Para o desenvolvimento futuro deste trabalho, pretende-se implementar uma frequência para a aplicação do formulário. O modelo de dados atual inclui uma tabela tempo, sendo possível armazenar os dados conforme o ano de coleta. Os dados coletados podem passar pelo mesmo processo de adaptação para o banco de dados, utilizando os mesmos ETL’s e a mesma

dashboard ou incluindo a adaptação do processo como um todo, adicionando ou excluindo

competências, desenvolvendo um novo formulário e adaptando o modelo dos dados. Também pode ser refeita uma dashboard do início, possibilitando a exibição de dados novos ou em uma disposição dos gráficos diferente do atual.

REFERÊNCIAS

ACATE. Observatório ACATE: tech report 2020 panorama do setor de tecnologia catarinense 2020.. TECH REPORT 2020 Panorama do Setor de Tecnologia Catarinense 2020.. 2020. Disponível em: https://www.techreportsc.com/. Acesso em: 02 set. 2020. ANANDARAJAN, Murugan; ANANDARAJAN, Asokan; SRINIVASAN, Cadambi A..

Business Intelligence Techniques: a perspective from accounting and finance. Philadelphia:

Springer, 2012. Disponível em:

https://books.google.com.br/books?hl=pt-BR&lr=&id=6PP5BwAAQBAJ&oi=fnd&pg=PA1&dq=business+intelligence+data+warehou se&ots=HxZUwWRQY0&sig=0PlzR0Vf4i5oAl603fJI2d38PeQ#v=onepage&q=business%20 intelligence%20data%20warehouse&f=false. Acesso em: 15 out. 2020.

AUDY, Jorge; PIQUÉ, Josep. Dos parques científicos e tecnológicos aos ecossistemas de

inovação: desenvolvimento social e econômico na sociedade do conhecimento. Brasília:

Anprotec, 2016. 26 slides, color. Disponível em:

https://www.congressodeinovacao.com.br/media/filer_public/64/ab/64ab6461-64ae-4b4b-

81c0-137bd04f20ea/dos_parques_cientificos_e_tecnologicos_aos_ecossistemas_de_inovacao.pdf. Acesso em: 21 nov. 2020.

BAPTISTA, Sofia Galvão; CUNHA, Murilo Bastos da. Estudo de usuários: visão global dos métodos de coleta de dados. Perspect. ciênc. inf., Belo Horizonte , v. 12, n. 2, p. 168-184, Aug. 2007 . Available from

<http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S1413-99362007000200011&lng=en&nrm=iso>. access on 21 Nov. 2020. https://doi.org/10.1590/S1413-99362007000200011.

BNDES (org.). Porte de empresa. Disponível em:

https://www.bndes.gov.br/wps/portal/site/home/financiamento/guia/porte-de-empresa. Acesso em: 30 mar. 2021.

BOBATO, Géssica. COMPETÊNCIAS COMPORTAMENTAIS DAS GERAÇÕES X E

Y: a percepção dos gestores da organização abc. 2014. 66 f. Tese (Doutorado) - Curso de

Administração, – Departamento de Ciências Administrativas, Contábeis, Econômicas e da Comunicação Social, Universidade Regional do Noroeste do Estado do Rio Grande do Sul, Três Passos, Rs, 2014. Disponível em:

https://bibliodigital.unijui.edu.br:8443/xmlui/handle/123456789/2844. Acesso em: 08 fev. 2021.

BONEL, Claudio. Afinal, o que é business intelligence? [S. L]: Clube de Autores, 2017. 150 p.

BRASSCOM. Organização. Guia de Funções de Tecnologia da Informação e Comunicação no Brasil. 2017. Disponível em:

https://brasscom.org.br/wp-content/uploads/2017/08/brasscom-guia_de_funcoes_de_tic_2a_edicao-2017.pdf. Acesso em: 01 jun. 2021.

CAMPOS, Ricardo Luiz B. L.. Qual o Perfil do Profissional da Área de Tecnologia da Informação? O mercado e o perfil do profissional de TI. Sbc Horizontes, Brasília, v. 3, n. 3,

p. 31-34, dez. 2010. Disponível em: http://horizontes.sbc.org.br/old/edicoes/v03n03/v03n03-31.pdf. Acesso em: 30 mar. 2021.

CASS, Stephen. Top Programming Languages 2020: python rules the roost, but cobol gets a pandemic bump. Python rules the roost, but Cobol gets a pandemic bump. 2020. Disponível em:

https://spectrum.ieee.org/at-work/tech-careers/top-programming-language-2020?referrer=%2F. Acesso em: 30 mar. 2021.

CHAUDHURI, Surajit; DAYAL, Umeshwar; NARASAYYA, Vivek. An Overview of Business Intelligence Technology. Communications Of The Acm, Teste, v. 54, n. 8, p. 88-98, ago. 2011. Disponível em: https://cacm.acm.org/magazines/2011/8/114953-an-overview-of-business-intelligence-technology/fulltext. Acesso em: 18 nov. 2020.

CUNHA, Luísa Margarida Antunes da. Modelos Rasch e Escalas de Likert e Thurstone na

medição de atitudes. 2008. 78 f. Tese (Doutorado) - Curso de Ciências, Universidade de

Lisboa, Lisboa, 2008. Disponível em: https://repositorio.ul.pt/handle/10451/1229. Acesso em: 30 mar. 2021.

DURÃES, Geison. Dashboard BI: qual a importância e que tipos são mais usados?. 2019. Disponível em: https://blog.tecnospeed.com.br/dashboard-bi-nas-empresas/. Acesso em: 07 nov. 2020.

FRAGA, Bruna Devens et al. Business Intelligence: métodos e técnicas de gestão do

conhecimento e as tendências para avanços do capital intelectual. Navus: Revista de Gestão e Tecnologia, Florianópolis, v. 7, n. 1, p. 43-56, 09 jan. 2017. Trimestral. Disponível em: http://navus.sc.senac.br/index.php/navus/article/view/410. Acesso em: 03 nov. 2020.

GIL, Antônio Carlos. Métodos e técnicas de pesquisa social. 5. ed. São Paulo: Atlas, 1999. GURGEL, André Morais et al. Seleção de profissionais de TI por competências em uma instituição do ensino superior: uma proposta baseada em um modelo multicritério de apoio à decisão. Gest. Prod., São Carlos, v. 25, n. 1, p. 16-29, mar. 2018. Disponível em

<http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0104-530X2018000100016&lng=pt&nrm=iso>. acessos em 08 fev. 2021. Epub 22-Jun-2017. http://dx.doi.org/10.1590/0104-530x2417-16.

INMON, Wilian H. Building the Data Warehouse. 4. ed. Indianopolis: Wiley Publisher, Inc., 2005.

JUNG, C.F. Metodologia Científica: Ênfase em Pesquisa Tecnológica. 3ª Edição Revisada e Ampliada– 2003/I. Destina-se a Difusão Tecnológica Gratuita – Incentivo a Produção

Científica Nacional. Disponível em: https://docplayer.com.br/6565778-Metodologia-cientifica-enfase-em-pesquisa-tecnologica.html. Acesso em 30. nov. 2020.

KIMBALL, Ralph; ROSS, Margy. The Data Warehouse Toolkit: the complete guide to dimensional modeling. 2. ed. New York: John Wiley And Sons, Inc., 2002.

KON, Anita. ECOSSISTEMAS DE INOVAÇÃO: A NATUREZA DA INOVAÇÃO EM SERVIÇOS. Racef – Revista de Administração, Contabilidade e Economia da Fundace, Ribeirão Preto, v. 1, n. 7, p. 14-27, mar. 2016. Disponível em:

https://www.fundace.org.br/revistaracef/index.php/racef/article/view/170/pdf_4. Acesso em: 22 nov. 2020.

LENGLER, Fernando Ramos; DALMAU, Marcos Baptista Lopez. Competências técnicas e comportamentais docentes na educação a distância: reflexões e apontamentos. Revista

Pensamento Contemporâneo em Administração, [S.L.], v. 10, n. 2, p. 1-17, 30 jun. 2016.

Departamento de Empreendedorismo e Gestão da UFF.

LUCIANO, Edimara Mezzomo et al. COMPETÊNCIAS INDIVIDUAIS RELEVANTES PARA OS CHIEF INFORMATION OFFICERS NA PERCEPÇÃO DE PROFISSIONAIS DE TECNOLOGIA DA INFORMAÇÃO. Revista Eletrônica de Sistemas de Informação, [S.L.], v. 11, n. 01, p. 3-27, 30 jun. 2012. IBEPES (Instituto Brasileiro de Estudos e Pesquisas Sociais). http://dx.doi.org/10.5329/resi.2012.1101005. Disponível em:

http://www.periodicosibepes.org.br/index.php/reinfo/article/view/977/pdf. Acesso em: 26 fev. 2021.

MALHOTRA, Naresh K.; NUNAN, Daniel; BIRKS, David F.. Marketing Research: an applied approach. 5. ed. New York: Pearson, 2017.

MIRANDA, Silvânia Vieira. Identificando competências informacionais. Ciência da

Informação, [S.L.], v. 33, n. 2, p. 112-122, ago. 2004. FapUNIFESP (SciELO).

http://dx.doi.org/10.1590/s0100-19652004000200012. Disponível em:

https://www.scielo.br/j/ci/a/Tbx3GhXh96kbDCJYZYwYnbh/?lang=pt&format=pdf. Acesso em: 08 fev. 2021.

PATACSIL, Frederick F.; TABLATIN, Christine Lourrine S.. EXPLORING THE

IMPORTANCE OF SOFT AND HARD SKILLS AS PERCEIVED BY IT INTERNSHIP STUDENTS AND INDUSTRY: a gap analysis. Journal Of Technology And Science

Education. Barcelona, p. 347-368. ago. 2017.

SCHIMIGUEL, Juliano. Gerenciamento de Banco de Dados: análise comparativa de sgbd⠹s. Análise Comparativa de SGBD’S. 2014. Disponível em:

https://www.devmedia.com.br/gerenciamento-de-banco-de-dados-analise-comparativa-de-sgbd-s/30788. Acesso em: 21 out. 2020.

SILVA, Edna Lúcia da; MENEZES, Estera Muszkat. Metodologia da Pesquisa e

Elaboração de Dissertação. 2001. 121 f. Monografia (Especialização) - Curso de Engenharia

de Produção, Universidade Federal de Santa Catarina, Florianópolis, 2003. Disponível em: http://cursos.unipampa.edu.br/cursos/ppgcb/files/2011/03/Metodologia-da-Pesquisa-3a-edicao.pdf. Acesso em: 30 nov. 2020.

SILVA, Lucas José Harmatiuk da; COELHO, Taiane Ritta. O uso das ferramentas de BI sob o ponto de vista dos profissionais de TI e de Negócio. Anais do ISLA 2020 Proceedings. 2020. Disponível em: https://aisel.aisnet.org/cgi/viewcontent.cgi?article=1027&context=isla2020. Acesso em: 14 out. 2020.

SILVA, R. A.; SILVA, F. C. A.; GOMES, C. F. S.. O USO DO BUSINESS INTELLIGENCE (BI) EM SISTEMA DE APOIO À TOMADA DE DECISÃO

ESTRATÉGICA. Revista Gestão Inovação e Tecnologias, [S.L.], v. 6, n. 1, p. 2780-2798, 27 mar. 2016. Associação Acadêmica de Propriedade Intelectual.

http://www.revistageintec.net/index.php/revista/article/view/726/630. Acesso em: 08 out. 2020.

STACK OVERFLOW (org.). 2020 Developer Survey. 2020. Disponível em:

https://insights.stackoverflow.com/survey/2020/#technology-web-frameworks-professional-developers2. Acesso em: 30 mar. 2021.

SWIATKIEWICZ, Olgierd. Competências transversais, técnicas ou morais: um estudo exploratório sobre as competências dos trabalhadores que as organizações em portugal mais valorizam. Ebape.Br, Rio de Janeiro, v. 12, n. 3, p. 668-687, set. 2014. Disponível em: https://www.scielo.br/j/cebape/a/8VsR3wSrH9f4wHjwJhXb3Hx/?format=pdf&lang=pt. Acesso em: 08 feb. 2021.

TETILA, Everton Castelão. Modelagem de Dados com Data Warehouse e OLAP: um estudo de caso. Ead & Tecnologias Digitais na Educação, Dourados, Ms, v. 2, n. 3, nov. 2014. Disponível em: https://ojs.ufgd.edu.br/index.php/ead/article/view/3514. Acesso em: 07 nov. 2020.

THOMSEN, Erik. OLAP Solutions: building multidimensional information systems. 2. ed. New York: John Wiley & Sons, Inc., 2002.

TURBAN, Efraim et al. Business Intelligence: um enfoque geral. Porto Alegre: Bookman, 2009. 249 p.

No documento UNIVERSIDADE DO SUL DE SANTA CATARINA FERNANDA VANESSA BUZZARELLO WILLIAN JOSÉ PALHANO (páginas 64-82)