Percepção do cliente.

Top PDF Percepção do cliente.:

Procedimentos estéticos: percepção do cliente quanto ao esclarecimento para a tomada...

Procedimentos estéticos: percepção do cliente quanto ao esclarecimento para a tomada...

Para Castilho (2001), a percepção do cliente frente à sua mudança corporal após uma intervenção estética é influenciada por suas expectativas em relação à mudança cirúrgica. Um ponto importante que a literatura em cirurgia plástica sempre reitera é a relevância em clarear as expectativas pré-operatórias do indivíduo quanto à cirurgia. Afirma, ainda, que a decisão pela cirurgia plástica não deve ser tomada de forma impulsiva, devendo-se avaliar os prós e os contras. Desde o final do século XX, a mídia vem divulgando informações sobre os diversos tipos de tratamento em medicina estética. As opções de tratamento de beleza são bastante conhecidas do grande público, sendo as novidades e tipos de tratamento veiculados com freqüência nas rádios e tevês, bem como na grande diversidade de revistas especializadas ou não. A internet é um outro meio de divulgação, com vários “sites” nos quais é possível saber o que há de novo em medicina estética, quase simultaneamente aos seus lançamentos.
Mostrar mais

106 Ler mais

Procedimentos estéticos: percepção do cliente quanto ao esclarecimento para a tomada de decisão.

Procedimentos estéticos: percepção do cliente quanto ao esclarecimento para a tomada de decisão.

O trabalho verificou a percepção do cliente quanto ao esclare- cimento e à liberdade para to- mada de decisão na realização de procedimentos estéticos. A amostra foi de 44 clientes, fre- qüentadores da Clínica do estu- do. A coleta de dados foi reali- zada com instrumento de 28 proposições, classificadas nas categorias: Informação, Compe- tência e Liberdade, e duas esca- las para percepção dos clientes quanto ao esclarecimento das informações e a liberdade para tomada de decisão. Os resultados mostraram predomínio dos clientes com grau de instrução de nível superior, profissão nos níveis III, IV e V; renda familiar superior a 30 salários mínimos, idade de 41 a 50 anos, sexo feminino e estado civil casado. O tratamento clínico predomi- nou sobre o cirúrgico, havendo superioridade do escore Com- petência em relação à Informação e Liberdade. Quanto às escalas referentes à percepção dos clien- tes, concluiu-se, no geral, que perceberam-se esclarecidos e livres para a tomada de decisão.
Mostrar mais

8 Ler mais

A consulta de enfermagem no contexto da comunicação interpessoal: a percepção do cliente.

A consulta de enfermagem no contexto da comunicação interpessoal: a percepção do cliente.

Este estudo relata a percepção do cliente quanto a consulta de enfermagem, sob o ponto de vista do contexto da comunicação interpessoal. Os dados foram coletados através de entrevista semi-estruturada, com uma amostra de 11 (onze) clientes atendidos no Programa de Controle do Diabetes e Hipertensão do Centro de Especialidades Médicas, em Campo Grande- MS. Os resultados mostraram a percepção positiva do cliente em relação a consulta de enfermagem e ao enfermeiro, e evidenciaram as dificuldades dos clientes em expor seus sentimentos claramente.

5 Ler mais

A percepção do cliente hospitalar em relação ao marketing de  da indústria farmacêutica

A percepção do cliente hospitalar em relação ao marketing de da indústria farmacêutica

questionário foram levantados, ainda, subsídios na literatura sobre promoção de medicamentos que utilizaram questionários do tipo Likert para o levantamento de dados. Dentre estas, estudo realizado por Barnes e Holcenberg (1971) sobre práticas promocionais de medicamentos junto a estudantes de medicina e farmácia; pesquisa realizada por Madhavan et al. (1997) acerca do oferecimento de brindes e cortesias pela indústria farmacêutica; o estudo de Reeder et al. (1993) para determinação da extensão do envolvimento dos propagandistas em programas de residência médica; e levantamento de McKinney et al (1990) sobre a percepção de médicos e residentes quanto ao valor das informações e dos programas de educação disponibilizados pelos laboratórios.
Mostrar mais

57 Ler mais

AVALIAÇÃO DA ASSISTÊNCIA AMBULATORIAL DE ENFERMAGEM SEGUNDO A PERCEPÇÃO DO CLIENTE.

AVALIAÇÃO DA ASSISTÊNCIA AMBULATORIAL DE ENFERMAGEM SEGUNDO A PERCEPÇÃO DO CLIENTE.

A maior parte dos discursos significantes para o estudo em curso versa sobre as atitudes esperadas e encontradas no atendimento prestado pelos profissionais do ambulatório da instituição pesquisada. E abundante o número de falas que abordam os sentimentos envolvidos na relação cliente-profis- sional e a exemplificação de comportamentos desejados expressa pelos entre- vistados.

17 Ler mais

A percepção do cliente em hemodiálise frente à fístula artério venosa em seu corpo.

A percepção do cliente em hemodiálise frente à fístula artério venosa em seu corpo.

O setor de hemodiálise é muito enriquecedor no que diz respeito à interação enfermagem-paciente. Nesta especialidade de cuidar, o cliente comparece ao setor três vezes por semana, permanecendo em média por um período diário de quatro horas. Isto resulta em interação integral, cuja relação de proximidade leva, muitas vezes, a um conhecimento amplo sobre a pessoa, o contexto familiar e o processo da doença. Durante esta interação pude obser var características comportamentais freqüentes nestas pessoas nas quais inúmeras vezes, imagens se repetiam sob forma de mecanismos de defesa e que eram expressas por eles, em sua maioria, de forma não-verbal.
Mostrar mais

5 Ler mais

Um estudo sobre a percepção do cliente pré-pago quanto ao serviço de roaming de chamadas terminadas

Um estudo sobre a percepção do cliente pré-pago quanto ao serviço de roaming de chamadas terminadas

Conforme mencionado anteriormente, o estudo avaliará os resultados da pesquisa de satisfação quanto ao item cobertura, classificará a característica roaming de chamadas termi[r]

161 Ler mais

A Percepção Do Cliente Sobre A Importância Da Rastreabilidade Das Garrafas De Vidro Na Cadeia Cervejeira

A Percepção Do Cliente Sobre A Importância Da Rastreabilidade Das Garrafas De Vidro Na Cadeia Cervejeira

A transparência na identificação da origem dos alimentos é uma necessidade. Após várias ocorrências de recalls e incidentes relacionados à insegurança dos alimentos ocorridos pelo mundo, gerou-se uma maior conscientização dos consumidores sobre as questões de segurança alimentar. Neste cenário, a rastreabilidade dos alimentos aparece como uma ferramenta importante. Este artigo tem como objetivo avaliar o valor percebido da rastreabilidade das garrafas de vidro na cadeia cervejeira. A pesquisa foi desenvolvida em uma indústria vidreira produtora de garrafas de cerveja de vidro e fornecedora de várias cervejarias em uma empresa brasileira. O estudo foi realizado através de análise documental de dados secundários de pesquisas realizadas anteriormente, produzindo um conjunto quantitativo de informações relacionadas ao nível de satisfação das cervejarias relacionadas a vários aspectos do produto e serviços prestados pela empresa, como: expectativa do cliente, qualidade da embalagem,
Mostrar mais

26 Ler mais

A percepção da utilização da Tecnologia da Informação (TI) como estratégia de valor: uma análise na Gestão Pública – SEFAZ – PE

A percepção da utilização da Tecnologia da Informação (TI) como estratégia de valor: uma análise na Gestão Pública – SEFAZ – PE

Este trabalho analisa a adoção de inovação gerencial, através da implantação de Tecnologia da Informação (TI) na administração pública, sob a percepção do cliente (usuário) do valor deste recurso. Procura-se conceituar o Valor Baseado em Recurso (VBR), analisando a sustentabilidade desta estratégia através do framework “VRIO” (sigla que representa “valor”, “raridade”, “imitabilidade” e “organização”). Ressalta-se a relevância desta análise pela inserção de TI e pela contextualização na “Nova Gestão Pública” de característica empreendedora, que tem como elemento estruturante da estratégia a visão baseada em recursos, realidade definida com intenção de inovação e mudança, que reforça através de suas diretrizes o conceito d e base “neo-schumpeteriano”. O desafio de implementar novos modelos de gestão, distintos dos anteriormente utilizados, exige a aplicação de mecanismos de relacionamento com o cliente e sociedade próprios da administração privada, resultando em uma organização eficiente, eficaz e adequada a este ambiente altamente competitivo.
Mostrar mais

164 Ler mais

A percepção da utilização da Tecnologia da Informação (TI) como estratégia de valor: uma análise na Gestão Pública – SEFAZ – PE

A percepção da utilização da Tecnologia da Informação (TI) como estratégia de valor: uma análise na Gestão Pública – SEFAZ – PE

Este trabalho analisa a adoção de inovação gerencial, através da implantação de Tecnologia da Informação (TI) na administração pública, sob a percepção do cliente (usuário) do valor deste recurso. Procura-se conceituar o Valor Baseado em Recurso (VBR), analisando a sustentabilidade desta estratégia através do framework “VRIO” (sigla que representa “valor”, “raridade”, “imitabilidade” e “organização”). Ressalta-se a relevância desta análise pela inserção de TI e pela contextualização na “Nova Gestão Pública” de característica empreendedora, que tem como elemento estruturante da estratégia a visão baseada em recursos, realidade definida com intenção de inovação e mudança, que reforça através de suas diretrizes o conceito de base “neo-schumpeteriano”. O desafio de implementar novos modelos de gestão, distintos dos anteriormente utilizados, exige a aplicação de mecanismos de relacionamento com o cliente e sociedade próprios da administração privada, resultando em uma organização eficiente, eficaz e adequada a este ambiente altamente competitivo.
Mostrar mais

160 Ler mais

Dados dos clientes: uma troca de valor entre empresa e cliente no setor bancário

Dados dos clientes: uma troca de valor entre empresa e cliente no setor bancário

A primeira variável analisada foi a Percepção do Cliente sobre a coleta de seus dados por parte das empresas, quando questionados a respeito da sua confiança em relação à segurança dos dados coletados pelas instituições financeiras, sobre o seu conhecimento em relação aos dados que são coletados e sobre estarem dispostos a compartilhar seus dados com as instituições financeiras em troca de benefícios, a maioria dos respondentes retornou valores 4 e 5, apresentando médias entre 3,5 e 4 e, assim, demonstrando concordância com as afirmações apresentadas. Enquanto, para as questões que se referiram à percepção de que as instituições oferecem benefícios em troca desses dados, a resposta dos clientes se concentrou nos valores 1 e 2, com médias de 2,75 e 2,66, apontando que os sujeitos discordam da afirmação apresentada.
Mostrar mais

14 Ler mais

Diálise peritoneal: a percepção tátil do cliente na convivência com o cateter.

Diálise peritoneal: a percepção tátil do cliente na convivência com o cateter.

Não obstante, o uso de técnicas artísticas de produção de dados trouxe à tona os saberes inconscientes, desconhecidos, inesperados, como dados que expressaram o íntimo das pessoas. Uma rica produção de dados subjetivos e objetivos. Houve uma busca de totalidade daquele indivíduo no que tange à sua realidade, e também à do enfermeiro comprometido com o cuidado oferecido. Os dados relacionados a percepção do cliente sobre o cateter evidenciam sua essencialidade no abdome, ainda que gere mal-estar. A alternância do bem-estar e do mal-estar resulta da adaptação dos clientes ao convívio do mesmo preso ao seu corpo. E, ainda que a indiferença tenha sido pontuada com freqüência, essa postura remete à necessidade de cuidados de enfermagem essenciais ao apoio psico-afetivo dos clientes e na manutenção e integridade incessante do cateter.
Mostrar mais

5 Ler mais

Valor para o Cliente e Valor do Cliente: Conceitos e Implicações para o Processo de Marketing

Valor para o Cliente e Valor do Cliente: Conceitos e Implicações para o Processo de Marketing

A estratégia competitiva (posicionamento competitivo), que ocupa a camada hierárquica seguinte, emerge da necessidade de a empresa assegurar crescimento e rentabilidade investindo na capacidade de gerar diferenciais competitivos e de conduzir ações levando em conta, simultaneamente, seus recursos, capacidades e competências internas, o mercado e a concorrência. O marketing figura como subsistema do processo gerencial e a questão do valor constitui seu foco central. Esse processo busca a geração de valor superior para o cliente mediante a introdução de estratégias de crescimento no âmbito corporativo, e de crescimento e posicionamento de mercado na esfera do domínio competitivo.
Mostrar mais

20 Ler mais

Explorando práticas do desenvolvimento de produtos em pequenas e médias empresas do setor de equipamentos médico-hospitalares.

Explorando práticas do desenvolvimento de produtos em pequenas e médias empresas do setor de equipamentos médico-hospitalares.

Para definição e avaliação do sucesso do projeto, foram adotados critérios já consagrados em pesquisas internacionais que também discutiram sucesso de projetos, tais como as relatadas nos trabalhos de Souder, Buisson e Garret (1997) e de Yap e Souder (1994). Por esses critérios, o representante ou a equipe da empresa, respondente do questionário, definia um projeto como sendo de sucesso ou não, a partir da percepção do histórico de avaliação do projeto pela empresa. A classificação dos novos produtos em sucesso ou não sucesso foi feita pelo respondente, que comparava os resultados do produto em relação às expectativas da empresa quanto ao retorno geral do produto (combinação de critérios como vendas alcançadas, participação de mercado, lucratividade, satisfação do cliente, contribuição tecnológica e geração de novas competências para a empresa).
Mostrar mais

15 Ler mais

Capital da marca centrado no cliente : factores que condicionam a memorização e a percepção do nome da marca

Capital da marca centrado no cliente : factores que condicionam a memorização e a percepção do nome da marca

Depois de realizada a análise dos resultados dos testes de memória e de associações em cada um dos três grupos (significado, familiaridade e distinção), com base numa amostra de 153 respondentes e, tendo em conta as limitações deste estudo, foi concluído que, por um lado, os nomes de marcas muito distintos e familiares são mais facilmente memorizados quando comparados com nomes de marcas pouco distintos e desconhecidos, e por outro lado, factores como o significado, a distinção e a familiaridade, são factores do nome que exercem uma influência mais positiva na percepção dos consumidores, quando comparados com nomes de marcas sem significado, pouco distintos e desconhecidos. Com estes resultados verificou-se alguns dos efeitos que o nome da marca, pode ter nos consumidores, sendo que, para alem das características linguísticas é importante que o nome alcance uma alta notoriedade junto dos consumidores, para que se torne bem sucedido no mercado.
Mostrar mais

51 Ler mais

 Ana Paula de Jesus

Ana Paula de Jesus

Quando se tratam de produtos não disponíveis no mercado onde actua a empresa, os quais têm de ser importados, sujeitos a prazos de entrega demorados e a custos de transportes elevados, o cliente é compelido a adquirir grandes quantidades para stock a médio prazo. Apesar da recente tendência de anulação de stocks, não é por vezes possível agir de outro modo, pois os custos associados, nomeadamente de desalfandegamento e transporte, devem ser racionalizados. A título de exemplo, um transporte TIR totalmente dedicado, implica custos pouco mais elevados que o aluguer de um quarto de espaço, pelo que é necessário racionalizar (Jakobi, 2002).
Mostrar mais

175 Ler mais

Satisfação da população de baixa renda no uso do crédito através do cartão magnético

Satisfação da população de baixa renda no uso do crédito através do cartão magnético

No estudo de Brusky e Fortuna (2002), foi apurado que os serviços das financeiras - cartões de crédito e empréstimos - são usados essencialmente para cobrir despesas com emergências. O pouco uso de cartões das financeiras se deve às altas taxas de juros cobradas. Os empréstimos parecem ser um pouco mais utilizados, mas geralmente a contragosto do tomador, sendo a tomada do crédito feita por falta de opção. As facilidades nas exigências fazem das financeiras as mais acessíveis opções de crédito formal para as populações de baixa renda. Ainda assim, as financeiras são evitadas. Possuem uma má imagem em virtude das altas taxas cobradas, da burocracia existente, da maneira agressiva de cobrança e percepção obtusa em relação à negociação do atraso.
Mostrar mais

112 Ler mais

UNIVERSIDADE FEDERAL DO CEARÁ FACULDADE DE ECONOMIA, ADMINISTRAÇÃO, ATUÁRIA, CONTABILIDADE E SECRETARIADO EXECUTIVO (FEAAC) CURSO DE CIÊNCIAS ECONÔMICAS ROBSON FERNANDES NOGUEIRA

UNIVERSIDADE FEDERAL DO CEARÁ FACULDADE DE ECONOMIA, ADMINISTRAÇÃO, ATUÁRIA, CONTABILIDADE E SECRETARIADO EXECUTIVO (FEAAC) CURSO DE CIÊNCIAS ECONÔMICAS ROBSON FERNANDES NOGUEIRA

Um bom agendamento organiza o trabalho do pós-vendas, preparando a equipe para o volume e qualidade de trabalho semanal e diário, diminui filas ou tempo de espera na recepção, propicia a seleção do técnico capacitado para o trabalho, favorece a disponibilidade adequada de peças, permite que o cliente possa conhecer tempos e custos aproximados, evitando surpresas desfavoráveis, demonstra ao cliente profissionalismo e eficiências. Também gera satisfação e entusiasmo dos clientes para com a concessionária, o que frequentemente se traduz em novos serviços e indicações para outros clientes.
Mostrar mais

34 Ler mais

Esc. Anna Nery  vol.10 número1

Esc. Anna Nery vol.10 número1

El estudio trata sobre la percepción sensorial imaginativa del cliente frente a la covivencia con la disfunción er éctil ( DE) en el Instituto del Estado de Diabetes y Endocrinología ( IDEE) , RJ, en el período entre 2004 y 2005. Los objetivos trazados habían sido identificar la percepición sensorial imaginativa de del cliente frente la DE en el preoperatorio; describir como la experiencia de los sentidos sociocomunicantes del cuer po refleja la convivencia del cliente frente la DE y analizar estos puntos imaginarios para subvencionar la esfer a del cuidado en enfer mería. El r eferencial teórico privilegió las denegaciones y los principios cor por ales de los sentidos sociopoéticos y del cuer po como categorías teóricas y analíticas. La metodología desar rollada en seis momentos fue basada en el dispositivo analítico del gr upo de investigación. La producción de los datos r esultó de la experiencia de los sentidos sococomunicantes del cuer po r eajusta- do para este estudio y de Técnicas proyectivas de los lugares geomíticos. Los principales r esu lt ad o s h ab ían señ alad o co mo cat eg o r ías an alít icas el sen t id o y la visió n : ( in) comprensión, ( in) diferencia, ( de) cuido, confrontación, fr ustr ación e incapacidad. En el sentido audición aparecieron el rechazamiento, la pérdida de autoestima, autoimagen, el dolor y el apoyo. En el sentido paladar, el sentido social, la confrontación, la defensa, la incapacidad física y afectiva habían sido pr edominantes. En el sentido del olor, la fr ustración pone en contr aste con placer. En el sentido del tacto el ( des) equilibrio apareció, la incapacidad que genera impotencia. En el sentido del corazón, la esperanza subven- ciona el r escate del equilibrio per sonal y conyugal. Las consider aciones principales separ an la for ma de experiencia de los sentidos sociocomunicantes del cuer po como posibilidad de ( re) dimensionar el cuidado del enfer mero en el preoperatorio, desde la r efer encia del pr opio cliente. A tr avés del for mular io y de los pr incipios y de las denegaciones de la sociopoética fue posible identificar en las manifestaciones del imaginario una convivencia del cliente frente la DE.
Mostrar mais

4 Ler mais

Terapia Centrada no Cliente

Terapia Centrada no Cliente

com medo. Oh céus, uma vez tive medo, não tive? Logo no início, quando disse qualquer coisa sobre ser melhor do que a maioria das pessoas e você reformulou essa afirmação de tal maneira que me vi com uma vaidade extrema. Revelou com isso uma visão certeira, como compreendi, claramente, a seguir, mas no momento corri rapidamente na direcção oposta. A certa altura, o senhor disse qualquer coisa sobre relações que não fui de todo capaz de ver. Como se tivesse a sensação de que era uma coisa correcta, concordei sem compreender e continuei. A julgar pelos resultados, a entrevista teve um êxito imenso e todas as suas observações iam na direcção que eu tentava sugerir. Imagino que muita gente, ao ler o relato da entrevista, diria que se tratava de uma bela demonstração do argumento de que os counsellors introduzem as suas próprias apreciações e conduzem o cliente. Mas se eu lhe perguntasse: «Desculpe, mas em que direcção me estou a mover?» e o senhor me respondesse: «Norte», não vejo qualquer fundamento para afirmar que me impele nessa direcção. Todavia, é muito difícil prová-lo. Muitas das suas respostas vieram com um pequeno choque – de modo particular o tema recorrente dos «rótulos» e da «conformidade» bem como muito material escavado e que parecia pouco relevante. Esses choques, porém, eram agradáveis – era um alívio ter tirado a máscara. Gostaria de me livrar dela, mas não o podia fazer por mim mesma, de modo que é você que transmite esse meu desejo real. Mas, uma vez mais, quem visse a situação, a partir de um quadro de referência externo, provavelmente acusá-lo-ia de seleccionar tendo em conta as suas próprias opiniões e valores».
Mostrar mais

567 Ler mais

Show all 9368 documents...

temas relacionados