Diário do Mercado. Citi Corretora. Market Overview. Empresas & Setores. Ibovespa Intra Day. 18 de fevereiro de 2016

Texto

(1)

Market Overview

Fechamento: O Ibovespa encerrou a sessão em alta de 1,67%, a 41.630

pontos, seguindo o desempenho das bolsas de valores internacionais, que reagiram positivamente ao movimento de alta do petróleo após Irã dizer que apoia a proposta da Rússia e Arábia Saudita de congelar produção. O Ibovespa fechou abaixo da máxima do dia após S&P rebaixar rating soberano de BB+ para BB, o segundo nível do grau considerado “junk”. Na agenda de indicadores econômicos, a ata do Fomc mostrou que membros do Fed expressaram receios quanto a riscos para a economia dos EUA, enquanto o momento e o ritmo de ajustes na política monetária dependerá dos desdobramentos da economia e dos mercados financeiros. Indicadores para o mês de janeiro nos EUA vieram melhores para indústria e inflação, enquanto para o mercado imobiliário o dado foi mais fraco que o esperado. O dólar apresentou queda e os DIs futuros registraram alta. O giro financeiro do Ibovespa totalizou R$6 bilhões, 39% acima da média das últimas 20 sessões.

Mercado hoje: Bolsas na Ásia tem dia misto (China -0,2%; Japão +2,3%). Na

Europa, bolsas operam em alta (Stoxx +0,7%). Em relação as commodities, petróleo apresenta alta após Irã dizer que apoia proposta saudita e russa de congelar produção. Nos EUA, índices futuros operam estáveis com destaque para a divulgação do seguro-desemprego e estoques de petróleo. No Brasil, o IBC-Br de dezembro já foi divulgado e mostrou queda de 0,52%, na comparação anual a queda foi de 6,51% (vs. esperado de -6,50%).

Empresas & Setores

Natura: Resultado: Ebitda do 4T15 3% abaixo com fraqueza no Brasil

compensando crescimento internacional (pg. 5)

BR Properties: Destaques do conference call de resultados (pg. 6)

Ibovespa – Intra Day

40.000 40.500 41.000 41.500 42.000 42.500 43.000 10 11 12 14 15 17 Performance (%)

Fech. Dia Sem. Mês Ano

Ibovespa 41.631 1,7 3,1 3,0 (4,0) IBX-50 7.077 1,7 3,1 2,8 (3,8) S&P 500 1.927 1,6 4,0 (0,7) (5,7) Dow Jones 16.454 1,6 2,7 (0,1) (5,6) Nasdaq 4.534 2,2 6,2 (1,7) (9,5) Dólar Ptax 4,031 0,3 2,3 (0,3) 3,3

Maiores Altas/Baixas – Ibovespa (%)

Código Companhia Var.

GGBR4 Gerdau 8,18

CSNA3 CSN 8,05

SMLE3 #N/A 7,96

FIBR3 Fibria² 7,95

BRAP4 Bradespar¹ 7,84

PETR3 Petrobras ON² -2,18

PETR4 Petrobras PN² -1,77

KROT3 Kroton -0,93

MULT3 Multiplan -0,83

WEGE3 -0,14

Performance por Setor (%)

5,7 4,8 2,0 1,8 1,7 1,4 1,3 1,1 0,8 0,1 -0,8 Materials

Telecom, Míd ia & Tecn.

Financials

Imo biliário

Ibovespa

Utili ties

Consumo & V arejo

Transp. & Infr a-Estru tur a

Saú de & E ducação

Industr ials

Ene rgia

Cauê Pinheiro, CNPI, Yuri Medeiros, CNPI-P & Larissa Nappo, CNPI-P Fontes: Bloomberg, Bovespa 18 de fevereiro de 2016

(2)
(3)

3

AGENDA DE INDICADORES ECONÔMICOS –

Link relatório

Segunda, 15/fev Período Expec. Anterior

02:30 JN Produção industrial M/M Dec F -- -1,40%

02:30 JN Utilização da capacidade M/M Dec -- -0,10%

08:00 EC Balança comercial SA Dec -- 22.7b

08:25 BZ Pesquisa Focus (BC)

15:00 BZ Balança comercial semanal 14/fev --

--Terça, 16/fev Período Expec. Anterior

08:00 BZ IPC-S IPC FGV 15/fev --

08:00 EC Pesquisa ZEW (Expectativas) Feb -- 22,7

09:00 BZ Vendas a varejo M/M Dec -- 1,50%

09:00 BZ Venda ampla varejo (M/M) Dec -- 0,50%

11:30 US Índice Empire State, manufatura em Nova York Feb -10 -19,37

13:00 US NAHB Índice do mercado habitacional Feb 60 60

Quarta, 17/fev Período Expec. Anterior

05:00 BZ IPC FIPE- Semanal 14/fev --

08:00 BZ IGP-10 Inflação FGV M/A Feb -- 0,69%

08:00 EC Produção de construção M/M Dec -- 0,80%

10:00 US MBA-Solicitações de empréstimos hipotecários 12/fev -- 9,30%

11:30 US Construção de casas novas Jan 1175k 1149k

11:30 US Construção de casas novas M/M Jan 2,30% -2,50%

11:30 US Licenças p/construção Jan 1200k 1232k

11:30 US Alvarás de construção M/M Jan -0,30% -3,90%

11:30 US Demanda final IPP M/M Jan -0,20% -0,20%

11:30 US Demanda final IPP A/A Jan -0,60% -1,00%

12:15 US Produção industrial M/M Jan 0,30% -0,40%

12:15 US Utilização da capacidade instalada Jan 76,70% 76,50%

12:15 US Produção manufatureira (SIC) Jan 0,20% -0,10%

17:00 US U.S. Fed Releases Minutes from Jan. 26-27 FOMC Meeting

23:30 CH IPC A/A Jan 1,90% 1,60%

23:30 CH IPP A/A Jan -5,40% -5,90%

BZ Atividade econômica M/M Dec -- -0,52%

BZ Atividade econômica A/A Dec -- -6,14%

Quinta 18/fev Período Expec. Anterior

07:00 EC Conta corrente BCE SAZ Dec -- 26.4b

11:30 US Panorama dos negócios Fed da Filadélfia Feb -2,9 -3,5

11:30 US Novos pedidos seguro-desemprego 13/fev --

11:30 US Seguro-desemprego 06/fev --

13:00 US Índice antecedente Jan -0,20% -0,20%

BZ Confidência industrial CNI Feb -- 36,5

Sexta 19/fev Período Expec. Anterior

08:00 BZ IGP-M Inflation 2nd Preview Feb -- 0,83%

09:00 BZ Taxa de desemprego nacional Nov -- 9,00%

11:30 US IPC M/M Jan -0,10% -0,10%

11:30 US IPC exc alimentos e energia M/M Jan 0,20% 0,10%

11:30 US Índice IPC NSA Jan -- 236,525

11:30 US Índice principal IPC Saz Jan -- 244,446

(4)

CALENDÁRIO DOS RESULTADOS DO 4T15

Fevereiro

15 16 17 18 19

Duratex (A) Br Properties (D) Natura (D) Banco Pine Suzano (A)

Indústria Romi Ultrapar Bm&Fbovespa Braskem

Cosan (D) Hypermarcas (D) Equatorial Itaúsa Linx Raia Drogasil Usiminas 22 23 24 25 26

BB Sdeguridade Marcopolo Ambev (A) Aes Tiete

Via Varejo Banco do Brasil (A) BRF (D)

Tractebel (A) Sul America Cia Hering

Eletropaulo Weg (A) Grendene (D)

Iochpe Maxion Lojas Americanas Vale

Lojas Marisa (A) Multiplus 29 Guararapes M Dias Branco Magazine Luiza (D) Marfrig (D) Março 1 2 3 4

Even CCR Arezzo (A) Embraer (A)

Ez Tec Rumo (D) Cetip Eucatex

Transmissão Paulista Tupy Fleury Matelúrgica Gerdau

Gerdau (A) Gafisa Sonae Sierra

Positivo

7 8 9 10 11

Alpargatas Iguatemi Magnesita Estacio Participações Tecnisa

MRV Engenharia Odontoprev (D) Mills

QGEP São Carlos SLC Agrícola Taesa (D)

14 15 16 17 18

Banco Sofisa Comgas Brasil Pharma Copel Copasa

Light Kroton JBS Fertilizantes Heringer Kepler Weber

Direcional Minerva TOTVS Rossi Residencia Sabesp

Portobello Ser Educacional

Ecorodovias

21 22 23 24 25

Metalfrio Tegma Contax Aliansce Technos

Brasil Isurance Vanguarda Agro Cyrela Eneva

DASA Cesp

(5)

5

Empresas & Setores

Natura

Resultado: Ebitda do 4T15 3% abaixo com fraqueza no Brasil compensando

crescimento internacional

Os resultados refletem principalmente a desaceleração continuada no crescimento de vendas da indústria, que compensa parcialmente o crescimento nas linhas internacionais de negócios da Natura. A contração de 3,1pp na margem Ebitda do grupo no 4T15 leva a contração de margem para o ano de 2015 a 2pp, em linha com o que foi visto em 2014. Entretanto, o crescimento de fluxo de caixa acelerou. Neste ano a Natura se depara com bases de comparação anuais mais fáceis e está no caminho para um capex de R$350 milhões (9% menor a/a). e enquanto nós esperamos a implementação de várias iniciativas orientadas ao varejo (JV em farmácias, lojas próprias, revitalização das lojas de consultores) melhorem a receita, nós suspeitamos que um crescimento significativo será ilusório até o segundo semestre. Nosso rating Neutro tem base no valuation, uma vez que as ações oferecem um desconto significativo em relação aos níveis históricos.

Natura reportou um EBitda de R$453 milhões, 7,8% menor a/a e 2,9% abaixo da nossa estimativa (6,4% abaixo do consenso). Este é o segundo trimestre consecutivo de contração da margem Ebitda do grupo na comparação anual. A margem Ebitda da Natura contraiu 3,1pp a/a para 19,4%, em linha com a nossa estimativa. O lucro líquido fraco refletiu os fracos resultados operacionais e a despesa com impostos elevada.

Vendas no Brasil caíram 8,9% a/a no trimestre, refletindo uma queda de 7,9% na produtividade (-7,6% no 3T15). Ebitda no Brasil caiu 22% a/a (6% abaixo da nossa estimativa), mais do que a queda de 18% no 3T15. As linhas de negócios internacionais entregaram um Ebitda forte, que quase dobrou a/a, e agora soma 24% do Ebitda do grupo.

Enquanto capex/capital de giro menores foram determinantes para o fluxo de caixa em 2015, novas iniciativas para o varejo provavelmente irão sustentar um crescimento similar neste ano mais desafiador.

Fonte: Citi Research (baseado em Natura – Results: 4Q15 Ebitda 3% below as weaker Brazil offsets robust international growth, de Alexander Robarts, publicado em 17/02/2016)

R a t ing C ó digo P re ç o - A lv o Últ im o P re ç o Ups ide ( %) T ra ding

M arket Cap (M ilhõ es) Vo lume M édio 3M (M ilhõ es) M áxima (52 semanas) M ínima (52 semanas) P e rf o rm a nc e % A bs V s . Ibo v 1 M ês 16,5 6,7 3 M eses 12,3 24,5 12 M eses 1,2 20,1 M últ iplo s ( x) 2 0 15 E 2 0 16 E VE/EB ITDA 9,7 9,1 P /L 17,5 15,8 N e ut ro R$ 18,67 R$ 25,7 R$ 11.369 ( 2 0 ,8 ) N A T U3 R $ 2 1,0 0 R $ 2 6 ,5 0 R$ 33,85

(6)

BR Properties

Destaques do conference call de resultados

A BR Properties realizou um conference call para falar sobre os resultados, destacando as dificuldades impostas pelo cenário macroeconômico que devem adiar a recuperação nos preços do aluguel até 2017. Dentre os participantes, tivemos Cláudio Bruni (CEO) e André Berenger (CFO). Os destaques são:

O aluguel em mesmas áreas não deve recuperar até 2017 – Impactado pela profunda

recessão econômica e alcançando apenas +0,1% a/a (em termos nominais) no 4T15, menor que o desempenho apresentado no 4T14 (+3,9%) e abaixo do IGP-M em 10,5% no mesmo período, o aluguel em mesmas áreas não deve recuperar ao longo de 2016, de acordo com a administração. Entretanto, a companhia destacou que enquanto uma grande metragem disponível para aluguel foi adicionada às áreas primes em São Paulo ao longo de 2015, a oferta planejada para 2016 está concentrada principalmente fora dessas regiões. Dito isto, os preços nesses locais podem sofrer quedas adicionais, mas algum nível de estabilização poderia já ocorrer nas principais regiões centrais/Premium.

Redução da dívida é prioridade para 2016 – O caixa da companhia de R$1,2 bi no 4T15 deve ser reforçado com R$252 milhões de venda pendente de ativos concluída no 1T16. Entretanto, a companhia completou em fevereiro de 2016 a recompra de aproximadamente R$400 milhões em bonds perpétuos. Os recentes desinvestimentos devem continuar contribuindo para a redução da alavancagem em 2016. Atualmente, a BRPR3 possui amortizações em aproximadamente R$500 milhões/ano em 2016 e 2017, e acredita que a companhia está numa condição melhor para entregar as obrigações ou pré-pagar dívidas a fim de evitar qualquer risco de refinanciamento de dívidas para os próximos 2 anos, sob uma alta volatilidade de taxa.

23% das receitas sob negociação em 2016 – A BR Properties tem 13% das receitas em

alugueis vencendo e 10% dos alugueis em negociação para 2016, o que representa um desafio menor vs 10% e 29% em 2015, respectivamente, de acordo com a gestão. Considerando esta agenda, a empresa não vê razões para mudanças relevantes na taxa de vacância de 10,4%, reportada no 4T15. R a t ing C ó digo P re ç o - A lv o Últ im o P re ç o Ups ide ( %) T ra ding

M arket Cap (M ilhõ es) Vo lume M édio 3M (M ilhõ es) M áxima (52 semanas) M ínima (52 semanas) P e rf o rm a nc e % A bs V s . Ibo v 1 M ês (3,3) (13,0) 3 M eses (16,9) (4,7) 12 M eses 3,1 21,9 M últ iplo s ( x) 2 0 15 E 2 0 16 E VE/EB ITDA 9,1 8,6 P /L 11,8 9,2 N e ut ro / R is c o A lt o R$ 7,49 R$ 8,1 R$ 2.362 2 2 ,3 B R P R 3 R $ 9 ,6 9 R $ 7 ,9 2 R$ 11,23

(7)

7

Este relatório foi elaborado por Cauê Pinheiro, Yuri Medeiros & Larissa Nappo (“Analistas”), analistas de investimentos credenciados junto à Apimec e vinculados à Citigroup Global Markets Brasil CCTVM S.A. (“CGMB”), uma afiliada do Citigroup Global Markets Inc. (“CGMI”). Cauê Pinheiro é o responsável principal pelo conteúdo deste relatório de acordo com a Instrução CVM nº 483, de 6 de julho de 2010.

Este material tem caráter meramente informativo, não constituindo oferta de compra ou de venda de títulos e/ou valores mobiliários pela CGMB, ainda que aqui mencionados. As informações constantes deste material podem auxiliar o investidor em suas decisões de investimento, porém o investidor será responsável, de forma exclusiva, pela verificação da conveniência e oportunidade da movimentação de sua carteira de investimentos e pela tomada de decisão quanto à efetivação de operações de compra e/ou venda de títulos e/ou valores mobiliários. Este material apresenta informações para diversos perfis de investimento e o investidor deverá verificar e atentar para as informações próprias ao seu perfil de investimento, uma vez que as informações constantes deste material não são adequadas para todos os investidores. Quaisquer projeções de risco ou retorno potenciais são meramente ilustrativas e não são e não devem ser interpretadas pelo investidor como previsão de eventos futuros e/ou garantia de resultados. Além disso, não garantimos a exatidão das informações aqui contidas e recomendamos ao investidor que não utilize este relatório com única fonte para embasar suas decisões de investimento. Os investimentos realizados pelo investidor para sua carteira estão sujeitos a diversos riscos inerentes aos mercados e aos ativos integrantes da carteira, incluindo, sem limitação, risco de mercado, risco de crédito, risco de liquidez, risco cambial, risco de concentração, risco de perda do capital investido e de disponibilização de recursos adicionais, entre outros.

Com relação às companhias, mercados e valores mobiliários ora analisados, nos termos da regulamentação em vigor, os Analistas declaram que:

(i) As recomendações do presente relatório de análise refletem única e exclusivamente as suas opiniões pessoais, sendo certo que o relatório foi elaborado de forma independente, inclusive em relação à CGMB e da CGMI.

(ii) A remuneração recebida pelo Analista está condicionada ao cumprimento de premissas qualitativas e quantitativas estabelecidas pela CGMB, podendo inclusive levar em consideração o resultado total da CGMB, mas não é influenciada, direta ou indiretamente, por recomendações específicas ou opiniões expressas pelo Analista neste relatório de análise.

(iii) A CGMB é membro do grupo Citi, que possui empresas e negócios em mais de 100 países. Considerando a atual estrutura do grupo Citi, é provável que alguma empresa do grupo, inclusive as próprias CGMB e CGMI, tenham interesses financeiros e/ou comerciais relevantes em relação às companhias, mercados e aos valores mobiliários objeto do presente relatório de análise.

As opiniões aqui constantes foram elaboradas com base em informações e dados obtidos de diversas fontes, inclusive no material de análise elaborado pela Citi Investment Research & Analysis (“CIRA”), conforme devidamente identificadas e indicadas no corpo do documento. CIRA é a divisão de análise de investimento da CGMI, cuja política aplicável às suas opiniões e relatórios de análises está disponível em http://www.citigroupgeo.com. O presente relatório foi elaborado de forma independente pelo Analista vinculado à CGMB e não obstante a utilização do material de análise elaborado pela CIRA, as opiniões do Analista podem divergir das opiniões da CIRA.

SAC Citi - Serviço de Apoio ao Cliente Reclamações, Cancelamentos e Informações 0800 979 2484 (deficientes auditivos - 0800 724 2484)

Todos os dias, 24h

Se não ficar satisfeito com a solução apresentada, de posse do protocolo, contate a Ouvidoria 0800 970 2484 (deficientes auditivos - 0800 722 2484).

Em dias úteis das 9h às 18h Fale Conosco: www.citicorretora.com.br

Disclaimer

Imagem

temas relacionados :