CARLOS BERNARDO GONZÁLEZ PECOTCHE RAUMSOL

Texto

(1)
(2)

ÚLTIMAS PUBLICAÇÕES DO AUTOR

Intermedio Logosófico, 216 págs., 1950. (1)

Introducción al Conocimiento Logosófico, 494 págs., 1951. (1) (2) Diálogos, 212 págs., 1952. (1)

Exégesis Logosófica, 110 págs., 1956. (1) (2) (4)

El Mecanismo de la Vida Consciente, 125 págs., 1956. (1) (2) (4) La Herencia de Sí Mismo, 32 págs., 1957. (1) (2) (4)

Logosofía. Ciencia y Método, 150 págs., 1957. (1) (2) (4) El Señor de Sándara, 509 págs., 1959. (1)

Deficiencias y Propensiones del Ser Humano, 213 págs., 1962. (1) (2) (4) Curso de Iniciación Logosófica, 102 págs., 1963. (1) (2) (4) (6)

Bases para Tu Conducta, 55 págs., 1965. (1) (2) (3) (4) (5) (6) El Espíritu, 196 págs., 1968. (1) (2) (4) (7)

Colección de la Revista Logosofía (tomos I (1), II (1), III), 715 págs., 1980. Colección de la Revista Logosofía (tomos IV, V), 649 págs., 1982.

(3)

CARLOS BERNARDO GONZÁLEZ PECOTCHE (RAUMSOL)

D

IÁLOGOS

REIMPRESSÃO DA 4A EDIÇÃO

EDITORA LOGOSÓFICA

(4)

Título do original

Diálogos

Carlos Bernardo González Pecotche

Revisão da tradução

José Dalmy Silva Gama

filiado da Fundação Logosófica Em Prol da Superação Humana, para a Editora Logosófica, dependência desta Instituição.

Projeto gráfico

Marcia Signorini

Produção gráfica

Adesign

Dados Internacionais de Catalogação na Publicação (CIP) (Câmara Brasileira do Livro, SP, Brasil)

González Pecotche, Carlos Bernardo, 1901-1963. Diálogos / Carlos Bernardo González Pecotche (Raumsol) ; [revisão da tradução José Dalmy Silva Gama]. -- São Paulo : Logosófica, 2006.

Título original: Diálogos 1ª reimpr. da 4. ed. de 2004. ISBN 85-7097-055-2 1. logosofia I.Título

06-6340 CDD-149.9

Índices para catálogo sistemático: 1. Logosofia : Doutrinas filosóficas 149.9

Copyright da Editora Logosófica

www.logosofia.org.br tel/fax: 55 11 3885 7340 Rua Coronel Oscar Porto, 818

CEP 04003-004 – São Paulo - SP - Brasil, da Fundação Logosófica

(Em Prol da Superação Humana) Sede central: SHCG/NORTE Quadra 704 – Área de Escolas CEP 70730-730 – Brasília – DF – Brasil

vide representantes regionais na última página

(5)
(6)

Todos os diálogos da presente obra foram suscitados em amá-veis cenáculos, nos quais o autor tem por costume reunir seus dis-cípulos para abordar temas ou elucidar problemas que estes lhe apresentem.

Entre as formas que adota para expor o ensinamento logosófi-co, algumas vezes recorre ao diálogo, ou se serve da analogia, do exemplo ou da parábola; outras vezes utiliza a exposição direta, sem excluir a ampla dissertação doutrinal quando o número de ouvintes excede em muito o círculo dos habitués. O método logo-sófico também se vale da lenda e da pergunta matizada com observações rápidas, variadas e sempre atrativas. Mas o diálogo é um dos gêneros didáticos preferidos pelo autor, e a isso obedece o fato de haver reunido nesta obra uma porção dos mais originais e interessantes.

Os helenos foram verdadeiros campeões do diálogo, mas nem mesmo os mais famosos revelaram as soluções dos elevados pro-blemas que expunham. Com extrema perícia, exerceram a dialé-tica e a retórica, a ponto de apurar em grau máximo o pensamen-to polêmico, que por cerpensamen-to triunfava, com relativa facilidade, sobre a inexperiência dos não versados na arte da controvérsia.

(7)

Os diálogos logosóficos diferem completamente daqueles em sua essência e objetivo. Mostram, algumas vezes, o vigor convin-cente de suas expressões; outras vezes, cumpre um grande papel o tom suave e persuasivo de suas reflexões. Em todos os casos, porém, percebe-se a marca inconfundível que caracteriza todas as manifestações da Sabedoria Logosófica.

Depois de folhear este livro, ninguém dirá que sai com as mãos vazias; flui de cada diálogo um ensinamento original — jamais lido ou escutado em parte alguma —, do qual surge o conhecimento que ilumina a inteligência e enche de prazer o espírito.

Nestas páginas, o autor deixou cair um punhado de palavras. Tomando formas sugestivas e eloqüentes, dispuseram-se por si mesmas em cada linha, como nas fileiras de uma imensa platéia. Você, leitor amigo, será o protagonista que há de aparecer neste cenário mental. Seu trabalho consistirá em interpretar os pensa-mentos que veja plasmados na platéia, tal como o orador que capta as impressões de seu auditório, significando isso que você pode aproveitar essa mesma oportunidade para expor sua opi-nião, com a segurança de que o aplaudirão entusiasticamente, ao tempo em que o autor fará o mesmo, por ter tido você a paciên-cia de manter a atenção até o final.

(8)

Imagem

Referências

temas relacionados :