G L P - U m a v i s ã o d e e x c e l ê n c i a e m g a l p õ e s l o g í s t i c o s. Agosto de 2017

43  Download (0)

Full text

(1)

Agosto de 2017

G L P - U m a

v i s ã o d e

e x c e l ê n c i a e m

g a l p õ e s

l o g í s t i c o s

(2)

EUA

Presença nos 32 principais

mercados

17,0 milhões de m² construídos

91% em São Paulo e Rio de Janeiro

3,6 milhões de m² Brasil Presença em 38 cidades 27,4 milhões de m² China Japão 90% em Tóquio e Osaka 5,6 milhões de m²

S O B R E A

Líder como provedor de parques logísticos modernos nos melhores mercados

(3)

360 178 120 105 89 85 70 63 63 59 P ro lo g is G L P D u ke R e a lt y E xe te r P ro p e rt y L ib e rt y P ro p e rt y C la ri o n P a rt n e rs U S A A D C T M a je st ic R e a lt y F ir st I n d u st ri a l 4,7 3,2 2,7 1,2 1.1 1,1 1,00,9 0,90,8 G L P P ro lo g is D a iw a … JL F L a sa lle M it su i R E M it su b ish i G o o d m a n … N o m u ra R E M a p le tr e e 2,7 0,8 0,7 0,60,5 0,5 0,5 0,3 0,2 0,2 G L P H in e s P ro lo g is M R V L o g S a n ca M a ra b ra z D V R G o o d m a n G B … L o g b ra s

Baseada na área construída de instalações logísticas para locação, em outubro de 2016. Propriedades não logísticas foram excluídas. Fonte: Site das empresas, notícias por diversas mídias e estimativas da CBRE.

Japão Brasil China 15,8 2,0 1,9 1,7 1,3 1,1 0,8 0,8 0,80,6 G L P G o o d m a n E -sh a n g B lo g is P ro lo g is Y u p e i M a p le tr e e V ip sh o p B o xw a y C a in ia o Participação da GLP: 19.9% EUA (mm m²) (mm m²) (mm m²) (mm sq ft)

Posições dominantes nos

(4)

5,50 0,36 Instalações Logísticas Modernas ~23% da oferta Brasil: 77mm m² 23%

Instalações Logísticas Modernas:

~18mm m²

Fonte: CBRE

(sqm per capita)

15x

Espaços Logísticos Per Capita é 6,5% dos EUA

Estados Unidos São Paulo + Rio de Janeiro

Absorção no Brasil permanence forte

Fonte: CBRE m²

Escassez de instalações modernas para logística cria oportunidades significativas

B R A S I L

2,70% 1,00% 2,70% 0,10% -3,80% -3,14% -5,00% -4,00% -3,00% -2,00% -1,00% 0,00% 1,00% 2,00% 3,00% 4,00% 0 500 1.000 1.500 2.000 2.500 3.000 2011 2012 2013 2014 2015 2016 Absor. Bruta Absor. Liq. GDP

Fonte: CBRE (até 2015) e Colliers (2016)

G L A (s q m ’0 0 0 )

(5)

S O L U Ç Õ E S

G L P

A GLP é proprietária de parque logísticos e galpões modulares dentro dos mais

modernos conceitos de desenvolvimento

Galpões Modulares /Parques Logísticos

Imóveis sob medida, construídos de

acordo com os pré-requisitos

estabelecidos pelo cliente

Build-to-Suit

Sale & Leaseback Terceirização dos ativos imobiliários,

a GLP compra a propriedade

(6)

Estudo de mercado

Identificaçãodo mercado e local

Prospecção de terrenos Elaboração do master plan

Definição do faseamento Due diligencelegal

Estudos de terreno e solo

Avaliação ambiental

Definição do budget

Negociação com proprietário

Projeto de arquitetura Projeto de terraplanagem Licenciamentoda construção e ambiental Orçamentosde construção e contratação Financiamentodo projeto Obras de terraplanagem

Construção dos galpões Construçãode áreas comuns e infraestrutura

Campanha de pré locação

Marketing para pré locação Relacionamentocom clientes e corretores

Campanha de locação

Marketingpara locação

Relacionamento com clientes e corretores Negociação de contratos Execução de benfeitorias sob demanda Prospecção

e Aquisição Pré-Construção Construção Locação

GLP Guarulhos Pré Construção GLP Guarulhos Construção GLP Guarulhos Fase 1 100% locada

Um projeto típico de desenvolvimento leva de 19 a 48 meses até locação

¹ Aprovações estão sujeitas aos prazos dos órgãos governamentais

C R O N O G R A M A D E D E S E N V O L V I M E N T O T Í P I C O

Variável 10 a 24 meses¹ 6 a 12 meses² 3 a 12 meses

(7)
(8)

Produto

G L P

Segurança Sistemas Características do Piso Racionalização Flexibilidade Portaria e Apoio

(9)

F L E X I B I L I D A D E Estrutura Modular Preparação para mezanino Modulação para porta-pallets Capacidade de piso

(10)

R A C I O N A L I Z A Ç Ã O

Localização Estratégica

• Fácil acesso às principais rodovias Custo de Operação • Iluminação Natural • Ventilação Natural • Água de Reuso Retorno Financeiro

• Produtos diferenciados com valor de locação competitivo

(11)

S I S T E M A S Rede de Sprinklers Iluminação LED Nivelador de Doca Portas Seccionais Água de Reúso

(12)

S E G U R A N Ç A

Controle de Acesso

Sistema de

(13)

P O R T A R I A E A P O I O

Portaria

Prédios de Apoio Administrativo

(14)

Benefícios para

operação

G L P

Prédios Anexos Iluminação Zenital

(15)

I L U M I N A Ç Ã O Z E N I T A L

(16)

P R É D I O S A N E X O S

Suporte à Operação

Comodidade / Conveniência aos Locatários

Cozinha e refeitório

Vestiários modulares

Apoio aos motoristas e visitantes

Cabine de entrada, geradores e subestações individuais

Ambulatório / enfermaria

(17)

Qualidade

G L P

Controle Tecnológico Sequência Executiva

Desenvolvimento de Projetos Planejamento

(18)

Viabilidade

• Estudos de viabilidade de implantação • Licenciamento do projeto

• Projetos Básicos

Contratações

• Orçamento detalhado baseado em EAP padrão • Formas de contratação (preço global x PMG)

Construção

• Gerenciamento da Construção • Controle dos Custos

• Controle de Qualidade

(19)

P L A N E J A M E N T O Gerenciamento da Construção Cronogramas Relatórios de Acompanhamento Planos de Ação Alertas Monitoramento da Qualidade Monitoramento da Segurança Controle de Custos Controle de Avanço Físico e Financeiro

(20)

D E S E N V O L V I M E N T O D E P R O J E T O S Estudo Preliminar Projeto Básico Projeto Executivo Projeto “As Built” Data Book e Manual do Proprietário Estudo de

Viabilidade Contratações Construção

Término do Projeto

Gestão do Condomínio

(21)

Terraplenagem Fundações Estrutura Fechamentos Cobertura / Laterais Sistemas / Instalações Piso Industrial S E Q U Ê N C I A E X E C U T I V A

(22)

C O N T R O L E T E C N O L Ó G I C O Topografia Acompanhamento Topográfico Controle Tecnológico de Solos Determinação de Umidade Ótima Proctor CBR Controle Tecnológico de Concreto Resistência a Compressão Resistência a tração na flexão “Slump Test” Piso e Pavimentação Viga Benkelman FF e FL Ensaios e Contraprovas

(23)

G L P

Diferenciais

Empilhadeiras Trilaterais Tipos de Juntas Paginação de Piso Planicidade e Nivelamento

(24)

Paginação

do Piso

• 10,00 x 11,25m • 20,00 x 22,50m • 40,00 x 45,00m Resistência do piso • 4,0 ton/m² • 6,0 ton/m² • 7,5 ton/m²

Juntas

• Metálicas • Lábios poliméricos • Serradas • De Construção • De Encontro C A R A C T E R Í S T I C A S D O P I S O

(25)
(26)

J U N T A S M E T Á L I C A S

Maior resistência de borda para tráfego intenso de empilhadeiras próximo à área de docas, reduzindo custos de manutenção

(27)
(28)
(29)
(30)

E M P I L H A D E I R A S T R I L A T E R A I S

Permitem posicionar mais estantes por área armazenável Maior segurança no armazenamento

(31)

Fatores praticados FF global min. = 50 FF min. = 38 FL global min. = 50 FL min. = 38 P L A N I C I D A D E E N I V E L A M E N T O

(32)

Tipologia de

piso

G L P

Expansor Protendido Tela de Aço Fibra Metálica Base para Piso

(33)

B A S E P A R A P I S O

Importância da preparação da base para o piso

Piso

Lona BGS

(34)
(35)
(36)
(37)

E X P A N S O R

Placas de grandes dimensões Juntas de pequena abertura

Controle de retração

(38)

e m d e s e n v o l v i m e n t o

PARQUES

(39)

G L P

Guarulhos

456.000 m² de ABL 371.000 m² construídos

(40)

G L P

Campinas

187.000 m² de ABL 82.700 m² construídos

(41)

G L P

Gravatai

105.000 m² de ABL 35.000 m² construídos

(42)

G L P

Cajamar

(43)

GLP Tianjin Pujia, China

OBRIGADO!

+ 55 (11) 3500.3650 csaccoman@glprop.com www.GLProp.com www.GLProp.com.br

Cleber Saccoman

Figure

Updating...

References

Related subjects :