Penaeus vannamei

Top PDF Penaeus vannamei:

Efeitos da suplementação do cloreto de sódio em rações para o camarão branco do Pacífico, Penaeus vannamei, cultivado em águas oligohalinas / Effects of sodium chloride supplementation in diets for the Pacific white shrimp, Penaeus vannamei, reared in low

Efeitos da suplementação do cloreto de sódio em rações para o camarão branco do Pacífico, Penaeus vannamei, cultivado em águas oligohalinas / Effects of sodium chloride supplementation in diets for the Pacific white shrimp, Penaeus vannamei, reared in low salinity waters

O cultivo de Penaeus vannamei em águas oligohalinas tem sido um desenvolvimento recente na região Nordeste. O objetivo deste estudo foi investigar os efeitos da suplementação de NaCl em dietas no crescimento, sobrevivência, osmolalidade da hemolinfa e contagem total de hemócitos dos camarões. No experimento 1, camarões cultivados em águas oligohalinas, com peso variando entre 5 a 20 g, foram utilizados para a determinação da osmolalidade da hemolinfa, não tendo diso influenciada pelo aumento do peso do camarão. Após aclimatação em água do mar (35 ppt), a osmolalidade da hemolinfa foi avaliada em camarões com peso entre 5-20 g, tendo sido incrementada para a salinidade da água do mar (35 ppt), variando de 661,0 ± 25,2 mOsm/kg (D1) a 916,9 ± 40,1 mOsm/kg (D4). No experimento 2, camarões cultivados em águas oligohalinas (0,3-0,5 ppt) foram distribuídos em cinco tratamentos (D1, D2, D3, D4 e D5), com quatro repetições. As dietas consistiram de uma dieta basal suplementada com 0 g/kg, 5 g/kg, 10 g/kg, 20 g/kg e 40 g/kg de NaCl, respectivamente. Após 22 dias, os parâmetros de sobrevivência, peso final, as taxas específicas de crescimento (SGR) e taxa de crescimento absoluto (TCA) apresentaram diferenças significativas entre os tratamentos. No entanto, não houve diferenças significativas na osmolalidade da hemolinfa e contagem total de hemócitos dos camarões distribuídos nos cinco grupos.
Mostrar mais

19 Ler mais

Effects of sodium chloride supplementation for Pacific white shrimp Penaeus vannamei diets, cultured in low salinity waters / Efeitos da suplementação do cloreto de sódio em rações para o camarão branco do Pacífico, Penaeus vannamei, cultivado em águas ol

Effects of sodium chloride supplementation for Pacific white shrimp Penaeus vannamei diets, cultured in low salinity waters / Efeitos da suplementação do cloreto de sódio em rações para o camarão branco do Pacífico, Penaeus vannamei, cultivado em águas oligohalinas

The culture of Penaeus vannamei in low-salinity waters is a recent development in Brazilian Northeast. The purpose of this study was to investigate the effects of NaCl dietary supplementation on shrimp growth, survival, haemolymph osmolality and total hemocyte counts. In trial 1, earthen pond-reared shrimp ranging from 5 to 20 g were sampled at intervals for determination of haemolymph osmolality. Haemolymph osmolality was not influenced by the increased weight of shrimp. Juveniles shrimp (5-20 g) haemolymph osmolality were then evaluated 24 h after they had been transferred from pond water (0.5 ppt) to the seawater (35 ppt). Shrimp haemolymph osmolality increased with external salinity and ranged from 661.0 ± 25.2 mOsm/kg (D1) and 916.9 ± 40.1 mOsm/kg (D4). In trial 2, shrimp reared in low-salinity water (0.3-0.5 ppt) were distributed into five groups (control, D1, and treatments, D2, D3, D4 e D5) with four replicates. Diets consisted of the basal diet supplemented with 0 g/kg, 5 g/kg, 10 g/kg, 20 g/kg, and 40 g/kg of NaCl, respectively. After 22 days, differences in survival, final weight, specific growth rates (SGR) and absolute growth rate (AGR) among treatments were significant. However, there were no significant trends in haemolymph osmolality and shrimp total hemocyte counts within the five tested groups.
Mostrar mais

18 Ler mais

Influence of pyroligneous extract on water quality and productive performance of Penaeus vannamei/  Influência do extrato pirolenhoso na qualidade de água e no desempenho produtivo de Penaeus vannamei

Influence of pyroligneous extract on water quality and productive performance of Penaeus vannamei/ Influência do extrato pirolenhoso na qualidade de água e no desempenho produtivo de Penaeus vannamei

The benefits of the application of pyroligneous extract are observed by several researchers, mainly in agriculture (ENCARNAÇÃO, 2001; CAMPOS, 2007). In agriculture, this product is used as organic fertilizer in different crops such as rice (TSUZUKI et al., 2000), lemon (ZANETTI et al., 2004), pine (PORTO et al., 2007), lettuce (ROEL et al., 2007). However, there is no record of its use in aquaculture. Therefore, the present study aimed to evaluate the possible benefits of the application of pyroligneous extract in water quality, including the planktonic community, and its consequences on the productive performance in a Penaeus vannamei culture.
Mostrar mais

17 Ler mais

Cultivo de Arthrospira platensis em meio orgânico: extração de polissacarídeos sulfatados e sua administração a camarões Penaeus vannamei

Cultivo de Arthrospira platensis em meio orgânico: extração de polissacarídeos sulfatados e sua administração a camarões Penaeus vannamei

A aquicultura ocupa cada vez mais espaço no cenário mundial, em virtude do avanço tecnológico e do aumento da demanda por proteína animal, consolidando-se como a atividade que mais cresce no agronegócio. Por outro lado, existe a possibilidade do desenvolvimento de enfermidades ao longo do cultivo, bem como, causar impactos no meio ambiente, com o lançamento de compostos orgânicos na água, eutrofizando o ecossistema aquático. Diante deste cenário, as cianobactérias como a Arthrospira platensis, surgem como um forte aliado dos produtores, seja para absorção de compostos orgânicos e tratamento de efluentes, seja pela produção de compostos que apresentam atividade biológica, promovendo o bem-estar dos animais cultivados. Assim, o objetivo desse estudo foi produzir A. platensis em efluente de cultivo da tilápia do Nilo (Oreochromis niloticus), extrair e avaliar o efeito imunomodulador dos polissacarídeos sulfatados (PS) em juvenis de Penaeus vannamei. Os PS foram obtidos a partir de um extrato aquoso quente e administrados por meio de banhos de imersão em juvenis de P. vannamei, nas concentrações de 0, 60, 120 e 240 mg L -1 . Após a imersão, foi realizada a contagem total de hemócitos (THC) e verificada a concentração de proteínas totais da hemolinfa (CP) e atividade das enzimas fenoloxidase (PO) e α2- macroglobulina no soro. Após a avaliação dos imunoparâmetros, verificou-se que na concentração de 120 mg L -1 ocorreu a melhor atividade imunoestimulante. Esta concentração foi utilizada para se observar a reação dos parâmetros imunológicos quando expostos ao tempo 0 (sem exposição), 45, 90, 135 e 180 minutos, bem como a atividade antimicrobiana contra Vibrio alginolyticus. A microalga mostrou um bom desenvolvimento dentro do sistema de produção orgânico. Foram extraídos 19,85 g de PS
Mostrar mais

67 Ler mais

Reproductive performance of non-ablated Penaeus vannamei females in a Brazilian commercial hatchery/  Desempenho reprodutivo de fêmeas não abladas de Penaeus vannamei em uma larvicultura comercial brasileira

Reproductive performance of non-ablated Penaeus vannamei females in a Brazilian commercial hatchery/ Desempenho reprodutivo de fêmeas não abladas de Penaeus vannamei em uma larvicultura comercial brasileira

In Brazil, Penaeus vannamei breeding is performed in specialized hatcheries. In the reproduction phase of larviculture, most of the time, it is used broodstock that undergo a maturation induction by eyestalk ablation. However, the use of this technique may present different disadvantages, as other physiological and metabolic processes are also affected by the removal of the eyestalk. This study aimed to perform a comparative analysis between ablation and non-ablation effects on the reproductive process of P. vannamei females. It was observed that the NAF showed higher values (p<0.05) for mating frequency (16.5 ± 4.7 days), spawning frequency (17.8 ± 4.8 days), number of eggs/female (297,208 ± 24,827), number of nauplii/female (210,625 ± 21,681). On the other hand, the AF group presented higher values for mortality rate (39.1 ± 0.3%) and daily mating rate (11.7 ± 2.8%). Spawning rate (92.7 ± 5.3%) and hatch rate (70.8 ± 2.7%) were not affected by non-ablation. This study has shown that the use of NAF results in a superior reproductive performance when compared to the AF performance, and that the use of NAF does not compromise the zootechnical performance in the larval stage.
Mostrar mais

17 Ler mais

Erosión Bacteriana del Caparazón en el camarón Penaeus vannamei (Bacterial Erosion of the Shell in the species of shrimp Penaeus vannamei)

Erosión Bacteriana del Caparazón en el camarón Penaeus vannamei (Bacterial Erosion of the Shell in the species of shrimp Penaeus vannamei)

The present work describes e clinical case of Bacterium Erosion of the Shell in shrimps of the species Penaeus vannamei. The diagnosis was carried out by the macroscopic and microscopic observation of cuticles. It exposes photos of the results too. It shows some considerations about the elements that usually appear previous of this disease.

6 Ler mais

Use of Lithothamnium sp. (Algen® Oceana) in Penaeus vannamei culture  / Uso do Lithothamnium sp. (Algen® Oceana) no cultivo de Penaeus vannamei

Use of Lithothamnium sp. (Algen® Oceana) in Penaeus vannamei culture / Uso do Lithothamnium sp. (Algen® Oceana) no cultivo de Penaeus vannamei

The concentrations of ammonia, nitrite, and nitrate remained always below 0.001 mg/L, and it was not possible to quantify them, as they were below the detection level of laboratory analyses. For the culture of Penaeus vannamei, the toxic concentration of these compounds is normally above 2.0-10 mg/L (BARBIERI-JUNIOR; OSTRENSKY-NETO, 2002). For the other studied parameters (silica, turbidity, iron, phosphorus, phosphate, sulfate, and sulfide), no toxic levels were found or values were in the normal recommended range (BOYD, 2000; 2000; SÁ, 2012).

16 Ler mais

Aspectos técnicos, econômicos e ambientais de fazendas de cultivo de camarão marinho nos estuários dos rios Jaguaribe, Coreaú e Acaraú, Ceará, Brasil

Aspectos técnicos, econômicos e ambientais de fazendas de cultivo de camarão marinho nos estuários dos rios Jaguaribe, Coreaú e Acaraú, Ceará, Brasil

This paper has assessed the environmental and socio- economic impacts of Penaeus vannamei shrimp farming and discussed sustainable production techniques for North- eastern Brazil. Northeastern Brazil is a region with envi- ronmental limitations due to the semiarid climate and restrictions in water supply. However, this region is the best position to shrimp culture. The brackish water shrimp industry in the Jaguaribe river estuary is dominated by semi-intensive and intensive culture systems with a pond area of 2071.2 ha and an average annual yield of 6.3 ton·ha −1 . This industry has provided regular and addi- tional employment to rural people, generating 1.14 jobs ha −1 . Currently, pandemics caused by viruses have not resulted in economic losses of shrimp farming industry in this Region. On the other hand, unfortunately, on-farm biosecurity protocols have not been used to prevent the introduction or re-introduction of specific pathogens like WSSV or IMNV, respectively. Despite a number of posi- tive aspects of shrimp farming, this industry has negative environmental impacts. The most important environ- mental problems caused by shrimp farming are asso- ciated with mangrove deforestation and water pollution. However, the use of satellite images indicates that about 99.8% of the shrimp farms in the Jaguaribe river estuary have been constructed predominantly on saltmarshes and other coastal land and the remaining 0.2% were devel- oped on mangrove areas. Moreover, no change in pa- rameters of water quality was observed during the period 2010-2012, indicating that this estuary has some capacity to process pond-derived nutrients. Finally, to further growth and intensification of shrimp farming and reduce
Mostrar mais

120 Ler mais

Coeficientes de  aparente da proteína e de aminoácidos de ingredientes de origem animal e vegetal utilizados em dietas para o camarão Litopenaeus vannamei

Coeficientes de aparente da proteína e de aminoácidos de ingredientes de origem animal e vegetal utilizados em dietas para o camarão Litopenaeus vannamei

A determinação da digestibilidade é essencial para conhecer as exigências nutricionais da espécie cultivada, formular dietas de custo mínimo e assim minimizar a excreção de nutrientes na água. O presente estudo teve como objetivo avaliar a digestibilidade aparente da proteína e dos aminoácidos essenciais (EAA) de 12 matérias primas utilizadas na composição de rações comerciais para juvenis do camarão Litopenaeus vannamei. Foram estudados subprodutos de origem vegetal e oriundos do processamento de resíduos de animais terrestres e aquáticos: concentrado protéico de soja (SPC), glúten de milho (CGM), farelo de soja (SBM), farinha de trigo (WHF), farinha de vísceras e penas de aves (PBM), farinha de carne e ossos (MBM), farinha de penas (FEA), farinha de sangue (BLD), farinha de resíduos de tilápia (TLM), farinha de resíduos de peixes marinhos (FBM), farinha de resíduos do processamento de salmão (SLM) e farinha de krill (KLM). O coeficiente de digestibilidade aparente (CDA) dos ingredientes foi estimada mediante o método indireto, utilizando o marcador inerte óxido de crômio III (Cr 2 O 3 ) a 10 g/kg (da dieta, base natural) em uma mistura
Mostrar mais

54 Ler mais

CULTIVO DO CAMARÃO MARINHO COM BIOFLOCOS SOB DIFERENTES NÍVEIS DE PROTEÍNA COM E SEM PROBIÓTICO.

CULTIVO DO CAMARÃO MARINHO COM BIOFLOCOS SOB DIFERENTES NÍVEIS DE PROTEÍNA COM E SEM PROBIÓTICO.

A utilização de probiótico na aquicultura tem crescido rapidamente como uma estratégia de mane- jo com melhora na nutrição, crescimento e sobrevi- vência dos animais cultivados. Entretanto, esses re- sultados não foram observados por alguns autores. Mcintosh et al. (2000), ao avaliarem o efeito da adi- ção de suplemento bacteriano sobre o desempenho do camarão Litopenaeus vannamei alimentados com dietas de 21% de proteína bruta, não observaram diferenças significativas sobre o peso final, fator de conversão alimentar e sobrevivência dos camarões após 94 dias de cultivo. Do mesmo modo, Devaraja et al. (2002) não encontraram diferenças significati- vas no peso final e na taxa de crescimento dos cama- rões ao avaliar a utilização de dois tipos de probióti- cos no cultivo de Penaeus monodon, quando compa- rado ao tratamento sem probiótico.
Mostrar mais

9 Ler mais

Caracterização molecular da mielina do camarão Litopenaeus Vannamei

Caracterização molecular da mielina do camarão Litopenaeus Vannamei

à proteína proteolipídica (PLP) foram identificados. Uma busca complementar por seqüências de PLP no banco de dados de ESTs de L. vannamei resultou na identificação de seqüências adicionais. Estes achados demonstram que as proteínas presentes na mielina do L. vannamei refletem um perfil semelhante a frações de mielina de vertebrados, e também a identificação de seqüências relacionadas a PLP, uma das proteínas mais abundantes na mielina dos tetrápodes, pela primeira vez. Com base na identificação de múltiplos peptídeos correspondendo a domínios imunoglobulina típicos de proteínas de adesão na fração de mielina do camarão, utilizamos um anticorpo capaz de reconhecer as duas isoformas da glicoproteína associada à mielina (MAG) de mamíferos em cortes de cordão nervoso de L. vannamei. Os resultados demonstraram uma ligação específica que deverão ser explorados com estratégias complementares a fim de se confirmar a identidade do antígeno presente na mielina do camarão. Estes resultados sugerem a presença de proteínas com características próximas às já descritas na mielina dos vertebrados na mielina de L. vannamei. Estes achados, somados a estratégias complementares, podem contribuir para o melhor entendimento do surgimento da mielina ao longo da evolução e da relação entre os grupos de animais que apresentam mielina.
Mostrar mais

73 Ler mais

UNIVERSIDADE FEDERAL DO CEARÁ CENTRO DE CIÊNCIAS AGRÁRIAS DEPARTAMENTO DE ENGENHARIA DE PESCA ACOMPANHAMENTO DE UM POLICULTIVO ENVOLVENDO O CAMARÃO MARINHO, Litopenaeus vannamei, e a TILÁPIA DO NILO, Oreochromis

UNIVERSIDADE FEDERAL DO CEARÁ CENTRO DE CIÊNCIAS AGRÁRIAS DEPARTAMENTO DE ENGENHARIA DE PESCA ACOMPANHAMENTO DE UM POLICULTIVO ENVOLVENDO O CAMARÃO MARINHO, Litopenaeus vannamei, e a TILÁPIA DO NILO, Oreochromis

Acompanhamento de um policultivo envolvendo o Camarão marinho, Litopenaeus vannamei, e a Tilápia do Nilo, Oreochromis niloticus, em sistema de recirculação / Antonio Francisco de Arruda.[r]

37 Ler mais

Diversidade genética de Litopenaeus vannamei cultivado na Bahia.

Diversidade genética de Litopenaeus vannamei cultivado na Bahia.

Abstract – The objective of this work was to evaluate the genetic variability of commercial stocks of shrimp Litopenaeus vannamei, using RAPD markers and different statistical methods of analysis in Canavieiras, BA, Brazil. Twenty primers were used to obtain 59 polymorphic markers. A significant differentiation among stocks, with Φ ST = 0.186 (p<0.001), was observed by analysis with the software AMOVA. However, an analysis with the

6 Ler mais

Carotenoides totais em resíduos do camarão Litopenaeus vannamei.

Carotenoides totais em resíduos do camarão Litopenaeus vannamei.

Aiming at the utilization of shrimp processing wastes, this study carried out an analysis of total carotenoids in white shrimp (Litopenaeus vannamei) waste and in the dried shrimp waste meal. The analysis of total carotenoids was carried out in fresh wastes and processed flour (day 0) and after 60, 120 and 180 days of frozen storage. The fresh shrimp waste had 42.74µg/g of total carotenoids and the dried meal 98.51µg/g. After 180 days of frozen storage, total carotenoids were significantly lower than day 0 (p < 0,05).

4 Ler mais

Biodiversidade e abundância da ictiofauna associada ao cultivo orgânico de Litopenaeus vannamei (Boone, 1931)

Biodiversidade e abundância da ictiofauna associada ao cultivo orgânico de Litopenaeus vannamei (Boone, 1931)

A expansão da carcinicultura tem ocasionado uma série de impactos ambientais, frequentemente, como conseqüência da falta de planejamento e gerenciamento adequados. A aqüicultura orgânica tem sido apontada como alternativa à carcinicultura convencional e apresenta como diferencial, o aproveitamento do potencial econômico, ecológico e de cultivo de outros organismos, tais como peixes, ostras e macroalgas. O objetivo do presente estudo foi avaliar a diversidade biológica e abundância da ictiofauna associada ao cultivo orgânico de Litopenaeus vannamei na fazenda PRIMAR (Rio Grande do Norte, Brasil). O período amostral consistiu de quatro ciclos de cultivo (1, 2, 3 e 4) realizados em quatro viveiros de engorda (V1, V7, V2 e V4) em 2005. Os dois primeiros ciclos foram realizados durante a estação chuvosa e os dois últimos, durante a estiagem. Dados ambientais (temperatura, salinidade, transparência e precipitação pluviométrica), da diversidade biológica (índices de diversidade, uniformidade e abundância) da ictiofauna, e da produtividade de camarão foram coletados nesses quatro ciclos de cultivo. Os resultados obtidos para as variáveis ambientais mostraram que a salinidade e a transparência oscilaram de forma significativa (p < 0,001) entre os ciclos de cultivo. Em relação à abundância da ictiofauna, foram coletadas e identificadas cinqüenta e quatro espécies associadas ao cultivo orgânico de Litopenaeus vannamei na PRIMAR. Foram observadas maior riqueza (S = 46) e uniformidade (E = 0,59 ± 0,16) das espécies de peixe durante os ciclos 3 e 4 do que nos ciclos 1 e 2 (S = 41 e E = 0,15 ± 0,12). Correlação positiva e significativa foi obtida para o aumento da transparência com a diversidade e uniformidade das espécies de peixe entre os ciclos 1 e 2 (estação chuvosa) e 3 e 4 (estação seca) (p < 0,017 - Índice de Shannon; p < 0,008 - Índice de Pielou, respectivamente). Não houve correlação entre a produtividade de camarão e a biomassa de peixes. No entanto, a biomassa de peixes aumentou no transcorrer dos ciclos 1 e 2 para 3 e 4, concomitante com um incremento na produtividade de camarão, decorrente provavelmente, de uma maior sobrevivência (de 58,0% para 71,0%) desse crustáceo. Em relação ao potencial de cultivo da ictiofauna, três espécies (Mugil curema, Mugil liza e Chaetodipterus faber) foram identificadas como alternativas para cultivo isolado ou em consórcio com Litopenaeus vannamei. Uma quarta espécie (Centropomus undecimalis) foi apontada como alternativa para cultivo isolado ou em consórcio com outras espécies de peixe. Em conclusão, a rica diversidade de peixes estuarinos associada ao cultivo de Litopenaeus vannamei observada na PRIMAR indica claramente, a viabilidade ecológica da aqüicultura orgânica no nordeste do Brasil.
Mostrar mais

74 Ler mais

Farfantepenaeus brasiliensis (Crustacea : Penaeoidea): morfologia do hepatopâncreas e sua relação com os metais pesados encontrados no litoral sul do Espírito Santo

Farfantepenaeus brasiliensis (Crustacea : Penaeoidea): morfologia do hepatopâncreas e sua relação com os metais pesados encontrados no litoral sul do Espírito Santo

estágios de gônadas desenvolvidas com aquelas esgotadas, sendo nestas últimas, observada a presença de um epitélio escamoso, devido à secreção holócrina das células hepatopancreáticas. Odewndaal e Reinecke (2003) também encontraram estas mesmas mudanças epiteliais no hepatopâncreas do crustáceo Porcellio laevis (LATREILLE, 1804), porém em dose dependentes da exposição ao Cd, e sugeriram que a presença deste elemento obtido através da alimentação, quando na luz do túbulo, poderia afetar a membrana apical das células, resultando na redução destas. Diminuição na espessura da camada epitelial da glândula digestiva após contato com contaminantes também foi observada no peneídeo L. vannamei (WU et al., 2008) e em moluscos (SUNILA, 1986). Apesar disto, neste estudo, é improvável que as alterações morfológicas sejam devido à contaminação por Cd, visto que os indivíduos dos dois estágios foram provenientes de um mesmo ponto de coleta e as análises por espectrofotometria indicaram ausência deste elemento naqueles F. brasiliensis analisados.
Mostrar mais

184 Ler mais

Substituição da farinha de peixe em dietas para camarões marinhos cultivados em sistema bioflocos.

Substituição da farinha de peixe em dietas para camarões marinhos cultivados em sistema bioflocos.

Abstract – The objective of this work was to evaluate the substitution of two fish meal inclusion levels by other ingredients, in the diets of Litopenaeus vannamei reared in a biofloc system. The following diets were evaluated: without fish meal (diet A, 100% replacent), with addition of 12.5% of fish meal (diet B, 40% replacent), and a control diet with addition of 21% (diet C, 0% replacent). In diets A and B, soybean meal and meat and viscera meals were the main protein replacement. The performance indexes of shrimps and the physical and chemical parameters of water were analyzed. Shrimp fed diet B had higher final weight (11.63±1.38 g), compared to shrimp fed a diet A (9.39±0.31 g final weight) or C (10.20±1.10 g final weight). The other parameters of performance such as yield, feed conversion and survival did not differ between treatments. The reduction of fish meal by 40.0% can be done in a L. vannamei superintensive biofloc system without interfering on their growth performance or on the water quality of the culture.
Mostrar mais

7 Ler mais

Ciclo reprodutivo de Eudistoma vannamei MILLAR, 1977 (Tunicata:Ascidiacea) e sua influência no metabolismo primário

Ciclo reprodutivo de Eudistoma vannamei MILLAR, 1977 (Tunicata:Ascidiacea) e sua influência no metabolismo primário

Os ácidos graxos ramificados apresentaram tamanho de cadeia carbônica semelhante a dos ácidos graxos lineares: ácido láurico, ácidos tridecanóico, ácido mirístico, pentadecanóico, ácido palmítico, margárico e ácido esteárico. A posição das ramificações não foi colocada, pois os resultados obtidos com as bibliotecas mostraram similaridades muito baixas em alguns casos, ou muito próximas para estruturas com mesmo número de átomos de carbono que apresentaram ramificações em posições diferentes. Nesse último caso pode-se citar C14:0 com ramificações nas posições 9 ou 12, C16:0 com ramificações nas posições 14 ou 15, e C17:0 com ramificações nas posições 10 ou 16. As demais estruturas foram verificadas com sendo C12:0 Δ4, C13:0 Δ12, C15:0 Δ14 e C18:0 Δ17, e apenas C16:0 apresentou mais de uma ramificação. Seria necessário o uso de técnicas auxiliares para identificação segura desses AG, sendo as posições apenas citadas para demonstrar que pode ser maior o número de AG ramificados presentes em E. vannamei.
Mostrar mais

70 Ler mais

Estudo da densidade de estocagem do camarão branco do pacífico Litopenaeus vannamei, em cultivo heterotrófico e autotrófico

Estudo da densidade de estocagem do camarão branco do pacífico Litopenaeus vannamei, em cultivo heterotrófico e autotrófico

Em cultivos aquáticos sob altas densidades de estocagem é comum o uso de mantas ( lining ) nos fundos dos tanques para a prevenção do contato direto da água com o substrato. Porém, o lining impede a absorção do fósforo pelo substrato propiciando o acúmulo desse elemento no sistema de cultivo. Buford et al. (2003) utilizaram dessa técnica no cultivo de L. vannamei mantido sob altas densidades (120 animais/m²) e sem troca de água. Semelhante ao presente estudo, o trabalho de Buford et al. (2003) também se caracterizou pelo acúmulo de fósforo na água. Em outro trabalho feito por Velasco et al. (1998) os autores avaliaram diferentes níveis de fósforo na ração (0,4, 0,8 e 1,2%). Foi verificado que o nível de fósforo reativo na água também teve uma tendência de acúmulo nos tratamentos em que os animais forma alimentados com maiores níveis de fósforo. No estudo de Velasco et al. (1998), os autores obtiveram níveis de fósforo reativo na água de 0,19 mg/L (ração com 0,4%), 0,94 mg/L (ração com 0,8%) e 0,67 mg/L (ração com 1,2%). Apesar do acúmulo de fósforo, esses valores foram bem menores do que os mensurados em no presente trabalho. Isto pode ser explicado pelo fato de VELASCO et al. (1998) ter empregado pós-larvas e não juvenis de camarão por um período de cultivo bem menor (20 dias) ao presente trabalho. Em cultivos comerciais de camarão onde não há o uso de lining , grande parte do fósforo é absorvido pelo substrato.
Mostrar mais

79 Ler mais

DEPARTAMENTO DE ENGENHARIA DE PESCA

DEPARTAMENTO DE ENGENHARIA DE PESCA

O objetivo deste trabalho foi verificar em duas lojas de uma rede de supermercados a qualidade microbiológica do camarão de cultivo Litopenaeus vannamei através de análises que quant[r]

44 Ler mais

Show all 191 documents...