THREADNEEDLE (LUX) SICAV

94 

Texto

(1)

THREADNEEDLE (LUX)

SICAV

Um Organismo Luxemburguês

Para Investimento Colectivo em Títulos Mobiliários Nos termos da Parte I da Lei de 20 de Dezembro de 2002

Prospecto

Janeiro de 2011

(2)

ÍNDICE

DIRECTÓRIO ... 3

INFORMAÇÃO IMPORTANTE ... 4

INTRODUÇÃO ... 6

OBJECTIVOS E POLÍTICAS DE INVESTIMENTO ... 7

OUTRAS PRÁTICAS DE INVESTIMENTO ... 26

FACTORES DE RISCO ... 28

A SICAV... 37

A SOCIEDADE GESTORA ... 38

ACORDOS DE CONSULTORIA DE INVESTIMENTO ... 39

CONFLITOS DE INTERESSES ... 40

TRANSACÇÕES DAS CARTEIRAS ... 40

CÁLCULO DO VALOR LÍQUIDO GLOBAL ... 41

PUBLICAÇÃO DO VALOR LÍQUIDO GLOBAL ... 43

COMISSÕES E ENCARGOS ... 43

CONTRATOS DE DISTRIBUIÇÃO ... 47

REGULAMENTAÇÕES CONTRA O BRANQUEAMENTO DE CAPITAIS DO LUXEMBURGO ... 48

COMPRA DE ACÇÕES ... 48

RESGATE DE ACÇÕES ... 50

RESTRIÇÕES NAS SUBSCRIÇÕES E CONVERSÕES DENTRO DE CERTAS CARTEIRAS ... 51

FUSÃO OU LIQUIDAÇÃO ... 51

PRIVILÉGIOS DE TROCA ... 53

MARKET TIMING E LATE TRADING ... 54

SUSPENSÃO DA EMISSÃO, RESGATE E TROCA DE ACÇÕES E CÁLCULO DO VALOR LÍQUIDO GLOBAL ... 54

POLÍTICA DE DIVIDENDOS ... 55 CONSIDERAÇÕES TRIBUTÁRIAS ... 55 RESTRIÇÕES À PROPRIEDADE ... 56 ASSEMBLEIAS E RELATÓRIOS ... 56 PRESTADORES DE SERVIÇO ... 57 PROTECÇÃO DE DADOS ... 58

DOCUMENTOS DISPONÍVEIS PARA CONSULTA ... 58

APÊNDICE A RESTRIÇÕES AO INVESTIMENTO ... 59

APÊNDICE B TÉCNICAS E INSTRUMENTOS DE INVESTIMENTO ... 69

APÊNDICE C ENCARGOS DA CARTEIRA ... 74

APÊNDICE D ENCARGOS DA CARTEIRA ... 77

APÊNDICE E ENCARGOS DA CARTEIRA ... 78

APÊNDICE F ENCARGOS DA CARTEIRA ... 79

GLOSSÁRIO ... 80

(3)

DIRECTÓRIO

Administradores

Crispin Henderson (Presidente) Simon Davies Wiliam Lowndes Tom Challenor Marie-Jeanne Chèvremont-Lorenzini Sede Social 69, route d'Esch L-1470 Luxemburgo Grão-Ducado do Luxemburgo Sociedade Gestora

Threadneedle Management Luxembourg S.A. 74, Mühlenweg,

L-2155 Luxemburgo Grão-Ducado do Luxemburgo

Agente de Registos e Agente de Transferências

Bank of New York, Mellon (Luxemburg) S.A. Vertigo Building - Polaris

2-4 rue Eugène Ruppert L-2453 Luxemburgo Grão-Ducado do Luxemburgo

Administradores da Sociedade Gestora

Crispin Henderson (Chairman) Simon Davies Wiliam Lowndes

Tom Challenor

Marie-Jeanne Chèvremont-Lorenzini

Representante em Hong-Kong

HSBC Institutional Trust Services (Asia) Limited 39th Floor Dorset House

Taikoo Place 979 King’s Road

Hong-Kong

Agente Pagador, Agente de Domiciliação, Administrativo e Depositário

RBC Dexia Investor Services Bank S.A. 14, Porte de France

L-4360 Esch sur Alzette Grão-Ducado do Luxemburgo

Auditores da Sociedade Gestora

Ernst & Young S.A.

7, rue Gabriel Lippmann - Parc d’activité Syrdall L-5365 Munsbach Grão-Ducado do Luxemburgo Auditores PricewaterhouseCoopers, S.à r.l. 400, route d’Esch, B.P. 1443 L-1014 Luxemburgo Grão-Ducado do Luxemburgo

Consultores Jurídicos no Luxemburgo

Linklaters LLP 35 Avenue John F. Kennedy

B.P. 1107 L-1011 Luxemburgo Grão-Ducado do Luxemburgo

(4)

I

NFORMAÇÃO IMPORTANTE

Este Prospecto ou os documentos aqui referidos como estando disponíveis para consulta pública são os únicos com informação válida.

Caso tenha dúvidas sobre o conteúdo deste Prospecto deve pedir o parecer de um consultor financeiro independente. As Acções são disponibilizadas com base na informação contida neste Prospecto e nos documentos aqui referidos. Nenhum corretor, representante comercial ou outro agente para além dos referidos neste Prospecto está autorizado a dar qualquer informação ou a fazer qualquer declaração sobre o Threadneedle (Lux), a SICAV (doravante designada a "SICAV") e qualquer compra efectuada por qualquer investidor com base em informações ou declarações não referidas ou inconsistentes relativamente às que constam neste Prospecto decorrerá exclusivamente por risco do comprador.

Os Administradores, cujos nomes surgem por baixo do cabeçalho "a SICAV", são os responsáveis pela informação contida neste Prospecto. No melhor conhecimento dos Administradores (que tomaram todas as medidas razoáveis para garantir que assim seja), a informação contida neste Prospecto está de acordo com os factos e não omite nada que possa afectar a importância desta informação. Os Administradores aceitam a responsabilidade nestes termos.

As informações contidas neste Prospecto têm por base a legislação e a prática corrente em vigor no Grão-Ducado do Luxemburgo e estão sujeitas a alterações nessa legislação.

O preço das acções da SICAV e quaisquer ganhos obtidos sobre as acções tanto podem subir como descer. As receitas futuras e o desempenho do investimento podem ser afectados por numerosos factores que podem fugir ao controlo da SICAV, dos seus Administradores ou responsáveis. Por exemplo, alterações nas taxas de câmbio entre moedas, alterações nas taxas de juro efectivas ou alterações na situação do mercado devido a uma série de factores políticos ou económicos, bem como o desempenho individual das empresas, podem causar flutuações no valor de um investimento. Nem a SICAV, os Administradores ou outros responsáveis da mesma, nem a Sociedade Gestora, qualquer uma das suas filiais ou dos seus administradores ou responsáveis, nem nenhum corretor autorizado pode dar qualquer garantia sobre o desempenho futuro da Sociedade.

As subscrições são aceites unicamente com base no actual Prospecto e/ou Prospecto Simplificado acompanhado pelo mais recente relatório anual e por qualquer relatório semestral subsequente da SICAV, quando emitido. Esses relatórios formam parte integrante deste Prospecto. O Prospecto, o Prospecto Simplificado e os relatórios anual e semestral podem ser traduzidos para outras línguas. No caso de qualquer ambiguidade, a versão em língua inglesa prevalece de acordo com o previsto na lei.

Os interessados em subscrever Acções devem informar-se sobre: (a) os requisitos legais no seu país para a subscrição de acções; (b) quaisquer restrições ao câmbio de divisas aplicáveis; e (c) impostos sobre os rendimentos ou outras consequências fiscais de subscrição, câmbio e/ou resgate de Acções. Além disso, alguns distribuidores, corretores seleccionados ou intermediários financeiros podem não oferecer todas as carteiras da SICAV (as "Carteiras") ou Classes descritas no Prospecto. Para mais informações consulte o seu distribuidor, corretor seleccionado ou intermediário financeiro.

As Carteiras não foram registadas ao abrigo da Lei das Sociedades Comerciais dos EUA de 1940. Além disso, as Acções também não foram registadas ao abrigo da Lei do Mercado de Valores Mobiliários dos EUA e não podem ser, nem serão disponibilizadas para subscrição ou venda nos Estados Unidos, nos seus territórios ou possessões nem a pessoas singulares ou colectivas dos EUA. Os Estatutos incluem algumas restrições em mria de venda e transferência de Acções de cada Carteira a tais pessoas. Consultar os capítulos "a SICAV" e "Restrições à Propriedade" deste documento.

Nenhum corretor, representante comercial ou outro agente para além dos referidos neste Prospecto, ou nos documentos aqui referidos como estando disponíveis para consulta pública, está autorizado a dar qualquer informação ou a fazer qualquer declaração sobre a oferta aqui apresentada, e caso isto se verifique, essas informações ou declarações não devem ser consideradas autorizadas pela SICAV, ou pela Sociedade Gestora. A SICAV reserva-se o direito de aceitar os pedidos de subscrição de Acções de qualquer das Carteiras.

Este Prospecto não constitui, nem pode ser usado para fins de uma oferta ou convite à subscrição de Acções em qualquer jurisdição (i) na qual tal oferta ou convite não seja autorizado; (ii) na qual o autor de tal

(5)

oferta ou convite não seja qualificado para o fazer; ou (iii) a qualquer pessoa a quem seja ilegal fazer tal oferta ou convite.

Os potenciais compradores de Acções devem informar-se sobre os requisitos legais, as regulamentações sobre controlo de divisas e os impostos aplicáveis nos países nos quais residem, onde designaram o domicílio ou dos quais são cidadãos.

(6)

I

NTRODUÇÃO

A Threadneedle (Lux) é uma sociedade de investimento com capital variável ("société d'investissement à capital variable") constituída ao abrigo da legislação do Grão-Ducado do Luxemburgo e qualifica-se neste país como um OICVM.

A SICAV oferece aos investidores a oportunidade de investirem em Carteiras separadas. Cada Carteira tem um objectivo de investimento diferente e constitui uma carteira independente de activos representada por Acções separadas. Cada Carteira pode ter uma ou mais Classes de Acções com ela relacionadas. A SICAV, como um todo, incluindo todas as Carteiras existentes e futuras, constitui uma entidade legal. Contudo, no que respeita a terceiros, e em particular, aos credores da SICAV, bem como entre subscritores de acções, cada Carteira será responsável exclusivamente pelos passivos que lhe tenham sido atribuídos.

A Threadneedle Management Luxembourg S.A. foi nomeada Sociedade Gestora para a SICAV. As Carteiras da SICAV são as seguintes:

As Carteiras de Obrigações

Threadneedle (Lux) - US$ Short-Term Bonds (doravante designada “US$ Short-Term Bonds”) Threadneedle (Lux) - Global Bonds (Euro) (doravante designada “Global Bonds (Euro)”) Threadneedle (Lux) - Global Bonds (US$) (doravante designada “Global Bonds (US$)”) Threadneedle (Lux) - Euro Active Bonds (doravante designada “Euro Active Bonds”)

Threadneedle (Lux) - Emerging Market Corporate Bonds (doravante designada “Emerging Market Corporate Bonds”)

Threadneedle (Lux) - Emerging Market Debt (doravante designada “Emerging Market Debt”)

Threadneedle (Lux) - Global Emerging Market Short-Term Bonds (doravante referido como “Global Emerging Market Short-Term Bonds”)

Threadneedle (Lux) - US$ High Income Bonds (doravante designada “US$ High Income Bonds”)

Threadneedle (Lux) - Global High Yield and Emerging Market (Euro) (doravante designada, “Global High Yield and Emerging Market (Euro)”

(conjuntamente designadas como “Carteiras de Obrigações”)

A Carteira de Atribuição de Activos

Threadneedle (Lux) - Global Asset Allocation (doravante designada “Global Asset Allocation”)

As Carteiras de Acções

Threadneedle (Lux) - World Equities (doravante designada “World Equities”)

Threadneedle (Lux) - Global Emerging Market Equities (doravante designada “Global Emerging Market Equities”)

Threadneedle (Lux) - US Equities (doravante designada “US Equities”) Threadneedle (Lux) - American Select (doravante “American Select”)

Threadneedle (Lux) - Pan European Equities (doravante designada “Pan European Equities”)

Threadneedle (Lux) - Pan European Smaller Companies (doravante designada “Pan European Smaller Companies”)

Threadneedle (Lux) - European Quantitative Equities (doravante designada “European Quantitative Equities”) Threadneedle (Lux) - Asia (doravante designada “Asia”)

Threadneedle (Lux) - Greater China Equities (doravante designada “Greater China Equities”) Threadneedle (Lux) - Global Energy Equities (doravante designada “Global Energy Equities”) Threadneedle (Lux) - Global Innovation (doravante designada “Global Innovation”)

Threadneedle (Lux) - Global Technology (doravante “Global Technology”)

Threadneedle (Lux) - US Communications and Information (doravante “US Communications and Information”) Threadneedle (Lux) - Global Equities - Walter Scott & Partners (doravante designada “Global Equities -Walter Scott & Partners”)

(7)

“Mondrian Investment Partners - Focused Emerging Markets Equity”) (em conjunto designadas por “Carteiras de Acções”)

As Carteiras de Retorno Absoluto

Threadneedle (Lux) - Target Return (US$) (doravante “Target Return (US$)”)

Threadneedle (Lux) - American Absolute Alpha (doravante “American Absolute Alpha”)

Threadneedle (Lux) - Absolute Emergind Market Macro (doravante “Absolute Emerging Market Macro”) Threadneedle (Lux)1 – Multi Asset Absolute Alpha (doravante “Multi Asset Absolute Alpha”)1

Threadneedle (Lux) – European Smaller Companies Absolute Alpha Portfolio (doravante “European Smaller Companies Absolute Alpha Return”)2

(em conjunto, as “Carteiras de Retorno Absoluto”)

A Carteira de Especialista

Threadneedle (Lux) - Enhanced Commodities (doravante “Enhanced Commodities”) (a “Carteira de Especialista”)

Estão disponíveis várias Classes de Acções em relação a cada Carteira, conforme descrito na folha solta do Prospecto.

As Acções emitidas são disponibilizadas para venda, onde seja legalmente permitido, e todas as subscrições são aceites com base no Prospecto actual e com base no último relatório e contas anual da SICAV contendo as contas auditadas ou o mais recente relatório semestral que estão disponíveis na sede da SICAV.

O

BJECTIVOS E

P

OLÍTICAS DE

I

NVESTIMENTO

Adiante estabelecem-se os objectivos e políticas de investimento de cada Carteira. A SICAV está autorizada, através de alteração ao Prospecto, a disponibilizar Acções em Carteiras Adicionais quando os Administradores e a Sociedade Gestora determinem que existe suficiente interesse nessa Carteira adicional para garantir uma oferta das respectivas acções. Não existem garantias de que qualquer Carteira atinja o seu objectivo de investimento. O Valor Líquido Global das Carteiras será expresso em dólares norte-americanos e as decisões de investimento serão efectuadas segundo uma perspectiva de dólares norte-americanos, excepto indicação contrária. Algumas Classes das Carteiras poderão ser expressas em moedas que não a Moeda Base, conforme referido na capa do Prospecto.

Além dos objectivos e políticas de investimentos que se seguem, cada Carteira pode utilizar as práticas de investimento descritas sob "Outras Práticas de Investimento" e no Apêndice A, "Restrições ao Investimento", e no Apêndice B, "Técnicas e Instrumentos de Investimento".

Chama-se a atenção dos investidores para o facto do investimento nas Carteiras que se seguem envolver riscos específicos descritos sob o título "Factores de Risco". Os investidores devem ter em conta esses riscos antes de investirem em qualquer uma das Carteiras, em particular os riscos relacionados ao investimento em instrumentos financeiros derivados, quando apropriado.

AS CARTEIRAS DE OBRIGAÇÕES:

USD Short-Term Bonds

A Carteira US$ Short-Term Bonds procura o retorno absoluto da valorização do rendimento e do capital através de investimentos em Valores Mobiliários públicos, ou garantidos pela administração pública e em

1

Esta Carteira não está disponível para subscrição à data deste Prospecto. Poderá ser lançada por decisão dos administradores, caso em que a confirmação desse lançamento será disponibilizada na sede da SICAV

2

Esta Carteira não está disponível para subscrição à data deste Prospecto. Poderá ser lançada por decisão dos administradores, caso em que a confirmação desse lançamento será disponibilizada na sede da SICAV.

(8)

títulos da dívida de empresas com nível Investment Grade denominados em dólares norte-americanos. As participações em emissões empresariais não podem exceder, no momento da compra, 45% dos activos líquidos da Carteira.

Na altura da compra, todos os títulos da dívida deverão ter um rating de pelo menos "A-" pela S&P ou "A3" pela Moody's ou, caso não estejam classificados, deverão ser emitidos por uma entidade que tenha outra emissão de dívida em circulação que tenha essa classificação ou que seja considerada pela Sociedade Gestora ou pelo Sub-Consultor de Investimento relevante como equivalente a esse rating.

Os títulos a adquirir para esta Carteira serão tendencialmente de curto ou médio prazo. A duração média da Carteira não deverá exceder os três anos e a duração remanescente de cada investimento não deverá exceder os cinco anos.

A Carteira também pode usar instrumentos financeiros derivados para efeitos de investimento, cobertura de risco e uma gestão da carteira eficiente. Estes derivados podem incluir, entre outros, contratos cambiais de divisas, futuros em Valores Mobiliários, swaps de taxas de juro e credit default swaps.

Perfil do Investidor típico

Esta Carteira é adequada para investidores que:

• procuram retornos e uma moderada apreciação do rendimento e do capital;

• procuram diversificar os seus investimentos através da exposição a obrigações de curto prazo denominadas em Dólares dos EUA;

• aceitarão uma volatilidade moderada e um nível de risco moderado; • têm uma perspectiva de investimento de curto a médio prazo.

Global Bonds (Euro)

A Carteira Global Bonds (Euro) procura alcançar retorno total da valorização de rendimento e de capital investido principalmente pela realização de investimentos numa carteira gerida de valores mobiliários com rendimentos fixos.

A Carteira também utilizará instrumentos financeiros derivados para efeitos de investimento, cobertura de risco e uma gestão da carteira eficiente. Estes derivados podem incluir, entre outros, contratos cambiais de divisas, futuros em Valores Mobiliários, swaps de taxas de juro e credit default swaps.

O Valor Líquido Global da Carteira deverá ser expresso em Euros e as decisões de investimento serão efectuadas na perspectiva do Euro.

Perfil do Investidor típico

Esta Carteira é adequada para investidores que:

• procuram retornos e uma moderada apreciação do rendimento e do capital;

• procuram diversificar os seus investimentos através da exposição às obrigações globais; • aceitarão a volatilidade elevada e o nível de risco elevado;

• têm uma perspectiva de investimento de longo prazo.

Global Bonds (USD)

A Carteira Global Bonds (US$) procura alcançar retorno total da valorização de rendimento e de capital principalmente pela realização de investimentos num leque amplamente diversificado de Valores Mobiliários da dívida, tais como vários tipos de obrigações do Estado e de emitentes privados ou warrants sobre os mesmos.

(9)

com um rating de pelo menos "A-" pela S&P ou "A3" pela Moody's (ou A1/P1 se forem de curto prazo) ou, caso não estejam classificados, deverão ser emitidos por uma entidade que tenha outra emissão de dívida em circulação que tenha essa classificação ou que seja considerada pela Sociedade Gestora ou pelo Sub-Consultor de Investimento relevante como equivalente a esse rating. 15% dos activos líquidos da Carteira, na altura da compra, deverão ser investidos em obrigações de menor qualidade com o rating mínimo de "B".

A Carteira também pode usar instrumentos financeiros derivados para investimento de capital, cobertura de risco e uma gestão da carteira eficiente. Estes derivados podem incluir, entre outros, contratos cambiais de divisas, futuros em Valores Mobiliários, swaps de taxas de juro e credit default swaps.

Perfil do Investidor típico

Esta Carteira é adequada para investidores que:

• procuram retornos e uma moderada apreciação do rendimento e do capital;

• procuram diversificar os seus investimentos em acções através da exposição às obrigações do mundo inteiro;

• aceitarão uma volatilidade moderada e um nível de risco moderado; • têm uma perspectiva de investimento de longo prazo.

Euro Active Bonds

A Carteira Euro Active Bonds procura alcançar retorno total da valorização de rendimento e de capital principalmente pela realização de investimentos de curto a médio prazo em obrigações públicas ou privadas, principalmente emitidas por empresas sedeadas na Zona Euro ou com operações significativas na Zona Euro.

A Carteira também pode usar instrumentos financeiros derivados para efeitos de investimento, cobertura de risco e gestão da carteira eficiente. Estes derivados podem incluir, entre outros, futuros sobre valores mobiliários e swaps de taxas de juro. A Carteira procura minimizar o risco das taxas de juro se o ambiente de investimento permitir esta acção. De igual modo no cenário contrário, o risco das taxas de juro da Carteira poderá aumentar.

O Valor Líquido Global da Carteira deverá ser expresso em Euros e as decisões de investimento serão efectuadas na perspectiva do Euro.

Perfil do Investidor típico

Esta Carteira é adequada para investidores que:

• procuram um potencial retorno total através da apreciação do rendimento e do capital; • procuram diversificar os seus investimentos através da exposição a dívida europeia; • procuram uma gestão activa do risco da taxa de juro;

• tolerarão uma volatilidade moderada e um nível de risco moderado; • têm uma perspectiva de investimento de médio prazo.

Emerging Market Corporate Bonds

A Carteira Emerging Market Corporate Bonds pretende alcançar o retorno absoluto da valorização de rendimento e de capital através do investimento principalmente em títulos de dívida hedged Investment Grade e Abaixo do Investment Grade, e outras obrigações denominadas em USD emitidas ou garantidas por instituições e empresas com sede ou que exerçam parte significativa da sua actividade em Países de Mercados Emergentes.

A Carteira poderá investir, a título secundário, noutros títulos de dívida, incluindo obrigações emitidas por mutuários de Países de Mercados Emergentes, obrigações emitidas por mutuários soberanos e empresariais da OCDE, depósitos, numerário e quase-numerário,

(10)

Os investimentos em mercados emergentes são mais voláteis e apresentam riscos mais elevados que os investimentos em mercados mais estabelecidos. Os investidores deverão ter em consideração esses riscos no momento de avaliarem os benefícios potenciais de investimento na Carteira.

A Carteira também poderá utilizar instrumentos financeiros derivados para efeitos de investimento, cobertura de risco e uma gestão da carteira eficiente. Estes derivados podem incluir, entre outros, contratos cambiais de divisas, swaps de taxas de juro, futuros sobre taxas de juro e credit default swaps.

Perfil do Investidor típico

Esta Carteira é adequada para investidores que:

• procuram rentabilidade da valorização de rendimento e de capital;

• procuram diversificar os seus investimentos através da exposição a dívida de curto prazo de mercados emergentes;

• tolerarão uma volatilidade elevada e um nível de risco elevado; • têm uma perspectiva de investimento de médio prazo.

Emerging Market Debt

A Carteira Emerging Market Debt procura alcançar o retorno absoluto da valorização de rendimento e de capital principalmente pela realização de investimento em obrigações de empresas e obrigações soberanas, emitidas por mutuários sedeados em Países de Mercados Emergentes.

A Carteira poderá ainda investir noutros valores mobiliários de rendimento fixo, incluindo obrigações emitidas por países integrantes do G-7, depósitos, numerário e quase-numerário (“near cash”).

Perfil do Investidor típico

Esta Carteira é adequada para investidores que:

• procuram um potencial retorno total através da apreciação do rendimento e do capital;

• procuram uma diversificação de investimentos através da exposição a dívida de mercados emergentes; • podem tolerar a elevada volatilidade associada à dívida do mercado emergente;

• pretendem tomar um elevado nível de risco;

• têm uma perspectiva de investimento de longo prazo.

Global Emerging Market Short-Term Bonds

A Carteira Global Emerging Market Short-Term Bonds procura alcançar o retorno absoluto da valorização de rendimento e do capital através do investimento principalmente num conjunto diversificado a nível global de Valores Mobiliários da dívida. Estes títulos serão emitidos ou garantidos pelas administrações públicas de mercado emergentes ou por entidades supranacionais ou por instituições financeiras ou empresas com sede em Países de Mercado Emergente. A Carteira poderá também investir acessoriamente em títulos da dívida emitidos ou garantidos por Estados do G-7, ou entidades supranacionais e em obrigações associadas a crédito.

A Carteira poderá investir em títulos denominados em várias moedas e efectuará normalmente a cobertura de exposições a moedas distintas do USD. No entanto, o montante máximo de exposição a moedas distintas do USD sem cobertura não poderá exceder os 35% dos activos líquidos da Carteira. Ao mesmo tempo, o montante máximo de exposição numa moeda específica distinta do USD sem cobertura não poderá exceder os 10% dos activos líquidos da Carteira. A Carteira terá uma duração média de cinco anos ou menos.

A Carteira também poderá utilizar instrumentos financeiros derivados para efeitos de investimento, cobertura de risco e uma gestão da carteira eficiente. Estes derivados podem incluir, entre outros, contratos cambiais de divisas, swaps de taxas de juro, futuros sobre taxas de juro e credit default swaps.

(11)

Os investimentos em mercados emergentes são mais voláteis e apresentam riscos mais elevados que os investimentos em mercados mais estabelecidos. Os investidores devem considerar este risco adicional ao avaliar os benefícios potenciais de investir nesta Carteira.

Perfil do Investidor típico

Esta Carteira é adequada para investidores que:

• procuram um potencial retorno total através da apreciação do rendimento e do capital;

• procuram a diversificação dentro dos seus investimentos através da exposição a dívida de curto prazo do mercado emergente;

• podem tolerar a elevada volatilidade associada à dívida do mercado emergente; • pretendem tomar um elevado nível de risco;

• têm uma perspectiva de investimento de longo prazo.

USD High Income Bonds

A Carteira US$ High Income Bonds procura o retorno absoluto da valorização de rendimento e do capital através do investimento principalmente em títulos da dívida denominados em USD que produzam rendimentos com ênfase no mercado de High Yield. A Carteira irá investir em circunstâncias normais, pelo menos dois terços dos seus activos líquidos numa carteira diversificada de títulos da dívida que estão classificados Abaixo do Investment Grade..A Carteira não irá geralmente adquirir títulos da dívida classificados abaixo de "C" pela S&P ou pelas Moody's ou que tenham uma classificação de rating equivalente por parte de outra organização de atribuição de rating reconhecida a nível nacional ou que não tenha classificação, mas que seja considerada como tendo qualidade similar. Todas as classificações de ratings são aplicáveis relativamente ao momento do investimento. Se a classificação de rating de um título mudar após a aquisição, esse título poderá continuar em carteira por livre decisão do Sub-Consultor.

A Carteira poderá investir, a título secundário, noutros valores mobiliários e poderá utilizar outras estratégias de investimento que não sejam as principais. As políticas da Carteira permitem o investimento noutros Valores Mobiliários, incluindo os títulos que não produzem rendimentos ou as acções ordinárias. A Carteira poderá investir 25% dos seus activos líquidos em títulos fora dos EUA e 10% dos seus activos líquidos em títulos não denominados em US$.

A Carteira também pode usar instrumentos derivados financeiros para efeitos de investimento, cobertura de risco e gestão da carteira eficiente. Estes derivados podem incluir, entre outros, futuros da taxa de juro, opções da taxa de juro, swaps de taxas de juro, swaps sobre a rentabilidade total e credit default swaps.

O rendimento produzido pelos investimentos da Carteira deverá ser reinvestido na Carteira.

O investimento em títulos da dívida com classificação Abaixo do Investment Grade implica riscos especiais e poderá não ser adequado para todos os investidores.

Perfil do Investidor típico

Esta Carteira é adequada para investidores que:

• procuram um potencial retorno total através da maior apreciação do rendimento e do capital;

• procuram a diversificação nos seus investimentos através da exposição ao mercado com valor nominal em Dólares dos EUA de elevada rentabilidade;

• podem tolerar a elevada volatilidade do preço e uma liquidez mais baixa associada aos títulos da dívida de classificação inferior;

• estão dispostos a assumir um elevado nível de risco; • têm uma perspectiva de investimento de longo prazo.

(12)

A Carteira Global High Yield and Emerging Market (Euro) procura obter a valorização de rendimento e de capital através do investimento, principalmente, num leque amplamente diversificado de Valores Mobiliários representativos de dívida de Elevada Rentabilidade de Países de Mercado Emergente, como valores mobiliários representativos de dívida, acções preferenciais e obrigações de emitentes governamentais e privados e warrants sobre os mesmos. A Carteira irá investir a nível mundial. Esclarece-se que, é permitido à Carteira investir em valores mobiliários de elevada rentabilidade (High Yeld securities) assim como em obrigações soberanas de Países de Mercados Emergentes que sejam consideradas como Investment Grade.

Para além dos investimentos em Valores Mobiliários representativos de dívida de Elevada Rentabilidade de Países de Mercado Emergente denominados em Euros, a Carteira poderá investir noutros valores mobiliários (incluindo outros valores mobiliários de rendimento fixo e Instrumentos do Mercado Monetário), numerário e quase-numerário (“near cash”), depósitos e contratos a prazo sobre divisas.

A Carteira poderá investir em valores mobiliários denominados em várias divisas e geralmente cobrirá o risco de exposição a outras divisas que não o Euro. No entanto, o montante máximo desta exposição a outras divisas que não o Euro que permaneça não coberta não ultrapassará 33% dos activos líquidos da Carteira.

O Valor Líquido Global desta Carteira deverá ser expresso em Euros e as decisões de investimento serão efectuadas na perspectiva do Euro.

Perfil do Investidor típico

Esta Carteira é adequada para investidores que:

• procuram um potencial retorno total através da maior apreciação do rendimento e do capital;

• procuram a diversificação global nos seus investimentos através da exposição a emitentes de dívida de elevada rendibilidade do mercado emergente;

• podem tolerar a elevada volatilidade do preço e uma liquidez mais baixa associada aos títulos da dívida de classificação inferior;

• estão dispostos a assumir um elevado nível de risco; • têm uma perspectiva de investimento de longo prazo. A CARTEIRA DE ATRIBUIÇÃO DE ACTIVOS:

Global Asset Allocation

A Carteira Global Asset Allocation procura o retorno absoluto da valorização de rendimento e capital através de um investimento equilibrado a nível mundial que consiste em acções e em títulos da dívida.

A Carteira Global Asset Allocation irá operar como uma Carteira separada e seguirá o objectivo da Carteira World Equities na fracção de acções e a Carteira Global Bonds (em dólares norte-americanos) na fracção de obrigações (incluindo o uso de derivados como divulgado para essa última Carteira).

Perfil do Investidor típico

Esta Carteira é adequada para investidores que:

• procuram a apreciação do capital numa carteira globalmente equilibrada com atribuição de activos;

• procuram acrescentar diversificação aos seus investimentos através da exposição a capital e dívida global;

• têm um nível de tolerância ao risco intermédio;

• desejam investir segundo uma perspectiva de tempo de investimento de médio a longo prazo.

(13)

World Equities

A Carteira World Equities procura o retorno absoluto da valorização de rendimento do capital através, principalmente, do investimento numa carteira globalmente diversificada de títulos de capital emitidos por empresas localizadas em mercados de países desenvolvidos e emergentes . Em segundo plano, a Carteira poderá investir em títulos convertíveis em acções e/ou warrants.

Perfil do Investidor típico

Esta Carteira é adequada para investidores que:

• procuram a apreciação do capital através de um fundo de acções de concentração global; • procuram a diversificação do investimento através da exposição a capital global;

• têm um elevado nível de tolerância ao risco proporcional a um investimento em títulos de capital;

• podem tolerar elevada volatilidade no valor do seu investimento; • têm uma perspectiva de investimento de longo prazo.

Global Emerging Market Equities

A Carteira Global Emerging Market Equities procura alcançar uma valorização do capital a longo prazo investindo principalmente em valores mobiliários representativos de capital de empresas de Mercados Emergentes. Estas são definidas como empresas sedeadas em e/ou cujas actividades mais relevantes localizam-se em Países dos Mercados Emergentes. A Carteira poderá ainda investir noutros valores mobiliários (incluindo valores mobiliários com rendimento fixo, outros valores mobiliários representativos de capital e Instrumentos do Mercado Monetário).

Perfil do Investidor típico

Esta Carteira é adequada para investidores que:

• procuram a apreciação do capital através de um fundo de acções com concentração no mercado emergente global;

• procuram a diversificação da investimento através da exposição a capital de Países dos Mercados Emergentes;

• têm um elevado nível de tolerância ao risco proporcional a um investimento em países em desenvolvimento;

• podem tolerar períodos frequentes de potencialmente elevada volatilidade e risco; • têm uma perspectiva de investimento de longo prazo.

US Equities

A Carteira US Equities procura alcançar a valorização do capital principalmente pela realização de investimento numa carteira diversificada de títulos accionistas de emitentes empresariais com sede nos EUA ou que exerçam uma parte predominante da sua actividade neste país. Em segundo plano, a Carteira poderá investir em títulos convertíveis em acções e/ou warrants. Os títulos serão geralmente de empresas com capitalizações que são similares às empresas representadas no Índice S&P 500.

Perfil do Investidor típico

Esta Carteira é adequada para investidores que: • procuram a apreciação do capital;

• procuram a diversificação do investimento através da exposição ao mercado de acções dos E.U.A. O investidor deve estar ciente de que a concentração geográfica pode acrescentar mais

(14)

volatilidade do que uma carteira mais diversificada geograficamente; • podem tolerar elevada volatilidade no valor do seu investimento;

• têm um elevado nível de tolerância ao risco proporcional a um investimento em títulos de capital;

• têm uma perspectiva de investimento de longo prazo.

American Select

A Carteira American Select procura alcançar a valorização de capital principalmente pela realização de investimentos em valores mobiliários representativos de capital de empresas sedeadas na América do Norte ou com operações significativas na América do Norte. Estas podem ser grandes, médias e pequenas empresas. Não haverá especialização particular. A abordagem de investimento selectivo significa que a Carteira tem a flexibilidade de assumir posições significativas em acções e sectores que possam levar a níveis mais elevados de volatilidade.

Perfil do Investidor típico

Esta Carteira é adequada para investidores que: • procuram a apreciação do capital;

• procura exposição do investimento ao mercado norte-americano de capital. O investidor deve estar ciente de que a concentração geográfica pode acrescentar mais volatilidade do que uma carteira mais diversificada geograficamente;

• podem tolerar uma volatilidade potencialmente elevada no valor do seu investimento;

• têm um elevado nível de tolerância ao risco proporcional a um investimento em títulos de capital;

• têm uma perspectiva de investimento de longo prazo.

Pan European Equities

A Carteira Pan European Equities procura a valorização de capital principalmente pela realização de investimento em capital de grandes empresas domiciliadas na Europa ou com actividades significativas na Europa. A Carteira poderá anda investir em valores mobiliários representativos de capital de Pequenas Empresas europeias e noutros valores mobiliários (incluindo valores mobiliários de rendimento fixo, outros valores mobiliários representativos de capital e Instrumentos do Mercado Monetário).

O Valor Líquido Global da Carteira deverá ser expresso em Euros e as decisões de investimento serão efectuadas na perspectiva do Euro.

Perfil do Investidor típico

Esta Carteira é adequada para investidores que: • procuram a apreciação do capital;

• procuram a exposição do investimento ao mercado europeu de acções. O investidor deve estar ciente de que a concentração geográfica pode acrescentar mais volatilidade do que uma carteira mais diversificada geograficamente;

• podem tolerar uma volatilidade potencialmente elevada no valor do seu investimento;

• têm um elevado nível de tolerância ao risco proporcional a um investimento em títulos de capital;

(15)

Pan European Smaller Companies

A Carteira Pan Europan Smaller Companies provura alcançar a valorização de capital principalmente pela realização de investimentos em valores mobiliários representativos de capital de Pequenas Empresas europeias. A Carteira poderá ainda investir noutros valores mobiliários (incluindo valores mobiliários de rendimento fixo, outros valores mobiliários representativos de capital e Instrumentos do Mercado Monetário).

O Valor Líquido Global desta Carteira deverá ser expresso em Euros e as decisões de investimento serão efectuadas na perspectiva do Euro.

Perfil do Investidor típico

Esta Carteira é adequada para investidores que: • procuram a apreciação do capital;

• procuram a exposição do investimento ao mercado europeu de acções. Os investidores devem estar cientes de que a concentração geográfica pode acrescentar mais volatilidade do que uma carteira mais diversificada geograficamente;

• procura expor o investimento a empresas europeias de pequena dimensão. O investidor deve estar ciente de que existem alguns riscos associados ao investimento em empresas mais pequenas que podem incluir uma maior volatilidade do preço de mercado e uma maior vulnerabilidade às flutuações no ciclo económico;

• podem tolerar flutuações potencialmente grandes no preço das acções;

• têm um elevado nível de tolerância ao risco proporcional a um investimento em títulos de capital:

• têm um horizonte de investimento de longo prazo

European Quantitative Equities

A Carteira European Quantitative Equities procura alcançar a valorização do capital pelo investimento, principalmente, numa carteira diversificada de títulos de capital emitidos por empresas com sede ou que exerçam parte predominante da respectiva actividade na Europa. Estes títulos serão, principalmente, de empresas de média ou grande capitalização. Os investimentos serão feitos, de forma geral, nos principais mercados europeus.

A Carteira pode investir, de forma secundária, em títulos convertíveis em acções e/ou warrants das referidas empresas. A Carteira pode, também, investir 20% dos seus activos líquidos em títulos de empresas de mercados emergentes europeus.

A Carteira também pode usar instrumentos derivados financeiros para uma gestão da carteira eficiente, de cobertura e de investimento. Estes derivados podem incluir, entre outros, swaps sobre acções, opções, futuros e contratos a prazo sobre divisas.

A Carteira será gerida através da utilização de técnicas de selecção de acções quantitativas e da implementação de um disciplinado processo de tomada de decisões. Essas técnicas podem incluir a utilização de modelação computorizada para detectar empresas com várias características financeiras fundamentais, para realizar uma optimização nível de sectores e/ou carteiras, para aplicar controlos de risco variados e para testar os resultados destes processos.

O Valor Líquido Global da Carteira deverá ser expresso em Euros e as decisões de investimento serão efectuadas na perspectiva do Euro.

Perfil do Investidor típico

(16)

• procuram a apreciação do capital;

• procuram a exposição do investimento ao mercado europeu de acções através de técnicas de selecção quantitativa de acções. O investidor deve estar ciente de que a concentração geográfica pode acrescentar mais volatilidade do que uma carteira mais diversificada geograficamente;

• podem tolerar uma volatilidade potencialmente elevada no valor do seu investimento;

• têm um elevado nível de tolerância ao risco proporcional a um investimento em títulos de capital;

• têm uma perspectiva de investimento de longo prazo.

Asia

A Carteira Asia procura alcançar a valorização do capital principalmente pela realização de investimento em valores mobiliários representativos de capital de empresas sedeadas na Ásia (excepto no Japão) ou com operações significativas na Ásia (excepto no Japão). A Carteira poderá ainda investir noutros valores mobiliários (incluindo valores mobiliários de rendimento fixo, outros valores mobiliários representativos de capital e Instrumentos do Mercado Monetário).

Perfil do Investidor típico

Esta Carteira é adequada para investidores que: • procuram a apreciação do capital;

• procuram a exposição do investimento ao mercado de acções da Ásia Pacífico (excluindo o Japão). O investidor deve estar ciente de que a concentração geográfica pode acrescentar mais volatilidade do que uma carteira mais diversificada geograficamente;

• podem tolerar uma volatilidade potencialmente elevada no valor do seu investimento;

• têm um elevado nível de tolerância ao risco proporcional a um investimento em títulos de capital de uma única região;

• têm uma perspectiva de investimento de longo prazo.

Greater China Equities

A Carteira Greater China Equities procura alcançar a valorização do capital principalmente pelo investimento numa carteira diversificada de títulos de capital emitidas por empresas com sede ou que exerçam parte predominante da respectiva actividade na República Popular da China ("China"), Hong Kong ou Taiwan.

Em segundo plano, a Carteira poderá investir em títulos convertíveis em acções e/ou warrants.

Embora seja um país extraordinariamente grande, a China continua a ser um País de Mercado Emergente. Os investimentos em mercados emergentes são mais voláteis e apresentam riscos mais elevados que os investimentos em mercados mais estabelecidos. Os investidores devem considerar este risco adicional ao avaliar os benefícios potenciais de investir nesta Carteira.

Perfil do Investidor típico

Esta Carteira é adequada para investidores que: • procuram a apreciação do capital;

• procuram a exposição da carteira ao mercado de acções da China, Hong Kong e Taiwan. O investidor deve estar ciente de que a concentração geográfica pode acrescentar mais volatilidade do que uma carteira mais diversificada geograficamente;

(17)

• têm um elevado nível de tolerância ao risco proporcional a um investimento em títulos de capital de uma única região;

• têm uma perspectiva de investimento de longo prazo.

Global Energy Equities

A Carteira Global Energy Equities Portfolio procura alcançar a valorização do capital principalmente pelo investimento numa carteira diversificada de títulos de capital emitidas por empresas que exerçam parte predominante da respectiva actividade no desenvolvimento, pesquisa, produção ou distribuição de produtos e serviços relacionados com Energia. Os investimentos serão geralmente efectuados nos principais mercados mundiais, mas a Carteira poderá investir 15% dos seus activos líquidos na altura da compra em títulos de empresas de Países de Mercado Emergente. Na qualidade de carteira sectorial, esta Carteira proporcionará menos diversificação e poderá levar a maior volatilidade do que outras carteiras com investimentos mais amplos.

Em segundo plano, a Carteira poderá investir em títulos convertíveis em acções e/ou warrants.

Perfil do Investidor típico

Esta Carteira é adequada para investidores que: • procuram a apreciação do capital;

• procuram a diversificação do investimento através da exposição ao sector energético. O investidor deve estar ciente de que a concentração num sector pode acrescentar mais volatilidade do que uma carteira amplamente diversificada;

• podem tolerar uma volatilidade potencialmente elevada no valor do seu investimento;

• têm um elevado nível de tolerância ao risco proporcional a um investimento em títulos de capital de um único sector;

• têm uma perspectiva de investimento de longo prazo.

Global Innovation

A Carteira Global Innovation procura alcançar um elevado nível de valorização do capital através do investimento principalmente em Valores Mobiliários que sejam acções de empresas que proporcionem produtos e/ou serviços baseados em novas ideias e/ou tecnologias. Estas podem incluir: telecomunicações, informática, Internet, biotecnologia e outros conceitos e tecnologias em desenvolvimento.

Esta Carteira investe em empresas, que dependem de tecnologia e rápida mudança e/ou de produtos e ideias que são novos nos seus mercados. Estes investimentos poderão ser mais voláteis do que os investimentos em Valores Mobiliários de empresas mais tradicionais.

Perfil do Investidor típico

Esta Carteira é adequada para investidores que:

• procuram a apreciação do capital acima da média;

• procuram a diversificação do investimento através da exposição ao sector de acções dos avanços tecnológicos e outras inovações. O investidor deve estar ciente de que a concentração num sector pode acrescentar mais volatilidade do que uma carteira amplamente diversificada; • podem tolerar flutuações potencialmente grandes no preço das acções;

• têm um elevado nível de tolerância ao risco proporcional a um investimento em títulos de capital de um único sector;

(18)

Global Technology

A Carteira Global Technology procura alcançar a valorização do capital a longo prazo pela realização de investimentos globais, principalmente em Valores Mobiliários Transmissíveis de empresas com actividades negociaiss em tecnologias e indústrias relacionadas. As empresas de indústrias relacionadas com tecnologias são aquelas empresas que usam extensivamente a tecnologia de forma a melhorar os processos e aplicações negociais.

A Carteira poderá investir em Valores Mobiliários Transmissíveis de emitentes de qualquer dimensão e sedeados em qualquer país. A Carteira irá normalmente investir os seus activos em quaisquer valores mobiliários representativos de capital, incluindo acções comuns, valores mobiliários convertíveis ou permutáveis em acções comuns, direitos e warrants de compra de acções comuns e depositary receipts representando um interesse de titularidade nesses valores mobiliários representativos de capital. A Carteira poderá investir até 25% dos seus activos em acções preferenciais e em valores mobiliários representativos de dívida Investment Grade.

Perfil do Investidor típico

Esta Carteira é adequada para investores que: • procuram valorização do capital;

• procuram a diversificação da carteira através da exposição ao sector das tecnologias. O investidor deve estar ciente de que a concentração num sector pode acrescentar mais volatilidade do que uma carteira amplamente diversificada;

• podem tolerar uma volatilidade potencialmente elevada no valor do seu investimento;

• têm uma elevada tolerância ao nível de risco na lógica de um investimento em valores mobiliários representativos de capital;

• têm um horizonte de investimento de longo prazo.

US Communications and Information

A Carteira US Communications and Information procura alcançar a valorização do capital através do investimento de pelo menos 80% dos seus activos líquidos em Valores Mobiliários Transmissíveis de sobretudo empresas dos Estados Unidos, de qualquer dimensão, operando em virtualmente todos os aspectos de comunicações, informação e indústrias relacionadas. A Carteira investirá no máximo 10% dos seus activos líquidos em valores mobiliários que não dos Estados Unidos, excluindo aqueles que sejam directamente transaccionados ou detidos através de depositary receipts negociados nos Estados Unidos e papel comercial e certificados de depósito emitidos por bancos que não dos Estados Unidos.

A Carteira poderá ainda investir em valores mobiliários convertíveis em ou permutáveis por acções comuns, em direitos e warrants que possibilitem a aquisição de accões comuns e em valores mobiliários representativos de dívida ou acções preferenciais, e em depositary receipts que se acredite que gerem oportunidades de valorização de capital. A Carteira poderá investir em papel comercial e certificados de depósito emitidos por bancos dos Estados Unidos e de outros países.

Perfil do Investidor típico

Esta Carteira é adequada para investores que: • procuram valorização do capital;

• procuram a diversificação da carteira através da exposição ao sector das comunicações e da informação. O investidor deve estar ciente de que a concentração geográfica e num sector pode acrescentar mais volatilidade do que uma carteira amplamente diversificada;

(19)

• podem tolerar uma volatilidade potencialmente elevada volatilidade no valor do seu investimento;

• têm uma elevada tolerância ao nível de risco na lógica de um investimento em valores mobiliários representativos de capital;

• têm um horizonte de investimento de longo prazo.

Global Equities - Walter Scott & Partners

A Carteira Global Equities - Walter Scott & Partners procura alcançar uma rentabilidade real relativamente elevada investindo, principalmente, numa carteira de acções globalmente diversificada (incluindo títulos convertíveis em acções e/ou "warrants") de emitentes empresariais. Estes títulos serão habitualmente de empresas que têm o potencial de alcançar taxas de rentabilidade acima da média. A Carteira concentrar-se-á em investimentos a longo prazo, pelo que o volume de negócios deverá ser baixo. A Carteira investirá, principalmente, em mercados desenvolvidos, mas poderá também investir em títulos de empresas de Países de Mercados Emergentes.

O Valor Líquido Global da Carteira deverá ser expresso em euros e as decisões de investimento serão efectuadas na perspectiva do euro.

Perfil do Investidor típico

Esta Carteira é adequada para investidores que:

• procuram a apreciação do capital através de um fundo de acções de concentração global; • procuram a diversificação da carteira através da exposição às regiões geográficas pelo mundo

inteiro;

• têm um elevado nível de tolerância ao risco proporcional a um investimento em títulos de capital;

• podem tolerar flutuações potencialmente grandes no preço das acções; • têm uma perspectiva de investimento de longo prazo.

Mondrian Investment Partners - Focused Emerging Markets Equity

A Carteira Mondrian Investment Partners - Focused Emerging Markets Equity investirá numa lista concentrada de acções de emitentes empresariais. Esta Carteira será gerida em relação ao Índice MSCI para os Mercados Emergentes. Ao escolher a lista de foco, o Sub-Consultor deverá ter em consideração a exposição global ao mercado de qualquer país que será, normalmente, limitada a um terço dos activos líquidos da Carteira. A Carteira investirá, principalmente, em emissões de empresas com sede nos Países de Mercado Emergente. A Carteira terá habitualmente 30-40 emitentes empresariais com uma capitalização bolsista de aproximadamente 3,5 mil miçhões na altura da aquisição inicial. No entanto, deve ser tido em conta que a Carteira poderá conter mais ou menos emitentes que os indicados e que a capitalização de mercado dos emitentes na Carteira poderá também variar relativamente ao nível aí indicado.

Podem ser feitos investimentos até 20% em situações nas quais o Sub-Consultor só possa alcançar a desejada exposição a mercados emergentes através de títulos de capital transaccionados ou com sede noutros locais.

Todos os mercados e títulos devem utilizar um modelo consistente de desconto de dividendos disciplinado.

Os investimentos em mercados emergentes são mais voláteis e apresentam riscos mais elevados que os investimentos em mercados mais estabelecidos. Os investidores devem considerar este risco adicional ao avaliar os benefícios potenciais de investir nesta Carteira.

(20)

Perfil do Investidor típico

Esta Carteira é adequada para investidores que:

• procuram apreciação de capital através de uma carteira focada em acções de mercados emergentes de grande capitalização a nível global;

• procuram diversificar a carteira através da exposição a regiões geográficas em desenvolvimento a nível mundial;

• têm um elevado nível de tolerância ao risco proporcional a um investimento em países em desenvolvimento;

• podem tolerar períodos potencialmente frequentes de elevada volatilidade e risco; • têm uma perspectiva de investimento de longo prazo.

AS CARTEIRAS DE RETORNO ABSOLUTO:

Target Return (USD)

A Carteira Target Return (US$) procura alcançar um retorno positivo total superior à taxa LIBOR a 3 meses da Divisa Base, independentemente das condições de mercado.

A Carteira ganhará exposição a mercados de obrigações e divisas globais. A Carteira investirá principalmente em derivados, numerário e quase-numerário (near cash), valores mobiliários de rendimento fixo, valores mobiliários indexados a um índice, Instrumentos do Mercado Monetário e depósitos.

Ocasionalmente, a Carteira poderá estar concentrada num activo ou numa combinação de activos. A Carteira poderá assumir posições longas ou a descoberto (long and short positions) através de derivados em tais emissões. Valores Mobiliários denominados numa divisa que não o USD poderão ou não estar cobertos pelo USD à discrição da Sociedade Gestora ou do Sub-Consultor relevante.

A Carteira recorre a derivados e contratos a prazo tanto para uma gestão eficiente da Carteira como para investimento, incluindo venda a descoberto (synthetic short selling) e alavancagem. A utilização de derivados para efeitos de investimento poderá aumentar o perfil de risco da Carteira.

Perfil do Investidor típico

Esta Carteira é adequada para investidores que:

• procuram o retorno absoluto em excesso de numerário; • procuram retorno da valorização do rendimento e do capital; • têm um nível moderado a elevado de tolerância ao risco; • têm uma perspectiva de investimento de médio prazo.

(21)

American Absolute Alpha

3

A Carteira American Absolute Alpha procura alcançar um retorno absoluto. A Carteira investirá principalmente em valores mobiliários de capital e em contratos derivados relacionados com capital de emitentes empresariais com sede na América do Norte, ou exercendo uma parte predominante da sua actividade na América do Norte e, quando tal for considerado apropriado, em numerário e em Instrumentos do Mercado Monetário. Secundariamente, a Carteira poderá investir em valores mobiliarios e em derivados relacionados com emitentes empresariais com sede fora da América do Norte.

A Carteira assumirá posições longas em valores mobiliários de capital negociados publicamente. Posições curtas (e, possivelmente, posições longas) serão assumidas mediante o uso de instrumentos financeiros derivados que incluem, mas sem limitar, equity swaps, swaps de retorno total, futuros e opções relacionados com acções individuais, relacionadas com exchange traded funds e/ou relacionados com índices de capital, de acordo com a secção A(7)(b) do Apendice A, “Restrições ao Investimento”. A cobertura de risco poderá também ser alcançada pela compra de exchange traded funds.

A Carteira recorre a instrumentos financeiros derivados e a operações a prazo para efeitos de uma gestão eficiente da carteira e dos investimentos. O recurso a instrumentos financeiros derivados pode aumentar o perfil de risco da Carteira.

Perfil do Investidor típico

Esta Carteira é adequada para investidores que: • procuram a valorização do capital;

• procuram retorno obtido principalmente através de decisões de investimento longas e curtas; • possuem um nível elevado de tolerância ao risco;

• possuem uma perspectiva de investimento de longo prazo.

3

Até 8 de Janeiro de 2011, os Objectivos e Políticas de Investimento manter-se-ão os seguintes:

“A Carteira American Absolute Alpha procura alcançar um retorno absoluto. A Carteira investirá principalmente em valores mobiliários de capital e em contratos derivados relacionados com capital de emitentes empresariais com sede na América do Norte, ou exercendo uma parte predominante da sua actividade na América do Norte. Secundariamente, a Carteira poderá investir em valores mobiliarios e em derivados relacionados com emitentes empresariais com sede fora da América do Norte. A Carteira assumirá posições longas em valores mobiliários de capital negociados publicamente. Posições curtas (e, possivelmente, posições longas) serão assumidas mediante o uso de instrumentos financeiros derivados que incluem, mas sem limitar, equity swaps, swaps de retorno total, futuros e opções relacionados com acções individuais, relacionadas com

exchange traded funds e/ou relacionados com índices de capital, de acordo com a secção A(7)(b) do Apendice A,

“Restrições ao Investimento”. A cobertura de risco poderá também ser alcançada pela compra de exchange traded funds. A Carteira recorre a instrumentos financeiros derivados e a operações a prazo para efeitos de uma gestão eficiente da carteira e dos investimentos. O recurso a instrumentos financeiros derivados pode aumentar o perfil de risco da Carteira.

Perfil do Investidor típico

Esta Carteira é adequada para investidores que: • procuram a valorização do capital;

• procuram retorno obtido principalmente através de decisões de investimento longas e curtas; • possuem um nível elevado de tolerância ao risco;

(22)

Absolute Emerging Market Macro

4

A Carteira Absolute Emerging Market Macro procura alcançar um retorno absoluto.

A Carteira investirá principalmente, ou directamente em dívida e divisas de Países de Mercado Emergente incluindo, mas sem limitar, dívida interna, pública e semi-pública, emitida em divisa local ou estrangeira, ou indirectamente nessa dívida e divisas através de derivados tais como, incluindo, mas sem limitar, credit default swaps, swaps sobre taxas de juro e futuros, opções e forwards e, quando tal for considerado apropriado, numerário e Instrumentos do Mercado Monetário.

De forma secundária, a Carteira poderá ainda investir em títulos de dívida e divisas de Países que não sejam Países de Mercado Emergente.

A Carteira recorre a instrumentos financeiros derivados e a operações a prazo para efeitos de uma gestão eficiente da carteira e dos investimentos. O recurso a instrumentos financeiros derivados pode aumentar o perfil de risco da Carteira.

Perfil do Investidor típico

Esta Carteira é adequada para investidores que:

• procuram o retorno absoluto em excesso de numerário; • procuram retorno da valorização do rendimento e do capital; • possuem um nível elevado de tolerância ao risco;

• possuem uma perspectiva de investimento de longo prazo.

Multi Asset Absolute Alpha

5

A Carteira Multi Asset Absolute Alpha procura alcançar um retorno absoluto.

A Carteira investirá globalmente nos mercados de acções, retorno fixo e de divisas, directa ou indirectamente através de organismos de investimento colectivo e/ou produtos financeiros derivados e, quando

4

Até 8 de Janeiro de 2011 (inclusive), os Objectivos e Políticas de Investimento manter-se-ão os seguintes: “A Carteira Absolute Emerging Market Macro procura alcançar um retorno absoluto.

A Carteira investirá principalmente, ou directamente em dívida e divisas de Países de Mercado Emergente incluindo, mas sem limitar, dívida interna, pública e semi-pública, emitida em divisa local ou estrangeira, ou indirectamente nessa dívida e divisas através de derivados tais como, incluindo, mas sem limitar, credit default swaps, futuros sobre taxas de juro e moeda, opções e forwards.

De forma secundária, a Carteira poderá ainda investir em títulos de dívida e divisas de Países que não sejam Países de Mercado Emergente, depósitos, numerário ou quase -numerário (“near cash”).

A Carteira recorre a instrumentos financeiros derivados e a operações a prazo para efeitos de uma gestão eficiente da carteira e dos investimentos. O recurso a instrumentos financeiros derivados pode aumentar o perfil de risco da Carteira.

Perfil do Investidor típico

Esta Carteira é adequada para investidores que:

• procuram o retorno absoluto em excesso de numerário; • procuram retorno da valorização do rendimento e do capital; • possuem um nível elevado de tolerância ao risco;

• possuem uma perspectiva de investimento de longo prazo.”

5

Esta Carteira não está disponível para subscrição à data deste Prospecto. Poderá ser lançada por decisão dos administradores, caso em que a confirmação desse lançamento será disponibilizada na sede da SICAV.

(23)

tal for considerado apropriado, numerário e Instrumentos do Mercado Monetário. A Carteira também terá uma exposição indirecta a mercadorias, imobiliário ou outros activos através de, mas não excepcionalmente, investimento em organismos de investimento colectivo, títulos de securitizações e/ou instrumentos financeiros derivados onde os instrumentos subjacentes a esses derivados são índices. A Carteira não investirá em mercadorias físicas nem em imobiliário.

É esperado que a Carteira invista mais de 10% e até 100% dos seus activos em outros OICVMs ou OICs. A Carteira recorre a instrumentos financeiros derivados e a operações a prazo para efeitos de uma gestão eficiente da carteira e de investimento. O recurso a instrumentos financeiros derivados pode aumentar o perfil de risco da Carteira.

A Carteira retém flexibilidade para variar a sua exposição entre classes de activos, conforme seja necessário para atingir os objectivos de investimento.

Perfil do Investidor típico

Esta Carteira é adequada para investidores que:

• procuram retorno da valorização do capital; • possuem um nível elevado de tolerância ao risco;

possuem uma perspectiva de investimento de longo prazo.

European Smaller Companies Absolute Alpha

6

A Carteira European Smaller Companies Absolute Alpha procura alcançar um retorno absoluto.

A Carteira investirá principalmente em acções, obrigações convertíveis e produtos derivados relacionados com acções de Empresas de Pequenas Dimensões europeias e, se considerado apropriado, em Instrumentos do Mercado Monetário. Secundariamente, a Carteira poderá investir em valores mobiliários e produtos derivados relacionados com sociedades com sede fora da Europa.

A Carteira assumirá quer posições longas, como posições curtas. Posições curtas (e, possivelmente, posições longas) serão assumidas através de instrumentos derivados financeiros incluindo equity swaps, swaps de retorno total e futuros e opções relacionados com acções individuais, a exchange traded funds e/ou índices. A cobertura de riscos pode ser alcançada através de investimento em exchange traded funds.

A Carteira recorre a instrumentos financeiros derivados e a operações a prazo para efeitos de uma gestão eficiente da carteira e de investimento. O recurso a instrumentos financeiros derivados pode aumentar o perfil de risco da Carteira.

O Valor Líquido dos Activos da Carteira será expresso em Euros e as decisões de investimento serão tomadas de uma perspectiva de Euros.

Perfil do Investidor típico

Esta Carteira é adequada para investidores que:

• procuram retorno da valorização do capital;

• Procuram retornos principalmente resultantes da tomada de decisões de investimento curtas e longas;

• possuem um nível elevado de tolerância ao risco;

• possuem uma perspectiva de investimento de longo prazo.

6

Esta Carteira não está disponível para subscrição à data deste Prospecto. Poderá ser lançada por decisão dos administradores, caso em que a confirmação desse lançamento será disponibilizada na sede da SICAV.

(24)

As Carteiras que procurem um Retorno Absoluto usarão técnicas de investimento susceptíveis de atingir lucro quer em mercados em alta como em mercados em queda. Como tal, estas podem dar um retorno positivo independentemente da direcção dos mercados. No entanto, é importante notar que isto não significa que estas Carteiras vão dar retorno positivo sempre, e podem, de facto, estar sujeitas a períodos de retorno negativo. Estas técnicas de investimento comportarão riscos adicionais, quando comparadas com Carteiras direccionais mais tradicionais. Para as Carteiras de Retorno Absoluto, os investidores devem ter em consideração como riscos aplicáveis, adicionalmente aos riscos descritos abaixo nos “Factores de Risco”, os seguintes:

Retorno Absoluto:

Uso de derivados e operações a prazo

As Carteiras recorrem a derivados e a operações a prazo para uma gestão eficiente da carteira e dos investimentos, incluindo a venda a descoberto e a alavancagem. O uso de derivados e de operações a prazo para uma gestão eficiente de carteira não aumentará o perfil de risco da Carteira. O uso de derivados para efeitos de investimento poderá aumentar o perfil de risco da Carteira.

:

A exposição da Carteira envolve vendas a descoberto de valores mobiliários e alavancagem através de instrumentos financeiros derivados, o que aumenta o risco da Carteira. A estratégia de investimento inclui compras sintéticas a descoberto de valores mobiliários, criando uma exposição equivalente à venda de valores mobiliários que não sejam fisicamente detidos pela Carteira nesse momento. As Carteiras terão lucro se o valor desses valores mobiliários cair. No entanto, se o valor desses valores mobiliários aumentar, isso terá um impacto negativo nas Carteiras. O uso de derivados pode também proporcionar a alavancagem das Carteiras. A alavancagem tem o efeito de aumentar a magnitude de quaisquer lucros, quando comparados com uma situação em que não houvesse alavancagem. No entanto, aumentará também o nível de quaisquer prejuízos.

Vendas a Descoberto e Alavancagem:

Para evitar dúvidas, as Carteiras de Retorno Absoluto não oferecem qualquer forma de garantia a respeito do desempenho e nenhuma forma de protecção do capital será aplicada.

Para informação adicional sobre os riscos associados ao uso de derivados, deve ser considerada a secção “Uso de Derivados e outras Técnicas de Investimento”, na secção “Factores de Risco”.

A CARTEIRA DE ESPECIALISTA:

A Carteira Enhanced Commodities procura alcançar a valorização do capital que se encontra directa e indirectamente aos mercados de mercadorias.

Enhanced Commodities

A Carteira investirá em instrumentos financeiros derivados cujos activos subjacentes sejam índices de mercadorias ou sub-índices, compostos por contratos de futuros sobre mercadorias físicas. O investimento em índices de mercadorias únicas será realizado de acordo com a secção A(7)(b) do anexo A “Restrições ao Investimento”. A Carteira poderá ficar altamente exposta a um índice ou sub-índice que seja suficientemente diversificado, com base no enunciado na secção A(7)(a) do Apendice A, “Restrições ao Investimento”.

A Carteira poderá também investir em exchange traded funds e/ou mercadorias/obrigações titularizadas negociadas em bolsa, certificados, valores mobiliários públicos de Investment Grade, Instrumentos do Mercado Monetário, numerário, títulos de capital, e/ou outros títulos de dívida.

A Carteira poderá recorrer a instrumentos financeiros derivados para o seu investimento principal, cobertura do risco e gestão eficiente de carteira.

(25)

Perfil do Investidor típico

Esta Carteira é adequada para investidores que: • procuram a valorização do capital;

• procuram a diversificação da carteira no âmbito do seu investimento através da exposição às mercadorias;

• têm um nível elevado de tolerância ao risco;

• toleram uma elevada volatibilidade potencial do valor do seu investimento; • têm uma perspectiva de investimento de longo prazo.

Os investidores devem tomar em consideração a secção “Factores de risco” deste Prospecto no que respeita aos riscos aplicáveis ao investimento na Carteira Enhanced Commodities e em particular aos “Uso de Derivados e outras Técnicas de investimento”, “Risco da Contraparte”, “Derivados financeiros de índices ou sub-índices”, Swaps de retorno total”, “Indices de Mercadorias” e “Exchange traded notes”. Os investidores devem ter em conta este risco extra quando avaliarem os benefícios potenciais resultantes do investimento nesta Carteira. A Carteira recorre a derivados para adquirir exposição aos índices de mercadorias ou aos sub-indices compostos por contratos de futuros sobre mercadorias físicas. O recurso a estes derivados para efeitos de investimento pode aumentar o perfil de risco da Carteira.

Imagem

temas relacionados :