RODRIGO MOREIRA DA SILVA (SERRALHERIA JS)

Texto

(1)

Publicação:

027/2020

RODRIGO MOREIRA DA SILVA

(SERRALHERIA JS)

RODRIGO MOREIRA DA SILVA

(SERRALHERIA JS), com o

C N P J

n °

2 6 . 4 6 9 . 6 2 5 / 0 0 0 1 - 9 0 ,

localizada na Rua das Palmeiras, n 410 B, Bairro Rui

Pires de Lima, município de Novo Progresso/PA, torna

público que REQUEREU junto a SEMMA/NP, a L.A.S

(DECLARAÇÃO PARA LICENCIAMENTO AMBIENTAL) , com

protocolo nº 312/2020, para sua atividade de Fabricação

de artefatos de serralheria artística (esquadrias de

metal) e prestação de Serviços.

Publicado dia 18 de Fevereiro de 2020 ás 11:58:57, por Jornal Folha do Progresso, Fone para contato 93 981177649 (Tim) W h a t s A p p : - 9 3 - 9 8 4 0 4 6 8 3 5 ( C l a r o ) E -mail:folhadoprogresso@folhadoprogresso.com.br

Fazendeiro acusado de formar

milícia rural armada no PA

tem habeas corpus negado pela

Justiça Federal

Fazendeiro Marcos Antônio Fachetti Filho é preso pela PF; pai dele continua foragido. — Foto: Reprodução / MPF

(2)

Marcos Antônio Fachetti Filho foi preso na última quinta, também investigado por ocupação irregular de terras da União; associação criminosa; posse e porte ilegais de arma de fogo. O pai dele, também acusado, está foragido.

O pedido de habeas corpus do fazendeiro paraense Marcos Antônio Fachetti Filho foi negado, nesta terça-feira (18), pelo Tribunal Regional Federal da 1ª Região (TRF1), em Brasília. Ele e o pai, Marcos Antônio Fachetti, são acusados pelo Ministério Público Federal (MPF) de formação de milícia rural armada na região de Marabá, sudeste do Pará. O pai continua foragido.

O fazendeiro foi preso preventivamente na última quinta (13), também investigado por ocupação irregular de terras da União; associação criminosa; posse e porte ilegais de arma de fogo. O G1 tenta contato com a defesa de ambos, mas ainda não obteve resposta.

De acordo com o MPF, ribeirinhos e assentados relataram que pai e filho continuaram representando perigo para as famílias que vivem próximas à fazenda deles, localizada entre Marabá e Itupiranga.

A milícia comandada pela dupla continuava agindo e ambos continuavam andando cercados por homens fortemente armados, segundo o MPF. As famílias ainda informaram de uma tentativa de coação para que assinassem acordo e deixassem as terras que os fazendeiros querem invadir, ainda de acordo com o órgão. Esta é a segunda vez que a Justiça Federal determina a prisão de ambos. De acordo com o MPF, os primeiros mandados foram expedidos em dezembro de 2019. Em operação, a PF conseguiu prender o pai Marcos Antônio, mas ele foi solto após a Justiça ter acatado pedido de liberdade provisória.

O desembargador federal Olindo Menezes, relator do caso, afirma que “o decreto que revogou a decisão anterior de concessão de liberdade […] está suficientemente plausível, […]

(3)

porque a situação fática de ameaças a ribeirinhos por interpostas pessoas ou por meio de seguranças privados de escolta armada ainda parece permanecer, o que por ora, ainda está presente o requisito da conveniência da instrução penal”. Entenda o caso

Em setembro de 2019, o MPF recebeu relatos de famílias de ribeirinhos em Marabá apontando série de invasões e ameaças praticadas por funcionários da empresa Marca Vigilância. O grupo teria agido a mando de fazendeiros vizinhos, segundo as investigações. A reportagem tenta contato com a empresa, mas não obteve retorno.

De acordo com o MPF, as famílias já possuem títulos de uso das terras, no caso dos assentados da Comunidade Flor do Brasil e do projeto de assentamento Diamante; e outras já estão em fase de autorização pela União, no caso da comunidade do Lago dos Macacos. “Os invasores chegaram a apontar armas até para crianças, e atear fogo em alguns barracos. Além disso, os fazendeiros contrataram um trator de esteira para abrir caminho em meio à vegetação, destruindo plantações, com possível impacto ambiental de grande proporção”.

A pedido do MPF, em setembro uma equipe da Polícia Rodoviária Federal (PRF) flagrou oito homens, supostamente contratados da empresa Marca Vigilância, fazendo barreira armada na estrada que leva à comunidade ribeirinha, para impedir que moradores. A barreira ficava localizada em terras da União – em área que não pertence a nenhuma das fazendas. As armas dos vigilantes foram apreendidas.

(4)

P r e s o s s ã o s u s p e itos de compor milícia rural em Marabá — Foto: Ascom/ PRF

No dia 4 de outubro, o MPF ajuizou pedido cautelar para suspender contrato de prestação de serviços da Marca Vigilância, e para paralisar atividades de demarcação e expansão das fazendas. No dia seguinte, nova operação do MPF e da PRF, com participação do Instituto Brasileiro do Meio Ambiente e dos Recursos Naturais Renováveis (Ibama), coletou novas provas das ilegalidades.

No dia 15 de outubro, a Justiça Federal suspendeu atividades da empresa no entorno da região do Lago dos Macacos; do projeto de assentamento Diamante e da Associação Flor do Brasil, entre os municípios de Marabá e Itupiranga. Mesmo após as operações e a decisão judicial, o MPF recebeu informações de que a Marca Vigilância continuava realizando rondas e intimidando moradores na região.

A Justiça Federal então autorizou operação da PF, realizada em 17 de dezembro, para prender os Fachetti, e para busca e apreensão de dados. O sigilo das comunicações eletrônicas de todos os alvos foi quebrado pela Justiça Federal em Marabá, e os dados devem ser utilizados nas investigações.

(5)

Por G1 — Belém

Envie vídeos, fotos e sugestões de pauta para a redação do JFP (JORNAL FOLHA DO PROGRESSO) Telefones: WhatsApp (93) 98404 6835- (93) 98117 7649.

“Informação publicada é informação pública. Porém, para chegar até você, um grupo de pessoas trabalhou para isso. Seja ético. Copiou? Informe a fonte.”

Publicado por Jornal Folha do Progresso, Fone para contato 93 981177649 (Tim) WhatsApp:-93- 984046835 (Claro) -Site: W W W . f o l h a d o p r o g r e s s o . c o m . b r E -mail:folhadoprogresso@folhadoprogresso.com.br e/ou e-mail: adeciopiran_12345@hotmail.com

http://www.folhadoprogresso.com.br/mec-divulga-nesta-terca-fei ra-18-resultados-da-segunda-chamada-do-prouni/

Jovem baleada no rosto por se

negar a reatar namoro morre

após ficar 17 dias internada

na UTI em MT

Karina Souto, de 29 anos, foi baleada pelo ex-namordo em Nova Xavantina — Foto: Facebook/Reprodução

Karina chegou a apresentar melhoras e foi diagnosticada “fora de perigo”, conforme a direção do hospital.

(6)

A jovem Karina Souto, de 29 anos, baleada pelo ex-namorado em Nova Xavantina, a 651 km de Cuiabá, morreu na tarde desta terça-feira (18), após permanecer internada por 17 dias na Unidade de Terapia Intensiva do Hospital Municipal de Barra do Garças, a 516 km de Cuiabá.

De acordo com a Polícia Civil, Baltazar Augusto de Menezes, de 58 anos, atirou duas vezes na ex-namorada e, em seguida, disparou contra a própria cabeça. Ele morreu. O caso foi registrado, em princípio, como tentativa de homicídio e suicídio.

Karina estava com um grupo de amigos nos fundos da casa de uma amiga, no Bairro Santa Mônica, em Nova Xavantina. Testemunhas contaram à polícia que Baltazar foi até a residência e começou uma discussão com a ex-namorada. O homem queria que ela voltasse a namorar com ele.

Ao ter o pedido negado, Baltazar pediu a Karina devolvesse um colar que ele havia dado de presente. A jovem entregou o objeto, e então o homem foi até o carro para guardá-lo. Ao retornar, estava com uma arma e cometeu o crime.

Karina chegou a apresentar melhoras e foi diagnosticada “fora de perigo”, conforme a direção do hospital. No entanto, ela piorou e não resistiu aos ferimentos.

Por Flávia Borges, G1 MT

Envie vídeos, fotos e sugestões de pauta para a redação do JFP (JORNAL FOLHA DO PROGRESSO) Telefones: WhatsApp (93) 98404 6835- (93) 98117 7649.

“Informação publicada é informação pública. Porém, para chegar até você, um grupo de pessoas trabalhou para isso. Seja ético. Copiou? Informe a fonte.”

Publicado por Jornal Folha do Progresso, Fone para contato 93 981177649 (Tim) WhatsApp:-93- 984046835 (Claro) -Site: W W W . f o l h a d o p r o g r e s s o . c o m . b r E

(7)

-mail:folhadoprogresso@folhadoprogresso.com.br e/ou e-mail: adeciopiran_12345@hotmail.com

http://www.folhadoprogresso.com.br/mec-divulga-nesta-terca-fei ra-18-resultados-da-segunda-chamada-do-prouni/

Ex-governador é condenado a 6

anos de prisão e a devolver

mais de R$ 14 milhões aos

cofres públicos de MT

Silval Barbosa (MDB) é ex-governador de Mato Grosso — (Foto: Fablício Rodrigues/ALMT)

Conforme a ação, Silval autorizou o pagamento de R$ 19 milhões à empresa Hidrapar Engrenaria Civil Ltda, em uma ação contra a extinta Sanemat.

A Justiça condenou o ex-governador de Mato Grosso Silval Barbosa a seis anos e dois meses de prisão em regime semiaberto e a devolver, a título de indenização, R$ 14,2 milhões aos cofres públicos pelos crimes de corrupção passiva e lavagem de dinheiro. A decisão é do juiz Jeferson Scheneider, da 5ª Vara Federal de Mato Grosso e foi proferida nessa segunda-feira (17).

(8)

Conforme a ação, Silval autorizou o pagamento de R$ 19 milhões à empresa Hidrapar Engrenaria Civil Ltda, em uma ação contra a extinta Sanemat. O dinheiro teria sido pago nos anos de 2008 e 2009, quando Silval era vice-governador, mas parte desse valor teria sido desviado.

Conforme o magistrado, Silval teria desviado R$ 3,4 milhões, utilizados para abatimento de parte de uma dívida de campanha junto a uma factoring.

Silval Barbosa orientou, direta ou indiretamente, os advogados Kleber Tocantins Matos e Alex Tocantins Matos a depositarem o valor correspondente à vantagem indevida, R$ 5,2 milhões na conta da empresa Globo Fomento LTDA, pertencente a Gércio Marcelino Mendonça Júnior, responsável por administrar, juntamente com o ex-secretário de Fazenda Éder de Moraes Dias, o que se denominou chamar de “conta-corrente”.

O G1 tenta localizar a defesa dos citados.

“Um caixa oculto com contabilidade informal destinado a financiar o grupo político ao qual pertenciam o vice-governador e o secretário estadual por meio da cobrança de vantagem indevida de credores do estado. A manutenção desse “conta-corrente” pelo acusado Silval da Cunha Barbosa, enquanto um caixa oculto, configura ato autônomo e independente do simples recebimento indireto do tipo de corrupção passiva”, disse o juiz.

Por G1 MT

Envie vídeos, fotos e sugestões de pauta para a redação do JFP (JORNAL FOLHA DO PROGRESSO) Telefones: WhatsApp (93) 98404 6835- (93) 98117 7649.

“Informação publicada é informação pública. Porém, para chegar até você, um grupo de pessoas trabalhou para isso. Seja ético. Copiou? Informe a fonte.”

(9)

981177649 (Tim) WhatsApp:-93- 984046835 (Claro) -Site: W W W . f o l h a d o p r o g r e s s o . c o m . b r E -mail:folhadoprogresso@folhadoprogresso.com.br e/ou e-mail: adeciopiran_12345@hotmail.com

http://www.folhadoprogresso.com.br/mec-divulga-nesta-terca-fei ra-18-resultados-da-segunda-chamada-do-prouni/

Programa Brasil Mais terá R$

1 bi e buscará otimizar 200

mil empresas

O “Programa Brasil Mais”, anunciado nesta terça-feira (18) pelo governo federal, receberá investimento de cerca de R$ 1 bilhão, afirmou o porta-voz da presidência da República, Otávio Rêgo Barros. – (Foto:Reprodução)

Tendo como meta o aumento da eficiência das empresas, o programa foi dividido em quatro linhas: uma focada em otimização, envolvendo 200 mil empresas; outra, voltada à transformação digital, com 50 mil empresas; o ramo da chamada Economia 4.0 afetará seis mil empresas, e uma última, de “conduta ou sensibilização”, que envolve dois milhões de pessoas.

As informações foram repassadas pelo porta-voz após a cerimônia de lançamento do “Brasil Mais” ter sido cancelada.

(10)

Segundo Rêgo Barros, o programa irá integrar os serviços do Senai e Sebrae e disponibilizar uma plataforma única para iniciativas e para “difusão de informações e oportunidades para o aperfeiçoamento contínuo, o aumento da produtividade e a transformação digital das empresas brasileiras, com foco especial nas de micro, pequeno e médio porte”.

O porta-voz afirmou também que o “Brasil Mais” será o 2º maior programa de produtividade do mundo e o maior em transformação digital da América Latina.

Nota divulgada mais cedo pelo Ministério da Economia informou a meta do programa é aumentar a eficiência das empresas e oferecer soluções de baixo custo para melhoria de gestão e práticas produtivas de até 200 mil micro, pequenas e médias firmas até 2022.

Por:Amanda Pupo – AE

Envie vídeos, fotos e sugestões de pauta para a redação do JFP (JORNAL FOLHA DO PROGRESSO) Telefones: WhatsApp (93) 98404 6835- (93) 98117 7649.

“Informação publicada é informação pública. Porém, para chegar até você, um grupo de pessoas trabalhou para isso. Seja ético. Copiou? Informe a fonte.”

Publicado por Jornal Folha do Progresso, Fone para contato 93 981177649 (Tim) WhatsApp:-93- 984046835 (Claro) -Site: W W W . f o l h a d o p r o g r e s s o . c o m . b r E -mail:folhadoprogresso@folhadoprogresso.com.br e/ou e-mail: adeciopiran_12345@hotmail.com

http://www.folhadoprogresso.com.br/mec-divulga-nesta-terca-fei ra-18-resultados-da-segunda-chamada-do-prouni/

(11)

Adepará apreende quase 4

toneladas

de

alimentos

impróprios para consumo

Servidores da Adepará em Castanhal acompanham a apreensão de um carregamento de peixe vindo da feira do Ver-o-Peso, totalizando 350 kg (Foto:Ascom Adepará)

Todo o material recolhido em três operações seria distribuído em pontos de venda e acabou destruído

Uma tonelada e meia de carne que estava imprópria para consumo humano foi apreendida durante uma operação realizada pela Agência de Defesa Agropecuária do Estado (Adepará) em parceria com a Divisão de Operações e Investigações Especiais da Polícia Civil (Dioe).

As 21 peças de carne bovina foram apreendidas na noite do dia 11, em um caminhão baú proveniente de Breu Branco, no sudeste paraense, e seriam desembarcadas no bairro do Bengui, em Belém, e também em um açougue do Marco. Durante a abordagem verificou-se que a nota fiscal do produto estava inconsistente e o veículo foi recolhido para averiguação.

Em duas outras operações, foram confiscados 350 kg de peixe e outros 1,8 mil kg de carne, após os fiscais e agentes da Polícia Rodoviária Federal constatarem o transporte irregular das cargas e, consequentemente, o seu consumo.

O alimento já apresentava coloração esverdeada e estava sendo transportado em um baú isotérmico, com aparelho de refrigeração quebrado. Por não haver como descartar a carga de maneira segura ainda na noite de segunda, a carne foi

(12)

inutilizada na manhã seguinte.

Em Belém, o trabalho contou com a parceria com a Divisão de Operações e Investigações Especiais da Polícia Civil (Dioe) (Foto:Ascom Adepará)

Pescado

Dois dias depois, os fiscais da Adepará foram novamente acionados. Dessa vez, agentes da Polícia Rodoviária Federal de Santa Maria do Pará requisitaram os servidores do órgão em Castanhal para acompanhar a apreensão de um carregamento de peixe vindo da feira do Ver-o-Peso, totalizando 350 kg, que estava sendo transportado sem refrigeração e em caixa de papelão reutilizado. A carga foi destruída.

O ideal para o pescado resfriado (in natura) é ser acondicionado em caixa isotérmica com gelo suficiente para sua conservação até o final do transporte.

Ainda no dia 13 de fevereiro, a equipe de fiscalização volante foi novamente chamada por agentes da PRF de Castanhal para constatar outra carga de carne bovina deteriorada por conta de refrigeração inadequada, resultando em mais 1,8 mil quilos do

(13)

alimento descartados.

Por:Redação Integrada com informações da Agência Pará

Envie vídeos, fotos e sugestões de pauta para a redação do JFP (JORNAL FOLHA DO PROGRESSO) Telefones: WhatsApp (93) 98404 6835- (93) 98117 7649.

“Informação publicada é informação pública. Porém, para chegar até você, um grupo de pessoas trabalhou para isso. Seja ético. Copiou? Informe a fonte.”

Publicado por Jornal Folha do Progresso, Fone para contato 93 981177649 (Tim) WhatsApp:-93- 984046835 (Claro) -Site: W W W . f o l h a d o p r o g r e s s o . c o m . b r E -mail:folhadoprogresso@folhadoprogresso.com.br e/ou e-mail: adeciopiran_12345@hotmail.com

http://www.folhadoprogresso.com.br/mec-divulga-nesta-terca-fei ra-18-resultados-da-segunda-chamada-do-prouni/

ABI diz que Bolsonaro é

ofensivo e agride “de forma

covarde” jornalista

A Associação Brasileira de Imprensa (ABI) criticou nesta terça-feira o presidente Jair Bolsonaro por ofender “de forma covarde” a jornalista Patrícia Campos Mello, da Folha de S.Paulo, com declaração que a entidade considerou como quebra de decoro.(Foto:Antônio Cruz / Agência Brasil)

“Ela (a jornalista) queria um furo. Ela queria dar o furo a qualquer preço contra mim”, disse Bolsonaro a um grupo de simpatizantes, rindo, na saída do Palácio da Alvorada nesta

(14)

manhã.

A fala do presidente referia-se ao depoimento de um ex-funcionário de uma agência de disparos de mensagens em massa por WhatsApp, dado na semana passada à CPI das Fake News no Congresso.

Segundo reportagem da Folha em dezembro de 2018, a empresa Yacows, onde Hans River do Rio Nascimento trabalhava, teria feito disparos em massa de mensagens em benefício de políticos.

No depoimento à CPI na semana passada, Hans River disse –sem ter apresentado qualquer prova– que a jornalista teria feito uma insinuação sexual para ele com o objetivo de obter informações. Posteriormente, a Folha publicou longa reportagem mostrando o histórico de contatos entre os dois contradizendo as afirmações de Hans.

A ABI, na nota assinada pelo presidente da associação, Paulo Jeronimo de Sousa, critica Bolsonaro pela declaração e diz que não se trata de uma questão política ou ideológica.

“Nesta terça-feira, mais uma vez, para vergonha dos brasileiros, que têm o mínimo de educação e civilidade, o presidente da República, Jair Bolsonaro, é ofensivo e agride, de forma covarde, a jornalista Patrícia Campos Mello, da Folha de S.Paulo”, disse o presidente da ABI, em nota.

Para a ABI, o comportamento “misógino desmerece o cargo de presidente e afronta a Constituição”.

“O que temos visto e ouvido, quase quotidianamente, não se trata de uma questão política ou ideológica. Cada dia mais, fica patente que o presidente precisa, urgentemente, de buscar um tratamento terapêutico”, afirmou.

A ABI, segundo a nota de seu presidente, pede que a Procuradoria-Geral da República denuncie o que considera

(15)

quebra de decoro de Bolsonaro.

Outras entidades também protestaram contra a fala do presidente. A Comissão Nacional de Mulheres, da Federação Nacional dos Jornalistas (Fenaj), repudiou o que chamou de grave episódio de machismo, sexismo e misoginia protagonizado pelo presidente da República.

“Dedicamos nossa solidariedade e atuação sindical, seja no campo político ou no jurídico (em fase de encaminhamento), às mulheres desse país, às mulheres jornalistas, às mulheres trabalhadores, na pessoa de Patrícia Campos Mello”, disse a comissão em nota.

Por:Reuters

Envie vídeos, fotos e sugestões de pauta para a redação do JFP (JORNAL FOLHA DO PROGRESSO) Telefones: WhatsApp (93) 98404 6835- (93) 98117 7649.

“Informação publicada é informação pública. Porém, para chegar até você, um grupo de pessoas trabalhou para isso. Seja ético. Copiou? Informe a fonte.”

Publicado por Jornal Folha do Progresso, Fone para contato 93 981177649 (Tim) WhatsApp:-93- 984046835 (Claro) -Site: W W W . f o l h a d o p r o g r e s s o . c o m . b r E -mail:folhadoprogresso@folhadoprogresso.com.br e/ou e-mail: adeciopiran_12345@hotmail.com

http://www.folhadoprogresso.com.br/mec-divulga-nesta-terca-fei ra-18-resultados-da-segunda-chamada-do-prouni/

(16)

Homem é preso sob acusação de

ter estuprado e tentado matar

a irmã em Curuçá

Jovem se fingiu de morta para sobreviver e segue internada após sofrer ferimentos no pescoço – (Foto:Reprodução/Redação Integrada)

Na noite desta segunda-feira (17), o 5º Batalhão de Polícia Militar (BPM) prendeu Elias da Silva e Silva em Curuçá, nordeste paraense, sob a acusação de ter estuprado e tentado matar a própria irmã. Ele foi preso um dia depois do crime e confessou que desferiu golpes de terçado que deixaram a jovem em estado grave de saúde, mas disse que não cometeu a violência sexual.

Segundo a Polícia Militar, o crime foi no domingo (16), no distrito de Vila do Abade, onde além de ser estuprada, a jovem ainda teve o pescoço cortado com um terçado pelo agressor. Em um primeiro momento, ela foi levada ao hospital municipal, mas segundo informações da Secretaria de Saúde de Curuçá, a jovem precisou ser transferida para o Hospital Metropolitano de Urgência e Emerência (HMU) em Ananindeua, no mesmo dia, em razão da gravidade dos ferimentos. O corte em sua garganta foi tão profundo que ela não conseguia falar o que havia acontecido. Além disso, a vítima estava desnuda e ainda apresentava indícios de violência sexual.

No HMUE, ela passou por cirurgia e, após sair do coma, conseguiu enfim balbuciar para uma irmã algumas palavras. Com a presença da polícia, ela disse que seu irmão, conhecido como “Xaropinho”, era o autor da violência. A jovem informou que

(17)

foi atacada por ele e teve que se fingir de morta para sobreviver.

Logo após ter conhecimento do crime, o pelotão de polícia local começou a fazer diligências para localizar o autor, e após terem a confirmação de que se tratava de Elias, as buscas passaram a ser mais específicas. Foram feitas averiguações em vários estabelecimentos da Vila do Abade, bem como no porão de embarcações, mas o suspeito não foi localizado.

Finalmente, na noite de segunda, a Polícia Militar recebeu uma denúncia de populares e conseguiu localizar o suspeito na casa de um outro irmão, em uma área de invasão chamada Vera Cruz. Detido, Elias confessou que cortou a garganta e a virilha da irmã, mas negou o estupro.

Ele foi levado para a Delegacia de Polícia Civil de Curuçá, onde foi autuado pelos crimes. Agora, Elias segue preso e aguarda pela audiência de custódia, que deve ser realizada na manhã desta quarta-feira (19).

Por:Agência Brasil

Envie vídeos, fotos e sugestões de pauta para a redação do JFP (JORNAL FOLHA DO PROGRESSO) Telefones: WhatsApp (93) 98404 6835- (93) 98117 7649.

“Informação publicada é informação pública. Porém, para chegar até você, um grupo de pessoas trabalhou para isso. Seja ético. Copiou? Informe a fonte.”

Publicado por Jornal Folha do Progresso, Fone para contato 93 981177649 (Tim) WhatsApp:-93- 984046835 (Claro) -Site: W W W . f o l h a d o p r o g r e s s o . c o m . b r E -mail:folhadoprogresso@folhadoprogresso.com.br e/ou e-mail: adeciopiran_12345@hotmail.com

http://www.folhadoprogresso.com.br/mec-divulga-nesta-terca-fei ra-18-resultados-da-segunda-chamada-do-prouni/

(18)

Com requintes de crueldade,

Vitória é eliminado na Copa

do Brasil

Copa do Brasil: partida entre Vitória e Figueirense nesta terça-feira (18). Crédito: Fernando Madeira

Estádio lotado, mais de duas mil pessoas na arquibancada. Vitória com um jogador a mais em campo e o cenário perfeito para o triunfo. Mas não foi o que aconteceu. O Alvianil perdeu para o Figueirense por 1 a 0 com um gol aos 47 minutos do segundo tempo, na noite desta terça-feira (18). Muita luta, muita raça, mas no fim não teve jeito. O time capixaba caiu de pé e deixou o campo sob aplausos da torcida.

Ao longo da partida, o Vitória teve muitas dificuldades: principalmente na criação de jogadas. A posse de bola e o volume de jogo não se traduziram em chances claras de gol. Pouca aproximação entre meias e atacantes e jogo truncado em disputas de bola no meio-campo e bolas espetadas pelas laterais. Toni Galego e Baiano foram muito acionados e deram trabalho para a defesa catarinense, mas foi pouco.

O Jogo

O primeiro tempo começou com as equipes se estudando muito. O Vitória entrou ligado e apostou nas jogadas de velocidade

(19)

pelas pontas com Jarles Baiano e Toni Galego, mas a defesa do Figueirense estava atenta para rebater as jogadas. Ainda assim, o Alvianil conseguiu provocar faltas pelas laterais e escanteios, mas a bola aérea não funcionou. A jogada de maior perigo foi um chute de Edinho, sem ângulo, que Sidão defendeu. O time catarinense abusou das ligações diretas e também teve dificuldades na criação de jogadas. Em um lance isolado Pedro Lucas saiu na cara do gol e Harrison defendeu. No fim da primeira etapa, o Figueira sofreu uma baixa. O meia Guilherme deu um pisão em Thainler, recebeu o segundo cartão amarelo e consequentemente foi expulso.

O Vitória tomou a rédea do jogo no segundo tempo. Com um jogador a mais em campo encurralou o Figueirense no campo de defesa. O time de Rodrigo Fonseca continuou chegando bem pelos lados, mas faltava concluir as jogadas com qualidade. O Figueirense viu o time capixaba cansar e começar a dar espaços. E em uma bola levantada na área, Diego Gonçalves marcou o gol do Figueira e deu números finais ao jogo.

Fonte:GAZETA

Envie vídeos, fotos e sugestões de pauta para a redação do JFP (JORNAL FOLHA DO PROGRESSO) Telefones: WhatsApp (93) 98404 6835- (93) 98117 7649.

“Informação publicada é informação pública. Porém, para chegar até você, um grupo de pessoas trabalhou para isso. Seja ético. Copiou? Informe a fonte.”

Publicado por Jornal Folha do Progresso, Fone para contato 93 981177649 (Tim) WhatsApp:-93- 984046835 (Claro) -Site: W W W . f o l h a d o p r o g r e s s o . c o m . b r E -mail:folhadoprogresso@folhadoprogresso.com.br e/ou e-mail: adeciopiran_12345@hotmail.com

http://www.folhadoprogresso.com.br/mec-divulga-nesta-terca-fei ra-18-resultados-da-segunda-chamada-do-prouni/

(20)

Fluminense empata sem gols e

é eliminado na Copa

Sul-Americana

O Fluminense foi a Santiago na noite desta terça-feira em busca da classificação para a segunda fase da Copa Sul-Americana. Após empatar em 1 a 1 com o Union La Calera no Maracanã, o Tricolor precisava de uma vitória ou um empate por mais de um gol para avançar, mas não conseguiu mais que um 0 a 0 e deu adeus à competição continental.

Fora da final da Taça Guanabara, primeiro turno do Carioca, o Fluminense terá até o dia 26 de fevereiro para se preparar para a estreia na Copa do Brasil, contra o Moto Club, no Maranhão.

O jogo – O Fluminense não tinha outra alternativa na partida que não fosse buscar o gol, já que um empate em 0 a 0 classificaria o La Calera. E logo que a bola rolou, os comandados de Odair Hellmann adiantaram a marcação e pressionaram a saída de bola do adversário, que se postou na defesa.

Mesmo com a forte marcação no campo do La Calera, o Flu não conseguia criar jogadas de perigo e mostrava até uma certa apatia em campo. Os chilenos aguentaram firme até os 20 minutos, quando começaram a se arriscar ao ataque.

Nenhuma das duas equipes esteve perto de abrir o placar no primeiro tempo. O La Calera assustou aos 24 em cobrança de escanteio ensaiada, mas o lance foi anulado por impedimento. Já o Flu só ameaçou aos 27 em chute de Nenê, defendido por Arias.

(21)

O panorama do jogo não mudou com o retorno das duas equipes para o segundo tempo. E o La Calera foi o primeiro a levar perigo em contra-ataque rápido aos 5 minutos. Cordero cruzou para Sáez, que, de cabeça, mandou a bola por cima do travessão.

Os chilenos passaram a abusar da catimba e das provocações para desconcentrar os atletas do Flu. O árbitro controlou os ânimos distribuindo cartões amarelos para Nenê e Andía, que se estranharam.

Odair Hellmann colocou Ganso em campo no lugar de Marcos Paulo. O meio de campo do Flu melhorou, mas a equipe ainda tinha dificuldades com a última bola e pouco finalizava. O Tricolor pressionava o La Calera, mas eram os chilenos que ameaçavam em contra-ataques.

Aos 34, Sáez avançou pela direita e cruzou. Valencia acertou o cabeceio mas Muriel defendeu. Com o fim do jogo se aproximando, o Flu foi pra cima na base do abafa e com muitos cruzamentos sobre a área. Aos 42, depois de uma forte pressão, a bola sobrou para Yuri, que tentou de fora da área e Arias defendeu.

No minuto seguinte, o La Calera perdeu a melhor chance do jogo. Andrés Vilches ficou de frente para Muriel mas o goleiro do Flu salvou. No rebote, Castellani, com o gol vazio, mandou para fora.

Por:Gazeta Esportiva (foto: Lucas Merçon/assessoria) 18/02/2020 20:54

Envie vídeos, fotos e sugestões de pauta para a redação do JFP (JORNAL FOLHA DO PROGRESSO) Telefones: WhatsApp (93) 98404 6835- (93) 98117 7649.

“Informação publicada é informação pública. Porém, para chegar até você, um grupo de pessoas trabalhou para isso. Seja ético. Copiou? Informe a fonte.”

(22)

Publicado por Jornal Folha do Progresso, Fone para contato 93 981177649 (Tim) WhatsApp:-93- 984046835 (Claro) -Site: W W W . f o l h a d o p r o g r e s s o . c o m . b r E -mail:folhadoprogresso@folhadoprogresso.com.br e/ou e-mail: adeciopiran_12345@hotmail.com

http://www.folhadoprogresso.com.br/mec-divulga-nesta-terca-fei ra-18-resultados-da-segunda-chamada-do-prouni/

Imagem

Referências

temas relacionados :