnica do histograma de ovinos da baixada ocidental maranhense.

Análise quantitativa da ecogenicidade testicular pela técnica do histograma de ovinos da baixada ocidental maranhense.

grama a partir das imagens ultrassonográficas. Observou- -se que tanto a ecogenicidade do parênquima quanto a do mediastino testicular aumentaram gradativamente com a progressão das idades dos animais, com média e desvio- -padrão de 95,00±19,05 e 94,35±18,82 para a ecogenici- dade do parênquima do antímero direito e esquerdo, res- pectivamente, e 127,95±12,97 para o mediastino direito e 126,59±11,78 para o esquerdo. A técnica do histograma escala-cinza demonstrou ser um método eficiente na de- terminação da ecogenicidade testicular, possibilitando o estabelecimento de padrões de normalidade que venham a auxiliar pesquisas futuras no monitoramento do desen- volvimento testicular bem como na detecção de patologias. Para a regimes exclusivos de criação extensiva, como na baixada maranhense, representa ferramenta valiosa para sua utilização em projetos sociais do Estado que atendem a agricultura familiar.
Mostrar mais

7 Ler mais

Bactérias do gênero Aeromonas e indicadores de qualidade da água em pisciculturas da Região da Baixada Ocidental Maranhense

Bactérias do gênero Aeromonas e indicadores de qualidade da água em pisciculturas da Região da Baixada Ocidental Maranhense

SUMMARY - Among widely distributed agents in the aquatic ecosystem can be outstanding the families Aeromonadaceae and Enterobacteriaceae. The fishs are very important vehicles of human infections caused for these bacteria. With the approach the study intended to verify the occurrence of Aeromonas sp., thermotolerant coliforms and heterotrophic mesophilic bacteria in fish farms located in Occidental Baixada Maranhense Region. Twelve properties in the Pinheiro, Palmeirândia and Perimirim’ s cities were selected in the period from October of 2008 to March of 2009, and harvested water pond and fish samples of each fish farm, with the total of 96 samples. Aeromonas sp. was confirmed in 100% of samples, classified in four species, A. hydrophila (87,03%), A. caviae (8,02%), A. veronii sobria (3,70%), A.schubertii (1,23%). These bacteria showed high resistance and multiple resistance to the 12 antibiotics tested. The populations of heterotrophic mesophilic bacteria varied between 1,4 x 10 2 UFC/mL to 7,2 x 10 3
Mostrar mais

91 Ler mais

Percepção da sanidade em pisciculturas da baixada Ocidental Maranhense, Brasil / Perception of sanity in piscicultures in baixada Ocidental Maranhense, Brazil

Percepção da sanidade em pisciculturas da baixada Ocidental Maranhense, Brasil / Perception of sanity in piscicultures in baixada Ocidental Maranhense, Brazil

O estudo foi realizado em duas cidades do Estado do Maranhão, São Joao Batista e Viana. O município de São João Batista está situado na Mesorregião Norte Maranhense e na Microrregião da Baixada Maranhense, a 280 km da capital São Luís, abrange uma área de 649,9 km² com população estimada de 20.665 habitantes. Apresenta relevo de planície, clima tropical e duas estações definidas durante o ano, estação chuvosa e estiagem (IBGE, 2018). Quanto à economia, prevalece a agricultura de subsistência e a pesca, sendo a pesca favorecida pelo regime de cheias durante a estação chuvosa.
Mostrar mais

15 Ler mais

Padrões de floração e frutificação de árvores da Amazônia Maranhense.

Padrões de floração e frutificação de árvores da Amazônia Maranhense.

Community level phonological studies can facilitate the understanding of species behavior as a result of ecosystem changes, further reflecting on the annual allotment of specific resources. The aim of the present study was to define the general patterns, flowering and fruiting seasonality from a community in two forest areas of the Maranhense Amazon Rainforest: a non-disturbed area and another submitted to selective logging. The vegetation is composed of Amazon forest lianas alternating between dense and open high biomass forest. Average annual temperature varies between 24.5 O C and 26.0 O C, with precipitation ranging
Mostrar mais

10 Ler mais

O Conciliador e o jornalismo maranhense no início no século XIX

O Conciliador e o jornalismo maranhense no início no século XIX

Esta pesquisa objetiva analisar as práticas comunicacionais desenvolvidas pelo jornal O Conciliador do Maranhão, em São Luís, entre abril de 1821 e julho de 1823. Trata-se do primeiro jornal impresso da província, lançado pela administração local, ligada ao governo português em um período de ruptura política entre a agora ex-colônia e Portugal, movimento que, em um primeiro momento, não foi seguido pelo Maranhão. Entendemos, a partir da teoria construcionista, que a notícia, enquanto unidade discursiva, institui uma referência sobre a realidade, articulando as forças sociais, culturais, políticas, tecnológicas e históricas. Para apreendermos as diferentes relações que se estabeleceram então, adotamos o conceito de campos de poder, explanado por Pierre Bourdieu e delimitamos como categorias de análise os campos político, econômico e cultural. Buscamos as colaborações teóricas da história cultural sobre a produção, as formas de circulação e a apropriação das informações. Problematizamos o discurso jornalístico com a finalidade de compreendermos as representações elaboradas pelo impresso maranhense. O jornal citado, além de divulgar o discurso político em apoio à monarquia absolutista, também propiciou referências sobre o cotidiano da cidade, o que nos mostra que o jornal citado se constituiu em um espaço complexo, porque trouxe elementos sobre as disputas que movimentaram segmentos da população e sedimentou um projeto de nação naquele momento histórico. A existência de O Conciliador também acenou com a existência do campo jornalístico no começo no século XIX, engendrando pela atuação de camadas sociais capazes de aprender as informações, referendar significados sobre a organização social e transformar ou manter a ordem estabelecida.
Mostrar mais

248 Ler mais

REPRESENTAÇÃO E IMAGENS DE SI NAS TOADAS DE BUMBA-MEU-BOI

REPRESENTAÇÃO E IMAGENS DE SI NAS TOADAS DE BUMBA-MEU-BOI

As toadas de bumba-meu-boi do Maranhão constituem-se como canções criadas por sujeitos simples, distante da cultura erudita. Embalam a brincadeira do bumba-meu- boi e fornecem elementos para a compreensão de universos diferenciados. Buscando entender as expressões e visões nas quais o poeta-cantador se autorrepresenta, esta pesquisa analisa as imagens que o cantador faz de si em 80 toadas de bumba-meu-boi maranhense dos anos de 2006 a 2012 dos grupos: Madre Deus (2011 e 2012), Maracanã (2012), Maioba (2012), Liberdade (2012), Santa Fé (2011 e 2012), Floresta (2006 e 2011), Axixá (2012) e Pindaré (2011). As canções, com foco nas letras, são analisadas a partir de eixos temáticos, tais como: a relação do cantador com o boi, com a comunidade, com outros cantadores, com outros bois; a luta para vencer as dificuldades e a evocação divina. A investigação é conduzida partindo do perfil cultural do bumba-meu-boi, contextualizando as toadas e o cantador dentro da festa, apoiando-se nos estudos tradicionais de Mario de Andrade e Câmara Cascudo, bem como das pesquisas de Ester Marques, Maria Michol Pinho de Carvalho entre outros. Para compreender as toadas e o cantador em sua relação com a pós-modernidade, em nível conceitual e global, recorreu-se às leituras de Fredric Jameson e Zygmunt Bauman e para o entendimento sobre uma análise metodológica do texto poético, musical, de base cultural, e sua implicação no contexto dos estudos literários, as leituras de Paul Zumthor e Peter Burke. Para analisar as representações, a partir do conceito das imagens de si buscaram-se os aportes teóricos de Ruth Amossy e Umberto Eco. As reflexões revelam que a partir da voz de um sujeito que produz aquilo que canta, o texto que nasce da cultura popular também sofre o processo de mimetização textual, no qual estereótipos já reconhecidos social e culturalmente, bem como a evocação da postura crítico- reflexiva do cantador e suas intenções podem aparecer disfarçadas pelas representações que faz.
Mostrar mais

138 Ler mais

Caracterização química e granulométrica de solos do Golfão maranhense.

Caracterização química e granulométrica de solos do Golfão maranhense.

O Estado do Maranhão apresenta quatro unidades geomorfológicas: chapadões centrais e meridionais; área de transição com relevo residual; colinas terciárias e o Golfão Maranhense, uma região rebaixada e alagadiça dos estuários afogados dos rios Pindaré, Mearim, Itapecuru e Munim (Ab’Saber, 1960). Segundo a classificação de Ab`Saber (1960), o Golfão Maranhense é formado por terras rebaixadas, próximas ao mar, onde ocorrem zonas com risco de inundação e presença de solos hidromórficos ou com drenagem impedida e elevados teores de bases trocáveis.
Mostrar mais

12 Ler mais

Indicadores edáficos em sistemas de manejo no cerrado maranhense / Edaphic indicators in management systems in the cerrado maranhense

Indicadores edáficos em sistemas de manejo no cerrado maranhense / Edaphic indicators in management systems in the cerrado maranhense

Latossolo no Cerrado Maranhense. Foram coletadas amostras nas camadas de 0,00-0,10, 0,10-0,20 e 0,20-0,40 m, em três áreas sob distintos sistemas de manejo (cultivo de banana; milho; e pastagem de braquiária) e uma área de referência (mata). Quantificou-se os valores de pH, Ca2+, Mg2+, Al3+, H+Al, K+, P, carbono orgânico total (COT), estoque de carbono (EstC), e posteriormente calculada a soma de bases (S). Adicionalmente foram também determinadas a densidade do solo (Ds), densidade de partículas (Dp) e porosidade total (Pt). Na camada de 0,00-0,10 m foram verificados os menores valores de Ds e Pt nas áreas de milho, banana e mata, enquanto na área de pastagem observaram-se os maiores valores de Ds. Os valores de pH, Ca2+, Mg2+, H+Al e S nas áreas de cultivo de milho e pastagem de braquiárias, foram influenciados pelo manejo, em comparação a mata. Na camada de 0,00-0,10 m os maiores valores de COT e EstC foram verificados nas áreas de mata, banana e milho, e para a camada de 0,10-0,20 m na área de mata, seguida pela área de banana. O manejo do solo nas áreas de milho e banana favoreceu os menores valores de Ds, e consequentemente uma maior porosidade total na camada de superficial. Nas áreas de mata, milho e banana foi observada uma melhor qualidade física, maior conteúdo de carbono orgânico total em função da menor intensidade de manejo da camada superficial do solo. Com o uso das análises de componentes principais e agrupamento hierárquico, os sistemas de manejo puderam ser separados de acordo com os atributos edáficos avaliados.
Mostrar mais

20 Ler mais

O circuito espacial de produção e os círculos de cooperação da soja no Maranhão no período técnico-científico informacional

O circuito espacial de produção e os círculos de cooperação da soja no Maranhão no período técnico-científico informacional

The study in screen it has as objective the understanding of the space circuit of production and the circles of cooperation of the soy that if develop in the Maranhão in the technician-scientific-informational period. Characterized for the material and incorporeal flows if they develop in the Maranhão, from the moment where it had a process of integration of the maranhense territory while peripheral space of the capitalist dynamics, that if gave through the politics of regional integration created by the State, but when it had a process of selective modernization, also partial and conservative of the agriculture, that made possible the significant increase of the production and reproduction of the capital. The study sample that with the advent of the soy, had a concentration of the production techniques, mainly in the agricultural region of Balsas, due to bigger it offers of lands, time of implantation of the culture, technique accumulated in the production, whereas in the agricultural region of Chapadinha, these indices still are without representation. Moreover, the intensification of the agricultural credit, the agrarian politics and tax incentives are elements that have propitiated increase of the production of the soy. The development of the space circuit and circles of cooperation of the soy, a side, create new forces politics in the Maranhão that can result in the creation of a new state, the other, are responsible, for the elimination of part of the subsistence agriculture, producing social problems as, agrarian concentration and unemployment. The study it still evidences the appropriation of the place for a small number of companies that has generated, beyond an intense concentration of income, an alienation of the territory, in view of that this is used for a strange purpose to the place and the yearning of the population does not stop.
Mostrar mais

220 Ler mais

Show all 298 documents...