Texto

(1)

Capítulo 10 – Entre o bem e o mal

Capítulo 10 – Entre o bem e o mal

FILOSOFAR COM TEXTOS:

FILOSOFAR COM TEXTOS:

TEMAS E HISTÓRIA A

(2)

Capítulo 10 – Entre o bem e o mal

Capítulo 10 – Entre o bem e o mal

FILOSOFAR COM TEXTOS:

FILOSOFAR COM TEXTOS:

TEMAS E HISTÓRIA A

TEMAS E HISTÓRIA A

 A

 A

ética na Maçonaria

ética na Maçonaria

Categoria:

Categoria: Cultura Maçônica

Cultura Maçônica Publicado em Domingo, 04 Maio 2014

 Publicado em Domingo, 04 Maio 2014

I – I!"#D$%&# I – I!"#D$%&#  A ori

 A origem da 'ala(ra ética (gem da 'ala(ra ética (em do grego )et*o+), ue uer di-er .o mem do grego )et*o+), ue uer di-er .o modo de +er/, ou .o carter/ #+odo de +er/, ou .o carter/ #+ romano+ tradu-iram o )et*o+) grego, 'ara

romano+ tradu-iram o )et*o+) grego, 'ara latim )mo+) ou no 'lural )latim )mo+) ou no 'lural )more+)3, ue +igniica co+tume, *bito,more+)3, ue +igniica co+tume, *bito, ou regra, de onde ent5o (em a

ou regra, de onde ent5o (em a 'ala(ra moral !'ala(ra moral !aanto )et*o+) carter3 nto )et*o+) carter3 como )mo+) co+tume3 indicam umcomo )mo+) co+tume3 indicam um ti'o de com'ortamento 'ro'riamente *umano ue n5o é natural, ou +

ti'o de com'ortamento 'ro'riamente *umano ue n5o é natural, ou + e6a, o *omem n5o na+ce com e6a, o *omem n5o na+ce com eleele como +e o++e um in+tinto, ma+

como +e o++e um in+tinto, ma+ ue é aduirido ou conui+tado 'elo *bito Portanto, ética e moral, 'elaue é aduirido ou conui+tado 'elo *bito Portanto, ética e moral, 'ela 'r7'ria etimologia, di-em re+'eito a uma realidade *umana ue é con+tru8da *i+t7rica e

'r7'ria etimologia, di-em re+'eito a uma realidade *umana ue é con+tru8da *i+t7rica e +ocialmente a+ocialmente a 'artir da+ relaç9e+ coleti(a+ do+ +ere+

'artir da+ relaç9e+ coleti(a+ do+ +ere+ *umano+ na +ociedade onde na+cem e *umano+ na +ociedade onde na+cem e (i(em(i(em Ma+, ainal, o ue é ética

Ma+, ainal, o ue é ética ;tica é a 'arte da ilo+oia ue

;tica é a 'arte da ilo+oia ue e+tuda o+ (alore+ morai+ e o+ e+tuda o+ (alore+ morai+ e o+ 'rinc8'io+ ideai+ da conduta *umana ; a'rinc8'io+ ideai+ da conduta *umana ; a ci<ncia ue tem 'or ob6eto o e+tudo

ci<ncia ue tem 'or ob6eto o e+tudo cient8ico e ilo+7ico +obre o+ co+tume+ ou cient8ico e ilo+7ico +obre o+ co+tume+ ou a+ aç9e+ *umana+, ou, ema+ aç9e+ *umana+, ou, em re+umo, é o e+tudo do

re+umo, é o e+tudo do com'ortamento moral do+ *omen+ em +ociedadecom'ortamento moral do+ *omen+ em +ociedade  A ét

 A ética é um cam'o de e+tudo uica é um cam'o de e+tudo ue bu+ca direcionar a+ relaç9e+ entre o+ +ere+ *umane bu+ca direcionar a+ relaç9e+ entre o+ +ere+ *umano+ e +eu modo deo+ e +eu modo de +er, 'en+ar e, 'rinci'almente, de agir dentro de um determinado conte=to: com'ortamento ético é auele +er, 'en+ar e, 'rinci'almente, de agir dentro de um determinado conte=to: com'ortamento ético é auele ue é con+iderado adeuado, correto e 'ermitido 'or

ue é con+iderado adeuado, correto e 'ermitido 'or uma organi-aç5ouma organi-aç5o $ma (e- e+tabelecido+ o+ 'rinc8'io+ ético+ ue regem o

$ma (e- e+tabelecido+ o+ 'rinc8'io+ ético+ ue regem o+ com'ortamento+ do+ membro+ de uma+ com'ortamento+ do+ membro+ de uma

determinada organi-aç5o +ocial, 'ol8tica, 'roi++ional ou outra+3, 'ode>+e ent5o, nauele conte=to, +aber e determinada organi-aç5o +ocial, 'ol8tica, 'roi++ional ou outra+3, 'ode>+e ent5o, nauele conte=to, +aber e di+tinguir entre o certo e o errado o ue 'ode ou n5o 'ode +er eito3

di+tinguir entre o certo e o errado o ue 'ode ou n5o 'ode +er eito3 ?ogo, ue+t9e+ do ti'o: .# ue é

?ogo, ue+t9e+ do ti'o: .# ue é certo @ual o meu de(er # ue certo @ual o meu de(er # ue de(o a-er/ 'ertencem e=clu+i(amentede(o a-er/ 'ertencem e=clu+i(amente ao a+'ecto cau+al da bu+ca do 'adr5o ético e de(em le(ar + re+'o+ta+: +e a+ aç9e+ +5o boa+, com

ao a+'ecto cau+al da bu+ca do 'adr5o ético e de(em le(ar + re+'o+ta+: +e a+ aç9e+ +5o boa+, com certe-a ter5o bon+ eeito+

certe-a ter5o bon+ eeito+  A (

 A (ida *umana é e++encialmente ida *umana é e++encialmente con(8(io ; 6con(8(io ; 6u+tamente na con(i(<u+tamente na con(i(<ncia, na (ida +ocial e ncia, na (ida +ocial e comunitria, uecomunitria, ue o +er *umano +e de+cobre e +e reali-a enuanto um +er moral e ético ; na relaç5o com o outro ue

(3)

Capítulo 10 – Entre o bem e o mal

Capítulo 10 – Entre o bem e o mal

FILOSOFAR COM TEXTOS:

FILOSOFAR COM TEXTOS:

TEMAS E HISTÓRIA A

TEMAS E HISTÓRIA A

Como com'ortar>me 'erante o outro Diante da c

Como com'ortar>me 'erante o outro Diante da corru'ç5o e da+ in6u+tiça+, o ue orru'ç5o e da+ in6u+tiça+, o ue a-era-er Portanto, con+tantemente no no++o cotidiano encontramo+ +ituaç9e+ ue no+ colocam

Portanto, con+tantemente no no++o cotidiano encontramo+ +ituaç9e+ ue no+ colocam 'roblema+ morai+'roblema+ morai+ B5o 'roblema+ 'rtico+ e concreto+ da

B5o 'roblema+ 'rtico+ e concreto+ da no++a (ida em +ociedade, ou +e6a, 'roblema+ ue no++a (ida em +ociedade, ou +e6a, 'roblema+ ue di-em re+'eitodi-em re+'eito + no++a+ deci+9e+, aç9e+,

+ no++a+ deci+9e+, aç9e+, e+col*a+, e com'ortamento+, o+ uai+ e=igem uma a(aliaç5o, um 6ulgamento,e+col*a+, e com'ortamento+, o+ uai+ e=igem uma a(aliaç5o, um 6ulgamento, um 6u8-o de (alor entre o ue

um 6u8-o de (alor entre o ue +ocialmente é con+iderado bom ou mau, 6u+to ou +ocialmente é con+iderado bom ou mau, 6u+to ou in6u+to, certo ou erradoin6u+to, certo ou errado II > A ;!ICA A MA%#A"IA

II > A ;!ICA A MA%#A"IA Ma+, como é alar de ética

Ma+, como é alar de ética na Maçonaria na Maçonaria   A M

 A Maçonaria é uma #rdem $niaçonaria é uma #rdem $ni(er+al, ormada 'or *omen+ d(er+al, ormada 'or *omen+ de toda+ a+ raça+, credo+ e nacionalidade+,e toda+ a+ raça+, credo+ e nacionalidade+, acol*ido+ 'or iniciaç5o e congregado+ em lo6a+, na+

acol*ido+ 'or iniciaç5o e congregado+ em lo6a+, na+ uai+, 'or método+ ou meio+ racionai+, au=iliado+ 'oruai+, 'or método+ ou meio+ racionai+, au=iliado+ 'or +8mbolo+ e alegoria+, +e e+tuda e +e

+8mbolo+ e alegoria+, +e e+tuda e +e trabal*a 'ara con+truç5o da Bociedade umanatrabal*a 'ara con+truç5o da Bociedade umana  A M

 A Maçonaria 'roclama ue +e de(açonaria 'roclama ue +e de(e lutar 'elo 'rinc8'io e lutar 'elo 'rinc8'io da euidade, dando a cadda euidade, dando a cada um o ue or 6u+to, dea um o ue or 6u+to, de acordo com +ua ca'acidade, obra+

acordo com +ua ca'acidade, obra+ e mérito+, além de con+iderar o trabal*o l8cito e e mérito+, além de con+iderar o trabal*o l8cito e digno como de(erdigno como de(er 'rimordial do *omem

'rimordial do *omem  A ét

 A ética maçônica tem 'or undamica maçônica tem 'or undamento o+ conceito+ de liberdade, iento o+ conceito+ de liberdade, igualdade e raternidade comgualdade e raternidade como m=imao m=ima no relacionamento *umano, a concreti-aç5o ou reali-aç5o do+ (alore+ do

no relacionamento *umano, a concreti-aç5o ou reali-aç5o do+ (alore+ do *omem iniciado maçom e*omem iniciado maçom e ob+er(ncia da+ regra+ morai+ tradicionai+ ou in+crita+ no+

ob+er(ncia da+ regra+ morai+ tradicionai+ ou in+crita+ no+ rituai+ e regulamento+ maçônico+rituai+ e regulamento+ maçônico+  A M

 A Maçonaria n5o di+'9e de um açonaria n5o di+'9e de um .C7digo de ;tica/ ue 'o++a con+ti.C7digo de ;tica/ ue 'o++a con+tituir um com'romi++o de *onra 'ara otuir um com'romi++o de *onra 'ara o++ ue aceitam ingre++ar em no++a #rdem, e

ue aceitam ingre++ar em no++a #rdem, e todo+ +abem ue, ao ingre++ar na todo+ +abem ue, ao ingre++ar na Maçonaria, cada indi(8duoMaçonaria, cada indi(8duo tra- con+igo o+ (alore+ do +eu

tra- con+igo o+ (alore+ do +eu con(8(io +ocial, +ua+ conce'ç9e+ morai+ e ética+ 6 elaborada+, con(8(io +ocial, +ua+ conce'ç9e+ morai+ e ética+ 6 elaborada+, o ue 'odeo ue 'ode 'ro(ocar na con(i(<ncia maçônica com'ortamento+ aético+, a e=em'lo da+ omi++9e+, da+ di+'uta+ 'elo 'ro(ocar na con(i(<ncia maçônica com'ortamento+ aético+, a e=em'lo da+ omi++9e+, da+ di+'uta+ 'elo 'oder, 'er+eguiç9e+, mal(

'oder, 'er+eguiç9e+, mal(er+aç5o do+ con*ecimento+ e da er+aç5o do+ con*ecimento+ e da doutrina maçônica, e=ce++o+ no u+o dadoutrina maçônica, e=ce++o+ no u+o da intelig<ncia e da de+intelig<ncia e a+ mai+ (ariada+ orma+ de indi+ci'lina e inada'tabilidade+ + regra+ intelig<ncia e da de+intelig<ncia e a+ mai+ (ariada+ orma+ de indi+ci'lina e inada'tabilidade+ + regra+ maçônica+, cau+ando o enrauecimento do +entido de unidade do c

maçônica+, cau+ando o enrauecimento do +entido de unidade do c or'o +ocialor'o +ocial  A +in

 A +ingularidade da ética maçônigularidade da ética maçônica no+ 'ermite dar um 'a++o  rente ca no+ 'ermite dar um 'a++o  rente Preliminare+ do +imboliPreliminare+ do +imboli+mo e do++mo e do+ in+trumento+ maçônico+, a+ atitude+ e o+ ge+to+

in+trumento+ maçônico+, a+ atitude+ e o+ ge+to+ ritual8+tico+ e+t5o a demon+trar o camin*o a ritual8+tico+ e+t5o a demon+trar o camin*o a +er tril*ado+er tril*ado 'elo maçom A

'elo maçom A ele+ aditem>+e, ainda, a+ Con+tituiç9e+ Eerai+ da #rdem, o+ ele+ aditem>+e, ainda, a+ Con+tituiç9e+ Eerai+ da #rdem, o+ ?andmarF+, a+ ?ei+ e?andmarF+, a+ ?ei+ e "egulamento+ e+'ec8ico+ da+ ?o6a+ Gnt5o, a8 temo+ ua+e ue deinido+ um c

"egulamento+ e+'ec8ico+ da+ ?o6a+ Gnt5o, a8 temo+ ua+e ue deinido+ um c on6unto de regra+ deon6unto de regra+ de conduta (lida+ 'ara todo+ o+ tem'o+ e

conduta (lida+ 'ara todo+ o+ tem'o+ e 'ara todo+ o+ *omen+ ue adentraram 'ara todo+ o+ *omen+ ue adentraram 'elo+ 'ortai+ inicitico+'elo+ 'ortai+ inicitico+ da+ cerimônia+ e ritual8+tica+ maçônica+ G é

da+ cerimônia+ e ritual8+tica+ maçônica+ G é a e+te con6unto 'rtico>moral ue +e +a e+te con6unto 'rtico>moral ue +e +ubmete o maçom, +emubmete o maçom, +em muita+ rele=9e+ +obre ele

(4)

Capítulo 10 – Entre o bem e o mal

Capítulo 10 – Entre o bem e o mal

FILOSOFAR COM TEXTOS:

FILOSOFAR COM TEXTOS:

TEMAS E HISTÓRIA A

TEMAS E HISTÓRIA A

# 'roblema em +ua +aga ética

# 'roblema em +ua +aga ética e moral re+ide, ba+icamente, no ue a-er e moral re+ide, ba+icamente, no ue a-er ou em como +e cou em como +e com'ortar renteom'ortar rente a cada +ituaç5o concreta do

a cada +ituaç5o concreta do indi(8duo na +ociedade, +e n5o e=i+te um c7digo de ética maçônico comoindi(8duo na +ociedade, +e n5o e=i+te um c7digo de ética maçônico como e+co'o +ocial ue 'o++a ti'iicar a+

e+co'o +ocial ue 'o++a ti'iicar a+ conduta+ e regi+trar a+ conduta+ e regi+trar a+ (iolaç9e+ + regra+ e+tabelecida+ ; comum(iolaç9e+ + regra+ e+tabelecida+ ; comum ue em +ituaç5o de tomada de deci+5o,

ue em +ituaç5o de tomada de deci+5o, o+ indi(8duo+ +e derontem com a nece++idade de 'autar o+ indi(8duo+ +e derontem com a nece++idade de 'autar o +euo +eu com'ortamento 'or norma+ ue 6ulgam mai+ a'ro'riada+ ou mai+

com'ortamento 'or norma+ ue 6ulgam mai+ a'ro'riada+ ou mai+ digna+ de +erem cum'rida+ e é digna+ de +erem cum'rida+ e é a8 uea8 ue a+ regra+ maçônica+ (5o 'ara a+ laterai+ da+ regra+ +ociai+ (igente+

a+ regra+ maçônica+ (5o 'ara a+ laterai+ da+ regra+ +ociai+ (igente+  A ab

 A abordagem de um a++unto t5o com'lordagem de um a++unto t5o com'le=o e=ige algume=o e=ige alguma+ 'remi++a+, ue, embora (erdada+ 'remi++a+, ue, embora (erdade+e+ inconte+t(ei+, 'odem +er, muita

inconte+t(ei+, 'odem +er, muita+ (e-e+, e+uecida+, em bene8cio de intere++e+ + (e-e+, e+uecida+, em bene8cio de intere++e+ 'e++oai+ de momento'e++oai+ de momento  A 'rimeira 'remi++a e+clarece ue a Maçonaria é uma r

 A 'rimeira 'remi++a e+clarece ue a Maçonaria é uma r aternidadeaternidade # +ub+tanti(o raternidade de+igna o 'arente+co de irm5o+, o

# +ub+tanti(o raternidade de+igna o 'arente+co de irm5o+, o amor ao 'r7=imo, a *armonia, a boaamor ao 'r7=imo, a *armonia, a boa ami-ade, a uni5o ou con(i(<ncia como de irm5o+ I++o le(a 

ami-ade, a uni5o ou con(i(<ncia como de irm5o+ I++o le(a  conclu+5o de ue, na organi-aç5oconclu+5o de ue, na organi-aç5o

de+ignada genericamente como Maçonaria, deinida como uma raternidade, de(e 're(alecer a *armonia e de+ignada genericamente como Maçonaria, deinida como uma raternidade, de(e 're(alecer a *armonia e reinar a uni5o e con(i(<ncia como de irm5o+

reinar a uni5o e con(i(<ncia como de irm5o+  A +e

 A +egunda 'remi++a airma ue a Mgunda 'remi++a airma ue a Maçonaria, como uma raternidade, açonaria, como uma raternidade, de(e +er uma in+tituiç5ode(e +er uma in+tituiç5o undamentalmente ética

undamentalmente ética

# +ub+tanti(o ética de+igna a rele=5o ilo+7ica +obre a moralidade, ou +e6a, +

# +ub+tanti(o ética de+igna a rele=5o ilo+7ica +obre a moralidade, ou +e6a, + obre a+ regra+ e obre a+ regra+ e c7digo+c7digo+ morai+ ue orientam a conduta *umana "eere>+e também 

morai+ ue orientam a conduta *umana "eere>+e também  'arte da ilo+oia ue tem 'or 'arte da ilo+oia ue tem 'or ob6eti(o aob6eti(o a elaboraç5o de um +i+tema de (alore+ e o

elaboraç5o de um +i+tema de (alore+ e o e+tabelecimento do+ 'rinc8'io+ normati(o+ da conduta *umana,e+tabelecimento do+ 'rinc8'io+ normati(o+ da conduta *umana, +egundo e++e +i+tema de (alore+

+egundo e++e +i+tema de (alore+

Bendo a Maçonaria, até 'ela +ua deiniç5o, uma organi-aç5o ética, de(em +er

Bendo a Maçonaria, até 'ela +ua deiniç5o, uma organi-aç5o ética, de(em +er r8gido+ o+ c7digo+ de moralr8gido+ o+ c7digo+ de moral e alto o +i+tema de (alore+ ue

e alto o +i+tema de (alore+ ue orientam a conduta entre maçon+orientam a conduta entre maçon+ !

!oodo+ o+ c7digo+ maçônico+ re+do+ o+ c7digo+ maçônico+ re++altam a im'ortncia do+ (alore+ ético+ entre maçon+ +altam a im'ortncia do+ (alore+ ético+ entre maçon+ I++o e+t bemI++o e+t bem e(idente em di+'o+iç9e+ in+erida+ em te=to+ con+titucionai+, a+ uai+, com 'euena+ (ariaç9e+ de e(idente em di+'o+iç9e+ in+erida+ em te=to+ con+titucionai+, a+ uai+, com 'euena+ (ariaç9e+ de #bedi<ncia 'ara #bedi<ncia, airmam ue, entre outro+, +5o de(ere+ do maçom:

#bedi<ncia 'ara #bedi<ncia, airmam ue, entre outro+, +5o de(ere+ do maçom: )"econ*ecer como Irm5o todo maçom e

)"econ*ecer como Irm5o todo maçom e 're+tar>l*e a 'roteç5o e a6uda de 're+tar>l*e a 'roteç5o e a6uda de ue nece++itar, 'rinci'almenteue nece++itar, 'rinci'almente contra a+ in6u+tiça+ de ue or

contra a+ in6u+tiça+ de ue or al(o/Hal(o/H

.a(er>+e +em're com 'robidade, 'raticando o bem, a

.a(er>+e +em're com 'robidade, 'raticando o bem, a tolerncia e a raternidade *umana)tolerncia e a raternidade *umana) G com'letam, de+tacando ue:

G com'letam, de+tacando ue:

)5o +5o 'ermitida+ 'ol<mica+ de carter 'e++

)5o +5o 'ermitida+ 'ol<mica+ de carter 'e++oal nem ataue+ 're6udiciai+  re'utaç5o de Irm5o+, oal nem ataue+ 're6udiciai+  re'utaç5o de Irm5o+, nemnem +e admite o anonimato)

(5)

Capítulo 10 – Entre o bem e o mal

Capítulo 10 – Entre o bem e o mal

FILOSOFAR COM TEXTOS:

FILOSOFAR COM TEXTOS:

TEMAS E HISTÓRIA A

TEMAS E HISTÓRIA A

 A ética, toda(ia, n5o ica re+trita a'ena+ + relaç9e+ entre

 A ética, toda(ia, n5o ica re+trita a'ena+ + relaç9e+ entre maçon+, ma+ também + de+te+ com maçon+, ma+ também + de+te+ com a+a+ #bedi<ncia+ ue o+ acol*em, 'rinci'almente na+ reer<ncia+ a e+ta+, ou

#bedi<ncia+ ue o+ acol*em, 'rinci'almente na+ reer<ncia+ a e+ta+, ou ao+ +eu+ dirigente+, em te=to+ao+ +eu+ dirigente+, em te=to+ e+crito+ I++o e+t bem caracteri-ado

e+crito+ I++o e+t bem caracteri-ado no di+'o+iti(o legal, ue admite +er direito do maçom:no di+'o+iti(o legal, ue admite +er direito do maçom: )Publicar artigo+, li(ro+, ou 'eri7dico+ ue n5o (iolem o +igilo maçônico nem

)Publicar artigo+, li(ro+, ou 'eri7dico+ ue n5o (iolem o +igilo maçônico nem 're6udiuem o bom conceito're6udiuem o bom conceito do Erande #riente)

do Erande #riente)  A M

 A Maçonaria de(e +er e=emaçonaria de(e +er e=em'lo de moral e de ética 'lo de moral e de ética Ainal de coAinal de conta+, ela airma, em toda+ a+ +uanta+, ela airma, em toda+ a+ +ua+ Carta++ Carta+ Magna+, ue:

Magna+, ue:

)A Maçonaria 'ugna 'elo a'ereiçoamento moral, intelectual e +

)A Maçonaria 'ugna 'elo a'ereiçoamento moral, intelectual e + ocial da *umanidade, 'or ocial da *umanidade, 'or meio domeio do cum'rimento inle=8(el do de(er, da 'rtica de+intere++ada da beneic<ncia e

cum'rimento inle=8(el do de(er, da 'rtica de+intere++ada da beneic<ncia e da in(e+tigaç5o con+tante dada in(e+tigaç5o con+tante da (erdade 3 Proclama ue o+ *omen+ +5o

(erdade 3 Proclama ue o+ *omen+ +5o li(re+ e iguai+ em direito+ e ue li(re+ e iguai+ em direito+ e ue a tolerncia con+titui oa tolerncia con+titui o 'rinc8'io undamental na+ relaç9e+ *umana+, 'ara ue +e6am re+'eitada+ a+

'rinc8'io undamental na+ relaç9e+ *umana+, 'ara ue +e6am re+'eitada+ a+ con(icç9e+ e a dignidade decon(icç9e+ e a dignidade de cada um)

cada um)

em +em're, 'orém,

em +em're, 'orém, i++o acontece A In+tituiç5o maçônica, doutrinariamente, é 'ereita, ma+ o+ i++o acontece A In+tituiç5o maçônica, doutrinariamente, é 'ereita, ma+ o+ *omen+*omen+ +5o a'ena+ 'erect8(ei+ Procuram +e a'ereiçoar, ma+ muito+ nem +em're con+eguem o +eu

+5o a'ena+ 'erect8(ei+ Procuram +e a'ereiçoar, ma+ muito+ nem +em're con+eguem o +eu intento,intento, me+mo de'oi+ de muito+ e muito+ ano+

me+mo de'oi+ de muito+ e muito+ ano+ de (ida tem'lria, 'er+i+tindo na+ atitude+ aética+ e antiética+,de (ida tem'lria, 'er+i+tindo na+ atitude+ aética+ e antiética+, ue l*e+ enrauecem o e+'8rito e a++olam

ue l*e+ enrauecem o e+'8rito e a++olam o ideal de +olidariedade, de moral e de ro ideal de +olidariedade, de moral e de re+'eito  dignidadee+'eito  dignidade *umana

*umana

#+ en+inamento+ maçônico+ +5o

#+ en+inamento+ maçônico+ +5o undamentalmente ético+ A undamentalmente ético+ A Maçonaria omenta o de+en(ol(imento doMaçonaria omenta o de+en(ol(imento do *omem atra(é+ do a'ereiçoamento moral

*omem atra(é+ do a'ereiçoamento moral

@uando a Maçonaria utili-a a 8blia como +endo o +eu

@uando a Maçonaria utili-a a 8blia como +endo o +eu ?i(ro da ?ei, e+t im'l8cito ue o+ en+inamento+ do?i(ro da ?ei, e+t im'l8cito ue o+ en+inamento+ do Erande Aruite

Erande Aruiteto do $ni(er+o, ue +5o e=tremamente ético+ de(em +er acto do $ni(er+o, ue +5o e=tremamente ético+ de(em +er ac atado+ e 'raticado+ 'or todo+atado+ e 'raticado+ 'or todo+ o+ maçon+

o+ maçon+

a+ Con+tituiç9e+, G+tatuto+ e "egulamento+ Maçônico+, também encontramo+ 'o+tulado+ ético+ ue a+ Con+tituiç9e+, G+tatuto+ e "egulamento+ Maçônico+, também encontramo+ 'o+tulado+ ético+ ue norteiam a Atitude Maçônica

norteiam a Atitude Maçônica

 A Maçonaria deende, 'or e=em'lo, ue um maçom +7 'ode a(orecer outro maçom

 A Maçonaria deende, 'or e=em'lo, ue um maçom +7 'ode a(orecer outro maçom numa +ituaç5onuma +ituaç5o inconte+ta(elmente ética 5o 'odemo+ a(orecer um maçom em detrimento de outra 'e++oa #u +

inconte+ta(elmente ética 5o 'odemo+ a(orecer um maçom em detrimento de outra 'e++oa #u + e6a, +ee6a, +e o mérito or do outro, o

o mérito or do outro, o direito é do outro B7 em igualdade de direito é do outro B7 em igualdade de condiç9e+ 'odemo+ a(orecer um irm5ocondiç9e+ 'odemo+ a(orecer um irm5o # "EJ – "egulamento Eeral da Jederaç5o do Erande #riente do

# "EJ – "egulamento Eeral da Jederaç5o do Erande #riente do ra+il e+tabelece, como um do+ra+il e+tabelece, como um do+ de(ere+ da ?o6a:

de(ere+ da ?o6a:

.Gm'en*ar>+e no a'ereiçoamento do+ +eu+ Membro+ na+

(6)

Capítulo 10 – Entre o bem e o mal

Capítulo 10 – Entre o bem e o mal

FILOSOFAR COM TEXTOS:

FILOSOFAR COM TEXTOS:

TEMAS E HISTÓRIA A

TEMAS E HISTÓRIA A

Gm muito+ outro+ momento+ de +eu+

Gm muito+ outro+ momento+ de +eu+ rituai+, no+ (rio+ grau+ do+ e+tudo+ rituai+, no+ (rio+ grau+ do+ e+tudo+ maçônico+, +5o ocali-ado+maçônico+, +5o ocali-ado+ 'rinc8'io+ ue undamentam a ;tica Maçônica: 6uramento+ de aceitaç5o, de obedi<ncia e de

'rinc8'io+ ue undamentam a ;tica Maçônica: 6uramento+ de aceitaç5o, de obedi<ncia e de +igiloH+igiloH com'romi++o+ de idelidade, de +olidariedade e de a6uda mKtuaH e tanto+

com'romi++o+ de idelidade, de +olidariedade e de a6uda mKtuaH e tanto+ outro+, todo+ com o me+mooutro+, todo+ com o me+mo e+co'o: a Maçonaria é

e+co'o: a Maçonaria é uma G+cola de A'ereiçoamento Moraluma G+cola de A'ereiçoamento Moral  A (

 A (erdade e a (irtude +5o erdade e a (irtude +5o o+ doi+ '7lo+ de uma Knica buo+ doi+ '7lo+ de uma Knica bu+ca ue caracteri-a a (ia ética de +ca ue caracteri-a a (ia ética de nature-anature-a inicitica A

inicitica Adicionalmente, também +e 'ode di-er ue a bu+ca dicionalmente, também +e 'ode di-er ue a bu+ca da (erdade 6 é uma da+ (irtude+ doda (erdade 6 é uma da+ (irtude+ do maçom # camin*o 'ara a 'rtica da

maçom # camin*o 'ara a 'rtica da (irtude +e inicia no rito de iniciaç5o e (irtude +e inicia no rito de iniciaç5o e +e de+en(ol(e atra(é+ do++e de+en(ol(e atra(é+ do+ trabal*o+ ritual8+tico+ em !e

trabal*o+ ritual8+tico+ em !em'lo $m camin*o ue m'lo $m camin*o ue é gradualmente 'ercorrido na é gradualmente 'ercorrido na bu+ca dobu+ca do a'ereiçoamento indi(idual

a'ereiçoamento indi(idual, no ual o+ , no ual o+ 'rinc8'io+ ético+ de(em +er 'raticado+, tanto em ?o6a uanto no'rinc8'io+ ético+ de(em +er 'raticado+, tanto em ?o6a uanto no mundo 'roano

mundo 'roano

De'ende da (ontade de cada um 'raticar a

De'ende da (ontade de cada um 'raticar a (irtude Para a Maçonaria, a (irtude é a di+'o+iç5o *abitual(irtude Para a Maçonaria, a (irtude é a di+'o+iç5o *abitual 'ara o bem e 'ara o ue é 6u+to e, 'or i++o, nela (< a 'ro(a da 'ereiç5o e o 'r7'rio ideal do maçom 'ara o bem e 'ara o ue é 6u+to e, 'or i++o, nela (< a 'ro(a da 'ereiç5o e o 'r7'rio ideal do maçom Por i++o, ela no+ en+ina, em

Por i++o, ela no+ en+ina, em +eu+ "ituai+, ue de(emo+ .le(antar tem'lo+  (irtude e ca(ar ma+morra+ +eu+ "ituai+, ue de(emo+ .le(antar tem'lo+  (irtude e ca(ar ma+morra+ aoao (8cio/

(8cio/

 A ;tica maçônica n5o redu- a noç5o do

 A ;tica maçônica n5o redu- a noç5o do bem +7 ao maçom como bem +7 ao maçom como indi(8duo ou ao+ demai+ membro+ daindi(8duo ou ao+ demai+ membro+ da #rdem, ma+ +e am'lia e en(ol(e toda a *umanidade Da8 'odermo+ di-er

#rdem, ma+ +e am'lia e en(ol(e toda a *umanidade Da8 'odermo+ di-er ue a maçonaria +e (olta, deue a maçonaria +e (olta, de maneira +em're 'rogre++i(a, ao bem comum, ao bem

maneira +em're 'rogre++i(a, ao bem comum, ao bem concreto, atual e uturo de todo+ concreto, atual e uturo de todo+ o+ *omen+,o+ *omen+, inde'endente de uai+ +e6am a+ +ua+ cultura+, 'a8+e+,

inde'endente de uai+ +e6am a+ +ua+ cultura+, 'a8+e+, etnia+ ou religi9e+etnia+ ou religi9e+  A (

 A (ida do maçom en(oida do maçom en(ol(e o +eu trabal*o em ?l(e o +eu trabal*o em ?o6a e a +ua atuaç5o no muno6a e a +ua atuaç5o no mundo 'roano, no ual a +uado 'roano, no ual a +ua 'o+tura de(e +er 'roundamente ética e tolerante

'o+tura de(e +er 'roundamente ética e tolerante III – C#C?$B&#

III – C#C?$B&#

$m do+ maiore+ de+aio+ 'ara um

$m do+ maiore+ de+aio+ 'ara um maçom é *onrar e rmaçom é *onrar e re're+entar a in+tituiç5o no de+em'en*o de +ua+e're+entar a in+tituiç5o no de+em'en*o de +ua+ ati(idade+ como *omem, 'roi++ional, cidad5o e c*ee de am8lia, 'oi+ de(e +er e=em'lo de 'o+tura

ati(idade+ como *omem, 'roi++ional, cidad5o e c*ee de am8lia, 'oi+ de(e +er e=em'lo de 'o+tura ética eética e moral numa +ociedade e=ce++i(amente indi(iduali

moral numa +ociedade e=ce++i(amente indi(iduali+ta e (ora-, onde o !G" a +ta e (ora-, onde o !G" a todo momento 'rocuratodo momento 'rocura ab+or(er o BG" numa luta de+igual e numa

ab+or(er o BG" numa luta de+igual e numa com'etiç5o de+enreada, incom'reen+8(el e de+umana $macom'etiç5o de+enreada, incom'reen+8(el e de+umana $ma +ociedade em ue (alore+ amiliare+ nem +em're +5o c

+ociedade em ue (alore+ amiliare+ nem +em're +5o con+iderado+, onde a *one+tidade, a *onrade- e aon+iderado+, onde a *one+tidade, a *onrade- e a correç5o de conduta muita+ (e-e+ +5o

correç5o de conduta muita+ (e-e+ +5o tida+ como 'rtica+ ultra'a++ada+tida+ como 'rtica+ ultra'a++ada+ #+ maçon+ de(em dar e=em'lo+ de moral, de

#+ maçon+ de(em dar e=em'lo+ de moral, de ética e de (irtude+ Ainal no++a +ublime In+tituiç5o airmaética e de (irtude+ Ainal no++a +ublime In+tituiç5o airma +er educati(a, ilantr7'ica e ilo+7ica, ue tem 'or ob6eti(o o+ a'ereiçoamento+ moral, +ocial e

+er educati(a, ilantr7'ica e ilo+7ica, ue tem 'or ob6eti(o o+ a'ereiçoamento+ moral, +ocial e intelectualintelectual do omem 'or meio do culto inle=8(el do de(er, da 'rtica de+intere++ada da beneic<ncia e da

(7)

Capítulo 10 – Entre o bem e o mal

Capítulo 10 – Entre o bem e o mal

FILOSOFAR COM TEXTOS:

FILOSOFAR COM TEXTOS:

TEMAS E HISTÓRIA A

TEMAS E HISTÓRIA A

 bem 'ouco tem'o, o+ maiore+

 bem 'ouco tem'o, o+ maiore+ inimigo+ da Maçonaria eram agente+ e=terno+ Eo(erno+ ditatoriai+ e oinimigo+ da Maçonaria eram agente+ e=terno+ Eo(erno+ ditatoriai+ e o clero, de tem'o+ em tem'o+, de+eriam ataue+ c

clero, de tem'o+ em tem'o+, de+eriam ataue+ contra no++a In+tituiç5o G n5o 'odemo+ di-er ontra no++a In+tituiç5o G n5o 'odemo+ di-er ue tudoue tudo i++o 'a++ou, 'oi+ 'er+i+tem ataue+ da

i++o 'a++ou, 'oi+ 'er+i+tem ataue+ da ignorncia e do 'reconceito, +omado+ a8 e=tremi+ta+ de alguma+ignorncia e do 'reconceito, +omado+ a8 e=tremi+ta+ de alguma+ crença+, ou me+mo +em cr

crença+, ou me+mo +em crença nen*uma, ue tra-em di+cur+o+ inlamado+ de 7dio ença nen*uma, ue tra-em di+cur+o+ inlamado+ de 7dio contra o .Demônio/,contra o .Demônio/, com uem

com uem reuentemente no+ relacionam A reuentemente no+ relacionam A multid5o ue o+ +egue encontra, em +eu+ tem'lo+ emultid5o ue o+ +egue encontra, em +eu+ tem'lo+ e li(raria+, uma ininidade de li(ro+ e artigo+ ue de+tilam mortal (eneno contra a Maçonaria ?i(ro+ e++e+ li(raria+, uma ininidade de li(ro+ e artigo+ ue de+tilam mortal (eneno contra a Maçonaria ?i(ro+ e++e+ ue 'odem +er encontrado+ até me+mo

ue 'odem +er encontrado+ até me+mo na+ li(raria+ comun+ da+ grande+ cidade+na+ li(raria+ comun+ da+ grande+ cidade+

Ma+ atualmente, ineli-mente, o+ mai+ mortai+ inimigo+ da Maçonaria +5o o+ 'r7'rio+ maçon+

Ma+ atualmente, ineli-mente, o+ mai+ mortai+ inimigo+ da Maçonaria +5o o+ 'r7'rio+ maçon+ Jalo do+Jalo do+ maçon+ mal +elecionado+, o+ n5o con(icto+ e

maçon+ mal +elecionado+, o+ n5o con(icto+ e o+ de+'re'arado+, ue tra-em 'erigo con+tante  o+ de+'re'arado+, ue tra-em 'erigo con+tante  no++ano++a in+tituiç5o A

in+tituiç5o A alta de e+tudo e in+truç5o maçônica alta de e+tudo e in+truç5o maçônica 'rodu- maçon+ ue de+con*ecem a #rdem,'rodu- maçon+ ue de+con*ecem a #rdem, (erdadeiro+ 'roano+ de a(ental # de+con*ecimento da ilo+oia 'rodu- a au+<ncia de

(erdadeiro+ 'roano+ de a(ental # de+con*ecimento da ilo+oia 'rodu- a au+<ncia de autodi+ci'lina,autodi+ci'lina, diiculta ou im'ede a reorma interior Com i++o, 're(alecem a (aidade, o orgul*o, a arrogncia, a diiculta ou im'ede a reorma interior Com i++o, 're(alecem a (aidade, o orgul*o, a arrogncia, a indulg<ncia, a 're+unç5o, a 'reguiça Algun+ maçon+ +e d5o ao lu=o de de+cum'rir

indulg<ncia, a 're+unç5o, a 'reguiça Algun+ maçon+ +e d5o ao lu=o de de+cum'rir a+ ?ei+ e o+a+ ?ei+ e o+ "egimento+ Interno+, +em alar no de+'re-o ao+

"egimento+ Interno+, +em alar no de+'re-o ao+ "ituai+"ituai+

Por e+ta ra-5o, e+'era>+e ue o maçom reitere +eu 6uramento com +ua 're+ença na+ reuni9e+ maçônica+ Por e+ta ra-5o, e+'era>+e ue o maçom reitere +eu 6uramento com +ua 're+ença na+ reuni9e+ maçônica+ e +e dediue, de cor'o

e +e dediue, de cor'o e alma, n5o +omente ao e+tudo do e alma, n5o +omente ao e+tudo do +imboli+mo e da ilo+oia maçônica, ma++imboli+mo e da ilo+oia maçônica, ma+ também  'rtica da moral, da igualdade, da +

também  'rtica da moral, da igualdade, da +olidariedade *umana e da 6u+tiça, em toda a +ua olidariedade *umana e da 6u+tiça, em toda a +ua 'lenitude'lenitude  Acreditamo+ ue 'adr9e+ ético+ de

 Acreditamo+ ue 'adr9e+ ético+ de(em +er re+tabelecido+ ra'idament(em +er re+tabelecido+ ra'idamente entre o+ maçon+ 'ara ue +uae entre o+ maçon+ 'ara ue +ua inlu<ncia 'o++a rutiicar De(

inlu<ncia 'o++a rutiicar De(e>+e começar a e>+e começar a alar de ética De(e>+e (oltar a e+tudar e alar de ética De(e>+e (oltar a e+tudar e recu'erar orecu'erar o (erdadeiro +entido da+ coi+a+

(erdadeiro +entido da+ coi+a+

De(e>+e, enim, di(ulgar 'elo+ meio+ di+'on8(ei+, ma+, +obretudo, cobrar de no++o+ irm5o+ em

De(e>+e, enim, di(ulgar 'elo+ meio+ di+'on8(ei+, ma+, +obretudo, cobrar de no++o+ irm5o+ em cargo+ decargo+ de 'oder uma conduta ética ue +e

'oder uma conduta ética ue +e tran+orme em e=em'lo 'ara todo+, 'roano+ e iniciado+, e tran+orme em e=em'lo 'ara todo+, 'roano+ e iniciado+, e trabal*armo+trabal*armo+ +em're com Amor e !o

+em're com Amor e !olerncia, e (i+ando ao lerncia, e (i+ando ao bem da Jraternidadebem da Jraternidade G+te de(e +er o modo natural de

G+te de(e +er o modo natural de agir do maçon, ue de(e ter no+ agir do maçon, ue de(e ter no+ 'rinc8'io+ undamentai+ da #rdem, o+'rinc8'io+ undamentai+ da #rdem, o+ maiore+ 'rinc8'io+ ético+ ue emba+am +ua conduta diria

maiore+ 'rinc8'io+ ético+ ue emba+am +ua conduta diria  A cad

 A cada reuni5o, reairmamo+ ue aui a reuni5o, reairmamo+ ue aui e+tamo+ 'ara ca(ar ma+morra+ ao (8e+tamo+ 'ara ca(ar ma+morra+ ao (8cio e le(antar tem'lo+ cio e le(antar tem'lo+  (irtude, e é i++o, (erdadeiramente, ue c*amamo+ de tran+ormar a

(irtude, e é i++o, (erdadeiramente, ue c*amamo+ de tran+ormar a 'edra bruta em 'edra 'olida e+ta'edra bruta em 'edra 'olida e+ta luta n5o * lugar 'ara o+

luta n5o * lugar 'ara o+ raco+ @ualuer ue +e6a no++a luta raco+ @ualuer ue +e6a no++a luta interna, enrentemo+ e +eremo+interna, enrentemo+ e +eremo+ (erdadeiramente con+trutore+ de um no(o mundo

(erdadeiramente con+trutore+ de um no(o mundo

Jinali-o e+te trabal*o, conclamando todo+ o+ irm5o+ a enrentar

Jinali-o e+te trabal*o, conclamando todo+ o+ irm5o+ a enrentar com coragem o+ de+aio+ cotidiano+, acom coragem o+ de+aio+ cotidiano+, a n5o e+morecer no em'en*o da 6u+tiça +

(8)

Capítulo 10 – Entre o bem e o mal

Capítulo 10 – Entre o bem e o mal

FILOSOFAR COM TEXTOS:

FILOSOFAR COM TEXTOS:

TEMAS E HISTÓRIA A

(9)

Capítulo 10 – Entre o bem e o mal

Capítulo 10 – Entre o bem e o mal

FILOSOFAR COM TEXTOS:

FILOSOFAR COM TEXTOS:

TEMAS E HISTÓRIA A

(10)

Capítulo 10 – Entre o bem e o mal

Capítulo 10 – Entre o bem e o mal

FILOSOFAR COM TEXTOS:

FILOSOFAR COM TEXTOS:

TEMAS E HISTÓRIA A

TEMAS E HISTÓRIA A

10

10

Entre o bem e o mal

Entre o bem e o mal

Capítulo 10 – Entre o bem e o mal

Capítulo 10 – Entre o bem e o mal

FILOSOFAR COM TEXTOS:

FILOSOFAR COM TEXTOS:

TEMAS E HISTÓRIA A

TEMAS E HISTÓRIA A

Capítulo

(11)

Capítulo 10 – Entre o bem e o mal

Capítulo 10 – Entre o bem e o mal

FILOSOFAR COM TEXTOS:

FILOSOFAR COM TEXTOS:

TEMAS E HISTÓRIA A

TEMAS E HISTÓRIA A

A !on"tru#$o %o "u&e'to (t'!o

A !on"tru#$o %o "u&e'to (t'!o

A noção de

A noção de

moral'%a%e

moral'%a%e ou de

 ou de

"er moral

"er moral

está

está

intimame

intimamente ligada ao reconhecimento do outro como

nte ligada ao reconhecimento do outro como um

um

sujeito (outro-eu); a moral é

sujeito (outro-eu); a moral é

a%)u'r'%a

a%)u'r'%a pelos indivíduos

 pelos indivíduos

num

num

pro!e""o %e !on"tru#$o

pro!e""o %e !on"tru#$o

do sujeito ético.

do sujeito ético.

A constituição do sujeito ético nos conduz 

A constituição do sujeito ético nos conduz  ideia de

ideia de

autonom'a

autonom'a e

 e

*eteronom'a

*eteronom'a..

QQ

!

!

"u&e'to aut+nomo

"u&e'to aut+nomo

age e decide por si mesmo.

age e decide por si mesmo.

QQ

!

!

"u&e'to *eter+nomo

"u&e'to *eter+nomo

tem seu comportamento

tem seu comportamento

regulado

(12)

Capítulo 10 – Entre o bem e o mal

Capítulo 10 – Entre o bem e o mal

FILOSOFAR COM TEXTOS:

FILOSOFAR COM TEXTOS:

TEMAS E HISTÓRIA A

TEMAS E HISTÓRIA A

A !on"tru#$o %o "u&e'to (t'!o

A !on"tru#$o %o "u&e'to (t'!o

! #ue nos $az

! #ue nos $az um sujeito ético% a possi&ilida

um sujeito ético% a possi&ilidade de ser

de de ser

$lagrado pelos outros ou a introjeção em n's da moralidade

$lagrado pelos outros ou a introjeção em n's da moralidade

de uma convicção pessoal

de uma convicção pessoal

A primeira alternativa revela um comportamento pouco

A primeira alternativa revela um comportamento pouco

amadurecido ou in$antil por#ue como a criança age-se para

amadurecido ou in$antil por#ue como a criança age-se para

evitar a punição ou rece&er a recompensa.

evitar a punição ou rece&er a recompensa.

(13)

Capítulo 10 – Entre o bem e o mal

Capítulo 10 – Entre o bem e o mal

FILOSOFAR COM TEXTOS:

FILOSOFAR COM TEXTOS:

TEMAS E HISTÓRIA A

TEMAS E HISTÓRIA A

A !on"tru#$o %o "u&e'to (t'!o

A !on"tru#$o %o "u&e'to (t'!o

*ara uma distinção entre

*ara uma distinção entre

moral

moral e

 e

(t'!a

(t'!a podemos dizer #ue%

 podemos dizer #ue%

QQ

A

A moral

 moral é o conjunto de regras socialmente aceitas a

 é o conjunto de regras socialmente aceitas a

respeito do &em e do mal em determinada época e lugar.

respeito do &em e do mal em determinada época e lugar.

QQ

A

A

(t'!a

(t'!a é uma re$le"ão so&re os princípios #ue

 é uma re$le"ão so&re os princípios #ue

$undamentam a vida moral.

$undamentam a vida moral.

QQ

+n#uanto a moral responde pelo

+n#uanto a moral responde pelo

-a.er !on!reto

-a.er !on!reto a ética

 a ética

pergunta so&re

pergunta so&re

o )ue ( o bem e o )ue ( o mal

o )ue ( o bem e o )ue ( o mal

..

*ode-se dizer #ue há

*ode-se dizer #ue há

um !ar/ter *'"tr'!o %a moral

um !ar/ter *'"tr'!o %a moral e

 e

#ue a partir da segunda metade do século ,, ela tem

#ue a partir da segunda metade do século ,, ela tem

variado de $orma mais acelerada

(14)

Capítulo 10 – Entre o bem e o mal

Capítulo 10 – Entre o bem e o mal

FILOSOFAR COM TEXTOS:

FILOSOFAR COM TEXTOS:

TEMAS E HISTÓRIA A

TEMAS E HISTÓRIA A

A !on"tru#$o %o "u&e'to (t'!o

A !on"tru#$o %o "u&e'to (t'!o

Ao conjunto de valores e regras já

Ao conjunto de valores e regras já

e"istentes

e"istentes #uando

 #uando nascemos damos o

nascemos damos o

nome de

nome de

moral !on"t'tuí%a

moral !on"t'tuí%a..

ontudo os indivíduos possuem

ontudo os indivíduos possuem

l'ber%a%e

l'ber%a%e e por isso a moral

 e por isso a moral

constituída precisará passar sempre pela

constituída precisará passar sempre pela

aceitação consciente das pessoas.

aceitação consciente das pessoas.

A vida moral e"ige a aceitação da tensão

A vida moral e"ige a aceitação da tensão

entre o dever e a li&erdade. A ideia de

entre o dever e a li&erdade. A ideia de

,'rtu%e

,'rtu%e decorre da disposição e da

 decorre da disposição e da

coragem para #uerer o &em não como

coragem para #uerer o &em não como

ato ocasional mas pela repetição

ato ocasional mas pela repetição

do agir moral.

do agir moral.

+scultura da série

+scultura da série Virtudes e víciosVirtudes e vícios de ans de ans /alther

/alther para o mercado da  para o mercado da cidade de cidade de +r$urt na+r$urt na Alemanha. ! comportamento humano é resultado Alemanha. ! comportamento humano é resultado da 0e#uação1 entre dever e li&erdade. da 0e#uação1 entre dever e li&erdade.

   2    2    3    3    4    4    5    5    +    +    6    6    4    4    A    A    7    7    8    8    9    9    +    +    :    :    A    A    9    9    8    8    ;    ;    <    <    :    :    A    A    =    =    5    5  -   -   7    7    <    <    A    A    5    5    +    +    >    >    :    :    9    9    A    A    ?    ?    7    7    6    6    >    >    ?    ?    !    !            =    =

(15)

Capítulo 10 – Entre o bem e o mal

Capítulo 10 – Entre o bem e o mal

FILOSOFAR COM TEXTOS:

FILOSOFAR COM TEXTOS:

TEMAS E HISTÓRIA A

TEMAS E HISTÓRIA A

L'ber%a%e e %eterm'n'"mo

L'ber%a%e e %eterm'n'"mo

*odemos distinguir tr@s concepçes de li&erdade.

*odemos distinguir tr@s concepçes de li&erdade.

QQ

A li&erdade como

A li&erdade como

,onta%e ou l',rearbítr'o

,onta%e ou l',rearbítr'o

remonta a

remonta a

Arist'teles ganha $orça nas discusses dos primeiros

Arist'teles ganha $orça nas discusses dos primeiros

te'logos como Agostinho e

te'logos como Agostinho e in$luenci

in$luencia a

a a $iloso$ia moderna.

$iloso$ia moderna.

QQ

!

!

%eterm'n'"mo en$atiza a necessidade e portanto a

%eterm'n'"mo

 en$atiza a necessidade e portanto a

aus@ncia da li&erdade; parte da ideia de #ue determinada

aus@ncia da li&erdade; parte da ideia de #ue determinada

causa gera um e$eito necessário; em ci@ncias humanas

causa gera um e$eito necessário; em ci@ncias humanas

tem como re$er@ncia o positivismo de omte.

tem como re$er@ncia o positivismo de omte.

QQ

A

A

l'ber%a%e "'tua%a

l'ber%a%e "'tua%a

é a concepção #ue a$irma ao mesmo

é a concepção #ue a$irma ao mesmo

tempo a determinação e a li&erdade ou seja há situaçes

tempo a determinação e a li&erdade ou seja há situaçes

#ue não escolhemos mas é sempre possível uma ação

#ue não escolhemos mas é sempre possível uma ação

so&re elas.

(16)

Capítulo 10 – Entre o bem e o mal

Capítulo 10 – Entre o bem e o mal

FILOSOFAR COM TEXTOS:

FILOSOFAR COM TEXTOS:

TEMAS E HISTÓRIA A

TEMAS E HISTÓRIA A

A (t'!a apl'!a%a

A (t'!a apl'!a%a

! impacto dos

! impacto dos

a!onte!'mento" *'"tr'!o"

a!onte!'mento" *'"tr'!o"

do século ,,

do século ,,

(guerras genocídios totalitarismos) in$luenciou decisivamente

(guerras genocídios totalitarismos) in$luenciou decisivamente

as discusses éticas e morais. *odemos salientar ainda o papel

as discusses éticas e morais. *odemos salientar ainda o papel

das

das

re','n%'!a#2e" %e m'nor'a" e3!luí%a" "o!'almente

re','n%'!a#2e" %e m'nor'a" e3!luí%a" "o!'almente

e os

e os

a,an#o" propor!'ona%o" pela te!nolo4'a

a,an#o" propor!'ona%o" pela te!nolo4'a

e a decisão de

e a decisão de

aplicá-la. A

aplicá-la. A

%e4ra%a#$o %o amb'ente

%e4ra%a#$o %o amb'ente a

 a pobre.a

 pobre.a a

 a 'n&u"t'#a

 'n&u"t'#a

"o!'al

"o!'al e a

 e a

e3plora#$o %o trabal*o

e3plora#$o %o trabal*o

tam&ém estimulam o

tam&ém estimulam o

de&ate pB&lico.

(17)

Capítulo 10 – Entre o bem e o mal

Capítulo 10 – Entre o bem e o mal

FILOSOFAR COM TEXTOS:

FILOSOFAR COM TEXTOS:

TEMAS E HISTÓRIA A

TEMAS E HISTÓRIA A

A (t'!a apl'!a%a

A (t'!a apl'!a%a

A ideia de uma

A ideia de uma

(t'!a apl'!a%a

(t'!a apl'!a%a

se consolida como ramo

se consolida como ramo

contemporCneo da $iloso$ia #ue &usca a justi$icação racional para

contemporCneo da $iloso$ia #ue &usca a justi$icação racional para

pro&lemas práticos postos pelos novos tempos. *or isso é uma

pro&lemas práticos postos pelos novos tempos. *or isso é uma

disciplina #ue e"ige o

disciplina #ue e"ige o

%'/lo4o mult'%'"!'pl'nar

%'/lo4o mult'%'"!'pl'nar

 com os mais

 com os mais

diversos pro$issionais.

diversos pro$issionais.

A ética aplicada traz consigo a noção de

A ética aplicada traz consigo a noção de

(t'!a %a

(t'!a %a

re"pon"ab'l'%a%e

re"pon"ab'l'%a%e

e o

e o

pr'n!íp'o %a pre!au#$o

pr'n!íp'o %a pre!au#$o. >eus principais

. >eus principais

campos são% &ioética ética am&iental (ecoética) e ética

campos são% &ioética ética am&iental (ecoética) e ética

dos neg'cios.

(18)

Capítulo 10 – Entre o bem e o mal

Capítulo 10 – Entre o bem e o mal

FILOSOFAR COM TEXTOS:

FILOSOFAR COM TEXTOS:

TEMAS E HISTÓRIA A

TEMAS E HISTÓRIA A

A (t'!a apl'!a%a

A (t'!a apl'!a%a

A

A b'o(t'!a

b'o(t'!a se e"pandiu a partir de #uestes postas pelos

 se e"pandiu a partir de #uestes postas pelos

avanços da engenharia genética. !s con$litos de valores

avanços da engenharia genética. !s con$litos de valores

levaram  criação de comit@s de &ioética. !s principais temas%

levaram  criação de comit@s de &ioética. !s principais temas%

relação médico:paciente técnicas de procriação

relação médico:paciente técnicas de procriação

envelhecimento e morte.

envelhecimento e morte.

A (t'!a amb'ental

A (t'!a amb'ental se ocupa das relaçes do ser humano com

 se ocupa das relaçes do ser humano com

a natureza a $im de garantir sua sustenta&ilidade (capacidade

a natureza a $im de garantir sua sustenta&ilidade (capacidade

de prover as necessidades atuais sem esgotar os recursos

de prover as necessidades atuais sem esgotar os recursos

para o $uturo). ?am&ém é assunto da ecoética a má

para o $uturo). ?am&ém é assunto da ecoética a má

distri&uição de renda e suas ne$astas conse#u@ncias sociais.

distri&uição de renda e suas ne$astas conse#u@ncias sociais.

A (t'!a %o" ne4!'o"

A (t'!a %o" ne4!'o"

 trata da responsa&ilidade social das

 trata da responsa&ilidade social das

empresas #uando visam a conciliar lucro e ganhos sociais%

empresas #uando visam a conciliar lucro e ganhos sociais%

compromisso com

compromisso com $uncionári

$uncionários consumidores

os consumidores concorrente

concorrentes

s

'rgãos governamentais comunidade e meio am&iente.

(19)

Capítulo 10 – Entre o bem e o mal

Capítulo 10 – Entre o bem e o mal

FILOSOFAR COM TEXTOS:

FILOSOFAR COM TEXTOS:

TEMAS E HISTÓRIA A

TEMAS E HISTÓRIA A

A (t'!a apl'!a%a

A (t'!a apl'!a%a

 A guerra

 A guerra tríptico de !tto Di" artista veterano da *rimeira 5uerra <undial. tríptico de !tto Di" artista veterano da *rimeira 5uerra <undial. !s con$litos mundiais do século ,

!s con$litos mundiais do século ,, provocaram grandes mudanças em todas, provocaram grandes mudanças em todas as áreas do conhecimento humano. 6a $iloso$ia sua in$lu@ncia se deu as áreas do conhecimento humano. 6a $iloso$ia sua in$lu@ncia se deu

principalmente nas re$le"es so&re moral e ética. principalmente nas re$le"es so&re moral e ética.

   +    +    4    4    7    7            .    .    9    9    +    +    >    >    >    >    7    7    6    6    5    5    :    :    A    A    9    9    8    8    ;    ;    <    <    :    :    9    9    A    A    ?    ?    7    7    6    6    >    >    ?    ?    !    !            =    =

(20)

Capítulo 10 – Entre o bem e o mal

Capítulo 10 – Entre o bem e o mal

FILOSOFAR COM TEXTOS:

FILOSOFAR COM TEXTOS:

TEMAS E HISTÓRIA A

TEMAS E HISTÓRIA A

FILOSOFAR COM TEXTOS:

FILOSOFAR COM TEXTOS:

TEMAS E HISTÓRIA A

TEMAS E HISTÓRIA A

A5OTA67ES EM A8LA A5OTA67ES EM A8LA Coor%ena#$o e%'tor'al:

Coor%ena#$o e%'tor'al:<aria 4a#uel Apolinário +duardo Augusto 5uimarães e Ana <aria 4a#uel Apolinário +duardo Augusto 5uimarães e Ana láudia Eernandesláudia Eernandes Elabora#$o:

Elabora#$o: <aria 9Bcia de Arruda Aranha e 4enato dos >antos 8elo <aria 9Bcia de Arruda Aranha e 4enato dos >antos 8elo E%'#$o %e te3to:

E%'#$o %e te3to: >amir ?homaz >amir ?homaz 9repara#$o %e te3to:

9repara#$o %e te3to: 2osé arlos de astro 2osé arlos de astro Coor%ena#$o %e pro%u#$o

Coor%ena#$o %e pro%u#$o% <aria 2osé ?an&ellini% <aria 2osé ?an&ellini I!ono4ra-'a:

I!ono4ra-'a:amila DFAngelo <arcia <endonça Angelita amila DFAngelo <arcia <endonça Angelita ardoso e Denise Durand =remerardoso e Denise Durand =remer EITORA MOER5A

EITORA MOER5A 'retor'a %e Te!nolo4'a

'retor'a %e Te!nolo4'a E%u!a!'onalE%u!a!'onal E%'tora e3e!ut',a:

E%'tora e3e!ut',a: =ellG <aGumi 7shida =ellG <aGumi 7shida Coor%ena%ora e%'tor'al:

Coor%ena%ora e%'tor'al: 7vonete 9ucirio 7vonete 9ucirio E%'tora":

E%'tora":2a#ueline !gliari e 6atália 2a#ueline !gliari e 6atália *ei"o*ei"ototo A""'"tente" e%'tor'a'"

A""'"tente" e%'tor'a'"% iça 2apiassu 4eis e % iça 2apiassu 4eis e 4enata <ichelin4enata <ichelin E%'tor %e arte

E%'tor %e arte% Ea&io Hentura% Ea&io Hentura E%'tor a""'"tente %e arte:

E%'tor a""'"tente %e arte: +duardo 8ertolini +duardo 8ertolini A""'"tente" %e arte:

A""'"tente" %e arte: Ana <aria ?otaro amila astro 5uilherme =roll e Haldeí *razeres Ana <aria ?otaro amila astro 5uilherme =roll e Haldeí *razeres Re,'"ore":

Re,'"ore": Diego 4ezende e 4amiro <orais ?orres Diego 4ezende e 4amiro <orais ?orres

I 4eprodução proi&ida. Art. JKL do 'digo *enal e 9ei M.NJO de JM de $evereiro de JMMK. I 4eprodução proi&ida. Art. JKL do 'digo *enal e 9ei M.NJO de JM de $evereiro de JMMK. ?odos os direitos reservados.

?odos os direitos reservados.

EITORA MOER5A EITORA MOER5A

4ua *adre Adelino PQK R

4ua *adre Adelino PQK R 8elenzinho8elenzinho >ão *aulo R >* R 8rasil R +*% OSSOS-MOL >ão *aulo R >* R 8rasil R +*% OSSOS-MOL Hendas e atendimento%

Hendas e atendimento% ?e?el. (OTTJJ) UNOU-QQJOl. (OTTJJ) UNOU-QQJO Ea" (OTTJJ) UPMO-JQOJ

Ea" (OTTJJ) UPMO-JQOJ VVV.moderna.com.&r VVV.moderna.com.&r UOJU

Imagem

Referências

temas relacionados :