Texto

(1)

Ficha de Unidade Curricular

Unidade Curricular:

Designação: Antropologia da Técnica Área Científica: Ciências Sociais e Humanas Ciclo de Estudos: 1º Ciclo

Carácter: Obrigatório Semestre:

ECTS: 3 Tempo de Trabalho:

Horas de Contacto: 45 Horas de Trabalho

Autónomo: 37 Total: 81

Pré-Requisitos: Conhecimento suficiente para a leitura de uma língua estrangeira (preferencialmente Inglês). Conhecimento suficiente da língua portuguesa e/ou inglesa para redacção de textos de carácter académico.

Ensino Teórico (T)

Objectivos de Aprendizagem:

Gerais:

1- Conhecimento e compreensão das dimensões da diversidade cultural e suas consequências na produção técnica contemporânea.

2- Aplicação dos conhecimentos à prática de Design e à análise crítica de projectos de Design.

3- Conhecer práticas diversas, pertinentes para a formulação de um juízo relativista e multicultural sobre as sociedades contemporâneas e sobre as diferentes estratégias de Design.

4- Saber comunicar e argumentar conhecimentos relativos ao tema.

5- Utilizar conhecimentos da área da Cultura Material com enfoque multicultural para o desenvolvimento da aprendizagem/produção dos projectos de Design.

Específicos:

1- O aluno deverá analisar e sintetizar os seguintes conceitos: multiculturalidade; globalização;

etnocentrismo; relativismo cultural; diversidade cultural; objectificação cultural; cultura material;

desterritorialização dos fenómenos sócio-culturais.

2- O aluno deverá reconhecer diferentes problemas da produção de cultura material num mundo globalizado e diversificado.

3- O aluno deverá reconhecer e reunir conhecimento suficiente para elaborar um juízo crítico sobre a relação entre o mundo contemporâneo e a sua actividade profissional.

4- O aluno deverá adquirir competências cognitivas necessárias à actividade profissional na função de agente criador de “objectos culturais”.

6- O aluno deverá saber comunicar de forma sintética e clara os conhecimentos.

Transversais:

1- Desenvolver capacidades cognitivas e metodológicas suficientes para uma abordagem analítica dos contextos sócio-culturais para os quais produz objectos.

2- Desenvolver competências necessárias a um trabalho autónomo.

3- Relacionar diferentes áreas de conhecimento e saberes.

4- Identificar recursos técnicos e profissionais para projectos em grupo.

5- Adquirir competências de comunicação linguísticas, e em diferentes suportes, suficientes para um percurso escolar/profissional internacional.

6- Desenvolver a capacidade de organização e sistematização do conhecimento.

7- Desenvolver a capacidade de pesquisa, consulta e redacção, segundo diferentes fontes de informação

(2)

Conteúdos Programáticos:

Tema I: a antropologia como projecto de análise de processos culturais

1. Breve história da antropologia: principais momentos e paradigmas na análise da cultura e da diversidade cultural.

2. A antropologia e a etnografia hoje: antropologia “em casa” e a “exotização” da proximidade.

Tema II: O papel da antropologia numa visão multicultural da técnica 1. Tecnologia relativizada: a produção tecnológica em diferentes contextos culturais.

2. Identidade nacional, objectificação cultural e usos do popular: o papel do artesanato.

3. Sociedade portuguesa contemporânea: contribuições para uma reflexão sobre a técnica.

Tema III: Métodos de Pesquisa e Técnicas de aplicação da observação

Estruturação de experiências de observação no terreno mediante a definição de uma questão a ser fundamentada do ponto de vista conceptual e projectual. Deste exercício resultará um relatório de

“campo”. As estratégias a aplicar serão definidas através de orientação tutorial e discussão nas aulas.

Metodologia de Aprendizagem:

Presencial: Aula teórica sustentada em metodologia expositiva e debate crítico de documentos seleccionados e/ou estudos de caso para ilustração e enquadramento das discussões. Haverá ainda Recurso também a aula de problemas (exercícios breves) de aplicação dos conhecimentos.

Autónoma: Estudo dos textos e realização de fichas de leitura; Pesquisa através da consulta de diferentes fontes bibliográficas. Elaboração e apresentação de um trabalho que resulte de pesquisa de campo.

Cada aula será acompanhada de um guião correspondente onde serão indicados os items dos seus principais conteúdos, assim como a bibliografia específica.

Ao longo das aulas serão utilizados diversos suportes para apresentação dos conteúdos programáticos que incluem textos académicos, textos retirados da imprensa, imagens e documentários. Aos alunos será solicitada uma participação activa na discussão, manuseamento e recolha desse mesmo material.

A docente fará o acompanhamento do desenvolvimento dos trabalhos e sua posterior discussão em horário de ATENDIMENTO AOS ALUNOS a ser fixado junto ao gabinete FO.06 (Ed. Pedagógico 2). Os alunos poderão recorrer ao atendimento individual para esclarecimento de dúvidas.

Todas as informações e calendarizações internas respeitantes à cadeira, assim como a distribuição de textos de apoio (para além de serem divulgados nas aulas) constarão nos dossiers relativos à disciplina Antropologia Cultural, que se encontram disponíveis na reprografia da escola e, sempre que possível, em formato digital na plataforma on-line.

Avaliação de Competências:

O regime adoptado será o de avaliação contínua. Este tipo de avaliação inclui diferentes metodologias de aferição de conhecimentos considerando-se como elementos de avaliação: exercícios escritos e orais; trabalho escrito ou teórico-prático, individual ou em grupo, com de defesa oral e orientação do docente, participação do alunos nas actividades desenvolvidas na sala de aula.

Sendo que serão ainda considerados como factores de apreciação do trabalho a resposta do aluno ao programa: a) o nível de integração no processo escolar; b) a participação nas aulas.

(3)

Para além dos dois momentos centrais de avaliação, calendarizados abaixo, serão efectuados outros exercícios obrigatórios ao longo das aulas.

A nota final será o resultado da ponderação dos resultados obtidos nos vários elementos de avaliação.

Os alunos que não participarem em todos os momentos de avaliação, dentro da calendarização estabelecida, não obterão aproveitamento.

Os alunos que não obtiverem aproveitamento no final do ano lectivo, classificação inferior a 10 valores, poderão recorrer a Exame Final Escrito.

Para cada momento de avaliação serão fornecidos enunciados aos alunos.

Os alunos com estatuto de trabalhador estudante reconhecido pela escola devem informar a docente das implicações na sua participação nas actividades lectivas.

- Momentos centrais de avaliação :

a) Texto crítico desenvolvido a partir de um tema e de um conjunto bibliográfico pré-definido (5 págs A4) sobre o Tema I e II do programa.

b) Trabalho com aplicação de estratégias metodológicas de pesquisa de campo com relatório final.

1º trabalho – Texto crítico

2º trabalho – Relatório Trabalho de Campo Apoio e atendimento de 05/01/09 a 08/09/09 Apoio e atendimento de 12/01/09 a 15/09/09 Entrega a 09/01/09

Entrega a 16/01/09

Critérios de Avaliação de competências:

Serão privilegiados os seguintes critérios de avaliação:

- Capacidade de mobilizar uma perspectiva antropológica, demonstrando dominar as bases das especificidades conceptuais e reflexivas da antropologia.

- Conjugação do conhecimento antropológico com um discurso pessoal.

- Capacidade crítica e de argumentação.

- Participação nas reflexões desenvolvidas ao longo das aulas.

- Capacidade narrativa.

Bibliografia Geral

A Carta de Pêro Vaz de Caminha A El-Rei D. Manuel sobre o achamento do Brasil, Mem Martins, Publicações Europa América.

AA.VV., 2000, Catálogo Exposição Artes Indígenas, São Paulo, Mostra do Redescobrimento/500 Anos Brasil.

AA.VV., 2000, Os índios: Nós, Lisboa, Museu Nacional de Etnologia.

APPADURAI, Arjun, [1996] 2004, Dimensões Culturais da Globalização, Lisboa, Teorema.

APPADURAI, Arjun, 1988, ed., The Social Life of Things. Commodities in Cultural Perspective. Edited by Arjun Appadurai. New School University, New York.

INGOLD, Tim, 1994, Companion Encyclopedia of Anthropology, London, Routledge.

KUPER, Adam, 1988, The Invention of Primitive Society - Transformations of an Illusion, London, Routledge.

LEACH, Edmund, (1982) 1989, A Diversidade da Antropologia, Lisboa, Edições 70.

LEAL, João, 2000, Etnografias Portuguesas (1870-1970): Cultura Popular e Identidade Nacional, Lisboa,

(4)

Publicações D. Quixote.

MILLER, Daniel, 1987, Material Culture and Mass Consumption.Oxford, UK: B. Blackwell.

AUGÉ, Marc & COLLEYN, Jean-Paul, (2004) 2005, A Antropologia, Lisboa: Edições 70.

RIVIÈRE, Claude, [1995] 2000, Introdução à Antropologia, Lisboa, Edições 70.

VALE DE ALMEIDA, Miguel, 2004, Outros Destinos, Ensaios de Antropologia e Cidadania, Porto, Campo das Letras.

Nota: a bibliografia complementar será referida em cada guião.

Distribuição de horas totais de trabalho em 20 semanas por conteúdos programáticos e por métodos pedagógicos

Aula Calendário Conteúdos Metodologia

1 - Apresentação e Introdução à unidade curricular. Expositiva

2 - Noções e conceitos básicos da disciplina Expositiva

3 - The Ax Fight: pedagogia no olhar antropológico:

- Introdução à perspectiva antropológica - alguns conceitos e imagens

- Lançamento exercício I (PVC)

Expositiva;

Estudo de caso

4 - Entrega Exercício I

- Noção de Cultura: contemporaneidade e Diversidade.

- Etnocentrismo e Relativismo Cultural.

- Lançamento exercício II (Design/Sociedade)

Expositiva;

Discussão em grupo

5 - Discussão Exercício II

- Objectos Indígenas: Cultura e Objectos; Cultura material; Objectificação cultural

Expositiva, estudo de caso

6 - Continuação da aula anterior.

- Lançamento Leitura B. Malinowski

Expositiva, Exercício

7 - Trabalho de campo e observação participante. Expositiva.

8 - Identidade e cultura popular: o papel do

artesanato (e a etnografia portuguesa).

- Lançamento relatório de campo.

Expositiva

9 - Definição dos projectos de pesquisa.

- Orientações metodológicas.

Expositiva Discussão em grupo

10 - Visita às reservas do Museu de Etnologia. Expositiva;

Exercício

11 - Apresentação dos dados da visita de estudo Expositiva

Discussão em grupo

12 - Apresentação de dados trabalho de campo

- Orientações metodológicas.

Expositiva Discussão em grupo

13 - Apresentação de dados trabalho de campo

- Orientações metodológicas.

Expositiva Discussão em grupo

Férias Natal INTERRUPÇÃO LECTIVA -

16 Conclusões: Pertinência de uma visão

antropológica e multicultural para a prática do Designer

Expositiva

17 Apoio e

Avaliação Avaliação e apoio

18 Apoio e Avaliação

Apoio

(5)

19 Época

Exame Exame

20 Época Exame

Exame Exame

RECURSO Exame

Imagem

Referências

temas relacionados :