21- D 22- B 23- E 24- C 25- E 26- D 27- A 28- B 29- E 30- C 31- D 32- D 33- A 34- C 35- D 36- D 37- D 38- D 39- A

Loading....

Loading....

Loading....

Loading....

Loading....

Texto

(1)

QUESTÕES OBJETIVAS 1- B 2- E 3- B 4- E 5- E 6- C 7- B 8- E 9- E 10- D 11- C 12- E 13- C 14- D 15- A 16- B 17- E 18- A 19- C 20- E 21- D 22- B 23- E 24- C 25- E 26- D 27- A 28- B 29- E 30- C 31- D 32- D 33- A 34- C 35- D 36- D 37- D 38- D 39- A 40- C 41- C 42- B 43- B 44- A 45- A 46- A 47- C 48- C 49- D 50- A 51- B 52- A 53- B 54- D 55- C 56- B 57- A 58- D 59- B 60- A

(2)

QUESTÕES DISCURSIVAS

BIOLOGIA

1 - Transplante de Medula

“O número de doadores voluntários tem aumentado expressivamente nos últimos anos. Em 2000, existiam apenas 12 mil inscritos. Naquele ano, dos transplantes de medula realizados, apenas 10% dos doadores eram brasileiros... Agora há mais 3,9 milhões de doadores inscritos. A chance de se identificar um doador compatível, no Brasil, na fase preliminar da busca é de até 88%, e ao final do processo, 64% dos pacientes têm um doador compatível confirmado. O Brasil tornou-se o terceiro maior banco de dados do gênero no mundo, ficando atrás apenas dos registros dos Estados Unidos (quase 7,9 milhões de doadores) e da Alemanha (cerca de 6,2 milhões de doadores). A evolução no número de doadores deveu-se aos investimentos e campanhas de sensibilização da população, promovidas pelo Ministério da Saúde e órgãos vinculados, como o INCA. Essas campanhas mobilizaram hemocentros, laboratórios, ONGs, instituições públicas e privadas e a sociedade em geral.” Fonte : http://www2.inca.gov.br/

a) Onde está localizada a medula a qual o texto se refere?

O texto se refere a medula óssea vermelha, encontrada na cavidade dos ossos esponjosos. b) Cite 2 características que este tecido possui que o faz ser tão importante.

Capacidade de Renovação - trata-se portanto de um tecido de grande atividade evidenciada pelo grande número de multiplicações celulares.

Produção das células sanguíneas - glóbulos vermelhos, glóbulos brancos e plaquetas.

2 - O gráfico abaixo representa o número de indivíduos das espécies A e B presente em um determinado ecossistema. Observe.

m er o de indi duo s Tempo Espécie A Espécie B

(3)

a) De acordo com o gráfico, explique a relação ecológica ocorrida entre as espécies A e B. Predatismo

b) Como você explicaria se após a extinção da população B, a população A continuasse crescendo?

Se mesmo após a extinção de B, a população A continuasse crescendo, isso poderia significar que a espécie B não é a única fazer parte da dieta da população A.

3 - O jornal The New York Times publicou uma matéria no ano de 2014, divulgando que um estudo demonstrou em crianças autistas, um excesso de sinapses em uma área do lobo temporal do cérebro envolvido no comportamento social e na comunicação. Isto explica em parte a grande irritabilidade das crianças autistas por causa do excesso de conectividade neuronal e consequentemente pelo “bombardeio” de estímulos. Paralelamente outras pesquisas relacionam a deficiência na expressão de receptores de folato no autismo clássico de Kanner, ou mesmo de receptores de serotonina para outros casos de Transtorno do Espectro Autista.

Embora diversos estudos apontem para uma variada gama de novos tratamentos, a maior parte deles atribui o desencadeamento da doença às anomalias que ocorrem na Membrana Celular dos neurônios.

Portanto descreva a organização estrutural da membrana plasmática (celular) e indique qual macromolécula constituinte atua na função de receptor de sinais.

A membrana celular é constituída por uma bicamada de lipídeos (moléculas anfipáticas) que apresenta suas regiões hidrofílicas voltadas tanto para a face extracelular quanto intracelular. Nela, são encontradas ainda as proteínas ancoradas que variam entre as transmembranas, quando atravessam totalmente a bicamada e as periféricas quando estão ancoradas na superfície desta bicamada. Na face extracelular existe uma camada superficial de oligossacarídeos (açúcares) denominada glicocálice.

(4)

4 - A síndrome de Guillain-Barré (SGB), pouco conhecida pelos brasileiros até 2015, passou a fazer parte dos noticiários desde que a epidemia de zika tornou-se suspeita de provocar o aumento do número de casos. Essa Sindrome é uma doença autoimune provocada por diversos fatores, entre eles infecções virais e bacterianas. Considerada de emergência, sua incidência costuma ser de 1-2 casos para cada 100.000 habitantes/ano e requer tratamento hospitalar. Dentre os sintomas, podemos citar: fraqueza/paralisia muscular, como taquicardia (coração acelerado), hipertensão ou hipotensão, perda da capacidade de suar, arritmias cardíacas, retenção urinária ou constipação intestinal.

a) A respeito desta síndrome, qual o tecido afetado pelo sistema imune? Tecido nervoso periférico, especificamente as bainhas de mielina

b) Qual o nome atribuído à proteína produzida pelo sistema imune que ataca este tecido? Imunoglobulina ou anticorpo

(5)

Matriz para correção de redação – Vestibular de Medicina -01-2016

Etapa 1 – Critérios eliminatórios: a) Fuga do tema – redação eliminada; b) Redação com menos de 15 linhas – redação eliminada; c) Texto com estrutura poética ou de gênero textual diferente do dissertativo-argumentativo – redação eliminada; d) Redação em branco – redação eliminada; e) Redação ilegível – redação eliminada; f) Redação com impropérios, linguagem inapropriada, com acréscimos de desenhos ou imagens – redação eliminada; Etapa 2 – Critérios avaliativos:

COMPETÊNCIA Na produção textual deve-se Níveis

I Apresentar organização formal

e estrutural da proposta de produção textual

1 – apresenta erros de escrita; desenvolvimento tangencial do texto; erros de organização frasal; domínio mínimo da língua; redação sem título; 2 – apresenta conhecimento razoável da norma culta, com desvios gramaticais pontuais (gírias etc.); domínio razoável da língua escrita e da prática textual solicitada;

3 – boa organização e apresentação formal e estrutural do texto e da respectiva construção por meio da norma culta, com erros ocasionais de linguagem;

4 – ótima organização e apresentação domínio da norma culta, formal e estrutural do texto e da

respectiva construção por meio da norma culta, com raros desvios gramaticais e de convenções da escrita.

II Adequação à temática e à

prática de construção textual solicitada

1 – compreende e desenvolve tangencialmente o tema e apresenta pouco conhecimento da estrutura da prática textual solicitada que é o texto dissertativo-argumentativo , no entanto, com pontuais erros na estrutura e na interligação do tema com a forma textual;

2 – compreende e desenvolve, razoavelmente, o tema e apresenta conhecimento da estrutura da prática textual solicitada que é o texto dissertativo-argumentativo, com erros ocasionais de estrutura textual e formal;

(6)

tema e apresenta bom e coerente conhecimento da estrutura da prática textual solicitada que é o texto dissertativo-argumentativo, com erros ocasionais de estrutura textual e formal;

4 – apresenta e desenvolve, coerentemente, o tema e apresenta total conhecimento da estrutura da prática textual solicitada que é o texto

dissertativo-argumentativo, sem erros ocasionais de estrutura textual e formal.

III Desenvolvimento

argumentativo

1 – Apresenta poucas informações, fatos e opiniões relacionados ao tema, não apresentando introdução, desenvolvimento e conclusão organizados;

2 – Apenas apresenta informações, fatos e opiniões esparsados sem sequência lógico-coerencial ou continuidade argumentativa, porém de acordo com o tema, apresentando tangencialmente introdução, desenvolvimento e conclusão organizados; 3 – Seleciona informações, fatos, opiniões e argumentos pertinentes ao tema proposto,

organizando-os e relacionando-os, porém com erros ocasionais de ligação, sequenciação, lógica etc., apresentando introdução, desenvolvimento e conclusão organizados;

4 - Seleciona, organiza e relaciona, de forma consistente, informações, fatos, opiniões e

argumentos em acordo com a temática textual, com a proposta estrutural e com a sequenciação lógica da construção textual, apresentando introdução, desenvolvimento e conclusão organizados;

IV Conhecimento da construção

textual argumentativa e da prática de elaboração textual

1 – desenvolve um texto com desarticulação entre suas partes

2 – desenvolve uma articulação simplória entre as partes textuais, com pouco conhecimento de recursos de coesão;

3 – desenvolve coerente e coesa articulação entre as partes textuais, com eventuais e ocasionais

problemas na utilização dos recursos de coesão e ligação textual;

4 - plena articulação das partes do texto, sem problemas de construção e ligação coerencial e coesiva.

V Proposta de intervenção crítica

e interligação com as práticas sociais e culturais relacionadas à ética, à diversidade e aos

1 - elabora uma proposta de modo desorganizado e sem interligação coesiva com o texto; os princípios dos valores humanos e da diversidade sociocultural está imiscuído na ideia, não explícita;

(7)

valores humanos 2 – apresenta algumas ideias que se organizam como

centro temático, respeitando a s questões relacionadas à ética, aos valores humanos e à diversidade sociocultural;

3 - apresenta proposta organizada, porém,

generalizada, de intervenção sobre a problemática desenvolvida, respeitando a ética, os valores humanos e a diversidade sociocultural; 4 – apresenta total conhecimento da temática proposta, desenvolvendo propostas de intervenção conexas e coerentes com a estrutura formal e

semântica, respeitando a ética, os valores humanos e a diversidade sociocultural.

Imagem

Referências

temas relacionados :